Eventos sociais com até 150 pessoas são liberados no Rio Grande do Norte; veja regras

Observação do Blog Montanhas em Ação:

Montanhas está inserida nesta situação de acordo com as especificações apresentadas, é só conferir no mapa a localização do Município, logo, verá que encontra-se verde.

Por Igor Jácome, G1 RN
23/07/2021

Apenas cidades com indicadores verdes podem realizar eventos sociais com até 150 pessoas no RN, segundo decreto. — Foto: Reprodução

O governo do Rio Grande do Norte liberou a realização de eventos sociais, como shows e festas com até 150 pessoas a partir desta sexta-feira (23). Apesar disso, a liberação está condicionada à situação da pandemia em cada cidade potiguar.

De acordo com as regras estabelecidas pelo governo, os eventos só estão liberados em municípios com indicador composto na cor verde.

O último levantamento semanal publicado pela Secretaria Estadual de Saúde, no dia 20 de julho, apontou que mais da metade das cidades potiguares estão na cor verde. Veja aqui.

Porém, as maiores cidades do estado, como Natal, Mossoró e Parnamirim, estavam no nível amarelo e, portanto, ainda não poderiam sediar os eventos.

Liberação

O decreto já havia permitido a realização de eventos técnicos e científicos e a reabertura de cinemas, teatros, entre outras casas culturais – esses eventos chegam nesta sexta (23) à 3ª fase de reabertura, com limitação de 60% da capacidade ou 450 pessoas e podem ocorrer mesmo em cidades com nível amarelo.

Veja calendário de reabertura dos eventos sociais

  • Fase 1 – A partir de 23 julho de 2021, com ocupação máxima de 20% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 150 pessoas;
  • Fase 2 – A partir de 06 de agosto 2021, com ocupação máxima de 40% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 300 pessoas;
  • Fase 3 – A partir de 20 de agosto de 2021, com ocupação máxima de 60% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 450 pessoas;
  • Fase 4 – A partir de 03 de setembro de 2021, com ocupação máxima de 80% da capacidade do local, limitada à frequência máxima de 600 pessoas;
  • Fase 5 – A partir de 17 de setembro de 2021, permitida a ocupação de 100% da capacidade do local.

Indicador

O indicador composto é uma ferramenta que considera dados como ocupação de leitos, casos ativos e Covid-19, taxa de mortalidade, entre outros. Ele é apresentado em cinco níveis numéricos representados por três cores: verde, amarelo e vermelho.

Os eventos sociais estão condicionados a esses municípios estarem no nível verde.

O secretário ainda afirmou que os responsáveis pelos eventos devem comunicar a realização das festas à Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED).

Quando eventos maiores forem autorizados, deverão ser informados à Secretaria de Saúde e receber autorização.

.

“Amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração, assim falava a canção…”

Milton e Brant, exemplo de uma amizade eterna

O advogado, compositor e poeta mineiro Fernando Rocha Brant (1946-2015), na letra de “Canção da América”, lembra o desejo de frátria, devido aos laços histórico/afetivos que unem os países americanos, em especial, os latino-americanos. Pelo potencial confraternizador que carrega, a canção tornou-se o hino de celebração das amizades, mormente, para retratar os encontros e as despedidas existentes em nossa vida.

Esta música foi gravada por Milton Nascimento, em 1980, no LP Sentinela, pela Ariola. E deve ser cantada sempre, como se fosse um hino do Dia do Amigo, que se comemora hoje, 20 de julho.

Paulo Peres
Poemas & Canções

CANÇÃO DA AMÉRICA
Milton Nascimento e Fernando Brant

Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de sete chaves
Dentro do coração
Assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou
Ao ver o seu amigo partir
Mas quem ficou, no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
E quem voou, no pensamento ficou
Com a lembrança que o outro cantou Amigo é coisa para se guardar
No lado esquerdo do peito
Mesmo que o tempo e a distância digam “não”
Mesmo esquecendo a canção
O que importa é ouvir
A voz que vem do coração
Pois seja o que vier, venha o que vier
Qualquer dia, amigo, eu volto
A te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar.

Terça-feira 20 de julho alguns momentos na solenidade de aniversário de Montanhas – 58 anos

Foto: Jailson Cordeiro

Veja alguns momentos da solenidade de Emancipação Política de Montanhas completando 58 anos. Solenemente iniciado um pequeno desfile com alunos da comunidade escolar do Município ao som de banda musical com trajetos em vias públicas. Condicionou o acesso para entrega das Bandeiras do Brasil, Rio Grande do Norte e Município de Montanhas, na sede da Prefeitura Municipal e, assim, cumprir o ato institucional de celebração de hasteamentos das bandeiras e por conseguinte a execução dos seus respectivos hinos.

O Prefeito Municipal, Manuel Gustavo de Araújo Moreira recebeu a Bandeira do Brasil, o Padre Jorge Alves Cardoso a Bandeira do Rio Grande do Norte e o Presidente da Câmara Municipal, Ronaldo Moreira de Oliveira a Bandeira do Município de Montanhas.

O momento foi marcante com as crianças entregando as Bandeiras, execução dos hinos, a presença da Primeira Dama, Alenuska Câmara Moreira, de todos os Secretários e Secretárias Municipais, Vereadores, alguns visitantes e populares.

Em virtude da crise que atravessamos, foi tudo dentro das orientações da Vigilância Sanitária, dentro do limite possível de distanciamento social e uso de máscaras, além das festividades, em quase sua totalidade, ser transmitida virtualmente pelas redes sociais do Município e por simpatizantes que disponibilizaram o seu tempo e espaço para mostrar Montanhas aos mais longínquos recantos do Brasil.

PARABÉNS MONTANHAS PELOS 58 ANOS!!!!!

Fotos: Por Jailson Cordeiro

Montanhas RN neste 20 de julho comemora 58 anos de Emancipação Política

Parabéns Montanhas pelos 58 anos de Emancipação Política! Assista pelas redes sociais do Município toda dinâmica ao vivo, durante todo o dia que será apresentada virtualmente e em algumas situações presenciais.

Os links:

Facebook
(14) Prefeitura Municipal de Montanhas | Facebook

Instagram
Prefeitura de Montanhas (@prefeiturademontanhasrn) • Fotos e vídeos do Instagram

Site Oficial da Prefeitura Municipal
Montanhas/RN – Site oficial da Prefeitura

Acompanhe toda programação e vamos curtir juntos!!!

Do site do Município de Montanhas: https://montanhas.rn.gov.br/montanhas-rn-neste-20-de-julho-comemora-58-anos-de-emancipacao-politica/

O Blog Montanhas em Ação:

Parabéns Montanhas, receba nossa homenagem e nesta oportunidade estamos levando aos leitores uma bela mensagem musical e ainda recitada por Juliana (Juju), filha do cantor Dedé do Forró.

O vídeo abaixo ainda faz uma narrativa melódica em alusão a Montanhas RN.

Parabéns pelos 58 anos de Emancipação Política

Montanhas Terra Querida – em 20 de julho 2021 – 58 anos de Emancipação Política

Montanhas RN está de Parabéns neste dia 20 de julho. Nesta data, comemora-se o seu aniversário. Em 2021 O Município completa 58 anos de Emancipação Política.

O Blog Montanhas em Ação em homenagem a terrinha querida, lança o vídeo abaixo com muito carinho e respeito pela Cidade e sua história.

Acompanhe e acesse o Vídeo Montanhas Terra Querida!

Bolsonaro é internado para exames em hospital de Brasília e cancela reuniões da manhã

© Reprodução/Flickr Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-feira (14). Ele sentiu dores abdominais na madrugada e foi internado para fazer exames. Com isso, as reuniões de Bolsonaro nesta manhã foram canceladas.

O presidente vinha se queixando nos últimos dias de soluços persistentes. Por conta disso, ele fará exames para investigar a causa do problema.

Bolsonaro passa bem e foi encaminhado ao hospital após orientação de sua equipe médica. Segundo nota da Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, o presidente deverá ficar em observação de 24 a 48 horas – não necessariamente no hospital.

A agenda da manhã previa, às 11h, um encontro com os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux.

Bolsonaro também participaria, às 8h, de uma reunião do Comitê de Coordenação Nacional para Enfrentamento da Pandemia da Covid-19. Às 10h, no Palácio do Planalto, ele participaria do lançamento de um programa chamado Ações para o Novo Ensino Médio.

Fonte: MSN
Redação TV Cultura 

Lá vem o bonde pelas ruas do Recife, nas lembranças que marcam a cantora Cátia de França

Cátia é uma das maiores cantoras do Nordeste

Paulo Peres
Poemas & Canções

A cantora e compositora paraibana Catarina Maria de França Carneiro, mais conhecida como Cátia de França, lembra com muita saudade os dias de festas que “O Bonde” proporcionava pelas ruas do Recife. A música “O Bonde” faz parte do CD No Bagaço Da Cana Um Brasil Adormecido, gravado por Cátia de França, em 2012, no SG Studio Digital.

O BONDE
Cátia de França

Correndo na linha,
Chiando nos trilhos,
Varando o arraial
Jaqueira, Mocambo passando ligeiro,
Que nem um filme no Cine Brasil.
Moleques no estribo, vaiando, gritando… 
É dia de festa, é o bonde que vem
E nesse pagode, na festa afinal

Eia, lá vem o Bonde!
Levando Sinhá,
Coroné Zé Paulino
E a filha mais nova,
Ele passa enfeitado,
Cheinho de gente na Rua da Aurora
E faz terminal lá no Pátio do Carmo.

Do bagageiro se ouve um aviso.
É o motorneiro soprando o apito
Recomeça a festa: é o bonde que sai!
Tinha um apelido este bonde amarelo
Chamado Lambreta todo desbotado
Sumiu na distância, Sumiu no passado…  

Eia, lá vem o bonde!

Acredite se quiser! O badalado projeto para privatização dos Correios não vai privatizar nada

Nenhum país do mundo tem correios 100% privados

Madeleine Lacsko
Gazeta do Povo

Alguns debates são a curva de rio da internet, atraem tudo quanto é lixo emocional das pessoas e não vão a lugar algum. Confesso que estou realmente assustada com o grau de descolamento da realidade das pessoas bem informadas e interessadas por política. Não se está debatendo a privatização dos Correios, mas as fantasias de cada um em torno do tema. Há uma enxurrada de opiniões fortes sobre algo que ninguém sabe: qual o modelo proposto. Como sempre, o Brasil só sabe o que não quer.

Sucesso nas redes sociais, a autoajuda disfarçada de militância entrou também no debate sobre a privatização dos Correios. As pessoas falam apaixonadamente sobre o modelo de Estado que defendem, a depender da ideologia em que acreditam.

CAIR NA REALIDADE – Estou velha. Sou do tempo em que o debate sobre sonhos, imaginação e ideologia era coisa de adolescente. Os números são escolhidos a granel para dar a impressão de que a pessoa está debatendo algo sério. Há grupos que defendem apaixonadamente que os Correios dão lucro enquanto outros mostram subsídios e prejuízos. Daí vem alguém falar sobre o fundo de previdência, a ineficiência, a necessidade do choque de gestão.

A coisa descamba mesmo quando alguém bota na mesa o coringa da corrupção. Privatizar é a única saída para a moralização e estão aí as empreiteiras brasileiras que não nos deixam mentir. O debate é feito sobre a ideia de privatizar ou não o serviço de Correios sem que se leve em conta uma única gota de realidade.

Há uma proposta concreta na Câmara dos Deputados, o que está escrito ali? Outros países também têm serviços de Correios, trata-se de um direito do cidadão. Como funciona nos países em que se implementou o sistema que é proposto agora?

AGITANDO O TWITTER – Sou corajosa. Resolvi fazer essa pergunta justo na rede mais tóxica, o Twitter. Primeiro recebi uma enxurrada de gente falando que nos EUA não tem correio estatal e funciona. Só que tem, o US Mail. Daí dizem que ele não tem monopólio de envio de documentos, é diferente. Eu mando documentos pela Jadlog aqui em Cotia, interior de São Paulo, que não fica nos Estados Unidos. Resolvi trocar a pergunta.

Descobri que a maioria das brigas em torno da privatização dos Correios é sobre coisas que não existem. Primeiro porque a proposta do governo brasileiro não é passar para a iniciativa privada, é empresa de economia mista com possibilidade de concessão. Depois porque a defesa apaixonada do livre mercado de entrega de correspondência existe só na cabeça do internauta brasileiro, não tem no mundo nada assim. Nenhum lugar do mundo tem serviço 100% privado de Correios.

Quando falamos em países que têm Correios “privatizados”, o modelo mais liberal é o da DHL alemã, que era originalmente uma empresa estatal e acaba de completar sua transição para a iniciativa privada.

LONGA TRANSIÇÃO – A Alemanha fez um processo planejado e controlado que durou mais de 20 anos para que não houvesse queda no serviço nem lugares desassistidos. Ainda assim, o KfW Bankengruppe (uma espécie de BNDES da Alemanha, banco público de fomento), detém 20,5% das ações. É o sistema que chama-se no mercado de “golden shares”, quando o Estado fica com uma porção especial das ações que dão um controle maior, como direito de veto, por exemplo.

Também me disseram que o Japão tem correios privatizados. Trata-se novamente de um processo longo e estruturado, iniciado em 2003, interrompido em 2007 em virtude de corrupção e retomado depois. A data prevista para finalização é 2028. O governo japonês detém 50,7% de participação nos correios.

Mas é um tipo de empresa muito diferente do que temos aqui. O Japan Post, no início do processo de privatização, era também uma potência do mercado financeiro, com aplicações, seguros e fundos de pensão. A empresa fazia as duas coisas, a parte financeira e a entrega de encomendas e correspondências. No Brasil, até temos alguns pagamentos nos Correios, mas ele não é um banco que fatura com isso.

ANTICORRUPÇÃO -Fala-se muito em privatização como remédio contra a corrupção, já que inúmeros escândalos envolveram os Correios. Não creio que o menor índice de corrupção no Japão e na Alemanha se deva à privatização. A cultura tem um peso enorme.

Mas aqui na Argentina já se fez concessão pública dos correios para moralizar e melhorar o serviço. A empresa privada que assumiu quebrou e deu um prejuízo maior do que a estatal capenga dava antes. Há jeitos e jeitos de privatizar.

A privatização brasileira seria à argentina ou à alemã? Claro que, de tanto frequentar rede social, já dá aquela vontade de soltar uma platitude falando de comportamento, latinidade, corrupção e falta de planejamento. Só que eu gosto demais da minha vida enviando e recebendo encomendas, então fui ler o projeto de lei. A conclusão é que não tem como saber. O projeto abre a possibilidade de algo que não especifica.

MAIS UMA S/A – Haveria uma mudança na natureza jurídica da Empresa de Correios e Telégrafos, ECT. Ela passaria de estatal a empresa de capital misto, com o nome Correios do Brasil S/A. Também poderia fazer concessão pública, do serviço todo ou em partes. Não há mais detalhes. Quem vai decidir tudo posteriormente é a Anatel, que cuidará dos Correios tão bem quanto já cuida da nossa telefonia e da internet.

A Anatel ganharia mais essa atribuição e também mudaria de nome, seria a Agência Nacional de Telecomunicações e Serviços Postais. O monopólio da modalidade carta ou correspondência só seria quebrado após 5 anos do início da privatização e se a Anatel assim decidir. Não há um desenho pronto de como ficaria o serviço nem a nova empresa de capital misto.

Como a ideia é de uma S/A, ela poderia ter capital aberto, mas o texto não diz se vai ser assim ou o capital será fechado. Também não diz o percentual que será vendido à iniciativa privada nem o percentual que ficaria com o Estado, não fixa um percentual mínimo do Estado nem preferência de ações, posições no Conselho, controle, nada disso. Tudo isso seria decidido depois, pela Anatel.

NADA DEFINIDO – Do jeito que está, o projeto deixa abertas possibilidades absolutamente diferentes na prática. Vamos a alguns exemplos. É possível que toda a prestação de serviços seja concedida à iniciativa privada e 99% da Correios do Brasil S/A seja passada à iniciativa privada? É. Também é possível que somente 1% da Correios do Brasil S/A sejam vendidos e se conceda apenas o serviço da agência dos Correios de Cotia porque eu reclamei da demora? Também é.

O projeto estipula que a Correios do Brasil S/A deixaria de ter todo e qualquer incentivo fiscal que não esteja disponível para as demais empresas do setor. Hoje, os Correios não pagam impostos. Essa diferença seria um desafio para o projeto de privatização, que precisaria contar com o impacto da carga tributária sobre as operações. Mas não tem nada disso no projeto, quem vai decidir depois é a Anatel. Aliás, tudo vai se decidido pela Anatel, e o mandato do atual presidente termina dia 4 de novembro.

Covid: 18% dos maiores de idade no RN está imunizada com as duas doses

Foto: Alexandre Lago

Nos últimos dias o Governo do Estado publicou levantamento com base em dados do Programa Nacional de Imunizações (PNI) registrando que o Rio Grande do Norte tem pouco mais de 18% da população vacinável, maiores de anos 18, imunizada com duas doses das vacinas contra a Covid-19. 

Segundo a SESAP, 479.311 pessoas estavam imunizadas com a primeira e segunda doses da vacina contra a doença. O número equivalia a 18,22%.  

A população vacinável no território potiguar, aquela acima dos 18 anos, é de 2.630.479. Os dados são referentes até o último domingo, 11. 

De acordo com o Governo do Estado, o RN é o terceiro estado do Nordeste com o maior número de imunizados. A Paraíba lidera o ranking de imunizados com as duas doses recebidas.

Do PN – Por: CEFAS CARVALHO

A VACINAÇÃO CONTRA COVID 19 EM MONTANHAS RN CONTINUA FIRME

Fonte: A VACINAÇÃO CONTRA COVID 19 EM MONTANHAS RN CONTINUA FIRME

A Secretaria Municipal de Saúde informa a população que a Vacinação contra a COVID-19 continua com bastante influência em crescer o número de pessoas vacinadas.

Nesta terça-feira (13) o alvo em destaque foram para os Garis que atuam no Município, eles realizam um trabalho muito essencial na limpeza pública, a imunização deles é realmente necessária. Parabéns pela atitude da Secretaria.

Outro dado importante ressaltar, é que a Secretaria de Saúde continua com aplicação das vacinas para os grupos prioritários, como também, aos que já foram imunizados com a primeira dose e que já estão no tempo certo para receber a 2ª dose do imunizante.

Tenha certeza, que em breve venceremos essas etapas e com todo o cuidado necessário, ficaremos livres dessa pandemia.

Cada pessoa vacinada carrega no braço a esperança da vida!

Veja algumas fotos:

A genial ronda de Paulo Vanzolini


O zoólogo e compositor paulista Paulo Emílio Vanzolini (1924-2013) dizia que para fazer a música “Ronda” , inspirou-se em seu tempo de soldado nos anos 40, quando servia o Exército na Companhia de Polícia e fazia rondas pelos bares de São Paulo à procura de soldados desgarrados. Foi nessa ocasião que presenciou dramas parecidos com os da letra da música em questão, lançada por Inezita Barroso, em 1953, pela RCA Vitor.

RONDA
Paulo Vanzolini

De noite eu rondo a cidade
A te procurar sem encontrar
No meio de olhares espio em todos os bares
Você não está
Volto pra casa abatida
Desencantada da vida
O sonho alegria me dá
Nele você está
Ah, se eu tivesse quem bem me quisesse
Esse alguém me diria
Desiste, esta busca é inútil
Eu não desistia
Porém, com perfeita paciência
Volto a te buscar
Hei de encontrar
Bebendo com outras mulheres
Rolando um dadinho
Jogando bilhar
E neste dia então
Vai dar na primeira edição
Cena de sangue num bar
Da avenida são joão

Do: Tribuna da Internet
(Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

Bela canção!

Considerações sobre o caso DJ Ivis

Marcell Pimentel
Advogado, especialista em Direito e Processo Penal.

Vários foram os questionamentos oriundos do caso de grande repercussão envolvendo o “artista” DJ Ivis, especialmente no que tange a ausência de prisão, uma vez que restaram divulgados vários vídeos demonstrando as agressões por ele cometidas.

Passo a explicar e realizar uma abordagem mais ampla sobre o caso.

Inicialmente, só existem duas hipóteses, elencadas na Constituição Federal, para se prender alguém: em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente. O flagrante, no caso, não existiu, eis que as imagens, quando da divulgação, remetiam a vários dias antes. Ele não estava cometendo a infração no ato da divulgação, não tinha acabado de cometê-la, não foi perseguido nem encontrado logo após o fato.

Por outro lado, sobre a decisão fundamentada, esta precisa decorrer de uma condenação criminal transitada em julgado, por óbvio ainda inexistente, ou, de uma prisão cautelar. Ocorre que, para estes tipos de prisão, hão de ser preenchidos alguns requisitos que as fundamentem.

A princípio, estes inexistem. Para coibir de imediato, foram requisitadas e concedidas medidas protetivas de urgência, que impedem qualquer tipo de aproximação com a vítima, por qualquer meio, enquanto o processo judicial se desenrola. O descumprimento de tais medidas sim, pode gerar a prisão, de imediato.

Vou além. Se do processo advier a condenação, pode ser que ele nem seja preso. Explico: se o crime for só de lesão corporal no âmbito doméstico, por exemplo, onde a pena é de três meses a três anos de detenção, muito provavelmente esta será cumprida em regime aberto ou suportada por outras medidas alternativas à prisão.
Percebam que, em todo o exposto, em razão das previsões legais, o agressor não foi e poderá nem ser preso. Desfecho legal, mas, totalmente imoral, sob nossa humilde perspectiva.

Não podemos ter sempre por normal o machismo estrutural. Fiquem sempre atent@s aos sinais. A violência doméstica começa muito antes da agressão. Quase que na totalidade dos casos, ela inicia com atos de violência psicológica e ego doentio. Da fiscalização de redes sociais à proibição de determinadas roupas. Dos xingamentos à humilhação. A violência doméstica é uma consequência e, em inúmeros casos, a situação só cessa na ocorrência do feminicídio.

Atentem aos sinais. Enxerguem os males. Tenham coragem para cortá-los.Apesar das fragilidades legais, há uma sociedade por vocês, pronta para “meter a colher” na briga que te machuca.

Força a tod@s!

Por: Marcell Pimentel


Rio Grande do Norte é o 2º Estado do país em crescimento de desembarques aéreos

Do: PN Notícias

Levantamento realizado pelo Governo do Estado, por meio da Emprotur,  em parceria com a empresa europeia de Big Data, a ForwardKeys revelou que a demanda por passagens aéreas domésticas no Brasil tem crescido substancialmente nas últimas semanas. Entre os destinos nacionais, o Rio Grande do Norte teve o segundo maior crescimento na emissão de passagens aéreas para chegadas até setembro, em relação ao período pré-pandêmico de 2019, sendo o primeiro do Nordeste.      

“O resultado é fruto de muitas ações de promoção e apoio à comercialização do destino, pois sabemos que a emissão de bilhetes aéreos é um indicador importante a respeito do status da reativação do mercado. O Governo do RN está trabalhando, junto com todo o trade potiguar, para que esse crescimento seja cada vez mais consolidado, inicialmente no mercado doméstico, mas depois iremos avançar para o internacional”, contou Bruno Reis, responsável pela promoção do destino.         

Somente em junho deste ano, o Rio Grande do Norte obteve um aumento de mais de 200% em quantidade de passagens aéreas emitidas, considerando somente as viagens domésticas, nos quais as cidades de Belo Horizonte (423%) e Brasília (235%) registraram as maiores altas de envios de passageiros, porém São Paulo continua correspondendo a maior fatia de visitantes que desembarcam no RN, com 44% do total. O trabalho da Secretaria de Estado de Turismo do RN e da Empresa Potiguar de Promoção Turística foram reconhecidos na análise de dados. Os principais pontos que definem a vinda dos viajantes para o Estado são: a qualidade e quantidade de atrativos turísticos, a sua localização e as ofertas de mercado.   

MOVIMENTAÇÃO NO AEROPORTO   

Em junho de 2021, o movimento de passageiros no Aeroporto Internacional de São Gonçalo volta a atingir a casa dos seis dígitos, ultrapassando os 120 mil passageiros domésticos,  somando embarques (62 mil) e desembarques (59,6 mil), e alcança 80% da demanda de 2019. O fluxo de passageiros do mês de junho foi aproximadamente 28% superior ao mês de maio. Esse é o segundo mês de crescimento consecutivo de movimentação de passageiros e aeronaves, tendência que deve ser mantida nos próximos meses. 

Fonte: Emprotur

Chuva nesta manha de segunda-feira (12) em Montanhas RN

Chuvinha boa nesta manhã de segunda-feira (12) em Montanhas, pouquinho tempo com as águas mas deu pra molhar a terrinha querida da nossa cidade.

Veja como foi, pois, para quem está ausente vale a satisfação de rever pontos da cidade por um ângulo diferenciado na imagem que segue:

No sono das águas, o despertar das lágrimas, na criatividade poética de Guimarães Rosa

As pessoas não morrem, ficam encantadas!... Frase de Guimarães Rosa.

Paulo Peres Poemas & Canções


O médico, diplomata, romancista, contista e poeta João Guimarães Rosa (1908-1967), nascido em Cordisburgo (MG), é um dos mais importantes escritores brasileiros de todos os tempos, sendo sua obra mais conhecida o romance “Grande Sertão: Veredas”, que ele qualifica como uma “autobiografia irracional”. Entretanto, Guimarães Rosa também enveredou pelos veios poéticos, conforme seus versos afirmativos de que “Todas as Águas Dormem”, exceto a água dos olhos.


TODAS AS ÁGUAS DORMEM
Guimarães Rosa

Há uma hora certa,
no meio de noite, uma hora morta,
em que a água dorme. Todas as águas dormem:
no rio, na lagoa,
no açude, no brejão, nos olhos d’água,
nos grotões fundos.
E quem ficar acordado,
na barranca, a noite inteira,
há de ouvir a cachoeira
parar a queda e o choro,
que a água foi dormir…

Águas claras, barrentas, sonolentas,
todas vão cochilar.
Dormem gotas, caudais, seivas das plantas,
fios brancos, torrentes.
O orvalho sonha
nas placas de folhagem.
E adormece
até a água fervida,
nos copos de cabeceira dos agonizantes…

Mas nem todos dormem, nessa hora
de torpor líquido e inocente.
Muitos hão de estar vigiando,
e chorando, a noite toda,
porque a água dos olhos
nunca tem sono…

‘Marinheiro das montanhas’, de Karim Aïnouz, é aplaudido por 15 minutos no Festival de Cannes

Walter Salles e Karim Aïnouz no Festival de Cannes — Foto: Soraya Ursine/Divulgação

O novo filme do brasileiro Karim Aïnouz (“A vida invisível”), “Marinheiro das montanhas”, foi aplaudido por 15 minutos após sua exibição no Festival de Cannes. A produção fez parte como convidada da mostra Sessão Especial.

“Uma emoção gigante ter feito o filme. Ter passado aqui hoje. Ter tido a recepção que teve”, afirma o diretor.

“Marinheiro das Montanhas” é um diário de viagem filmado na primeira ida de Aïnouz à Argélia, país em que seu pai nasceu.

Com registros da viagem, filmagens caseiras, fotografias de família e arquivos históricos, o cineasta discute paralelos entre a história de amor de seus pais, a guerra pela independência argelina, memórias de infância e os contrastes entre a região de Cabília, no país africano, e Fortaleza, cidade natal do cineasta e de sua mãe, Iracema.

“‘Marinheiro das montanhas’ é um filme íntimo, talvez seja o meu primeiro filme. O filme que sempre sonhei em fazer e que só consegui realizar muitos anos depois”, disse ele ao público antes da exibição.

“Essa história de amor entre os meus pais habitou meu imaginário desde que eu me entendo por gente e de alguma forma transformá-la em filme foi o que me levou para o cinema.”

O filme é uma produção da VideoFilmes, dos irmãos Walter Salles e João Moreira Salles, com coprodução da Globo Filmes, GloboNews, associação com MPM Film, Big Sister, Watchmen e Cinema Inflamável e distribuição da Gullane.

Durante sua passagem pelo festival, Aïnouz também anunciou que seu próximo projeto, “Firebrand”, será uma cinebiografia de Catarina Parr, a sexta e última esposa de Henrique VIII, estrelada por Michelle Williams (“Venom”).

O cineasta tem uma história muito ligada ao evento francês. Além de ter ganhado o prêmio de melhor filme da mostra Um Certo Olhar em 2019 com “A vida invisível”, também exibiu lá seu primeiro longa, “Matame Satã” (2002), e “O Abismo Prateado” (2011).

A sessão também foi marcada por manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro e sua administração durante a pandemia de Covid-19.

“Não posso deixar de lembrar que, enquanto estou aqui celebrando com vocês, milhares de brasileiros estão morrendo por absoluto descaso deste governo fascista na condução da pandemia. A democracia brasileira respira por aparelhos”, disse o diretor após a exibição do filme.

“Além das mais de 500 mil mortes com a Covid, muitas outras vidas foram perdidas por responsabilidade direta desta administração genocida. Como acontece em governos autoritários, os artistas, a ciência e as universidades públicas foram os primeiros a ser atingidos.”

Depois do discurso, uma faixa exibida protestava contra as mortes: “Brasil: 530 mil mortos. Fora, gângster genocida”.

Fonte: G1RN

Publicado por  Ponto de Vista em  10 de julho de 2021

Presidente do TJRN envia à Assembleia Legislativa projeto de lei para aumentar salário de servidores do Judiciário

Publicado por  Ponto de Vista em  10 de julho de 2021

Sede do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, em Natal — Foto: Divulgação/ TJRN

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Vivaldo Pinheiro, encaminhou à Assembleia Legislativa um projeto de lei que prevê um aumento de 2,4% nos salários dos servidores do Poder Judiciário potiguar.

Uma lei federal de socorro financeiro a estados e municípios em razão da pandemia proíbe o reajuste salarial de servidores públicos até o fim de 2021.

No ofício enviado à AL, o presidente do TJRN argumenta que a proibição imposta pela lei federal “não abraça a revisão geral anual, uma vez que trata de garantia constitucional atribuída aos servidores públicos em geral”.

A assessoria da ALRN informou que o projeto de lei foi lido na sessão ordinária desta quinta (8) e agora será avaliado e distribuído pelo Presidente às comissões permanentes da Casa para tramitação. Não há data prevista para o projeto de lei ser votado.

De acordo com o TJRN, o reajuste pleiteado equivale ao acumulado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido IBGE no período de maio/2019 a abril/2020 e deve ser concedido a servidores efetivos e comissionados.

O desembargador Vivaldo Pinheiro ressaltou que a recomposição salarial está dentro das possibilidades orçamentárias do Poder Judiciário do Estado. Em ofício encaminhando à AL, o desembargador informa que “para diluir o impacto” a reposição será concedida em duas parcelas, sendo a primeira a partir de 1º de outubro de 2021, e a segunda a partir de 1º de dezembro de 2021.

Fonte: G1RN

No próximo dia 20 de julho Emancipação Política de Montanhas – 58 anos

             Em Montanhas será comemorado 58 anos de Emancipação Política no próximo dia 20 de julho. Os preparativos para as atividades virtuais já estão sendo providenciados e muitas atrações serão apresentadas aos usuários das redes sociais e algumas situações em praça pública. Nessa última ocasião, serão hasteadas as bandeiras do Município, Estado e Brasil e cantado os hinos respectivamente.

                Informações dão conta de que tudo será dentro dos critérios adotados pela Vigilância Sanitária, mantendo o distanciamento social, uso de máscaras e adotando as normas da OMS (Organização Mundial da Saúde).

                Este Blog Montanhas em Ação vem oportunamente antecipar os parabéns ao Município de Montanhas e desejar que os comemorativos ocorram na maior integridade interativa possível para que todos os munícipes possam se sentir orgulhosos da sua terra amada e querida Montanhas.

                PARABÉNS MONTANHAS!!!

Foto: Nelson Aranha

Os prazos do plexo orçamentário no âmbito dos Municípios

Do: PN Potiguar Notícias
Por Evandro Borges

Os Municípios estão envolto com o plexo orçamentário, uma parte dos Municípios já disciplinaram a matéria no texto da Lei Orgânica do Município, demonstrando a sua autonomia política de ente federativo. Estando capacitado para a elaboração do processo legislativo que é um tanto complexa, e principalmente na esfera do planejamento orçamentário com uma tramitação especial, que exige ainda dos dois Poderes audiências públicas, permitindo a participação. 

Os prazos são de ordem pública e devem ser rigorosamente cumpridos, principalmente em vista do princípio da legalidade, pois “a administração pública só pode fazer o que está disposto na lei”, mas, os prazos do plexo orçamentário (PPA, LDO e LOA) sempre foram alvos de dúvidas e questionamentos, sem posicionamentos na jurisprudência de forma majoritária e pacificada ou mesmo uma decisão “erga omnes” que seja extensiva a todos os entes federativos e de forma esclarecedora. 

No país não há um Código de Administração Pública que poderia ser um facilitador, a legislação é completamente esparsa, específica e na doutrina do direito denominada de extravagante, sem sistematização, incluindo Lei, Decreto, Resoluções, Portarias, e principalmente para cada política e programa público uma legislação especial que exige especialização e uma “expertise” principalmente das assessorias e consultorias.  

A Lei de Responsabilidade Fiscal não estabeleceu os prazos para apresentação do Executivo como sua iniciativa o Projeto de Lei a ser encaminhado ao Poder Legislativo, e a Lei Orgânica dos Municípios elaboradas no já distante ano de 1990, sem receberem revisões adequadas em boa parte dos Municípios são completamente omissas recaindo nos prazos estabelecidos para a União constante nos Atos das Disposições Constitucionais Transitórias pelo postulado da simetria e hierarquia. 

A legislação orçamentária é elaborada em um ano para entra em vigor no ano subsequente, quando o planejamento orçamentário estará contando com um novo Plano Plurianual. E como deve fica a LDO, com um prazo de apresentação a Câmara Municipal de oito meses e meio antes do término do exercício financeiro, e o PPA com um prazo mais elástico, ocorre assim um paradoxo, e poderá ocasionar uma LDO em descompasso com o Plano Plurianual que vai ainda ser submetido a audiências públicas. 

Na dúvida e em face da forte fiscalização os gestores escolhem em apresentar logo a LDO, e caso haja necessidade se faz as alterações posteriormente, até porque as audiências públicas, mesmo a relativa ao Plano Plurianual com duração prevista para quatro anos, um planejamento orçamentário mais duradouro, que estabelece disposições para o plexo orçamentário e definidor de prioridades, a participação tem sido passiva, sem maiores consequências e cobranças. 

Esta situação que poderia ser melhor definida pelos agentes políticos municipais, em muitos casos não ocorrem, prejudicando o planejamento e por conseguinte, atingindo os Planos de Desenvolvimento previstos no Estatuto das Cidades, essenciais para as municipalidades de pouco dinamismo econômico. A  elaboração do plexo orçamentário cumprindo os prazos oportuniza a boa governança municipal e faz frente as fiscalizações.

Fecomércio RN promove Semana do Comerciante com ações e seminário para empresariado potiguar

Entre os dias 12 a 16 de julho, Sistema Fecomércio RN oferece serviços e faz lançamento de um novo programa de relacionamento para empresas instaladas no estado

O Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac promoverá, entre os dias 12 e 16 de julho, a Semana do Comerciante, evento que contará com uma vasta programação voltada à celebração do Dia do Comerciante, comemorado em 16 de julho.

Como ponto chave das ações, a entidade promoverá, gratuitamente, o Seminário Comércio Potiguar – Em frente com VC, com a palestra magna on-line do diretor de Produtos da Magalu, Ricardo Rocha, no dia 14 de julho.

Considerado um dos executivos mais inovadores do Brasil, Rocha tem como uma das suas missões levar a tecnologia e a inovação para o varejo no Brasil. O empresário fundou a Softbox, que hoje integra ao grupo Magazine Luiza, junto com mais duas de suas empresas.

Ele também está à frente do Luiza Labs, um laboratório de tecnologia e inovação do Magazine Luiza com o objetivo de criar soluções com foco no varejo, proporcionando aos clientes uma melhor experiência de compra. Uma dessas soluções, foi o programa Parceiro Magalu, lançado na pandemia, criado para auxiliar pequenos empreendedores a venderem on-line, utilizando o conhecimento da empresa.

O seminário também contará com a palestra “Aceleração de Negócios com Marketing Digital e Vendas”, proferida em conjunto por Glebe Duarte e Marcelo Bandiera, no dia 15 de julho. As inscrições estão disponíveis no site https://fecomerciorn.com.br/

Outro destaque é o lançamento do Programa de Relacionamento Fecomércio com VC, que oferece benefícios comerciais diferenciados e exclusivos às empresas instaladas no Rio Grande do Norte. Por meio de uma plataforma simples e intuitiva, as empresas terão acesso a descontos e facilidades como a gestão de pagamentos, maquineta de cartão com ferramentas inovadoras, loja de produtos e serviços na web, além da visibilidade e acesso a novas oportunidades de mercado.

O presidente do Sistema Fecomércio RN destaca a importância do segmento para economia do Rio Grande do Norte. “Representamos mais de 75% do PIB do estado e respondemos por mais de 290 mil empregos. As atividades ligadas ao Comércio de Bens, Serviços e Turismo são pilares para o nosso estado. Nos últimos meses, temos enfrentado uma crise sem precedentes. Ao longo de todo o processo, a Fecomércio atuou de forma proativa, buscando construir protocolos, articular a reabertura das atividades, promover a capacitação dos empresários e trabalhadores e a conscientização da população. Neste momento, nosso foco é na retomada plena de todos os segmentos, a fim de que possamos voltar a crescer”.

Programação

Ao longo de toda a semana, o Senac RN realizará inscrições em cursos gratuitos, voltados aos trabalhadores de empresas vinculadas aos sindicatos ligados à Fecomércio, em áreas como gestão, vendas e marketing.  Além disso, o Sesc RN fará ações de qualidade de vida no trabalho em empresas parceiras.

O Sesc RN também recebe, na terça-feira (13), a edição especial do Projeto Seis & Meia, marcando o retorno de uma das iniciativas mais importantes do cenário cultural potiguar. A data relembra a passagem da cantora Ângela Maria pelo Sesc RN, local onde ocorreu o último show da cantora no Nordeste. O evento terá transmissão on-line no Youtube da Band Natal.

Por Gerência de Inteligência e Mercado
Assessoria de Comunicação da Fecomércio RN

CAMPANHA PROMOVIDA PELA POLÍCIA CIVIL TEM APOIO DO MUNICÍPIO DE MONTANHAS

Fonte: Site Oficial da Prefeitura montanhas.rn.gov.br

A Secretaria de Ordem Pública e Segurança de Montanhas entra em parceria com a Polícia Civil, neste ato, juntamente com a 6ª DPR de Nova Cruz que promove uma campanha de enfrentamento à violência contra o idoso.

O Município vem informar que esta parceria é muito importante para a população, principalmente os idosos que, vulneravelmente, encontram-se em grandes dificuldades de apoio por parte de políticas públicas e, esta atitude da Polícia Civil requer muita atenção e dedicação por parte de todos os munícipes.

Qualquer acontecimento envolvendo violência com o idoso, o cidadão deverá entrar em contato imediatamente pelo telefone 181. A sua denuncia será de grande valia para a Delegacia Civil, os cuidados serão providenciados com inteira responsabilidade e o seu contato será mantido em sigilo absoluto.

Importante ressaltar que essa parceria vai acontecer com muitas outras temáticas, seguirá com apoio em defesa da mulher, criança, adolescente e jovem de uma forma mais aberta, portadores de mobilidades especiais e por aí se definirá toda a campanha.

Cada um fazendo a sua ação pode melhorar muito a convivência social entre todos nós.

NOVOS EQUIPAMENTOS ADQUIRIDOS PELO MUNICÍPIO PARA AS UNIDADES DE SAÚDE (PSF)

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu e realizou nesta terça feira (06) a entrega de novos Equipamentos Odontológicos adquiridos pelo Município de Montanhas para cada equipe da Estratégia Saúde da Família (PSF).

Foram entregues os Kits de Alta e Baixa rotação (caneta odontológica) e Fotopolimerizador. Os quais irão contribuir de forma significativa na elevação do nível de qualidade do atendimento.

Desta forma, estamos firmando cada vez mais o nosso compromisso com as ações de cuidado, prevenção e promoção para a saúde dos Montanheses, conforme prevê o Sistema único de Saúde-SUS, que ainda busca contextualizar a saúde bucal como parte integrante da atenção primária, elevando a saúde dentro do Programa Saúde da Família.

Acompanhe em fotos alguns momentos nas entregas dos equipamentos aos profissionais de saúde da área, juntamente com a Secretária Municipal de Saúde:

Fonte: Site Oficial da Prefeitura de Montanhas montanhas.rn.gov.br

O caso recente dos trens urbanos

O Sindicato da categoria laboral dos ferroviários conseguiu uma decisão provisória na Segunda Vara do Trabalho de Natal para paralisar os trens urbanos, incluídos os VLTs, com tarifas subsidiadas, na Região Metropolitana de Natal, em face de assegurar aos membros da categoria à proteção a vida em razão da pandemia do coronavírus, mas, em seguida, ainda em decisão posta pela Desembargadora Maria Auxiliadora do TRT da 21ª Região foi concedida medida liminar em Mandado de Segurança suspendendo a decisão de primeira entrância. 

No governo Dilma Rousseff foi introduzida os Veículos Leves sobre Trilhos – VLTs., em melhores condições  do que os trens urbanos, com ar condicionado, acesso para pessoas com deficiências, chegando a desenvolver até sessenta quilômetros, reduzindo o tempo dos trajetos da mobilidade urbana, principalmente para quem se desloca de Ceará Mirim e Parnamirim para Natal, e virse e versa, agora ampliado até Nísia Floresta. 

A tarifa é bastante reduzida, chegando a março de 2020 a importância de dois reais, sendo os trens de fato, um transporte público de massas, alcançando eficiência no objetivo a que se destina, em que pese as reduzidas linhas a disposição da população, podendo ser ampliado os ramais, para cobrir o campus universitário da UFRN, o Aeroporto internacional, e toda a região sul de Natal e praias. 

É indiscutível que os trabalhadores precisam realizar a labuta com toda segurança possível, principalmente na pandemia, observando todos os protocolos dos organismos de saúde, principalmente quem está inserido no grupo considerado de risco, uma liminar decidida em primeira instancia, com o fim de preservar a saúde dos trabalhadores, da categoria profissional dos ferroviários paralisou as atividades dos trens urbanos, em proteção a corporação. 

A decisão da Desembargadora Maria Auxiliadora, vai mais além, atende o interesse público maior que o interesse coletivo e coorporativo da categoria profissional, veio em defesa da sociedade e da cidadania, para beneficiar quem de fato utiliza o bem público dos trens urbanos, que na sua maioria são pessoas humanas em situação de vulnerabilidade que não podem pagar, sequer, o transporte através de ônibus. 

A decisão de primeira entrância, mesmo com o fim de tentar assegurar a vida dos trabalhadores, colocou por outro lado, em risco os usuários dos trens urbanos, que foram deslocados para a mobilidade através dos ônibus, aumentando o fluxo dos passageiros nestes veículos e em outras condições de custos financeiros acima do poder aquisitivo, haja vista o diminuto poder de compra dos salários. A decisão da Desembargadora além de atender o interesse público, da mobilidade de intensa de parte da população, usuários do VLT com tarifas mais acessíveis, não deixa de preservar a vida dos trabalhadores ferroviários, pois cabe a empresa CBTU atender os protocolos dos organismos de saúde, inclusive para os trabalhadores considerados em risco para o coronavírus de serem preservados. 

De fato as decisões com toda complexidade do direito, não é fácil para magistratura, de observar o direito, a preservação da vida, os interesses coletivos e públicos, medir a diminuição da expansão do coronavírus, as condições dos estabelecimentos de saúde, consistindo em todo um cenário desafiador, contudo cabe à empresa preservar a vida dos trabalhadores e cumprir sua missão institucional do serviço de mobilidade de parcela significativa da população que precisa trabalhar e realizar as atividades humanas.O caso recente dos trens urbanos é própria da democracia, de uma sociedade plural que pode haver conflitos de interesses resolvidos de forma institucional e no âmbito dos poderes constituídos, demonstrando uma sociedade viva.

O sindicato cumprindo suas razões de ser conforme estabelece a Constituição da República, em defesa dos interesses coletivos da categoria, e o Poder Judiciário decidindo na prestação jurisdicional em duas instancias.

Por Dr. Evandro
Potiguar Notícias (PN)

Convenções em Montanhas dia 12 de setembro para as eleições de 2020

No próximo dia 12 de setembro de 2020, cinco partidos políticos do Município de Montanhas estarão realizando suas convenções partidárias para as eleições de 2020.

Em contato com alguns dirigentes partidários, nos foi informado que o PSB – Partido Socialista Brasileiro e PT – Partido dos Trabalhadores, estariam se coligando para disputar as eleições na situação majoritária, que correspondem a Prefeito e Vice prefeito respectivamente.

Já para a condição Proporcional, onde refere-se as candidaturas para concorrer ao cargo de vereador, ficarão as nominatas pelo Partido Solidariedade e Partido dos Trabalhadores.

Vamos aguardar o desenrolar dos fatos e acompanhar a dinâmica política partidária que certamente novidades aparecerão neste pleito eleitoral que se avizinha.

Veja os Editais:

Vestida de azul e branco, uma normalista que ninguém jamais esqueceráPosted on março 23, 2019 by Tribuna da Internet

Resultado de imagem para david nasser

David Nasser, um jornalista e compositor de raro talento

O jornalista, escritor e letrista paulista David Nasser (1917-1980), autor de diversos clássicos do nosso cancioneiro popular, entre os quais “Normalista”, cujo teor poético revela paixão por uma encantadora estudante. O samba-canção “Normalista”, parceria com o músico Benedito Lacerda, foi gravado por Nelson Gonçalves, em 1949, pela RCA Victor.

NORMALISTA
Benedito Lacerda e David Nasser

Vestida de azul e branco
Trazendo um sorriso franco
Num rostinho encantador
Minha linda normalista
Rapidamente conquista
Meu coração sem amor
Eu que trazia fechado
Dentro do peito guardado
Meu coração sofredor
Estou bastante inclinado
A entregá-lo aos cuidados
Daquele brotinho em flor
Mas a normalista linda
Não pode casar ainda
Só depois que se formar
Eu estou apaixonado
O pai da moça é zangado
E o remédio é esperar.

Site Poemas & Canções