“Universo no teu corpo”, uma inesquecível canção de Taiguara

Taiguara, um compositor de raro talento

O cantor e compositor Taiguara Chalar da Silva (1945-1996), nascido no Uruguai durante uma temporada de espetáculos de seu pai, o bandoneonista e maestro Ubirajara Silva, foi um dos melhores compositores da MPB e considerado um dos símbolos da resistência à censura durante a ditadura militar, tanto que teve, aproximadamente, 100 músicas vetadas, razão que o levou a se autoexilar na Inglaterra em meados de 1973.

A letra da música “Universo No Teu Corpo” foi feita para o Brasil, no período em que ele esteve exilado, em que “gente amarga, mergulhada no passado ” significa os governantes da época, ou seja, a ditadura militar que imperava em nosso país e que “triste mundo antigo” significa a Europa (velho mundo) onde ele estava refugiado.

UNIVERSO NO TEU CORPO
Taiguara

Eu desisto
Não existe essa manhã que eu perseguia
Um lugar que me dê trégua ou me sorria
Uma gente que não viva só pra si

Só encontro
Gente amarga mergulhada no passado
Procurando repartir seu mundo errado
Nessa vida sem amor que eu aprendi

Por uns velhos vão motivos
Somos cegos e cativos
No deserto do universo sem amor
E é por isso que eu preciso
De você como eu preciso
Não me deixe um só minuto sem amor

Vem comigo
Meu pedaço de universo é no teu corpo
Eu te abraço corpo imerso no teu corpo
E em teus braços se une em versos a canção

Em que eu digo
Que estou morto pra esse triste mundo antigo
Que meu porto, meu destino, meu abrigo
São teu corpo amante amigo em minhas mãos
São teu corpo amante amigo em minhas mãos
São teu corpo amante amigo em minhas mãos

Vem…
Vem comigo
Meu pedaço de universo é no teu corpo
Eu te abraço corpo imerso no teu corpo
E em teus braços se une em versos a canção

Em que eu digo
Que estou morto pra esse triste mundo antigo
Que meu porto, meu destino, meu abrigo

São teu corpo amante amigo em minhas mãos
São teu corpo amante amigo em minhas mãos
São teu corpo amante amigo em minhas mãos

Site Poemas & Canções

Randolfe engana Janaina e faz com que ela apoie impeachment de Temer

Janaina Paschoal

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) esperou até 1h da manhã desta sexta-feira, 29, para poder pregar uma peça na autora do pedido de impeachment, Janaina Paschoal, na sessão dedicada a ouvir os denunciantes na comissão especial. Ele fez uma explanação apresentando a edição de decretos de créditos suplementares específicos e pediu, em seguida, a opinião de Janaína sobre esses documentos.

A jurista defendeu que os créditos suplementares sem a autorização do Congresso Nacional configuram crime de responsabilidade e devem ser punidos com o impeachment. “Muito bem, fico feliz com sua opinião, porque a senhora acabou de concordar com o pedido de impeachment do vice-presidente Michel Temer”, disse Randolfe. “Essas ações que eu li foram tomadas pelo vice”.

A professora ficou constrangida e tentou se explicar. Apenas algumas horas antes ela havia dito que não havia indícios suficientes para pedir o impeachment de Temer. “O Vice-presidente assina documentos por ausência do presidente, por delegação. Neste caso, não há o tripé de crimes continuados e intercalados entre si”, tentou justificar.

Cavalo usado para assalto em loja na PB era roubado, diz órgão municipal

Assaltante entrou em estabelecimento com cavalo e realizou assalto (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

O cavalo que foi utilizado por um assaltante para roubar uma loja de conveniência em um posto de combustíveis de João Pessoa era roubado, segundo informou a dona do animal à Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). O caso aconteceu na noite da terça-feira (26), no bairro da Esplanada e as imagens das câmeras de segurança da loja mostram quando o assaltante entra no estabelecimento com o animal e realiza o assalto foram divulgadas na quinta-feira (28). O frentista que foi vítima do assalto contou, em entrevista à TV Cabo Branco, como aconteceu o crime.

“Na hora que eu tava saindo lá de dentro ele apareceu de repente e me rendeu. Aí ele mandou eu passar o dinheiro e eu fiquei olhando para ver se ele puxava alguma coisa e ele puxou um canivete, ai foi o momento que entreguei o dinheiro a ele”, disse o funcionário.

A vítima contou ainda que o assaltante se assustou após ouvir barulhos de tiros do lado de fora do posto. “Tinha um cliente nosso aqui fora e eu não sei se foi ele, mas ele [o assaltante] saiu correndo do susto, porque escutou os tiros. Eu também ouvi, mas não sei quem foi, foram dois tiros”, contou.

Ainda de acordo com o frentista, na hora da fuga o homem abandonou o animal. “Eu fui atrás do cavalo depois peguei e amarrei aqui e liguei para o pessoal da prefeitura que recolhe cavalos”, explicou. Segundo o funcionário, já é a segunda vez que o mesmo assaltante, com o mesmo animal, realiza um assalto no estabelecimento. “Da outra vez ele me assaltou e eu tava aqui fora. Eu vi quando ele estava vindo, com o mesmo cavalo, e aí puxou o dinheiro do meu bolso”, completou.

O animal foi recolhido pela Emlur, que informou, por telefone que a dona do animal pagou um valor de R$ 100 para liberar o cavalo. Ela contou aos funcionários da autarquia que esta não era a primeira vez que o mesmo suspeito teria roubado o animal. O órgão pede para que se alguém encontre um animal de grande porte abandonado, que telefone para o número 0800 083 2425. O serviço funciona 24 horas.

Entenda o caso
As imagens das câmeras de segurança do posto mostram quando o assaltante chega com um cavalo e entra com o animal na loja de conveniência. O vídeo mostra o momento em que ele desce do cavalo e entra no local com o animal. Em seguida, o assaltante encontra um funcionário do posto que voltava do setor de estoque. Ele puxa o dinheiro do bolso da camisa do funcionário e ainda pede para a vítima entregar mais.

Ainda nas imagens das câmeras de segurança, é possível ver quando o assaltante se assusta com alguma coisa e foge. O cavalo, que estava na porta da loja também se espanta com a ação e corre para um lado diferente do assaltante e os dois fogem em seguida.
De acordo com a Polícia Militar, até esta sexta-feira (29), o suspeito foi localizado. A quantia levada pelo assaltante não foi divulgada.
G1PB

Janaína perde o controle ao ser acusada de defender agressor de mulheres

janaina-paschoal-faz-discurso-inflamado-no-senado_691409

Já perto da meia-noite, quando a sessão já andava morna, a denunciante Janaina Paschoal se exaltou com o senador Telmário Mota (PDT-RR) depois que ele questionou se ela era advogada do procurador da República Douglas Kirchner, demitido pelo Conselho Nacional do Ministério Público por suspeita de agredir e torturar a esposa. “Não quero! Não vou admitir”, gritou.

Ela levou uma bronca do presidente da comissão, senador Raimundo Lira (PMDB-PB). “Por favor, vamos falar em um tom compatível com o ambiente em que nós estamos”.

Convidada ao lado do advogado Miguel Reale Jr. para detalhar o pedido de impeachment que tramita no Congresso, Janaína rebateu que “seu cliente nunca bateu na mulher” e que a autoria das agressões é de uma tia da vítima. “Tudo tem limite, meus clientes são sagrados”, protestou, retirando-se da sala.

O senador Telmário Mota treplicou que fez várias perguntas técnicas sobre o embasamento jurídico da denúncia contra Dilma e que a questão sobre o procurador era secundária. “Respondeu porque quis”, alfinetou, recebendo críticas do líder do PSDB, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB). “Lamento essa intimidação. Querem transformar em ré a pessoa que acusa”, afirmou o tucano.

Janaína retornou à mesa e pediu desculpas ao presidente pelo comportamento. Antes de sair do plenário, Telmário Mota também pediu desculpas discretas à denunciante, que sorriu e seguiu ouvindo o orador seguinte, senador José Pimentel (PT-CE), líder do governo no Congresso.

Record é do Governador Robinson Faria

0001Reportagem: Janeayre souto

Do Blog:

Esse título dificilmente será tirado do Governador Robinson Faria, infelizmente Micarla de Souza, ex-prefeita de Natal conseguiu perder.

São coisas assim, que vem se acumulando na administração Robinson. Já percebe-se claramente que o Governador está fazendo uma das piores administração no Estado, do jeito que a coisa vai, é possível que o RN não encontre solução para a sua crise econômica.

Vamos pra frente que veremos o desenrolar de tudo isso.

Policial pede para ter relações sexuais com filha da amante como ‘prova de amor’

ona6-620x350

Uma adolescente de 14 anos divulgou, através do whatsapp, uma conversa entre sua mãe e o amante — um policial militar — em que o homem pede para fazer sexo com a jovem e sua irmã, uma criança de apenas quatro anos de idade, como ‘prova de amor’.

A menina flagrou o bate-papo no celular da mãe e, temendo ser estuprada, gravou um printscreen (imagem abaixo) e repassou o arquivo para uma terceira pessoa não identificada. Em seguida, a conversa viralizou rapidamente na internet. O nome do PM e da mulher envolvidos no caso não foram divulgados para que a investigação não seja prejudicada.

No diálogo, o policial tenta convencer a mãe a dopar suas duas filhas (4 e 14 anos) para ter relação sexual com as menores. Ele se compromete ainda a levar o medicamento necessário para fazer as meninas dormirem e afirma que a concessão da mãe no ato seria uma prova que ela realmente o ama. O homem também teria confessado que fazer sexo com ela e as filhas ao mesmo é um “sonho” e “obsessão” que ele nutre há algum tempo.

“Hoje à noite você terá a chance de me dar a maior prova de amor do mundo, que é sua própria filha”, diz a mensagem. “Ela é virgem, ela que tem que escolher com quem vai perder a virgindade, não eu”, argumenta a mulher. “Se você deixasse, dava para fazer tudo e ela nem acordaria. Ninguém nunca saberia, só eu e você. Realiza esse sonho meu, eu ia acabar de vez com essa obsessão”, rebate o PM.

De acordo com informações dos portais paraibanos Correio e Diário do Sertão, o policial militar investigado mora no Ceará, mas integra o 14º Batalhão, em Sousa, no sertão do estado da Paraíba e atua na corporação paraibana desde 2009.

Investigação

“A foto que aparece nas mensagens realmente é de um policial da Paraíba, mas precisamos investigar se o perfil é verdadeiro e se foi ele mesmo que enviou as mensagens. Não podemos descartar a hipótese de alguém ter invadido a rede social dele e escrito tais coisas”, afirmou o assessor de comunicação da Polícia Militar na Paraíba, major Cristóvão Lucas.

Segundo o major, o suspeito será ouvido na manhã desta quarta-feira (30) pelo comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Rômulo Ferreira de Araújo. “Caso seja confirmado o envolvimento do policial nesse fato, vamos abrir uma sindicância e estudar possíveis punições para ele”, completou.

NOTA

O subcomandante do 14º Batalhão da Polícia Militar divulgou nota nas redes sociais sobre o caso:

Ao tempo em que cumprimento a todos desse grupo, venho na condição de subcomandante 14 BPM inicialmente lamentar e salientar a posição de resignação do Cmdo diante das notícias desabonadoras que vêm sendo veiculadas acerca de um policial militar deste Batalhão.

Dizer que antes de tudo temos o dever de sermos imparciais e firmes em relação ao caso. Dizer que o alto comando da corporação está ciente e não se furtará da atribuição da responsabilidades na esfera administrativa militar caso haja a comprovação probatória do cometimento do crime ou transgressão da natureza militar.

Requerer dos homens honrados e de bem que ao nosso lado envergam a farda e com orgulho representam nosso 14 BPM, que sejam prudentes nas suas ações e comentários, pois nossa postura enquanto militares não há de ser outra que a de sermos comedidos e temperantes apesar de toda indignação e “revolta”.

Por fim me, posiciono pela manutenção das boas práticas de bem e de compromisso inegável e incondicional de zelar pela incolumidade das pessoas, deixando bem claro que atitudes como esta são abomináveis do ponto de vista ético cristão e, absolutamente, não traduz a essência do caráter dos policiais militares do nosso estado, que diariamente não se cansam de dar a própria vida em prol de pessoas de bem.

A “micarlização” de Robinson Faria (PSD): a fórmula para a tragédia.

onatalense-115-620x350

O desgaste de Robinson Faria é crescente. A crise econômica aprofundada pelo impasse político e alimentado por um judiciário ora covarde, ora seletivo, além de uma mídia manipuladora e degradante da autoestima brasileira – no RN atrelada a opositores do governador – faz ampliar a tendência de que piore a imagem do governador, e que a população não compreenda que nem tudo é resultado da incompetência e falta de ação do governo estadual.

Some-se a isso o caos na segurança, que já passou de sensação de insegurança para se tornar iminência de perigo a qualquer quarteirão próximo, ônibus ou no ingresso ou saída de nossas próprias residências.

E ainda que tudo não seja responsabilidade do governo estadual, há muito o que ser diagnosticado como sendo culpa deste governo. Um governo que traí seus aliados de primeira hora, não atrai confiança dos próximos parceiros. Um governo que não gera confiança não mobiliza a sociedade para suas iniciativas.

Mas o que é pior, um governo que não planeja, não tem projeto claro, nem tem equipe clara e constante não irá implementar as políticas públicas em todas as suas etapas de execução. O governo Robinson Faria tem entrado numa seara perigosa: a fórmula trágica do governo Micarla.

A troca-troca de secretários foi uma marca do início do governo Micarla que resultou em uma gestão desastrosa. Como executar as políticas públicas com uma média de 1 secretário a cada mês e meio? Como esperar um serviço público de qualidade quando as políticas públicas são avaliadas e ganham grau de maior eficácia justamente pelo seu caráter de transversalidade, interação, integração e perenidade resultam nas melhores iniciativas e excelência nos resultados?

O governo Micarla chegou a trocar 10 secretários nos seus primeiros 15 meses. Demonstrando toda falta de programa, planejamento e equipe administrativa para assumir a gestão do município naquela oportunidade. E lembremos que Robinson a apoio, assim como Rogério Marinho e José Agripino, os nossos paladinos da (i)moralidade.

Agora Robinson Faria incorre em mesmo erro, indo além, supera o recorde suicida administrativo de Micarla, e já nos presenteia com a troca de 18 nomes em menos de 16 meses nos cargos de alto escalão. Como se governa assim? A gestão paga, e a sociedade colhe o desgoverno.

O desgoverno Micarla foi tão desastroso que a especificidade do processo de deteriorização da imagem da prefeita e do desgoverno, associados aos altos índices de rejeição, recebeu a pecha de “micarlização”. Será este o futuro de Robinson Faria? Para nosso desespero, a fórmula inicial ele já colocou em marcha, inclusive superando a criatura que ele ajudou a eleger em 2008, e manteve apoio durante todo seu desgoverno.

Ou Robinson Faria repensa sua forma e maneira de governar, ou estaremos vendo reviver a “micarlização” no RN, só que desta vez não só de nossa capital, mas de todo o governo de nosso querido Estado.

Só falta agora Robinson querer trazer para o governo do RN os mesmos que desgovernaram Natal com Micarla: o PSDB de Rogério Marinho, o DEM de José Agripino, ou mesmo o PDMB de Henrique, seu até agora rival. Se assim proceder, só se reafirmará a tendência em querer repetir a fórmula da tragédia.

Melhor sorte ao povo Potiguar!

Texto do colaborador Dennys Lucas Xavier

Deputado Dison Lisboa solicita projeto “Vila Cidadã” para o Agreste

O parlamentar apresentou requerimento à Assembleia Legislativa do RN pedindo para que o projeto seja instalado nos municípios de Goianinha, Canguaretama e Nova Cruz.
Foto/Divulgação

Com a intenção de promover cidadania, lazer, educação e oferecer serviços diversos para a população, o deputado Dison Lisboa (PSD), solicitou a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), a realização do projeto “Vila Cidadã” na região Agreste potiguar. O parlamentar apresentou requerimento à Assembleia Legislativa do RN pedindo para que o projeto seja instalado nos municípios de Goianinha, Canguaretama e Nova Cruz.

O projeto Vila Cidadã é uma ação da Sethas que visa levar, até a população, durante um dia de programação, os serviços essenciais do Estado como confecção de carteira de trabalho, identidade, CPF, cadastramento no Sistema Nacional de Emprego (Sine), intermediação de mão de obra, cadastramento para o Minha Casa, Minha Vida, atendimento médico e jurídico, entre outros.

Para o Deputado Dison Lisboa, a instalação do projeto nos municípios de Goianinha, Canguaretama e Nova Cruz também, viabilizará a participação de cidades circunvizinhas, beneficiando e integrando a população da região Agreste nas ações ofertadas. “O Vila Cidadã beneficiaria de maneira incalculável os munícipes proporcionado maior acesso e comodidade a população. Os serviços de emissão de carteira de identidade, CPF, oficinas, e cadastramento de programas sociais, contemplariam toda nossa região. Vamos cobrar para estas cidades recebam o projeto”, destacou Dison.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DEPUTADO DISON LISBOA
Alexandra Ferreira

Padre é afastado suspeito de estuprar coroinha; religioso diz ser vítima de conspiração

Crime teria acontecido na cidade de Dona Inês, no Agreste

Um padre que trabalhava na Paróquia de Dona Inês, no Agreste da Paraíba, a 160 km de João Pessoa, foi afastado das funções que exercia após suspeitas de que teria estuprado um coroinha de 13 anos. A Diocese de Guarabira, no Brejo, a 98 km da Capital, que engloba a área de atuação do religioso, emitiu uma nota nesta quarta-feira (27), formalizando o afastamento (confira no fim do texto). O suspeito, por sua vez, conforme informações da Polícia Civil, diz estar sendo vítima de uma conspiração. Segundo o delegado Ricardo Sena, que está responsável pelas investigações, o crime estaria acontecendo desde 2015.

“O menino era coroinha em Dona Inês desde os oito ou nove anos. Ele e a família denunciaram os abusos ao Conselho Tutelar, que passou o caso para a Polícia Civil. Ele relatou atos libidinosos, inclusive com penetração”, disse Sena, acrescentando que, para cometer as ações, o padre se valeria da autoridade que possui diante da comunidade e da inocência do garoto, que é de família carente e costumava ganhar muitos presentes do religioso, como tablet e bicicleta.

O padre prestou depoimento à Polícia Civil nessa terça-feira (26) e negou envolvimento nas denúncias. “Ele disse que fez algumas mudanças no quadro de funcionários da Paróquia, que teriam ficado descontentes e começaram a conspirar contra ele”, contou o delegado.

A vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal de Guarabira, onde fez os exames necessários para que os abusos possam ser comprovados. O laudo pericial ainda não foi divulgado. A Polícia Civil deve concluir o inquérito do caso até o dia 15 de maio.

“Caso de abuso sexual é muito complicado. Não podemos tirar conclusões precipitadas”, finalizou Ricardo Sena.

O padre seguirá afastado das funções na igreja, pelo menos enquanto durarem as investigações. Caso nada seja provado, ele deverá voltar ao trabalho normal.

Confira abaixo a nota oficial da Diocese de Guarabira:

A Diocese de Guarabira ao tomar conhecimento de que o Conselho Tutelar da cidade de Dona Inês (PB) e a Polícia Civil rebeberam denúncia de suposta prática de atos em desacordo com a lei, determinou a abertura de procedimento administrativo para apuração dos fatos e o imediato afastamento do referido padre das funções sacerdotais até o encerramento de todas as investigações.

Portal Correio

Novas eleições? Para o vice Michel Temer, antecipar o pleito é golpe

Michel Temer

O discurso da presidente Dilma Rousseff e de aliados do governo de acusar o impeachment de golpe foi incorporado pelo vice Michel Temer, mas aplicado às novas eleições. De acordo com a Folha de S.Paulo, o vice classificou como “golpe” a tentativa de antecipar o pleito para presidente. Às fontes ouvidas pela Folha, ele disse que, nos Estados Unidos, “as pessoas ficariam coradas” com a proposta.

Ele disse ainda que, caso a presidente seja afastada, os movimentos de esquerda podem até protestar “desde que não infernizem a vida do País”. Temer também prometeu abrir diálogo com os partidos, incluindo o PT.

As declarações foram dadas a representantes de centrais sindicais contrárias ao governo atual. Em visita ao vice, os sindicalistas reclamaram sobre pontos do programa peemedebista que pretende tirar do papel caso assuma a Presidência, incluindo o fim da política de reajuste do salário mínimo e a desvinculação do aumento dos benefícios previdenciários ao mínimo.

Os representantes dos sindicatos também mostraram preocupação com propostas presentes no documento do PMDB intitulado “Uma Ponte para o Futuro” sobre mudanças na Previdência. Uma delas é a desvinculação do reajuste dos benefícios ao valor do salário mínimo. A outra, a criação de uma idade mínima para a aposentadoria.

No RN, prazo para regularização das ‘cinquentinhas’ acaba nesta quinta (28)

protesto-cinquentinhas-carol

Acaba nesta quinta-feira (28) o prazo que proprietários de ciclomotores conhecidos como ‘cinquentinhas’ regularizem a situação dos veículos com o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN). Todos os ciclomotores deverão ser emplacados e licenciados. As ‘cinquentinhas’ são veículos de duas ou três rodas que não ultrapassam 50 cilindradas e cuja velocidade máxima é inferior a 50 quilômetros por hora.

O proprietário do ciclomotor, sendo pessoa física, deve apresentar ao Detran-RN o comprovante de endereço e a nota fiscal de aquisição do veículo ou preencher uma Declaração de Procedência com firma reconhecida em cartório.

Segundo o Detran, após passar por vistoria e pagar o seguro obrigatório (DPVAT) na quantia de R$ 292,01, além da taxa de licenciamento no valor de R$ 65 (veículo não financiado) ou R$ 95 (veículo financiado),  a ‘cinquentinha’ estará registrado e liberado para transitar. Não é necessário o pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), pois os ciclomotores são isentos.

De acordo com o de Estatística do Detran, até esta quarta-feira (27) foram registradas e emplacadas no Rio Grande do Norte 14.146 ciclomotores, sendo que mais da metade (7.449) desses veículos estão cadastrados no município de Mossoró, na região Oeste do Estado.

Quem não regularizar a situação do veículo dentro do prazo será multado no valor de R$ 127,69 e terá o veículo apreendido. O Código de Trânsito exige que o condutor das cinquentinhas tenha Autorização para Condução de Ciclomotor, a ACC, ou carteira de habilitação na categoria A.

G1 RN

MACUMBA? Boneco é encontrado enterrado em Catingueira

Um boneco, todo perfurado e, supostamente, vestido de noivo, foi encontrado enterrado na manhã desta terça-feira (26) no cemitério municipal de Catingueira.

A notícia está dando o que falar na cidade. O “noivo” foi encontrado por um coveiro dentro de uma cova que estaria fechada há muito tempo. As informações foram repassada por internautas que foram até o local.

A notícia tomou conta da cidade e a imagem se espalhou rapidamente pelas redes sociais e grupos de Whatsapp. Moradores agora tentam descobrir quem sem o possível “noivo”.

Fonte: Catingueira Online

Pagamento dos servidores do Estado PB começa nesta sexta-feira – Já o do RN sabe-se lá quando!!!

Imagem Ilustrativa

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração, confirmou nesta terça-feira (26), que o pagamento dos servidores vai ser efetuado nesta sexta-feira (29) e no sábado (30).

Segundo a Secretaria de Estado da Administração, no primeiro dia recebem aposentados e pensionistas. Já no sábado, será efetuado o pagamento dos servidores da ativa, tanto da administração direta quanto da indireta.

Calendário:

29/04 – Aposentados e pensionistas

30/04 – Servidores da ativa (administração direta e indireta)

Geraldo Luís incomoda Edir Macedo e é demitido da Record

O assunto dessa última semana no meio televisivo foi a suspensão de Geraldo Luís do “Domingo Show”.

O apresentador criticou ao vivo o trabalho de edição de uma de suas matérias.Após a exibição do material, ele não escondeu o descontentamento com os cortes realizados e desabafou no ar. “O Domingo Show tem todo esse sucesso porque, graças a Deus, a Record me permite ser quem eu sou. Eu sou muito feliz nesta casa, mas eu quero dizer que eu fiquei muito triste hoje. Como um contador de histórias, é muito difícil eu ver uma matéria, como eu vi a minha agora, não pelos editores, que eu tenho uma equipe maravilhosa. Mas não façam mais isso, porque eu faço com tanto amor, eu brigo pela Record”, afirmou.

No primeiro momento, a emissora decidiu afastar o apresentador, que foi substituído por Luiz Bacci neste último domingo, 24 de abril. Agora, segundo o jornalista Daniel Castro, o canal resolveu tirar o artista definitivamente do comando do “Domingo Show”, o que basicamente é uma demissão para o apresentador que terá duas opções: rescindir o contrato que vai até 2017 ou permanecer esquecido na geladeira do canal como aconteceu com Britto Junior. A decisão foi tomada pela alta cúpula da Record e informada ao jornalista no início da noite.

otvfoco,com

Montanhas RN – Vereador Fabiano é intimado pela Juiza da 61ª Zona Eleitoral sobre processo de AÇÃO DE PERDA DE CARGO ELETIVO POR DESFILIAÇÃO PARTIDÁRIA SEM JUSTA CAUSA -CARGO – VEREADOR

GUEGA E FABIANOFotos: Reprodução Internet

Há um processo em andamento na 61ª Zona Eleitoral que tem como Peticionante, Josias Leandro de Souza, popularmente conhecido por “Guega”. Esta ação requer a vaga do Vereador Fabiano, que por motivo de mudança de Partido em data não estabelecida por Lei, ainda a ser julgado pela Juiza Eleitoral, o Suplente de Vereador “Guega”, aguarda a posição definitiva do julgamento para poder fazer valer os seus direitos.

A referida intimação é no sentido de ouvir as partes interessadas no Processo peticionado sobre o Nº 96-29.2015.6.20.0000 – Prot Nº 31.306/2015. No dia 28 de abril de 2016 às 13:00  horas. Confira AQUI

0aa

Esta Ação já esteve tramitando no Tribunal Regional Eleitoral em 04 de abril de 2016 no Gabinete do Juiz Sérgio Roberto Nascimento Maia, relator deste Processo, que encaminhou para a Juíza Eleitoral de Pedro Velho ouvi-los. Clique AQUI

aaa

Investigações da Lava-Jato sobre Henrique Alves estão avançadas, afirma jornal

Foto/Reprodução

O Globo

Integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato estão investigando aliados do vice-presidente Michel Temer, como os ex-ministros do Turismo Henrique Eduardo Alves (que já foi alvo de mandado de busca e apreensão) e da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima. Os investigadores já trabalham com a hipótese de que eles virem ministros num governo do PMDB. Assim, retomariam o foro privilegiado e passariam para a esfera do Supremo Tribunal Federal (STF) saindo da alçada do juiz Sérgio Moro.

Caso o deslocamento ocorra, Alves e Geddel se somarão a três alvos centrais da Lava-Jato, também próximos a Temer. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), é réu numa ação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no esquema de desvios da Petrobras; denunciado em inquérito que apura quatro contas mantidas na Suíça; e investigado em outro procedimento devido a mais nove contas no exterior. O senador Romero Jucá (PMDB-RR) é investigado no inquérito que apura formação de quadrilha e num segundo procedimento no STF. O senador Valdir Raupp (PMDB-RR) também é investigado por formação de quadrilha e alvo de um segundo inquérito.

Fontes com acesso às investigações relatam que o caso de Alves é o mais avançado. Em dezembro de 2015, quando era ministro do Turismo, a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão em um apartamento dele, em Natal. Investigadores relatam haver indícios de uma atuação casada de Alves e Cunha na arrecadação de recursos para campanhas eleitorais. Essa é uma das linhas de investigação do inquérito aberto para investigar o presidente da Câmara a partir das delações premiadas dos donos da Carioca Engenharia. Os empreiteiros detalharam nove contas bancárias no exterior cujos depósitos teriam beneficiado Cunha.

TROCA DE MENSAGENS
A força-tarefa em Curitiba tem em mãos relatórios com as trocas de mensagens entre o ex-ministro do Turismo e executivos da construtora OAS. Pelo teor das mensagens, Alves promete favores à empresa em tribunais de contas. Os torpedos registram pedidos de doações a Léo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira. Henrique Alves foi derrotado na disputa pelo governo do Rio Grande do Norte em 2014.

OUTRO LADO
O ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves afirmou que as doações recebidas por sua campanha foram legais. Já o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, negou ter recebido propina e disse que apresentou defesa sobre o caso em que é réu, refutando as acusações em relação às contas da Suíça. No caso da Carioca Engenharia, explicou que não há a atribuição das nove contas a ele.
— Toda arrecadação da nossa campanha está declarada no TSE. E assuntos do interesse do meu estado sempre tratei de forma institucional — disse Alves.

Montanhas RN – Por falta de pagamento ao posto de gasolina transporte de pacientes não é abastecido.

LDAENLHTXYO2016042019305720042016

Recebemos informações de que o transporte que faz viagens com as crianças especiais do município de Montanhas, juntamente com os seus familiares, hoje terça feira (26) não conseguiu ser abastecido no posto de gasolina, as informações de familiares, são de que o proprietário do posto não abasteceu por falta de pagamento.

A saúde e tratamento de saúde são prioritários! Não podem acontecer fatos dessa natureza, é muito importante que seja apresentada a população essas ações, talvez por descuido, mas que deva existir alguém para cuidar dessa parte, sem que haja prejuízo para as crianças tão necessitada desse atendimento.

Leia o que diz uma leitora do Blog: “Segundo os familiares das crianças especiais que fazem acompanhamento no CRIS hoje perderam exames ,por não ter transporte disponível pois o proprietário do posto de gasolina não abasteceu por falta de pagamento atrazados…pior é que…os mesmo que estão passando por este problema foram os que o colocaram lá kkkkkkk”.

Vamos aguardar as explicações da Secretaria de Saúde ou do Executivo Municipal. Sabe-se que muitos outros carros são abastecidos diariamente por conta da prefeitura!!! Não somente aqui em Montanhas, mas também em Natal.

Olhos1

Conheça os senadores que compõem a Comissão do Impeachment

chute7

O plenário do Senado elegeu hoje (25) os 21 titulares e 21 suplentes da comissão especial que vai examinar o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A instalação oficial do colegiado, com a eleição do presidente, do vice e do relator, está prevista para esta terça-feira (26), para as 10h. O senador Raimundo Lira é o indicado pelo PMDB para presidir a comissão do impeachment no Senado.

Os nomes indicados para compor a comissão foram aprovados, em sessão deliberativa do Senado, nesta segunda-feira (25). Amanhã (26), serão eleitos o presidente e o relator.

Após a instalação da comissão, começa a contar o prazo de dez dias úteis para que o relator apresente o parecer sobre a admissibilidade da abertura do processo. O parecer precisa ser votado pelos integrantes do colegiado e a aprovação se dá por maioria simples.

Qualquer que seja o resultado da votação na comissão, a decisão final cabe ao plenário do Senado, que é soberano. No plenário, o parecer da comissão será lido e, após 48 horas, votado nominalmente pelos senadores. Para ser aprovado, é necessária a metade mais um dos votos dos senadores presentes, desde que votem pelo menos 41 dos 81 senadores. Por exemplo, se 75 senadores estiverem presentes, serão necessários 38 votos para o processo de impeachmentser aceito na Casa.

Conheça quem são os senadores titulares da comissão:

PMDB

Raimundo Lira (PMDB-PB)

PMDB indica senador Raimundo Lira para presidir Comissão do Impeachment (Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Raimundo LiraEdilson Rodrigues/Agência Senado

Indicado pelo PMDB para presidir a Comissão do Impeachment no Senado, Raimundo Lira está na sua segunda legislatura como senador. Ele já havia ocupado o cargo entre os anos de 1987 e 1994. À época, ele foi eleito pelo PMDB. Mas em 1989, foi para o PRN (partido no qual Fernando Collor se elegeria presidente). Em 1994, tentou a reeleição pelo PFL e perdeu. Depois deste período, ficou afastado da política. Em 2010, ele entrou como suplente de Vital do Rêgo Filho. Lira assumiu a cadeira no Senado após Vital ir para o TCU em 2014.

Rose de Freitas (PMDB-ES)

Brasília - Rose de Freitas (PMDB-ES), candidata à presidência da Câmara dos Deputados
Rose de FreitasAntonio cruz/Agência Brasil

Mineira de nascimento, Rose de Freitas está no Senado representando o estado do Espírito Santo desde 2015 (eleita). Antes, ela havia sido eleita para diversas outros cargos. Em 1982, foi deputada estadual pelo PMDB. Em 1986, virou deputada federal. No meio do mandato, foi para o PSDB. Se reelegeu em 1990 e perdeu as eleições estaduais em 1994. Rose acabou voltando à Câmara dos Deputados como suplente em 1998 e como titular em 2002. Em 2006, ela voltou ao PMDB e conseguiu se reeleger em 2006 e 2010.

Simone Tebet (PMDB-MS)

Simone Tebet Fabiano Accorsi/Site do Senado
Simone Tebet Fabiano Accorsi/Site do Senado

Simone é filha do ex-presidente do Senado Ramez Tebet (que morreu em 2006). Com 46 anos, ela está na primeira legislatura como senadora, mas tem um currículo longo no Mato Grosso do Sul. Foi eleita deputada estadual em 2002, prefeita de Três Lagoas (MS) em 2004 e 2008 e vice-governadora do estado em 2010.

Dário Berger (PDMB-SC)

Dário Berger
Dário BergerDivulgação do Senado

Convocado para a comissão de última hora, na vaga de José Maranhão (PMDB-PB), Dário Berger foi ex-prefeito das cidades de São José (1997-2004) e Florianópolis (2005-2012). Antes de integrar o PMDB, ela era do PFL. Além de político (desde 1989), Berger é administrador de empresas.

Waldemir Moka (PMDB-MS)

Waldemir Moka
Waldemir MokaDivulgação do Senado

Senador desde 2011 pelo Mato Grosso do Sul, Waldemir Moka começou a carreira política em 1983 quando foi vereador em Campo Grande. Depois, foi eleito deputado estadual por três mandatos. Em 1999, se elegeu deputado federal e foi reeleito por duas vezes. Todas as eleições de Moka foi representando o PMDB. Além de político, ele é médico.

Bloco Parlamentar da Oposição 

Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP)

Brasília - Senador Aloysio Nunes Ferreira,fala durante o seminário internacional Anteprojeto Brasileiro de Proteção de Dados Pessoais em Perspectiva Comparada (Elza Fiuza /Agência Brasil)
Aloysio Nunes FerreiraElza Fiúza/Agência Brasil

Um dos nomes mais fortes do PSDB atualmente, Aloysio Nunes lutou contra a ditadura militar e chegou a ser exilado do país por participar de movimentos contrários ao regime. Depois de ser filiado ao PCB, ele ajudou a fundar o PMDB e entrou no PSDB em 1997. Foi ministro do governo Fernando Henrique Cardoso. É senador desde 2007 e em 2014 foi vice de Aécio Neves na disputa da Presidência da República. O senador também é citado na Operação Lava Jato da Polícia Federal.

 Antonio Anastasia (PSDB-MG)

Senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) discursa na tribuna do Plenário onde comentou a inclusão de seu nome no inquérito da Operação Lava-Jato (Moreira Mariz/Agência Senado)
Antonio AnastasiaMoreira Mariz/Agência Senado

Ex-governador de Minas, Antonio Anastasia trabalhou por mais de dez anos na administração pública do estado e do governo federal antes de entrar para a política. A primeira eleição foi como vice da chapa de Aécio Neves (também senador por Minas Gerais) em 2006. Com a saída de Aécio para concorrer ao Senado, Anastasia assumiu o governo. Em 2010, ele foi reeleito. Ficou como governador até 2014, quando se elegeu senador.

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)

Cássio Cunha Lima (José Cruz/Arquivo Agência Brasil)
Cássio Cunha LimaJosé Cruz/Agência Brasil

Filho do ex-governador Ronaldo Cunha Lima, Cássio tem uma extensa carreira política na Paraíba. Além da eleição para o Senado, em 2014, ele já acumulou três eleições para prefeito de Campina Grande e duas eleições para governador. Na última vez que foi governador, ele acabou cassado por irregularidades nas eleições. Cunha Lima começou a carreira política no PMDB. Em 2001, ele foi para o PSDB, partido que está até hoje.

Ronaldo Caiado (DEM-GO)

Brasília - Entrevista com o senador Ronaldo Caiado durante a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (Valter Campanato/Agência Brasil)
Ronaldo Caiado Valter Campanato/Agência Brasil

Senador desde 2015 (eleito em 2014), Caiado teve a primeira aparição política como candidato à Presidência da República. Ele concorreu ao cargo em 1989, quando ficou em 10º lugar. No ano seguinte, foi eleito deputado estadual. Ele ficou no cargo por cinco legislaturas. Caiado é um dos líderes da bancada ruralista no Congresso. Em seu site oficial, há a informação de que ele foi o criador oficial da bancada.

Bloco de Apoio ao Governo

Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Brasília - A presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Gleisi Hoffmann, durante audiência pública com a participação do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, sobre a execução da polí
Gleisi HoffmannMarcelo Camargo/Agência Brasil

Senadora pelo Paraná desde 2011, Gleisi Hoffman se filiou ao PT em 1989. Durante alguns anos, trabalhou na administração pública no Paraná (inclusive na Hidrelétrica Itaipu) e em Mato Grosso do Sul. Em 2006, tentou eleição para o Senado, mas perdeu. Em 2008, tentou a disputa pela prefeitura de Curitiba, mas também foi derrotada. Em 2011, Gleisi assumiu como ministra-chefe da Casa Civil, cargo que ficou até 2014. Ela é uma das investigadas na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Lindbergh Farias (PT-RJ)

Brasília - O senador Lindbergh Farias durante reunião da bancada do PT no Senado para escolher o novo líder do partido na Casa que substituirá Humberto Costa (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Lindbergh FariasMarcelo Camargo/Agência Brasil

Senador desde 2011, Lindberg Farias já havia ocupado os cargos de prefeito de Nova Iguaçu e deputado federal pelo Rio de Janeiro. O senador, que foi um dos símbolos do movimento dos caras-pintadas, foi filiado ao PCdoB e ao PSTU antes de entrar no PT em 2011. Lindbergh também é investigado na Operação Lava Jato.

José Pimentel (PT-CE)

Primeira reunião da CPI da Petrobras no Senado. Na foto, o senador José Pimentel, relator da comissão (Valter Campanato/Agência Brasil)
José Pimentel Valter Campanato/Agência Brasil

Bancário aposentado, Pimentel é senador desde 2011, José Pimentel havia sido, por quatro oportunidades, deputado federal pelo Ceará. Em 2008, ele assumiu o Ministério da Previdência Social do governo Lula. Pimentel ficou por dois anos no cargo. Atualmente, ele é líder do governo no Congresso Nacional.

Telmário Mota (PDT-RR)

Brasília - O relator do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, Senador Telmário Mota, durante reunião para decidir sobre o depoimento do senador licenciado, Delcídio do Amaral ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 Telmário MotaMarcelo Camargo/Agência Brasil

Autodenominado o “senador do povo”, Telmário Mota tem uma carreira política relativamente curta. Antes de ser senador, o único cargo político que havia ocupado foi o de vereador de Boa Vista (RR), entre 2007 e 2010. Em 2008, ele tentou ser eleito prefeito da cidade cidade, mas perdeu. Em 2011, foi derrotado nas eleições para o Senado. Telmário foi bancário e é formado em economia.

Bloco Parlamentar Socialismo e Democracia

Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE)

Brasília - O senador Fernando Bezerra Coelho é alvo da Operação Catilinárias, onde a PF cumpre mandados no Distrito Federal e em sete estados (Antonio Cruz/Agência Brasil)
Fernando Bezerra CoelhoAntonio Cruz/Agência Brasil

Foi eleito deputado estadual em 1982. Em 1986 e 1990, elegeu-se deputado federal. Em 1992, chegou à prefeitura de Petrolina, que voltou a ocupar após vencer os pleitos de 2000 e 2004. Em 2007, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco no governo de Eduardo Campos. A partir de 2011, foi ministro da Integração Nacional, no primeiro mandato de Dilma Rousseff, até outubro de 2013. Assumiu a vaga no Senado de Jarbas Vasconcelos, após ser eleito em 2015.  O senador é um dos investigados na Operação Lava Jato.

Romário (PSB-RJ)

O senador Romário, relator do projeto que cria a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência, durante reunião em que o projeto foi aprovado na Comissão de Direitos Humanos do Senado (Antonio Cruz/Agência Brasil)
 Romário   Antonio Cruz/Agência Brasil

Romário é um dos senadores mais conhecido na atualidade. Antes de ocupar a cadeira no Congresso, ele foi campeão mundial pela Seleção Brasileira de futebol em 1994 e melhor jogador do mundo. A mudança dos campos para a política veio em 2011, quando foi eleito deputado federal. Ele ocupa o cargo de senador desde 2015. Dentro do Congresso, preside a CPI do Futebol.

Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)

O Senador Ataídes Oliveira e a Senadora Vanessa Graziotin durante audiência pública da CPI do Carf para ouvir Robert Rittscher, da Mitsubishi Motors (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 Vanessa GraziotinMarcelo Camargo/Agência Brasil

É filiada ao PCdoB desde 1980. Foi vereadora em Manaus entre 1989 e 1999 e deputada federal por três mandatos consecutivos — de 1999 a 2011, quando elegeu-se ao Senado. Ocupa a função de primeira procuradora especial da Mulher no Senado. É líder do PCdoB e titular de 13 comissões e conselhos na Casa.

Bloco Parlamentar Democracia Progressista 

Ana Amélia (PP-RS)

Brasília - Senadora Ana Amélia, cotada para relatora da comissão especial do impeachment, fala no plenário (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Ana AméliaFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Foi eleita pelo Rio Grande do Sul em 2010, com 3,4 milhões de votos. É titular de sete comissões — entre as quais estão a Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher; a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária e a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. É , ainda, suplente de outras três. Exerce a função de vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte e integra a Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul. Em 2014, concorreu ao governo gaúcho.

José Medeiros (PSD-MT)

José Medeiros
José MedeirosDivulgação do Senado

José Medeiros assumiu cadeira no Senado por ser primeiro suplente de Pedro Taques, empossado governador de Mato Grosso em 2015. Chegou a ser candidato a deputado federal pelo PPS em 2010, mas acabou desistindo para compor a suplência de Pedro Taques na disputa pelo Senado. Antes de assumir a cadeira na Casa, Medeiros foi presidente do PPS em Rondonópolis (MT). Em março de 2016, filiou-se ao PSD.

Gladson Cameli (PP-AC)

Gladson Cameli
Gladson CameliDivulgação do Senado

Em sua carreira política, já foi filiado ao PFL e ao PPS. Em 2006, no PP, foi eleito deputado federal, sendo reeleito quatro anos depois. Conquistu a vaga de senador com 58,37% dos votos válidos e assumiu a vaga de Anibal Diniz.  É investigado na Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Bloco Moderador 

Wellington Fagundes (PR-MT)

 

Wellington Fagundes
Wellington FagundesDivulgação do Senado

Fagundes foi,por seis mandatos, deputado federal antes de ser eleito senador. No último pleito, em 2014, Wellington Fagundes foi eleito senador da República, com 646.344 votos e assumiu a vaga de Jayme Campos. É vice-líder do Governo, líder do PR no Senado, presidente da Comissão Senado do Futuro (CSF) – e presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem (Frenlog).

Zezé Perrella (PTB-MG)

Zezé Perrella
Zezé PerrellaDivulgação do Senado

José Perrella de Oliveira Costa é empresário e chegou ao Senado em 2011, após a morte do titular do mandato, Itamar Franco.  Sua vida pública está ligada à presidência do Cruzeiro Esporte Clube, exercida de 1995 a 2002 e de 2009 a 2011. Foi eleito deputado federal em 1998 pelo PFL e deputado estadual em 2006 pelo PDT. Desde março de 2016, está no Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).

*Com informações do Senado Federal.

Mulher de ministro apaga fotos e reclama: ‘conversa para boi dormir’

Mulher_min1Milena Santos publicou fotos no Ministério do Turismo
nas redes sociais – Reprodução

RIO — Diante da repercussão negativa das fotos tiradas no gabinete de seu marido, o novo ministro do Turismo, o economista Alessandro Golombiewski Teixeira, a modelo Milena Santos apagou, no fim da noite desta segunda-feira, as imagens de sua página no Facebook. Milena colocou uma outra foto, onde o casal está num restaurante, e reclamou:”Tô indignada com a falta de ética e respeito das pessoas.

Pegam um momento de felicidade da vida de um casal que se ama e estão (sic) felizes e transformam numa coisa negativa, como se estivéssemos cometendo alguma ilegalidade”. Milena, assim como o ministro, queixou-se da divulgação de fotos do passado, onde a modelo aparece nua.

Em uma delas, que estava na sua própria página do Facebook, ela aparecia na frente do Congresso Nacional. “Não precisam pegar fotos e falas que eu fiz no meu passado e apresentar como se fossem atuais porque não são! O único fato novo e exclusivo é que sou esposa do ministro do Turismo. O resto é conversa para boi dormir”.

milena-santos.jpg
Milena Santos e o ministro do Turismo, Alessandro Golombiewski Teixeira, em um restaurante – Reprodução Facebook

 

Joaquim Barbosa faz críticas a impeachment – “As acusações contra a Presidente são fracas” afirma

joaquim BarbosaO ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa afirmou ter dúvidas sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff em curso no Congresso e defendeu que a população seja consultada em caso de novas eleições. A manifestação ocorreu na noite da última sexta-feira (22), durante um simpósio em Florianópolis.

Para Barbosa, as acusações contra a presidente (pedaladas fiscais) são fracas e colocam a Nação diante de um grave problema de “proporcionalidade”. “Essa alegação, a meu ver, é fraca, é ela que provoca esse desconforto, porque descumprimento de regra orçamentária é a regra de todos os governos do Brasil. Não é por outra razão que todos os Estados brasileiros estão virtualmente quebrados, vocês perceberam as dificuldades? Há, nesse fundamento, um problema sério de proporcionalidade, eu não estou dizendo que a presidente não descumpriu essas regras da lei orçamentária, da lei de responsabilidade fiscal, o que estou querendo dizer que é desproporcional, é brutal, é uma anormalidade você tirar um presidente da República sob este fundamento num país como o nosso.”

Barbosa condenou a relação entre os Poderes no Brasil e disse que a presidente Dilma Rousseff fez escolhas erradas e acabou “engolida.” Na opinião do ex-presidente do STF, a petista não “soube usar a extraordinária força do cargo que ela exerce para combater algo que vem gangrenando as instituições do País, que é a corrupção”.

O ex-ministro classificou a votação do processo de impeachment na Câmara dos Deputados como “espetáculo, no mínimo, bizarro” e propôs que Dilma renuncie ao cargo e condicione a sua saída à aprovação de uma grande reforma política no País. “Por exemplo, acabar de vez com o financiamento de empresas, instituir o voto distrital, acabar com essa esbórnia de partidos essa coisa ridícula de o País ter 35 partidos políticos, e outras dessa natureza”, defendeu.

Maqueiro que canta para pacientes na BA fica famoso após foto na web

Um maqueiro que trabalha 12 horas por dia em dois hospitais de Salvador comoveu internautas após uma foto em que aparece cantando para uma idosa que sentia muitas dores ser publicada nas redes sociais.

Ildemar Pereira, que já foi motorista de ambulância, ganhou o apelido de ‘maqueiro cantor’ por entoar canções enquanto lida com os pacientes. A imagem em que aparece acalmando a idosa foi postada por uma operadora de telemarketing. “Eu canto para poder ver se ameniza as dores deles [dos pacientes], para ajudá-los”, afirma.

Maqueiro que canta para pacientes fica famoso após foto na web (Foto: Reprodução/TV Bahia)Maqueiro que canta para pacientes fica famoso
após foto na web (Foto: Reprodução/TV Bahia)

A atitude de Ildemar é aprovada pelos pacientes das unidades médicas onde o maqueiro trabalha. “Quando ele está cantando, a gente até esquece que está doente”, comenta o promotor de vendas Nilson Pereira.

Os médicos também acreditam que o jeito do maqueiro ajuda a diminuir o sofrimento de quem está doente. “O paciente fica aqui [no hospital] longe da família, longe dos filhos e tudo isso alegra o paciente. Traz um bem-estar para o paciente. O paciente melhora até mais rápido. Ildemar é um exemplo a ser seguido”, destaca Antônio Andrade, diretor de um dos hospitais em que o maqueiro trabalha.

Os colegas de Ildemar estranharam no começo o jeito do maqueiro trabalhar, mas hoje ninguém mais duvida que a postura dele traz alegria para todos. “Às vezes a gente está aqui triste, preocupada, e ele passa cantando e a tristeza vai embora”, afirma a enfermeira Judália de Oliveira.

Mesmo trabalhando de domingo a domingo, Ildemar se diz satisfeito com o jeito especial que encontrou para cumprir a missão. “É o mês todo. É lá e cá, sem nenhum dia de descanso. Só descanso à noite. Mas eu sempre busco voltar para casa com a sensação de que transmiti alegria para as pessoas. E isso me faz feliz. Eu me sinto feliz”.

Pagamento dos servidores do RN será ampliado

índice

Tá no Blog Janeayre Souto

001

 

Faixa do viaduto de Goianinha é interditada por causa de rachaduras – Assista a Reportagem

Foto/Reprodução

 

Um dos viadutos da rodovia federal BR-101 na área urbana do município de Goianinha voltou a ser tema de reportagem do telejornal RNTV 1ª Edição da InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo. O motivo da matéria foi pelo mesmo de antes: a interdição da pista da direita no sentido Goianinha/Natal, que dura desde o ano passado, por causa de rachaduras que estão colocando a estrutura em risco.

Por conta dessa depressão que se abriu e tem aumentado desde então no leito da margem direita do viaduto, sobre a linha férrea na BR-101, os veículos estão sendo obrigados a fluírem pela margem esquerda da pista que liga as áreas turísticas das praias do litoral sul à capital do Rio Grande do Norte. A situação tem assustado quem precisa passar pelo local, principalmente quem acompanha a passagem de carretas e caminhões pesados. É impossível não sentir o tremor do viaduto.

Na manhã da última quinta-feira (21/4) uma carreta quebrou em cima do viaduto prejudicando ainda mais o trânsito. O fato foi flagrado pela equipe de reportagem da InterTV. A matéria produzida no local também mostrou as infiltrações em baixo da estrutura, bem como a reclamação da população com o descaso.

Foi no ano passado que a situação do viaduto se tornou tema de reportagem do RNTV pela primeira vez. A mesma pauta também foi abordada na época pelo jornal Tribuna do Norte. Naquela ocasião, o DNIT falou que ia acionar a empresa responsável pelos serviços. Ao jornal, a Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT) no Rio Grande do Norte informou que o afundamento da pista tinha ocorrido no início de agosto de 2015 e esse teria sido o motivo que levou o trânsito de veículos a ser restringido em meia faixa.

Ainda de acordo com a reportagem da Tribuna do Norte, o DNIT falou que o afundamento da pista teria sido, possivelmente, em decorrência de um erro relacionado a deficiência de armaduras. Em resposta, o órgão se comprometeu em trabalhar na detecção das causas, elaboração de projetos de recuperação estrutural e contratação dos serviços para recuperação do trecho crítico. No entanto, já se passaram nove meses e a única coisa que aconteceu foi o aumento das rachaduras na estrutura.

Além da cobrança dos veículos de comunicação, a nossa coluna apurou que o prefeito de Goianinha, Júnior Rocha, também já havia solicitado, por mais de uma vez, inclusive, providências junto ao DNIT. De acordo com a nossa apuração, o prefeito Júnior Rocha teria se colocado à disposição para prestar o apoio necessário e teria também sugerido formas de minimizar os transtornos até que os reparos fossem realizados.

Depois da exibição da reportagem no RNTV alguns telespectadores reclamaram da situação nas redes sociais. “Quem sabe agora o DNIT faz alguma coisa né?! Porque várias solicitações já foram feitas,” foi um dos comentários. “E ninguém faz nada. Isso por que todo mundo tá dentro do governo do estado e ainda tem um deputado estadual”, questionou outro. Também teve quem relacionou ao ocorrido de hoje no Rio de Janeiro: “A ciclovia do Rio caiu e morreu duas pessoas inocentes, espero que eles tomem providências antes que caia. Só Jesus”.

Não viu a reportagem? Confira clicando aqui.

Com: NCO

Uma jura imortal de Sinhô, o mestre do samba

O último retrato de Sinhô, um dândi do samba

O compositor carioca José Barbosa da Silva, conhecido como Sinhô (1888-1930), é considerado um dos mais talentosos compositores de samba, para muitos o maior da primeira fase do samba carioca. Com letra romântica e queixosa, o samba ”Jura” pede uma promessa de amor. Ao que parece, Sinhô escreveu-a num momento de dor de cotovelo, depois de ter visto a mulher que amava nos braços de um outro pretendente. O samba foi gravado, originalmente, por Mário Reis, em 1928, pela Odeon.

JURA
Sinhô

Jura, jura, jura
pelo Senhor
Jura pela imagem
da Santa Cruz do Redentor
pra ter valor a tua jura
jura, jura
de coração
para que um dia
eu possa dar-te o amor
sem mais pensar na ilusão

Daí então dar-te eu irei
o beijo puro da catedral do amor
Dos sonhos meus, bem junto aos teus
para fugirmos das aflições da dor                          

 site Poemas & Canções

‘Pare de brincar com nossas vidas’, diz mãe de jovem morta em assalto

dd“Chega de desculpas esfarrapadas e onerosas, pare de brincar com nossas vidas, cansamos de ser cobaias de seus testes fracassados”. O desabafo é de Karla Álvares, mãe da universitária Maria Karoline Álvares de Melo, de 19 anos, que foi morta com um tiro durante um assalto em janeiro deste ano. O trecho faz parte de uma carta aberta ao governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, escrita por Karla e divulgada nas redes sociais.

O G1 entrou em contato com o governador Robinson Faria. Por meio da assessoria ele informou que tomou conhecimento da carta e afirmou que se solidarizou publicamente com a família logo após o crime – ocorrido em janeiro. O governador disse ainda, por meio da assessoria, que entende que “as palavras de Karla são palavras de quem está passando por uma grande dor”, mas ressaltou que ele não está alheio aos problemas da segurança no estado e tem trabalhado incansavelmente para combater a violência do Rio Grande do Norte. Robinson Faria salientou ainda, através da assessoria, que todos os casos de violência de repercussão no estado foram solucionados e os criminosos presos.

Com Blog Cardoso Silva
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 72 outros seguidores