Família Farias comemora nesta quinta feira (13) 102 anos do patriarca Antônio Farias

Em Montanhas nesta quinta feira 13 de janeiro de 2022, o patriarca da Família Farias, Senhor Antônio Farias estaria completando 102 anos e em momento de grande recordação pelas ações e atitudes que durante toda a sua vida se dispôs a atender o povo de Montanhas, com o seu comercio de secos e molhados desde o Sítio Pedra do Navio, seguindo por Montanhas com um grande atacado de tecidos e outros derivados, em Natal enveredando na distribuição de alimentos em atacado e oportunamente formou seus filhos em diversos segmentos acadêmicos e com retorno para Montanhas com Farmácia e outros atendimentos correlatos, a família fez uma homenagem celebrando este acontecimento.

Um espaço que hoje está localizado na Rua Manuel Maricota, denominado SOBEM (Sociedade Beneficente de Montanhas) funciona uma Associação em homenagem ao Senhor Antônio Farias. A SOBEM foi fundada em 1981 e nessa nova retomada de atividade traz uma história muito bem oportuna, Pois o objetivo dela é continuar com os mesmos ideias de Seu Antônio Farias, que procurava promover ajudas aos mais carentes e principalmente aos necessitados portadores de doenças como hipertensão, diabetes e similares, além de outras linhas de colaboração que sempre aconteceram nos inúmeros pedidos de ajuda em sua residência.

A SOBEM, ainda não está funcionando com todo afinco, assim como começou na época. Pois ela está apenas pouco menos de 2 anos em atividade nessa nova retomada de abertura por parte dos familiares, mas que o sentido é dar continuidade com muita possibilidade de colaborar com as pessoas mais carentes de Montanhas.

Ocorre que nesta quinta-feira, familiares, juntamente com colaboradores amigos e amigas, realizaram um movimento em homenagem aos 102 anos do Patriarca e convidou pessoas residentes das Ruas no entorno da sede da Associação da SOBEM, Rua Manoel Maricota, Rua Emídio Gomes, Vitorino Ferreira e adjacentes, para participarem dessa homenagem e lá foi distribuído bolos, comidas diversas, salgadinhos, frutas, enfim um café da manhã cheio de brincadeiras e muitas diversões para todos os convidados, além de brindes distribuídos aos que participaram do evento.

Foi um momento muito gratificante em que a Família Farias agradece a presença de todos e destaca a sua satisfação ao reconhecer o valor desse trabalho e ter sido aplaudida no momento mais sublime quando realmente reconhecemos que existe motivo para muita alegria e recordação de felicidade.

Acompanhe nas fotos toda dinâmica:

Veja Ficha do Sócio Fundador em 14/10/1981

Veja fotos no evento em 13/01/2022

Fotos Encaminhadas por Luzia Farias

Em 1982, o cantor e compositor Vital Farias já previa o que viria acontecer na Amazônia

Capa do LP “Sagas Brasileiras”, de Vital Farias

O músico, cantor e compositor paraibano Vital Farias lançou, em 1982, pela Poligram, o LP Sagas Brasileiras, que traz o épico “Saga da Amazônia”, cuja letra expressa a preocupação do artista com a degradação das espécies, a exploração desenfreada da mão de obra infantil, a poluição galopante dos rios e mananciais e, consequentemente, a defesa da preservação da natureza e a sustentabilidade das ações do homem, antecipando o movimento ecológico que tomaria força no final daquela década.

Logo, foi uma visão vanguardista do mestre Vital Farias que, além de construir uma belíssima letra, ainda conclamava as pessoas a repensarem as suas atitudes, sob pena de inviabilizarem a vida no planeta para as gerações vindouras. Atitudes estas, não praticadas pelos governantes atuais.

SAGA DA AMAZÔNIA
Vital Farias

Era uma vez na Amazônia a mais bonita floresta
mata verde, céu azul, a mais imensa floresta
no fundo d’água as Iaras, caboclo lendas e mágoas
e os rios puxando as águas
Papagaios, periquitos, cuidavam de suas cores
os peixes singrando os rios, curumins cheios de amores
sorria o jurupari, uirapuru, seu porvir
era: fauna, flora, frutos e flores
Toda mata tem caipora para a mata vigiar
veio caipora de fora para a mata definhar
e trouxe dragão-de-ferro, pra comer muita madeira
e trouxe em estilo gigante, pra acabar com a capoeira
Fizeram logo o projeto sem ninguém testemunhar
pra o dragão cortar madeira e toda mata derrubar:
se a floresta meu amigo, tivesse pé pra andar
eu garanto, meu amigo, com o perigo não tinha ficado lá
O que se corta em segundos gasta tempo pra vingar
e o fruto que dá no cacho pra gente se alimentar?
depois tem o passarinho, tem o ninho, tem o ar
igarapé, rio abaixo, tem riacho e esse rio que é um mar
Mas o dragão continua a floresta devorar
e quem habita essa mata, pra onde vai se mudar???
corre índio, seringueiro, preguiça, tamanduá
tartaruga: pé ligeiro, corre-corre tribo dos Kamaiura
No lugar que havia mata, hoje há perseguição
grileiro mata posseiro só pra lhe roubar seu chão
castanheiro, seringueiro já viraram até peão
afora os que já morreram como ave-de-arribação
Zé de Nana tá de prova, naquele lugar tem cova
gente enterrada no chão:
Pois mataram índio que matou grileiro que matou posseiro
disse um castanheiro para um seringueiro que um estrangeiro
roubou seu lugar
Foi então que um violeiro chegando na região
ficou tão penalizado que escreveu essa canção
e talvez, desesperado com tanta devastação
pegou a primeira estrada, sem rumo, sem direção
com os olhos cheios de água, sumiu levando essa mágoa
dentro do seu coração
Aqui termina essa história para gente de valor
prá gente que tem memória, muita crença, muito amor
prá defender o que ainda resta, sem rodeio, sem aresta
era uma vez uma floresta na Linha do Equador…

Nascimento de Jesus Cristo serviu de inspiração para grandes mestres da pintura

A cena da Natividade, na visão de Caravaggio

Na iconografia cristã, os grandes mestres da pintura sempre deram relevada importância em registrar com talento, criatividade e interpretações diversas, o episódio da Natividade (o nascimento de Cristo) com seus personagens – a Virgem Maria, São José, o Menino Jesus, os animais, os pastores e os Reis Magos. Essas imagens, um dos temas mais comuns na arte cristã, mormente na Idade Média e no Renascimento, estão sempre impregnadas de símbolos, como ressaltam Emile Male e seu discípulo Louis Réau, em livros iconográficos que decodificam a poética dos artistas.

A Virgem, o Menino Jesus e São José, personagens principais do ato passado na estrebaria, o Nascimento de Cristo, conforme a época e os pintores, a cena, bastante conhecida, sofre variações de um para outro artista. No Retábulo Portinari, do flamengo Reoger der Weuden, ou na Natividade, do alemão Hans Baldung, há uma inovação: a do Menino iluminado, adorado por seus pais e os pastores.

“Do corpo do pequeno Cristo irradia intensa luz que ilumina a face extasiada dos personagens”, diz Emile Male. “Não é apenas um menino comum, que jaz no chão ou na manjedoura, reverenciado por Reis Magos e Pastores, olhado e farejado com certa indiferença por dois animais principais: o asno e o boi”.

OUTROS SERES – Neste painel, outros seres ainda podem ser acrescentados, como na pintura da brasileira Rosina Becker do Vale: pavões, leões, corujas, borboletas, além de anjos cantores. “E com tal fidelidade são estes seres representativos do Renascimento que, na Natividade de Piero Della Francesca, identificam-se as palavras do canto gregoriano que pronunciam pelo formato de suas bocas”, afirma Emile Male.

Os livros iconógrafos relatam que tudo na arte cristão medieval possui caráter simbólico, testemunhos da divindade de Cristo e das verdades do Novo Testamento. E, por isso, existe um verdadeiro zoológico nos quadros primitivos flamengos, nos renascentistas e no de alemães e espanhóis.Giotto – A NATIVIDADE - VÍRUS DA ARTE & CIA.

Assim o mestre Giotto retratou a Natividade

Segundo os especialistas, as fontes do bestiário vieram, principalmente, da Bíblia, dos Salmos e da Lenda Dourada, a hagiografia dos santos (história dos santos) tão consultada pelos artistas da Idade Média. Nelas os animais não são classificados por espécies, família e gênero, como fez Carlos Lineu, no início do século XVIII, e sim por suas virtudes ou malefícios morais.

OS SIGNIFICADOS – “Na Idade Média”, diz Emile Male, “tudo é signo e o visível só vale porque esconde o invisível. Logo, temos o significado de alguns animais que sempre aparecem em quadros de mestres que pintaram o tema Natividade”.

O Cordeiro (Agnus Dei), por sua mansidão ante a morte inevitável, geralmente, simboliza Cristo e seu sacrifício pela humanidade, sobretudo quando aparece imóvel, salienta Emile Male. “Mas também pode significar a Ressurreição do Cristo. Todavia, devemos nos lembrar que Ele não simboliza, exclusivamente, a imagem de Jesus imolado ou ressuscitado. Ele pode ser o símbolo místico do Apocalipse que se aproxima, ou a inocência dos santos”.

O asno e o boi são animais inevitáveis em todas as Natividades. O asno, que mais tarde ajudará a Sagrada Família a fugir para o Egito, na iconografia do Natal tem vários significados. Humilde o doce, ele era chamado “o cavalo do pobre” e tem sempre um papel simpático na Bíblia. Na gruta natalina, ele esquenta com seu hálito o Menino Jesus na manjedoura.

POVO JUDEU – O asno, entretanto, tem também seu lado perverso, constata Emile Male. “Iconograficamente, ele simboliza a ignorância, a obstinação e até a lubricidade. Sua teimosia simboliza o povo judeu que, mantendo-se fiel a sua milenar crença, não quis seguir Jesus Cristo. No caso, o asno é o símbolo da Sinagoga que renegou o Messias Cristão. E foi o asno que carregou Cristo para Jerusalém no Dia da Páscoa”.

Já o boi, como São José, tem um papel humilde de Natalidade. Seu hálito também ajuda a acalentar o Menino na noite de inverno natalino. Ele, iconograficamente, simboliza ainda o sacrifício de Jesus, assimila a ideia de reprodução humana e é a vítima nos sacrifícios religiosos. Por isso, o boi não tinha boa reputação na Bíblia, que condenava o sacrifício dos animais aos deuses. Foi aproveitando a ausência de Moisés que os judeus adoraram o Bezerro de Ouro ao pé do Monte Sinai.

RIQUEZA DO MUNDO – Os cavalos dos Reis Magos, ricamente, adornados, significam a riqueza do mundo em comparação à do Filho de Deus, explica Emile Male.

“A este bestiário luxuoso, vários artistas como Ticiano, Rubens e Veronese, acresceram outros animais simbólicos: pomba, pavão, cervo, galo e leão, além dos anjos que evoluem como símbolos da pureza velando pela Sagrada Família”.

A pomba, símbolo da paz que reinará um dia sobre a humanidade após o Juízo Final, foi a emissária da Anunciação e do término do Dilúvio Universal. “Signo do Espírito Santo, da alma do penitente purificada pela morte, ela se opõe ao negro corvo, encarnação do Diabo. A pomba também simboliza a Igreja nascida no Pentecostes”, sustenta Emile Male.

OUTROS ANIMAIS – O cervo, segundo o Salmo 41, após beber no regato, brame pela presença do Messias. Ele é também o matador da serpente tentadora. Já o pavão de caudas é um breve contra o mau olhado.

“Os cristãos primitivos o reverenciavam ainda como símbolo da redenção e da vigilância contra o pecado. Mas em pintura, era também um animal que permitia vivas combinações de cores”, constata Emile Male.

O galo não significa apenas o símbolo da regeneração e do remorso de São Pedro, é também a imagem de Cristo que, no terceiro dia, ressurgiu das trevas para a Ressureição. Seu canto matinal não apenas acorda o homem para o trabalho, mas serve para lembrá-lo que mais um dia passou e a morte se aproxima.

BEM E MAL – E o leão, símbolo da coragem e da força, paradoxalmente, significa a sepultura, tal como a baleia, onde um dia os restos mortais irão repousar.

Emile Male revela que além desses símbolos iconográficos da Natividade, outros foram adotados para significarem o bem ou o mal.

“Na Idade Média e, desde a Arte Cristã Primitiva, o importante das imagens não eram suas qualidades físicas, mas seu conceito metafísico, pois a metafísica, no mundo medieval, era a única filosofia que explicava o Universo”.

Por Paulo Peres

ATENÇÃO PARA OS DIAS DA FEIRA LIVRE NESTE FINAL DE ANO EM MONTANHAS


O Prefeito de Montanhas Manuel Gustavo de Araújo Moreira, assinou o Decreto de Nº 205/2021 dia 14 de dezembro, que dispõe sobre alteração da Feira Livre no Município. O fato se deu pelo motivo das datas se relacionarem com as comemorações dos festejos do Natal e Ano Novo.


Desta forma, a feira que habitualmente acontecem aos sábados, passarão a ser realizadas nas sextas-feiras. Acompanhe na íntegra o Decreto.


Atenção para as datas da realização das feiras:


Dia 24/12/2021 – Véspera de Natal (sexta-feira)
Dia 31/12/2021 – Véspera de Ano Novo (sexta-feira)


A partir de 2022 a feira voltará dentro de sua normalidade e qualquer mudança sobre o referido assunto, será divulgado e publicado conforme as atribuições legais que confere a Lei Orgânica do Município.


Antecipando nossas felicitações, desejamos a todos neste momento, um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

Decreto_205_2021_Alteracao-data-da-Feira.pdf (4 downloads) (107KB)

https://montanhas.rn.gov.br/download/22906/

“Meu sentimento é de indignação”, diz Fátima sobre indiciamento por improbidade administrativa

Foto: portal.uern.br

Do: PN Potiguar Notícias

Nesta terça-feira, por meio de suas redes sociais, a governadora Fátima Bezerra comentou sobre o pedido do Deputado Kelps Lima (Solidariedade), presidente da CPI da Covid na Assembleia Legislativa, para o seu indiciamento por improbidade administrativa, referente a contratos firmados pelo governo durante a pandemia. De acordo com a mandatária do estado, o sentimento no momento é de “indignação”. 

Apesar de afirmar que está tranquila em relação à possibilidade de sua inserção no relatório da CPI, Fátima adota um tom agressivo, ressaltando que essa resolução é motivada por um caráter eleitoreiro. “Essa medida (de indiciamento) tomada por esses deputados de Oposição, que estão fazendo apenas um jogo político dos interesses bolsonaristas no Rio Grande do Norte, é meramente uma medida de cunho eleitoral”, salientou. 

Fátima avaliou também o relatório preparado pelo deputado Francisco do PT, seu colega de legenda, o qual, segundo ela, não indicou no documento qualquer esquema fraudulento estabelecido pelo governo do estado. Sobre isso, ela reiterou os ataques contra a “bancada bolsonarista” da ALRN. “Esse pedido partiu de uma minoria bolsonarista, foram três parlamentares no âmbito do poder Legislativo”, disparou. 

Por fim, a mandatária reforçou a veracidade do relatório de Francisco do PT, além de explicar que o caso está sendo abordado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RN). “Não é porque ele seja do PT, mas sim porque trouxe o reconhecimento cabal da decência e lisura dos profissionais da saúde do Rio Grande do Norte”, declarou. 

MONTANHAS/RN – MAIS UM VEÍCULO FAZENDO PARTE DA FROTA MUNICIPAL

Nesta quarta-feira, (15), chegou mais um veículo para fazer parte da frota municipal. Desta vez foi um caminhão caçamba basculante, conforme reportamos dias atrás na matéria, que pode ter acesso clicando no link: MUNICÍPIO DE MONTANHAS PARTICIPA DE ENCONTRO EM NÍSIA FLORESTA COM O MDR .

Este veículo foi doado pela CODEVASF (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco) via MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional). vem no momento oportuno e preciso. Pois, vai melhorar e muito a qualidade das demandas existentes neste quesito de infraestrutura.

O Caminhão foi recebido por seu Secretário Interino Municipal de Transporte Ailton Gomes, em Mossoró/RN e recebido na garagem municipal de Montanhas com “checklist” de recebimento em 449 km em 15/12/2021.

Agora é zelar pelo patrimônio público, dar continuidade às necessidades existentes e sobretudo seguir com responsabilidade e transparência no trato da coisa pública.

O Prefeito Municipal Manuel Gustavo de Araújo Moreira está entregando a população, o bem adquirido, com muitos esforços, para que seja de grande valia para os munícipes e o seu uso seja mantida a ordem natural do zelo no seu cotidiano.

Veja fotos do Caminhão:

Empresa Urbana com serviços no Município de Montanhas informa satisfação

Dez. 2021 – Por Betinho Moreira

Em contato com a gerência da administração da Empresa prestadora de serviços no Município de Montanhas, no tocante a limpeza pública e resíduos sólidos, o mesmo, vem informar que a satisfação de promover esse trabalho é muito gratificante quando se tem a dignidade dos seus trabalhadores em conduzir o melhor para o Município.

Nesta quinta-feira (16), informa que 100% dos servidores receberam o seu 13º salário e que suas obrigações salariais mensais então rigorosamente em dia. Assim pontua o seu gerente administrativo no Município, Betinho Moreira.

Importante ressaltar a satisfação de cada um trabalhador podemos observar na foto encaminhada. O trabalho continua, seja um colaborador diante da programação apresentada pela Empresa que de segunda, quarta e sexta-feira recolhimento dos resíduos sólidos domésticos e nas terças e quintas-feiras podas e outras ações correlatas.

Neste período natalino e de final de ano, contribua com a caixinha entre os funcionários, eles agradecem toda e qualquer colaboração para a sua confraternização. Afinal, eles fazem de Montanhas uma cidade limpa e com os seus esforços deixam seu trabalho registrado neste ano de 2021.

Parabéns para todos!

Foto registrada em dezembro de 2021. Satisfação garantida!

Domingo em Montanhas/RN futebol diferenciado no Estádio Municipal o “Panção”

Imagem encaminhada por (Montanha)

Atenção desportistas! Participem neste domingo (19) com início as 7:00h em Montanhas/RN de uma grande movimentação no esporte com competições de futebol durante todo o dia.

De acordo com a programação, acontecerá na preliminar a disputa entre as equipes: SELEÇÃO FEMININA DE MONTANHAS e SELEÇÃO FEMININA DE CANGUARETAMA, um incentivo ao futebol feminino que com certeza haverá grandes revelações.

Já na partida principal o destaque aponta para OS AMIGOS DE MONTANHA x VETERANOS DO GRÊMIO. Essa iniciativa parte do Vereador Edson Junior (popularmente no esporte conhecido por Montanha) que já vem desenvolvendo um trabalho nos últimos anos neste sentido.

Os jogos são beneficente e que estão revertidos para dar um apoio às pessoas consideravelmente em estado de vulnerabilidade social.

Para ter acesso ao espaço, basta entregar na entrada 1 kg de alimento não perecível.

Faça a sua parte, exerça a sua cidadania, colabore para que o acontecimento seja em grande estilo social e venha disfrutar do melhor no esporte na modalidade futebol.

“O que acontecerá aos corações, se o tempo não passar?”, perguntam Vital Lima e Nilson Chaves

Lima e Chaves, grandes compositores paraenses

O cantor e compositor paraense Carlos Nilson Batista Chaves, na letra de “Tempo e Destino”, em parceria com Vital Lima, retrata etapas, acontecimentos e conquistas que obtemos no passar do tempo. Essa música foi gravada por Sebastião Tapajós e Nilson Chaves no CD Amazônia brasileira, em 1997, pela Outros Brasis.

TEMPO E DESTINO
Vital Lima e Nilson Chaves

Há entre o tempo e o destino
Um caso antigo, um elo, um par
Que pode acontecer, menino,
Se o tempo não passar?
Feito essas águas que subindo
Forçaram a gente a se mudar
Que pode acontecer, meu lindo,
Se o tempo não passar?
O tempo é que me deu amigos
E esse amor que não me sai
Que doura os campos de trigo
E os cabelos de meu pai
Faz rebentar as paixões
Depois se nega às criações
E assim mantém a vida…
(Que acontecerá aos corações
Se o tempo não passar?)
Não mato o meu amor, no fundo,
Porque tenho amizade nele
Que já faz parte do meu mundo
O tempo entre eu e ele…

Por: Paulo PeresPoemas & Canções

RN tem 93 municípios considerados ‘muito secos’, aponta relatório de chuvas da Emparn

O Rio Grande do Norte tem 93 municípios considerados muito secos. É o que aponta a análise de chuvas acumuladas divulgada nesta quarta-feira (15) pela Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn), que analisou os índices pluviométricos durante todo o ano de 2021.

O número representa 55,6% das 167 cidades de todo o estado nesta situação. Outras 27 cidades também foram consideradas “secas” neste período e 33 tem situação avaliada como “normal”.

O relatório também indica que outras 10 cidades do estado tiveram um 2021 “chuvoso”. A Emparn informou que não conseguiu dados de quatro municípios e nenhum foi considerado “muito chuvoso”.

Os dados foram recolhidos de janeiro de 2021 até o dia 13 de dezembro.

Acumulado de chuvas

O relatório aponta ainda que a chuva observada no Rio Grande do Norte em 2021 foi de 435,39 milímetros, um desvio neste ano de-363 milímetros para a média anual, que é de 798,62.

As microrregiões que mais registraram chuvas foram Serra de São Miguel (799,8 mm), Umarizal (795,6), Pau dos Ferros (776,4) e Natal (745,2).

Em comparação às médias anuais, apenas as microrregiões Pau dos Ferros e Umarizal registraram acumulados de chuvas um desvio anual positivo em 2021.

Avanço da seca grave

No último dia 9 de dezembro, o Monitor das Secas, da Agência Nacional de Águas (ANA), apontou que a seca grave avançou principalmente no norte do estado.

O relatório indica que entre setembro e outubro houve a a seca grave subiu de 62% para 75% do território no estado – a pior condição entre os estados nordestinos.

Esta é a condição mais severa no território potiguar desde janeiro de 2019, quando 12% do Rio Grande do Norte passou por seca extrema, que é a segunda mais severa na escala do Monitor. Desde dezembro de 2020, é registrada seca em 100% do território potiguar.

Por G1-RN

O Plebiscito da ADURN/SINDICATO

Dr. Evandro Borges

Na condição de advogado com uma atuação no direito coletivo de trabalho no Estado, principalmente no meio rural, fiquei como observador do plebiscito promovido pela ADURN/SINDICATO, em face da inovação para se fechar um acordo em causa de substituição processual, quando a prática se dava pela convocação da categoria ou representados para participarem e decidirem em uma Assembleia.

Outro aspecto diz respeito ao lapso de tempo da demanda judicial, com trinta anos de decurso de tempo, obviamente, que não se faz mais justiça. Basta dizer que trezentos demandantes/substituídos já faleceram, um dos quais o meu pai, que foi professor da UFRN no curso de direito. Lembro a expectativa dele em receber os precatórios e principalmente ajudar a família, fato que não vai mais ocorrer.

A inovação do plebiscito de fato é muito mais democrática do que uma assembleia, com um curso de tempo para ser realizada, e com condições amplas para o conhecimento e informações sobre a proposta do acordo. O Plebiscito significou divisão de responsabilidades. Quem foi votar deveria fazer procurando os seus próprios interesses e do conjunto dos professores envolvidos, na condição de substituídos.

Conversei com muitos professores, alguns pessoalmente e outros através de mensagens, todos em bom tom expondo seus pontos de vistas, sem quaisquer ataques, a maioria deles reclamavam a perda em face da proposta para o acordo, a reparação será reduzida em relação ao que se teria por receber. Alguns disseram que estavam sendo vencidos pelo cansaço.

Um coisa fiquem certo o esmero que a causa foi tratado pelo Professor Wellington Duarte, Professor do Departamento de Economia, militante social, dirigente da ADURN, colega colunista do Potiguar Notícias, aceito até divergências que é natural em uma sociedade aberta, plural e democrática, como também, o reconhecimento da diretoria, mais o achincalhe e oportunismo de se fazer oposição sem critérios e desrespeito é inaceitável.

Finalmente o resultado do plebiscito foi alentador, 76,7% (setenta e seis, sete por cento) de um total de 957 (novecentos e cinquenta e sete) que participaram da votação disseram sim, demonstrando uma folgada maioria, a racionalidade e bom senso dos profissionais do magistério de ensino superior, mesmo, que se reconheça um tamanho deságio que atingiu a esfera de 65% (sessenta e cinco por cento).

O exemplo da ADURN/SINDICATO deve ficar para muitos sindicatos, principalmente para as ações coletivas de trabalho, a prática do plebiscito é uma forma direta de decidir, através do voto, amplia os espaços democráticos com a participação e os resultados demonstram o que os substituídos manifestaram nas urnas, assegurando no processo o livre e bom debate.

Encaminhado por Dr. Evandro Borges
Do: PN Notícias

REVITALIZAÇÃO NAS UNIDADES DE SAÚDE ESF E UNIDADE MISTA SANTA ISABEL

A Secretaria Municipal de Obras do Município de Montanhas recebeu autorização do Prefeito Municipal Manuel Gustavo de Araújo Moreira, para realizar serviços de revitalização nas Unidades de Saúde dos ESF (Estratégia Saúde da Família) e seguir com a revitalização, também, na Unidade Mista de Saúde Santa Isabel.

Esses serviços já vêm sendo realizado desde 2018, em Unidades que necessariamente requer atenção, manutenção e limpeza. Acompanhe nas redes sociais do município e aqui pelo site oficial com endereço: https://montanhas.rn.gov.br que será direcionado para a realidade do portal de transparência e suas peculiaridades em notícias.

No fechamento desta matéria nesta quinta-feira (02) algumas unidades de Saúde já concluídas e outras em fase de acabamento. Já a Unidade Mista de Saúde Santa Isabel encontra-se em fase final, não impedindo os atendimentos habituais e, que em breve estará pronta normalmente para o uso diário dos pacientes que dependem daquela unidade. Só que com um visual revitalizado.

Veja alguns momentos no evento, fotos enviadas por Leonardo Lima, Secretário de Governo:

Do Site Oficial do Município de Montanhas: montanhas.rn.gov.br

“Da janela vê-se o Corcovado, o Redentor, que lindo!”, dizia Jobim, na Era da Bossa Nova

Tom fez a canção para sua mulher, Teresa Hermanny

O arranjador, instrumentista e compositor carioca Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim (1927-1994), na letra da música “Corcovado”,  faz um retrato do Rio de Janeiro visto da janela do apartamento em que morava em Ipanema, na Rua Nascimento Silva, 107, de onde se avistava o Corcovado e se podia sonhar em encontrar um grande amor e, consequentemente, fazê-lo conhecer o que é a felicidade, depois de sonhos, tristezas e descrenças deste mundo.

CORCOVADO
Tom Jobim

Um cantinho, um violão
Esse amor, uma canção
Pra fazer feliz a quem se ama

Muita calma pra pensar
E ter tempo pra sonhar
Da janela vê-se o Corcovado,
O Redentor que lindo!

Quero a vida sempre assim
Com você perto de mim
Até o apagar da velha chama

E eu que era triste
Descrente deste mundo
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade meu amor

Paulo Peres Poemas & Canções

MONTANHAS/RN – BENEFICIÁRIOS DO BPC/LOAS DEVEM FAZER ATUALIZAÇÃO NO CADÚNICO.

O Município de Montanhas vem por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Habitação, Trabalho e Lazer, informar aos portadores de Deficiências físicas e IDOSOS com mais de 65 anos, que compareçam na Secretaria Social do Município no setor do Cadastro Único para atualizar (Cadúnico) e regular o BPC-LOAS.

Não esqueçam de levar todos os documentos pessoais e dos integrantes da família, além do que é preciso apresentar na oportunidade o comprovante de residência e de renda.

Informamos ainda que se você não atualizar o seu cadastro até o dia 29 de dezembro terá o Benefício de Prestação Continuada cancelado pelo INSS.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) é a garantia de um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário-mínimo vigente.

Por se tratar de um benefício assistencial, não é necessário ter contribuído ao INSS para ter direito. No entanto, este benefício não paga 13º salário e não deixa pensão por morte.

Compareça e exerça a sua cidadania
Uso obrigatório de máscara para o atendimento

Do site Oficial do Município de Montanhas: montanhas.rn.gov.br

Covid: RN registra 107 novos casos da doença nas últimas 24 horas

Foto: KARIM SAHIB /AFP

O novo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), divulgado nesta quarta-feira (1), notificou 107 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

De acordo com a Sesap, o Rio Grande do Norte registra 382.351 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. O levantamento ainda indica que tem 188.361 casos suspeitos e 791.924 casos descartados de Covid-19.

Em relação ao número de óbitos, a doença vitimou 7.501 pessoas no estado. O boletim aponta ainda que outros 1.365 óbitos estão sob investigação. De acordo com a secretaria, são duas mortes a mais, em relação a última notificação.

Por: Jessyanne Bezerra do PN Notícias

Documentário conta história dos 420 anos da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação em Natal

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação (Catedral Antiga), na Cidade Alta — Foto: Alex Regis/PMN/Secom

Com G1 RN

A história da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação, na Cidade Alta, em Natal, será contada em documentário que tem pré-estreia marcada para quarta-feira (17). “A Matriz de Natal” vai destacar registros e recordações através de relatos e resgate histórico sobre a construção da paróquia, sua importância para o desenvolvimento do município de Natal, as reformas, restauros e tesouros da primeira igreja erguida no Rio Grande do Norte, em 1601.

A sessão de pré-estreia reúne convidados do clero, jornalistas, equipe técnica e influencers, em sala de cinema, na quarta-feira. O documentário, que tem 30 minutos de duração e foi produzido pelo Orne Estúdio Criativo, estará disponível para o público em geral a partir do dia 20, nas redes sociais da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação e da Arquidiocese de Natal.

Como parte da programação da festa de Nossa Senhora da Apresentação, o foyer esquerdo da Igreja Matriz (antiga Catedral) recebe até o dia 21 uma exposição alusiva ao documentário, apresentando os bastidores da produção e também a linha do tempo da construção da Igreja de Nossa Senhora da Apresentação. Uma das atrações é a pedra fundamental original da construção do templo, devolvida pela Funcarte. A visitação é gratuita, e pode ser feita das 15h às 18h.

Coração de Poeta marcou a amizade entre Paulinho Tapajós e Nelson Cavaquinho

TRIBUNA DA INTERNET | Coração de poeta uniu Paulinho Tapajós e Nelson  Cavaquinho

Paulinho Tapajós era parceiro de grandes sambistas

O arquiteto, produtor musical, escritor, cantor e compositor carioca Paulo Tapajós Gomes Filho (1945-2013), em parceria com Nelson Cavaquinho, revela a dádiva divina existente no seu “Coração de Poeta”. Este samba foi gravado por Beth Carvalho no LP Traço de União, em 1982, pela RCA Victor.

CORAÇÃO POETA
Nelson Cavaquinho e Paulinho Tapajós

Deus me deu um coração poeta
E a alma inquieta de um cantor
Pra que eu vigiasse a madrugada
Acordasse o sol e o beija-flor

Cantar me faz
Viver bem mais
Soltar a voz
Que nem um passarinho
Que ninguém prenderá jamais
Se eu sou feliz
Ou infeliz
São lindas minhas penas
Vale a pena ser quem sou
Se eu tenho o céu
Aqui no chão
Se eu tenho o mel no coração

Paulo Peres Poemas & Canções 

A DAP, um documento fundamental para agricultura familiar 

Evandro Borges

No campo há um documento bastante cobiçado pelos produtores, associação, cooperativa e com os Sindicatos acompanhando de perto para evitar os desvios de finalidades, consiste na DAP – Declaração de Aptidão da Agricultura Familiar, uma verdadeira identidade para as famílias serem incluídas nos Programas e Políticas Públicas voltadas para as famílias campesinas, merecedora de registro pela importância e significância para a sociedade brasileira, pela capacidade alimentar e nutricional do segmento.

Desde a Lei que estabeleceu a agricultura familiar, após longos anos de discussão e debates, primeiramente no âmbito da CONTAG, para a formulação de uma política pública que exigiu muitas mobilizações, que fora apresentada inicialmente ao Presidente Fernando Henrique Cardoso, e em seguida, nos governos seguintes incrementadas nos períodos de Lula/Dilma que se fortaleceu o documento denominado “DAP” – Declaração de Aptidão da Agricultura Familiar equivalendo a uma identidade para a familiar agricultora.

A Declaração de Aptidão – DAP dar acesso às políticas e programas públicos com crédito facilitado, como é o maior exemplo o PRONAF – Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar, como também: créditos da reforma agrária, habitação rural, certificação de produtos, cursos profissionalizantes, acesso à compra pelo Programa Nacional da Alimentação Escolar, compras estatais de hospitais, forças militares dentre outros organismos estatais, uma reserva de mercado institucional.

Os beneficiários que tem acesso a DAP podem ser os agricultores familiares tradicionais, pescadores artesanais, aquicultores, silvicultores, extrativistas, quilombolas, indígenas, assentados da reforma agrária e do Programa Nacional de Crédito Fundiário (Terra Brasil), beneficiando a família, com até quatro módulos fiscais, com renda na sua maioria advinda da produção da agricultura familiar.

As DAPs podem ser de oito tipologias, seis considerados individuais para as famílias e duas denominadas jurídicas. As individuais: A, A/C, B e A/F, jovens e mulheres agregadas. A A e A/C para os assentados da Reforma Agrária e do Crédito Fundiário; B para os agricultores com renda anual até R$ 20.000,00 e A/F com renda de R$ 20.000,00 até R$ 360.000,00. Os jovens de 16 a 29 anos filhos de agricultores familiares e mulheres agregadas, correspondem a noras, sogras, tias que estão agregadas as famílias e não participam do manejo central da produção.

Na atualidade os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, o INCRA e no Rio Grande do Norte  a EMATER podem emitir a Declaração de Aptidão – DAP, mediante a comprovação pelos documentos da condição de agricultores familiares, constando que a emissão da DAP corresponde para uma família, e não para cada indivíduo, cabendo a orientação na preparação da documentação, inclusive para as famílias beneficiadas pelas ações da Reforma Agrária.

O Presidente da República já editou o Decreto nº 9.064 de 31 de maio de 2017 dispondo sobre a Unidade Familiar de Produção Agrária, instituindo o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar – CAF que vai substituir a Declaração de  Aptidão, faltando uma maior regulamentação, para ampliar a rede de acesso pelos membros da agricultura familiar, para robustecer o segmento que promove a alimentação da família brasileira.

Espera-se que a partir de janeiro do ano vindouro vai estar em vigência o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar, que será fundamental para as famílias estarem constando no cadastro com o fim de serem beneficiados pelas políticas e programas públicos, inclusive para fins dos benefícios dos segurados especiais da Previdência Social, um encontro da família agricultora com a sua identidade, capacidade produtiva e suas organizações, tanto de ordem econômica, social e política.

Com Evandro Borges
PN Notícias

Proclamação da República: entenda por que 15 de novembro é feriado nacional

Por Eduardo Pierre, g1 Rio


Praça da República, ou Campo de Santana, no Centro do Rio — Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Praça da República, ou Campo de Santana, no Centro do Rio — Foto: Alexandre Macieira/Rioturhttps://9b14b775bb933bc06839d5de15bd5087.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

O Brasil comemora nesta segunda-feira, 15 de novembro, o Feriado da Proclamação da República.

Há exatos 132 anos, em 1889, o marechal Deodoro da Fonseca se juntava a tropas de rebelados no Campo de Santana, no Centro do Rio, com os quais depôs o gabinete de Dom Pedro II. O imperador e sua família partiriam em exílio para a Europa no dia seguinte.

O 15 de novembro é feriado nacional desde 1949, segundo a Lei Federal 662, do presidente Eurico Gaspar Dutra.

‘Abram esta merda!’

Palácio Duque de Caxias, Quartel-General do Comando Militar do Leste, no Centro do Rio — Foto: Alexandre Macieira/Riotur

Palácio Duque de Caxias, Quartel-General do Comando Militar do Leste, no Centro do Rio — Foto: Alexandre Macieira/Rioturhttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Ao contrário do grito do Ipiranga de Dom Pedro I no 7 de setembro de 1822, com o qual declarou a Independência, Deodoro não foi de muitas palavras naquele novembro, 67 anos depois.

“O problema é que não houve uma ‘proclamação da República’”, ensina o historiador Milton Teixeira.

Na tarde daquele 15 de novembro, Deodoro, mesmo se recuperando de uma crise de asma, decidiu apoiar o crescente movimento contra Pedro II. Vizinho do então chamado Campo da Aclimação, desceu de casa e se encontrou com militares enfileirados diante do Quartel-General do Império — onde hoje é o Palácio Duque de Caxias.

“Deodoro não proclamou a República de imediato. Ele queria derrubar o presidente do conselho de ministros, Afonso Celso de Assis Figueiredo. Derrubou, mandou prendê-lo. E pediu que o imperador designasse um substituto. Aí o imperador designa Gaspar da Silveira Martins, que era arqui-inimigo do Deodoro”, lembra o professor.

“Deodoro recebe a notícia, à noite, e diz: ‘Então derruba logo todo o sistema’”, emendou.

Quando Deodoro chegou ao Quartel-General do Exército, a porta estava fechada. “‘Abram esta merda!’”, cita Milton.

Afonso Celso acabou deposto. Não muito longe dali, no Arco do Teles, na Praça 15, a Câmara de Vereadores realizava a solenidade que pôs fim ao Império do Brasil.

“A República, na verdade, foi proclamada à noite. Por isso, na bandeira do Brasil, estão as estrelas visíveis na noite do dia 15”, destaca.

Quadro do Marechal Deodoro da Fonseca montado em um cavalo baio — Foto: TV Globo/Acervo

Quadro do Marechal Deodoro da Fonseca montado em um cavalo baio — Foto: TV Globo/Acervohttps://9b14b775bb933bc06839d5de15bd5087.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Contexto para a queda do Império

O regime monárquico já não correspondia às vontades da população. Em paralelo, desde a Guerra do Paraguai, nos anos 1870, o Exército pleiteava mais participação no governo — no que não era atendido.

Também havia atritos entre Pedro II e a elite agrária, que exigia indenização pela libertação dos escravos com a Lei Áurea, de 1888.

E crescia no Sudeste, que substituiu o Nordeste como polo econômico, a influência do positivismo — de onde veio o lema “Ordem e progresso” estampado em nossa bandeira.

Fundação José Augusto abre inscrições para o Edital Glorinha Oliveira

Com PN Notícias

Estão abertas a partir deste sábado (12) pelo Governo do Estado, através da Fundação José Augusto (FJA), as inscrições para o Prêmio Glorinha Oliveira Apoio Emergencial a Trabalhadores e Trabalhadoras da Cultura Potiguar.  

Serão selecionados um total de 400 projetos, com premiações individuais no valor de R$ 4,5 mil, caracterizados como histórias de vida, destinados a constituir um acervo da memória artística e cultural potiguar.  

O edital se destina a contemplar a carreira e obra através da autobiografia de trabalhadores e trabalhadoras que tenham produção artístico-cultural ativa no Rio Grande do Norte. 

O texto completo está disponibilizado no site http://www.cultura.rn.gov.br na secção “Editais Culturais/Editais Abertos” e as inscrições deverão feitas pelo editalglorinhaoliveira.fja@gmail.com no período de 4 a 7 de dezembro. O proponente deverá também realizar um cadastro pessoal no link disponibilizado no edital. A publicação e convocação dos selecionados será publicada no Diário Oficial do Estado em 22 de dezembro de 2021. 

Os recursos são oriundos de repasse da Lei Federal nº 14.017 (Lei Aldir Blanc) e provenientes do orçamento geral da Fundação José Augusto (FJA)  no  valor de R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil reais), por meio da dotação orçamentária do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e Fundação José Augusto. 

Leia o edital completo no site http://www.cultura.rn.gov.br nas abas “Editais Culturais/Editais Abertos”. 

Fonte: FJA

” TEM UM DITADO, TIDO COMO CERTO, QUE CAVALO ESPERTO NÃO ESPANTA BOIADA” DIZ BOLDRIN

Rolando Boldrin: "84 anos e estou 'inteiraço', quero trabalhar mais!"

Abençoado, Boldrin é a alegria personificada

O ator, cantor, poeta, contador de causos, radialista, apresentador de televisão e compositor paulista Rolando Boldrin, na letra de “Vide Vida Marvada”, descreve os boatos que correm onde ele mora, que na verdade, é a descrição da vida calma e mansa de todo matuto. Quanto ao verso “a baba sempre foi santa e purificada”, trata-se de uma alusão ao fato de que o matuto fica lá “sem fazer nada”, tocando a sua violinha e a baba deixada no capim pelo boi quando ele pasta, faz com que o capim nasça de novo sem que o matuto tenha que fazer muito esforço, segundo o boato que corre por lá. Essa música foi gravada pelo próprio Rolando Boldrin no LP Caipira, em 1981, pela Som Brasil.

VIDE VIDA MARVADA
Rolando Boldrin

Corre um boato aqui donde eu moro
Que as mágoas que eu choro
São mal ponteadas
Que no capim mascado do meu boi
A baba sempre foi
Santa e purificada

Diz que eu rumino desde menininho
Fraco e mirradinho
A ração da estrada
Vou mastigando o mundo e ruminando
E assim vou tocando
Essa vida marvada

É que a viola fala alto no meu peito humano
E toda moda é um remedio pro meu desengano
É que a viola fala alto no meu peito humano
E toda magoa é um misterio fora desse plano
Pra todo aquele que só fala que eu não sei viver
Chega lá em casa pra uma visitinha
Que no verso ou no reverso da vida inteirinha
Há de encontrar-me num cateretê

Tem um ditado tido como certo
Que cavalo esperto
Não espanta boiada
E quem refuga o mundo resmungando
Passará berrando
Essa vida marvada

Cumpade meu que envelheceu cantando
Diz que ruminando
Dá pra ser feliz
Por isso eu vagueio ponteando
e assim procurando
Minha flor de lis

É que a viola fala alto no meu peito humano
E toda moda é um remedio pro meu desengano
E toda magoa é um misterio fora desses planos
Pra todo aquele que só fala que eu não sei viver
Chega lá em casa pra uma visitinha
Que no verso ou no reverso da vida inteirinha
Há de encontrar-me num cateretê

Paulo Peres Poemas & Canções

REALIZADA AUDIÊNCIA PÚBLICA EM MONTANHAS SOBRE A LOA

Com site Oficial: http://montanhas.rn.gov.br

No Município de Montanhas nesta sexta-feira (12) foi realizada a Audiência Pública, conforme foi anunciada convidando a população para participarem do evento.

Foi feita Apresentação da LOA – Lei Orçamentária Anual e, discutido alguns pontos, além do que para constar, o Projeto da Lei foi lançado ao valor estimado para o entorno de 36 milhões a fim de despesas no ano de 2022.

O Prefeito Manuel Gustavo de Araújo Moreira fez a abertura da Audiência e elencou várias situações que deverão estar previstas em ações no próximo ano. Fato que deveremos dar informações de acordo com os atos praticados no decorrer de todo o período, além de outras que já estão em execução neste ano de 2021.

O contador Amarildo fez explanação do que será a LOA em 2022 e na continuidade, com o apoio do Prefeito Manuel Gustavo em algumas interferências, seguiu na linha de apresentação onde se mostra boas notícias para Montanhas.

Foi também explicado, as transferências e receitas de capital e receitas que são oriundas do Governo Federal e Estadual constantes e inseridas na LOA, que na realidade é uma previsão de recebimentos e estimativas para gastos na municipalidade. Como também, as despesas e gastos com recursos próprios do Município.

Importante ressaltar a importância de cada secretaria municipal neste contexto, cada uma tem a sua finalidade e funcionalidade. A Audiência Pública participativa envolvendo a sociedade civil e representantes públicos, que também contou com  a presença do Vereador Eduardo Coutinho e agentes públicos, vem acrescentar o interesse de credibilidade com as políticas públicas para que possamos seguir dignamente com transparência administrativa.

Lutador de MMA passa por cirurgia para remover testículo após joelhada

Com LANCE!

A última sexta-feira (12) certamente ficará marcada na memória de Christian Lohsen. O lutador norte-americano anunciou nas redes sociais que foi submetido a uma cirurgia nos testículos após receber, acidentalmente, um forte golpe com o joelho na região da virilha. Vale frisar que incidente ocorreu durante um treinamento.

Apesar do susto, Christian Lohsen não terá problemas caso queira ter filhos (Foto: Reprodução)© Apesar do susto, Christian Lohsen não terá problemas caso queira ter filhos (Foto: Reprodução) Apesar do susto, Christian Lohsen não terá problemas caso queira ter filhos (Foto: Reprodução)

O profissional de MMA, que tem nove vitórias e duas derrotas no currículo, relatou o prejuízo em seu perfil no Instagram.

A perda poderia ser ainda maior. É o que o lutador explica. Segundo informou os médicos que o atenderam, Christian não deve ter problemas caso tenha o desejo de ter filhos, uma vez que o testículo direito não foi lesionado e segue produzindo testosterona.

– Estou bem em casa, estou descansando e a operação correu bem. O médico disse que não vou perder testosterona ou a capacidade de ter filhos por causa disso. Se eu perder o outro, por outro lado, é outra história. Então, de agora em diante, se você me bater no meu último testículo, não somos amigos – brincou o bem-humorado norte-americano.

PRORROGADO O PRAZO PARA RECADASTRAMENTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Com site Oficial do Município: http://montanhas.rn.gov.br

Informamos aos Servidores Públicos do Município de Montanhas que compareçam para realizar o recadastramento. Ele é obrigatório e está embasado pela Portaria Conjunta SEPRT/RFB/ME N.º 71, de 29 de junho de 2021, com a implantação do e-Social pelo Governo Federal.

O Decreto do Município de Montanhas de nº 204/2021, assinado por seu Prefeito Manuel Gustavo de Araújo Moreira, prorroga o recadastramento de todos os servidores públicos municipais ativos, sejam efetivos, comissionados, temporários e eletivos, até o próximo dia 19 de novembro do corrente ano.

O fato da não regularização do recadastramento vai implicar em prejuízos futuros aos servidores públicos do Município, como por exemplo, retenção do salário e outras situações que deverão acarretar em perdas.

Procure a sua Secretaria que tem o vínculo estatutário, ou a sede da Prefeitura Municipal para atualizar a sua situação o mais breve possível.

BAIXE SUA FICHA CADASTRAL

INFORMATIVO AOS SERVIDORES DA REDE PÚBLICA MUNICIPAL DE MONTANHAS7

Viajando a seu lado no trem do Pantanal, seguindo a canção de Paulo Simões

Simões é um dos mestres da música pantaneira

O cantor e compositor carioca Paulo Simões mora em Campo Grande, MS, onde passou parte da adolescência descobrindo amigos e futuros parceiros, como os irmãos Geraldo e Celito Espíndola, Geraldo Roca e Almir Sater.A bonita letra de “Trem da Solidão” é um convite à alguém que também se encontra solitário para juntarem os seus corações e seguirem em frente. A música foi gravada por Paulo Simões no CD Arrasta pé – volume II, em 1997, produção independente.

Paulo Peres
Poemas & Canções

TREM DA SOLIDÃO
Paulo Simões

Rodar junto ao seu
E vamos atrás do sol que nasceu
E se o seu coração
Acompanhar o meu
Nós vamos formar o trem da solidão

Pelos trilhos dourados da aurora
Vamos embora
Pelos trilhos vermelhos do poente
Vamos embora, vamos em frente

Deixe o meu vagão
Rodar junto ao seu
E vamos atrás do sol que nasceu
E se o seu coração
Acompanhar o meu
Nós vamos até a última estação

Vamos embora
Com o sangue na veia
Pelos trilhos azuis da lua cheia
Pelos trilhos dourados da aurora
Pelos trilhos vermelhos do poente
Vamos embora, vamos em frente