Category Archives: Educação

MEC libera mais de R$ 1 bilhão para Fundeb e integralização do piso dos professores

O Ministério da Educação liberou R$ 1.016.153.276,45 para estados e municípios na última segunda-feira, 25. Os recursos são destinados à complementação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e à complementação do Piso Nacional do Magistério, referentes a fevereiro. Os recursos foram repassados ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC que efetua o repasse aos entes federados.

O valor da parcela de fevereiro da Complementação da União ao Fundeb é de R$ 914.537.948,79. O Fundeb é um fundo especial formado quase em sua totalidade por recursos oriundos de impostos e transferências constitucionais dos estados, Distrito Federal e municípios, que são destinados à educação básica.

Os valores que cada ente da Federação recebe são calculados a partir do número de estudantes matriculados nas escolas públicas e levam em consideração o valor mínimo a ser aplicado por aluno.

Por isso, o Fundo conta ainda com complementação de recursos da União para garantir o recebimento do valor mínimo definido nacionalmente. Independentemente da origem, todo o recurso gerado é redistribuído para aplicação exclusiva na educação básica, conforme a prioridade dos estados, Distrito Federal e municípios.

Já a parcela de complementação da União para o pagamento do piso salarial dos professores, por parte dos sistemas de ensino, contará, no mês de fevereiro, com repasse de R$ 101.615.327,66. Atualmente, o piso corresponde a um salário de R$ 2.557,74 para jornada de 40 horas semanais. O repasse é feito só aos estados e municípios beneficiários da Complementação da União.

Assessoria de Comunicação Social

FNDE repassa R$ 1,2 bilhão do salário-educação

Estados, municípios e Distrito Federal já podem utilizar os recursos

A primeira parcela de 2019 do salário-educação está disponível a partir desta sexta-feira, 15, nas contas correntes de estados, municípios e do Distrito Federal. Responsável pela transferência dos valores, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) repassou na última quarta-feira, 13, R$ 1,25 bilhão para entes federativos de todo o Brasil.

Nesta parcela, foram destinados R$ 695,4 milhões para as redes municipais e R$ 556,1 milhões para as redes estaduais e distrital. O montante repassado a cada ente federativo pode ser conferido no portal do FNDE (www.fnde.gov.br), em Liberação de recursos.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. A alíquota é de 2,5% sobre a folha de pagamento.

Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, sendo 90% em quotas estadual/municipal (2/3) e quota federal (1/3), e 10% para serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica.

Distribuída com base no número de matrículas no ensino básico, a quota estadual/municipal é depositada mensalmente nas contas correntes das secretarias de educação. Já a quota federal é destinada ao FNDE, para reforçar o financiamento da educação básica, com o intuito de reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

Por: Min. Educação » Notícias » FNDE repassa R$ 1,2 bilhão do salário-educação

FNDE lança manual para prevenir falhas na gestão do PDDE

Escrito por  Assessoria de Comunicação Social do FNDE

FNDE lança manual para prevenir falhas na gestão do PDDE

Já está disponível no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) o Manual de Orientações para Prevenção de Falhas na Gestão do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), em dois volumes. O volume 1 é dirigido às Unidades Executoras Próprias-UEx (associações de pais e mestres, conselhos escolares, etc.) e o volume 2 é voltado para as Entidades Executoras-EEx (estados e municípios). O objetivo é contribuir para que as entidades gestoras do programa atuem cada vez mais em conformidade com as normas e regulamentos aplicáveis, prevenindo ocorrências de falhas e impropriedades na gestão dos recursos.

A concepção do manual teve por base estudos realizados pela área de monitoramento do PDDE, que analisou as principais constatações elencadas por ações de fiscalização e auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) e da Auditoria Interna do FNDE nos últimos anos. Com o manual, o FNDE pretende ajudar as entidades a planejar, executar e prestar contas dos recursos do PDDE e de suas ações agregadas, apontando as legislações, sinalizando os procedimentos a serem observados, indicando riscos, bem como sugerindo providências para atenuá-los.

De acordo com o coordenador-geral de Apoio à Manutenção Escolar, Adalberto Domingos da Paz, a maioria das impropriedades que vêm sendo detectadas resulta de desconhecimento quanto aos procedimentos que devem ser observados para executar as verbas. “A expectativa é que o novo material didático contribua para que os gestores entendam as etapas necessárias para execução dos recursos, de forma que o uso das verbas seja ainda mais eficaz e eficiente na manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica das escolas”, afirmou.

A primeira versão dos volumes 1 e 2 do manual estão disponíveis clicando aqui.

PDDE – Criado em 1995, o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem a finalidade de prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às escolas da rede pública de educação básica e às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos. O objetivo é promover melhorias na infraestrutura física e pedagógica das unidades de ensino e incentivar a autogestão escolar.

FNDE anuncia os coeficientes de distribuição e estimativa de repasses das quotas estaduais e municipais do salário-educação

Órgão: Ministério da Educação/Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

PORTARIA Nº 65, DE 8 DE FEVEREIRO DE 2019

Dispõe sobre os coeficientes de distribuição e a estimativa anual de repasses das quotas estaduais e municipais do salário-educação a vigorar no exercício de 2019, e dá outras providências.

O PRESIDENTE DO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto no art. 15, inciso V, Anexo I, do Decreto n.º 9.007, de 20 de março de 2017, e considerando o disposto no Decreto nº 6.003, de 28 de dezembro de 2006, resolve:

Art. 1º Divulgar a estimativa anual de repasses e os respectivos coeficientes de distribuição das quotas estaduais e municipais do salário-educação, a vigorar no exercício de 2019.

§ 1º Os coeficientes de distribuição a que se refere o caput deste artigo foram obtidos a partir da divisão do número de alunos da Educação Básica Pública, urbana e rural, das redes estaduais, distrital e municipais de ensino, pelo total de matrículas do mesmo segmento de ensino, consolidado no âmbito da respectiva Unidade Federada, apurados no Censo Escolar de 2018, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira do Ministério da Educação – INEP/MEC, nos seguintes níveis e modalidades:

I – Educação Infantil;

II – Ensino Fundamental regular de 8 e de 9 anos;

III – Ensino Médio regular;

IV – Ensino Médio Integrado;

V – Educação Especial;

VI – Educação de Jovens e Adultos presencial, com avaliação no processo;

VII – Educação de Jovens e Adultos integrada à Educação Profissional de Nível Médio e Fundamental, presencial, com avaliação no processo.

§ 2º Os valores da estimativa anual de repasses para os governos estaduais, distrital e municipais, conforme Anexo I, foram calculados com base na previsão da arrecadação da contribuição social do salário-educação, podendo haver alteração ao longo do presente exercício, a depender da arrecadação a ser efetivamente realizada em cada Unidade da Federação.

Art. 2º As quotas estaduais e municipais do salário-educação correspondem a dois terços de 90% (noventa por cento) da arrecadação apurada em cada Unidade da Federação, após dedução da retribuição a que se refere o § 1º, art. 3º da Lei nº 11.457/2007, combinado com o parágrafo único do art. 4º da Lei nº 9.766/1998, observado o disposto no § 1º, art. 9º do Decreto nº 6.003/2006.

Art. 3º Os coeficientes e o valor estimado das quotas estaduais e municipais do salário-educação, por estado, Distrito Federal e município, serão divulgados no Sítio do FNDE na Internet, no endereço http://www.fnde.gov.br.

Art. 4º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

CARLOS ALBERTO DECOTELLI DA SILVA

ANEXO

ESTIMATIVA DE REPASSES DAS QUOTAS ESTADUAL E MUNICIPAL DO SALÁRIO-EDUCAÇÃO E OS RESPECTIVOS COEFICIENTES DE DISTRIBUIÇÃO PARA O EXERCÍCIO DE 2019

UF

GOVERNOS: ESTADUAL E MUNICIPAL

Quantidade de alunos matriculados no Ensino Básico Público

Censo – 2018

TOTAL

EDUCAÇÃO INFANTIL

ENSINO FUNDAMENTAL REGULAR 8 ANOS E 9 ANOS

ENSINO MÉDIO REGULAR

ENSINO MÉDIO INTEGRADO

EDUCAÇÃO ESPECIAL

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PRESENCIAL

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, PRESENCIAL, INTEGRADA À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL DE NÍVEL MÉDIO

COEFICIENTES

VALOR DA ESTIMATIVA

BR

TOTAL BRASIL

38.101.716

6.317.245

22.456.429

6.197.312

151.765

40.971

2.908.487

29.507

1,0000000000

12.973.328.408,00

BR

REDE ESTADUAL

15.065.726

55.743

7.053.314

6.166.992

144.021

12.715

1.607.502

25.439

0,3954080703

5.702.708.259,68

BR

REDE MUNICIPAL

23.035.990

6.261.502

15.403.115

30.320

7.744

28.256

1.300.985

4.068

0,6045919297

7.270.620.148,32

AC

TOTAL UF

267.913

36.558

150.275

34.948

3.378

42.740

14

1,0000000000

21.190.097,47

AC

REDE ESTADUAL

168.860

327

92.090

34.948

3.378

38.103

14

0,6302792324

13.355.678,37

AC

REDE MUNICIPAL

99.053

36.231

58.185

4.637

0,3697207676

7.834.419,10

AL

TOTAL UF

711.260

98.907

403.567

91.970

242

156

114.155

2.263

1,0000000000

65.365.884,17

AL

REDE ESTADUAL

175.918

377

51.338

91.970

242

31.991

0,2473329022

16.167.133,83

AL

REDE MUNICIPAL

535.342

98.530

352.229

156

82.164

2.263

0,7526670978

49.198.750,34

AM

TOTAL UF

1.056.332

134.121

652.952

192.088

547

1.966

74.615

43

1,0000000000

136.506.707,79

AM

REDE ESTADUAL

451.135

227.103

192.088

547

293

31.104

0,4270769039

58.298.862,12

AM

REDE MUNICIPAL

605.197

134.121

425.849

1.673

43.511

43

0,5729230961

78.207.845,67

AP

TOTAL UF

198.405

20.868

123.722

30.683

2.440

88

20.604

1,0000000000

13.748.458,98

AP

REDE ESTADUAL

123.175

262

73.360

30.683

2.440

88

16.342

0,6208260881

8.535.402,01

AP

REDE MUNICIPAL

75.230

20.606

50.362

4.262

0,3791739119

5.213.056,97

BA

TOTAL UF

2.906.510

404.819

1.692.408

455.726

1.433

1.036

332.964

18.124

1,0000000000

429.421.179,45

BA

REDE ESTADUAL

767.315

825

163.741

452.802

1.007

71

130.769

18.100

0,2639987476

113.366.653,58

BA

REDE MUNICIPAL

2.139.195

403.994

1.528.667

2.924

426

965

202.195

24

0,7360012524

316.054.525,87

CE

TOTAL UF

1.629.170

304.940

947.868

277.085

1.644

1.038

95.933

662

1,0000000000

283.843.794,59

CE

REDE ESTADUAL

320.680

1.011

21.472

277.085

1.644

514

18.935

19

0,1968364259

55.870.798,04

CE

REDE MUNICIPAL

1.308.490

303.929

926.396

524

76.998

643

0,8031635741

227.972.996,55

DF

TOTAL UF

447.369

43.932

275.892

79.734

1.560

2.187

43.901

163

1,0000000000

389.408.582,96

DF

REDE ESTADUAL

447.369

43.932

275.892

79.734

1.560

2.187

43.901

163

1,0000000000

389.408.582,96

ES

TOTAL UF

744.005

158.993

438.484

90.894

1.227

54.407

1,0000000000

207.361.180,16

ES

REDE ESTADUAL

234.449

106.016

90.894

1.227

36.312

0,3151175059

65.343.137,92

ES

REDE MUNICIPAL

509.556

158.993

332.468

18.095

0,6848824941

142.018.042,24

GO

TOTAL UF

1.163.333

178.086

710.928

193.119

2.142

992

78.025

41

1,0000000000

368.157.459,95

GO

REDE ESTADUAL

499.806

248.251

192.438

2.142

199

56.735

41

0,4296327879

158.172.515,89

GO

REDE MUNICIPAL

663.527

178.086

462.677

681

793

21.290

0,5703672121

209.984.944,06

MA

TOTAL UF

1.777.635

283.083

1.054.521

280.503

1.224

864

157.155

285

1,0000000000

123.884.163,62

MA

REDE ESTADUAL

341.185

6

35.504

280.074

70

144

25.159

228

0,1919319770

23.777.332,45

MA

REDE MUNICIPAL

1.436.450

283.077

1.019.017

429

1.154

720

131.996

57

0,8080680230

100.106.831,17

MG

TOTAL UF

3.704.804

584.463

2.190.668

705.077

24.694

3.539

196.363

1,0000000000

1.086.490.312,96

MG

REDE ESTADUAL

1.938.741

561

1.070.057

700.471

24.304

2.334

141.014

0,5233046067

568.565.385,87

MG

REDE MUNICIPAL

1.766.063

583.902

1.120.611

4.606

390

1.205

55.349

0,4766953933

517.924.927,09

MS

TOTAL UF

588.325

107.474

356.089

84.168

2.233

47

38.257

57

1,0000000000

144.543.946,41

MS

REDE ESTADUAL

243.963

429

132.103

84.128

2.172

17

25.057

57

0,4146738622

59.938.596,52

MS

REDE MUNICIPAL

344.362

107.045

223.986

40

61

30

13.200

0,5853261378

84.605.349,89

MT

TOTAL UF

745.835

144.717

414.031

119.000

2.702

654

64.731

1,0000000000

200.690.627,47

MT

REDE ESTADUAL

382.780

567

199.103

119.000

2.622

576

60.912

0,5132234341

102.999.133,03

MT

REDE MUNICIPAL

363.055

144.150

214.928

80

78

3.819

0,4867765659

97.691.494,44

PA

TOTAL UF

2.064.244

275.173

1.309.164

317.365

267

303

160.917

1.055

1,0000000000

201.801.384,32

PA

REDE ESTADUAL

573.070

74

187.832

317.365

267

125

66.463

944

0,2776173747

56.023.570,52

PA

REDE MUNICIPAL

1.491.174

275.099

1.121.332

178

94.454

111

0,7223826253

145.777.813,80

PB

TOTAL UF

771.660

106.593

439.695

106.120

1.373

361

117.180

338

1,0000000000

90.821.142,23

PB

REDE ESTADUAL

261.775

159

100.133

105.921

989

233

54.002

338

0,3392361921

30.809.818,45

PB

REDE MUNICIPAL

509.885

106.434

339.562

199

384

128

63.178

0,6607638079

60.011.323,78

PE

TOTAL UF

1.666.862

202.659

989.483

278.398

3.420

2.652

189.963

287

1,0000000000

300.524.751,67

PE

REDE ESTADUAL

538.830

2.248

157.563

278.088

3.380

1.265

95.999

287

0,3232601139

97.147.665,46

PE

REDE MUNICIPAL

1.128.032

200.411

831.920

310

40

1.387

93.964

0,6767398861

203.377.086,21

PI

TOTAL UF

826.855

119.712

411.951

99.032

12.620

178.693

4.847

1,0000000000

61.762.622,12

PI

REDE ESTADUAL

285.911

38.050

98.701

12.620

131.706

4.834

0,3457813039

21.356.360,01

PI

REDE MUNICIPAL

540.944

119.712

373.901

331

46.987

13

0,6542186961

40.406.262,11

PR

TOTAL UF

2.075.600

382.905

1.209.264

317.122

17.042

7.813

141.301

153

1,0000000000

781.900.726,01

PR

REDE ESTADUAL

1.016.831

965

552.376

317.122

17.042

370

128.803

153

0,4898973791

383.051.116,37

PR

REDE MUNICIPAL

1.058.769

381.940

656.888

7.443

12.498

0,5101026209

398.849.609,64

RJ

TOTAL UF

2.332.380

375.075

1.369.443

401.243

21.810

7.683

156.876

250

1,0000000000

1.352.755.261,93

RJ

REDE ESTADUAL

647.942

238

161.090

397.847

21.422

279

66.957

109

0,2778029309

375.799.376,57

RJ

REDE MUNICIPAL

1.684.438

374.837

1.208.353

3.396

388

7.404

89.919

141

0,7221970691

976.955.885,36

RN

TOTAL UF

628.786

107.615

367.540

91.687

262

1

61.681

1,0000000000

92.971.942,91

RN

REDE ESTADUAL

215.309

95.692

91.687

262

27.668

0,3424201557

31.835.467,16

RN

REDE MUNICIPAL

413.477

107.615

271.848

1

34.013

0,6575798443

61.136.475,75

RO

TOTAL UF

370.208

42.441

244.412

51.187

208

129

31.831

1,0000000000

56.268.182,01

RO

REDE ESTADUAL

190.763

66

112.706

51.187

208

129

26.467

0,5152860014

28.994.206,51

RO

REDE MUNICIPAL

179.445

42.375

131.706

5.364

0,4847139986

27.273.975,50

RR

TOTAL UF

137.566

22.810

88.210

18.733

249

7.490

74

1,0000000000

12.634.692,64

RR

REDE ESTADUAL

72.209

46.146

18.733

249

7.007

74

0,5249044095

6.632.005,88

RR

REDE MUNICIPAL

65.357

22.810

42.064

483

0,4750955905

6.002.686,76

RS

TOTAL UF

1.815.848

297.066

1.124.098

267.421

11.952

3.019

112.207

85

1,0000000000

768.986.184,80

RS

REDE ESTADUAL

834.932

2.344

481.209

263.778

11.624

1.450

74.527

0,4598028029

353.582.003,15

RS

REDE MUNICIPAL

980.916

294.722

642.889

3.643

328

1.569

37.680

85

0,5401971971

415.404.181,65

SC

TOTAL UF

1.286.258

301.302

741.400

191.053

6.010

33

46.460

1,0000000000

602.998.527,81

SC

REDE ESTADUAL

519.720

89

291.248

190.384

6.010

31.989

0,4040557960

243.645.050,12

SC

REDE MUNICIPAL

766.538

301.213

450.152

669

33

14.471

0,5959442040

359.353.477,69

SE

TOTAL UF

415.903

57.416

254.923

61.990

21

217

41.336

1,0000000000

67.585.860,79

SE

REDE ESTADUAL

150.821

71.759

61.990

21

169

16.882

0,3626350375

24.509.001,16

SE

REDE MUNICIPAL

265.082

57.416

183.164

48

24.454

0,6373649625

43.076.859,63

SP

TOTAL UF

7.416.471

1.469.709

4.271.431

1.306.447

31.027

3.941

333.228

688

1,0000000000

5.070.330.195,71

SP

REDE ESTADUAL

3.506.465

1.261

1.973.929

1.293.355

26.534

41

211.345

0,4727942710

2.397.223.068,72

SP

REDE MUNICIPAL

3.910.006

1.468.448

2.297.502

13.092

4.493

3.900

121.883

688

0,5272057290

2.673.107.126,99

TO

TOTAL UF

352.179

55.808

224.010

54.519

38

2.252

15.474

78

1,0000000000

41.374.537,07

TO

REDE ESTADUAL

155.772

2

87.551

54.519

38

2.231

11.353

78

0,4423091666

18.300.337,01

TO

REDE MUNICIPAL

196.407

55.806

136.459

21

4.121

0,5576908334

23.074.200,06

Este conteúdo não substitui o publicado na versão certificada (pdf).

Estudante pode viabilizar seu curso com o Fies. Inscrições estão abertas até o dia 14

Alunos que desejam ingressar em uma universidade particular, ou que já estejam matriculados em uma, podem recorrer ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do Ministério da Educação. É o caso de Lidieth Bettina Rodrigues Sanchez, 25 anos. A brasiliense já cursa comunicação social e precisa de um financiamento para continuar estudando. Ela, que já trancou a matrícula uma vez, justamente por não conseguir pagar a mensalidade, vai concorrer agora a uma das 100 mil vagas disponíveis no Fies 2019. O período de inscrições teve início nesta quinta-feira, 7, e se encerra em 14 de fevereiro.

“Quando ingressei na faculdade a mensalidade estava bem pesada e recorri ao Fies. Infelizmente não deu certo, porque o banco, à época, pediu dois fiadores. Acabei trancando a matrícula”, conta Lidieth. Mas ela não desistiu, retomou o curso e, neste ano, pretende procurar o programa mais uma vez. “Quando tentamos concluir a faculdade, a renda não é suficiente, mesmo fazendo um estágio na área. Muitos trabalham só para pagar a mensalidade. Com o Fies, o estudante pode tirar um peso enorme das costas”, ressalta.

O Fies se destina a financiar cursos superiores não gratuitos e oferece diferentes modalidades, de acordo com a renda familiar. Além das 100 mil vagas, para alunos cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não ultrapasse três salários mínimos, o programa destina aproximadamente 450 mil vagas ao P-Fies para estudantes cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não exceda cinco salários mínimos.

Qualquer estudante que tenha feito alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 pode requerer o financiamento, desde que tenha feito, no mínimo, 450 pontos na média das notas das provas do exame e não tenha zerado a redação. Em 2019, os interessados em obter financiamento estudantil pelo Fies podem contar com a garantia de percentual de financiamento mínimo de 50% do curso escolhido, desde que o limite financiável não passe de R$ 42.983,70 por semestre.

Passo a passo – O aluno que fez o Enem e atende aos pré-requisitos precisa acessar a página oficial do Fies entre os dias 7 e 14 de fevereiro e fazer o cadastro, informando o número de CPF, data de nascimento, e-mail e senha. Ele receberá no e-mail informado o link para ativação do cadastro. Uma vez ativado o cadastro, o aluno deve acessar o sistema, preencher os dados requeridos e indicar até 3 opções de cursos dentre aqueles disponíveis.

Em 25 de fevereiro, será divulgado o resultado dos candidatos pré-selecionados nas modalidades Fies e P-Fies.

Os estudantes pré-selecionados na modalidade Fies deverão acessar o sistema, no período de 26 de fevereiro a 7 de março, e realizar a complementação das informações, com os dados necessários para a contratação do financiamento estudantil.

Após a complementação das informações, o estudante terá cinco dias para comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição na qual foi pré-selecionado. A partir do terceiro dia útil após a validação da inscrição pela CPSA, o aluno deve se dirigir ao banco para contratação do financiamento. No caso do Fies, somente a Caixa Econômica Federal está apta a formalizar o financiamento.

No P-Fies, o estudante pré-selecionado deverá comparecer à CPSA da instituição para validação das informações prestadas na inscrição. Em seguida, deverá formalizar a contratação do financiamento junto às instituições financeiras participantes.

Calendário – As inscrições foram abertas nesta quinta-feira, 7, e vão até o próximo dia 14. O resultado pode ser conferido pelos estudantes a partir de 25 de fevereiro. A complementação da inscrição (modalidade Fies) poderá ser feita de 26 de fevereiro a 7 de março. A convocação dos estudantes em lista de espera ocorrerá entre os dias 27 de fevereiro e 10 de abril.

No caso dos estudantes que tiveram a inscrição postergada para o primeiro semestre de 2019, a complementação das informações deverá ser realizada entre 28 de fevereiro e 11 de março.

Acesse a página do Fies

Assessoria de Comunicação Social

FNDE repassa R$ 3,1 bilhões da complementação da União ao Fundeb

FNDE repassa R$ 3,1 bilhões da complementação da União ao Fundeb

Estados e municípios beneficiários podem utilizar os recursos a partir desta quarta-feira, 30

Os recursos referentes à última parcela de 2018 e à primeira parcela de 2019 da complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) estão disponíveis a partir desta quarta-feira (30) nas contas correntes de estados e municípios beneficiários. Responsável pelo repasse dos valores, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) transferiu R$ 3,1 bilhões aos entes federativos na última segunda-feira (28). Do total transferido, R$ 314,2 milhões referem-se à complementação para o pagamento do piso do magistério.

Conforme a lei que instituiu o Fundeb, a União repassa a complementação aos estados e respectivos municípios que não alcançam com a própria arrecadação o valor mínimo nacional por aluno estabelecido a cada ano. Em 2018, esse valor foi de R$ 3.048,73; neste ano, atinge R$ 3.238,52. Os estados que recebem a complementação são: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí.

Principal fonte de financiamento da educação básica pública, o Fundeb é formado por percentuais de diversos impostos e transferências constitucionais, a exemplo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Pelo menos 60% dos recursos do Fundeb devem ser usados na remuneração de profissionais do magistério em efetivo exercício, como professores, diretores e orientadores educacionais. O restante serve para despesas de manutenção e desenvolvimento do ensino, compreendendo, entre outras ações, o pagamento de outros profissionais ligados à educação, bem como a aquisição de equipamentos e a construção de escolas.

Especialista faz alerta sobre novas regras para oferta de EAD em cursos presenciais

Portaria MEC 1.428/18

Advogado recomenda que IES cumpram requisitos para evitar supervisão e monitoramento do MEC.

A portaria 1.428/18, publicada no fim de 2018, estabeleceu a possibilidade de se ampliar a oferta de disciplinas com metodologia à distância em cursos presenciais (de 20% para 40%), mas criou restrições para as quais as instituições de ensino superior – IES precisam ficar muito atentas.

t

É o que afirma o advogado José Roberto Covac, especialista em Direito Educacional e sócio do escritório Covac – Sociedade de Advogados. Segundo o causídico, as IES precisam ficar atentas já que, com a nova portaria, serão obrigadas a incluir as disciplinas em EAD e identificá-las claramente na matriz curricular e no projeto político pedagógico do curso. “Se não o fizerem, podem sofrer supervisão e monitoramento do MEC”, diz.

“Outra restrição imposta pela portaria é a oferta condicionada a conceito da instituição e de curso igual ou superior a quatro, no credenciamento presencial e a distância,e possuir um curso de graduação na modalidade a distância, com Conceito de Curso – CC igual ou superior a quatro eque tenha a mesma denominação e grau de um dos cursos de graduação presencial reconhecidos e ofertados pela IES”, explica.

De acordo com Covac, a IES não pode ampliar o EAD nos cursos presenciais se estiver submetida a processo de supervisão. Já as atividades pedagógicas e acadêmicas do curso presencial que ofertar disciplinas a distância devem ser realizadas exclusivamente na sede ou campi da IES. Essa ampliação – de 20% para 40% – fica condicionada aos limites específicos estabelecidos nas Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação Superior – DCN, definidas pelo Conselho Nacional de Educação – CNE.

O especialista pontua que é importante lembrar de que a portaria não se aplica, na ampliação da oferta de disciplinas na modalidade à distância em cursos de graduação presenciais das áreas de saúde e das engenharias. Outra exigência que a portaria impõe, afirma Covac, é a de se incluir métodos e práticas de ensino-aprendizagem que incorporem o uso integrado de tecnologias de informação e comunicação – TIC para a realização dos objetivos pedagógicos e material didático específico.

“Nesse quesito, é importante a IES saber que deve haver a mediação de tutores e profissionais da educação com formação na área do curso e qualificados em nível compatível ao previsto no PPC e no plano de ensino da disciplina, que deverão descrever as atividades realizadas a distância, juntamente com a carga horária definida para cada uma, explicitando a forma de integralização da carga horária destinada às atividades online.”

Já a oferta de disciplinas na modalidade à distância em cursos presenciais, diz o advogado, deve ser informada previamente aos estudantes matriculados no curso e divulgada nos processos seletivos, além de serem identificadas, de maneira objetiva, disciplinas, conteúdos, metodologias e formas de avaliação e as avaliações, bem como as atividades práticas exigidas, precisam ser realizadas presencialmente, na sede ou em um dos campi da IES.

Covac afirma que, “embora com aprovação conforme regimento de cada IES, os projetos pedagógicos dos cursos presenciais com o EAD terão de ser submetidos à Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior – Seres, sempre quando ocorrer o pedido de reconhecimento ou renovação de reconhecimento de curso, além de que as instituições não serão dispensadas de avaliação in loco nos processos regulatórios de renovação de reconhecimento de curso”.

Ministério da Educação divulga novas datas para Sisu, ProUni e Fies. Confira os calendários

O Ministério da Educação divulgou nesta sexta-feira, 25, novas datas referentes aos processos seletivos do primeiro semestre de 2019 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni), do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). O novo calendário foi publicado no Diário Oficial da União.

Sisu – O Sisu, cujas inscrições já estão abertas e que já havia tido o prazo final prorrogado para o próximo domingo, 27, também teve mudança no que diz respeito à lista de espera. O novo período para que os candidatos manifestem o interesse em participar da lista de espera é de zero hora de 29 de janeiro às 23h59 de 5 de fevereiro, observando o horário oficial de Brasília. A partir desta edição, os candidatos selecionados em chamada regular não poderão mais participar da lista de espera.

ProUni – As inscrições para o processo seletivo do ProUni, diante das mudanças anunciadas no Sisu, serão realizadas de zero hora de 31 de janeiro até as 23h59 de 3 de fevereiro, pelo horário oficial de Brasília. Os resultados dos candidatos pré-selecionados em primeira chamada estarão disponíveis na página do programa a partir do dia 6 de fevereiro. Já a lista com os nomes dos selecionados em segunda chamada será divulgada no dia 20 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados no ProUni em primeira chamada deverão comparecer à instituição de ensino superior escolhida para entrega de documentação que comprove as informações prestadas no período de 6 a 14 de fevereiro. O prazo para quem for pré-selecionado em segunda chamada vai de 20 a 27 de fevereiro.

Fies – De acordo com o novo calendário divulgado nesta sexta-feira, 25, as inscrições para o processo seletivo do Fies, referente ao primeiro semestre de 2019, ocorrerão de zero hora de 7 de fevereiro às 23h59 de 14 de fevereiro, sempre de acordo com o horário oficial de Brasília. O resultado da pré-seleção para as modalidades Fies e P-Fies será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies deverão complementar e concluir sua inscrição no sistema FiesSeleção no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A convocação dos candidatos participantes da lista de espera ocorrerá de 27 de fevereiro a 10 de abril.

Os candidatos que tiveram a inscrição do primeiro e segundo semestres de 2018 postergadas deverão concluir a inscrição no sistema FiesSeleção entre zero hora de 28 de fevereiro e 23h59 de 11 de março, observando o horário oficial de Brasília.

 

Confira os editais Nº 5 e Nº 6, com os novos calendários

Acesse a página do Sisu

Acesse a página do ProUni

Acesse a página do Fies

Acesse o FiesSeleção

Assessoria de Comunicação Social

Inscrições para as mais de mil vagas de graduação no IFRN terminam na sexta, 25

Edital 43/2018, da Pró-Reitoria de Ensino (Proen) do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN),  divulgado em 7/12, tornou públicas as inscrições para os cursos superiores de Graduação ofertados pelo instituto. A Seleção, via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), tem prazo final essa sexta (25) às 23h59, de acordo com o horário oficial de Brasília/DF,  exclusivamente no Portal do SiSU. Caso o candidato não tenha acesso à internet, a inscrição poderá ser realizada presencialmente em qualquer um dos campi do IFRN, seguindo os horários pré-estabelecidos no Edital.

O documento traz os detalhes da seleção para as 366 vagas para os cursos de licenciatura (disponíveis em dez dos campi do Instituto), as 626 vagas para cursos de tecnologia (ofertadas em 12 campi), além das 40 vagas para o curso de Engenharia de Energias, no Campus Natal-Central. O edital completo (anexo) está disponível abaixo.

Nota final

Para efeito de cálculo da nota final do candidato serão utilizadas as notas obtidas nas avaliações de cada uma das áreas de conhecimento do Enem 2018 (Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Redação), não sendo atribuídos pesos diferenciados. O candidato que desejar participar da lista de espera deverá obrigatoriamente confirmar no Portal da Seleção Unificada o interesse na(s) vaga(s) durante o período especificado pelo Ministério da Educação, no Edital nº 83/2018. O processo seletivo do Sisu referente à primeira edição de 2019 será constituído de 1 (uma) única chamada regular, que será divulgada no dia 28 de janeiro de 2019.

Acesse

Edital Nº 43/2018 – Proen/IFRN

Site do Sisu

Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação Social e Eventos
Reitoria | IFRN
(84) 4005-0757

A escola de Ascenso Ferreira resultou num poema verdadeiramente genial

Resultado de imagem para ascenso ferreira

Ascenso era um poeta bem alinhado

O poeta pernambucano Ascenso Carneiro Gonçalves Ferreira (1895-1965), no poema “Minha Escola”, relembra a escola e a sua infância de sua época, quando o ensino era ministrado na base da palmatória.

MINHA ESCOLA
Ascenso Ferreira

A escola que eu frequentava era cheia de grades como as prisões.
E o meu Mestre, carrancudo como um dicionário;
Complicado como as Matemáticas;
Inacessível como Os Lusíadas de Camões!
À sua porta eu estacava sempre hesitante…
De um lado a vida… – A minha adorável vida de criança:
Pinhões… Papagaios… Carreiras ao sol…
Vôos de trapézio à sombra da mangueira!
Saltos da ingazeira pra dentro do rio…
Jogos de castanhas…
– O meu engenho de barro de fazer mel!
Do outro lado, aquela tortura:
“As armas e os barões assinalados!”
– Quantas orações?
– Qual é o maior rio da China?
– A 2 + 2 A B = quanto?
– Que é curvilíneo, convexo?
– Menino, venha dar sua lição de retórica!
– “Eu começo, atenienses, invocando
a proteção dos deuses do Olimpo
para os destinos da Grécia!”
– Muito bem! Isto é do grande Demóstenes!
– Agora, a de francês:
– “Quand le christianisme avait apparu sur la terre…”
– Basta.
– Hoje temos sabatina…
– O argumento é a bolo!
– Qual é a distância da Terra ao Sol?
– ? !!
– Não sabe? Passe a mão à palmatória!
– Bem, amanhã quero isso de cor…
Felizmente, à boca da noite,
Eu tinha uma velha que me contava histórias…
Lindas histórias do reino da Mãe-d’Água…
E me ensinava a tomar a benção à lua nova.

Site Poemas & Canções

Campus do IFRN tem inscrições abertas para propostas de Oficinas de Arte

Núcleo de arte da unidade Cidade Alta visa fomentar a produção cultural local

O IFRN – Cidade Alta tem o objetivo de selecionar cinco propostas de ocupação artística a serem realizadas no campus entre março e dezembro de 2019. O Edital lançado teve as suas inscrições abertas no dia 7 de janeiro, com data para fechamento em 17 de fevereiro.

As propostas de pessoa física – será priorizado o trabalho de artistas e grupos atuantes no cenário artístico e cultural do estado – devem ser enquadradas em uma das categorias: transmissão de conhecimento e formação com ênfase em uma linguagem artística ou manifestação cultural. Não haverá recompensação salarial.

“O objetivo desse edital é dar uma chance para as pessoas que querem oferecer oficinas de arte e não têm um espaço ocuparem as salas de arte do campus”, diz Nara Pessoa, coordenadora do Núcleo de Artes do IFRN Cidade Alta. As salas disponíveis para a realização das oficinas são as de teatro, dança, música e um ateliê de artes visuais. Segundo Nara, além de oferecer oportunidade para os artistas potiguares, o Instituto Federal também visa estreitar a relação desse campus com a comunidade externa, oferecendo diversas oficinas para uma comunidade que normalmente não teria acesso devido a questões financeiras ou de localização.

A inscrição deve ser feita, exclusivamente, pelo e-mail inscricoesnuartecal@gmail.com, onde os seguintes documentos precisam estar anexados: Formulário de solicitação de serviço voluntário (contido no Anexo I do Edital); Plano de trabalho (Referente ao Anexo II); Cópia legível de documento oficial com foto (RG, CNH ou Passaporte), CPF e cópia do comprovante de residência; e um Currículo do proponente e outros principais envolvidos no projeto.

EDITAL 

ANEXO I​

ANEXO II 

Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação Social e Eventos
Reitoria | IFRN

IFRN divulga resultado final de exame de seleção para 3.148 vagas

Por G1 RN

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) divulgou no final da manhã desta terça-feira (4) o resultado final do Exame de Seleção realizado para os cursos técnicos de nível médio na forma integrada, com ingresso no primeiro semestre letivo de 2019. Estão sendo ofertadas 3.148 vagas. Clique AQUI para ver a lista dos aprovados.

Vale ressaltar que os candidatos selecionados devem realizar as pré-matrículas entre 7 e 9 de janeiro de 2019, no campus selecionado nos horários estabelecidos no anexo VI do Edital. Setor responsável pela condução do Exame, a Coordenação de Acesso Discente afirma que as vagas das listas de reserva para pessoa com deficiência não ocupadas por não terem candidatos inscritos e/ou aprovados serão remanejadas para as demais listas após o período de matrícula.

Seleção

Realizado através de processo seletivo, o Exame de Seleção dará acesso a 3.148 vagas, distribuídas em 82 cursos técnicos integrados ao ensino médio, nos turnos matutino e vespertino, em 20 campi espalhados pelo Rio Grande do Norte. Voltado para estudantes que estejam concluindo ou já concluíram o ensino fundamental, 50% das vagas são reservadas a estudantes de escolas públicas por meio do Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC).

Calendário de matrículas para 2019 da Rede estadual de educação do RN é divulgado


Foto: SEEC/ASSECOM

A Secretaria da Educação e da Cultura do Rio Grande do Norte (SEEC) divulgou nesta terça-feira (25) o calendário de matrículas para o ano letivo de 2019 da rede pública. As escolas estaduais, de 1º a 30 de outubro, vão iniciar a atualização da oferta de vagas que serão disponibilizadas. O próximo ano letivo deve ser iniciado no dia 14 de fevereiro.

Paralelamente ao calendário, a SEEC também está lançando a campanha Chamada Escolar, destinada aos alunos que estão fora da escola. No período de 6 a 30 de novembro, esses alunos e seus responsáveis poderão fazer a matrícula pelo portal do SIGEduc (sigeduc.rn.gov.br) ou através do aplicativo Matrícula Escolar RN (disponível gratuitamente no sistema Android).

Uma vez realizada a inscrição via sistema, o responsável terá quatro dias úteis, a partir da solicitação e confirmação, para efetivar a matrícula na escola, apresentando toda a documentação do aluno.

Ensino médio e tempo integral

Paralelamente, no mesmo período (6 a 30 de novembro), também ocorrerão as matrículas para o ensino médio em tempo integral.

Caso o estudante ou responsável não consiga fazer a matrícula por essas plataformas, ele pode também fazê-la na própria escola ou na sede da Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) onde a escola está jurisdicionada ou, ainda, na Central de Matrículas, localizada no andar térreo da Secretaria de Educação, localizada no Centro Administrativo do Estado.

“Em 2018 foram ofertadas 240 mil vagas e em 2019 a expectativa é que esse número aumente”, comentou Ana Paula Flor, coordenadora da Central de Matrículas da SEEC.

Necessidades educacionais especiais

De 6 a 30 de novembro também acontecem as matrículas para os estudantes com necessidades educacionais especiais (NEE).

Renovação de veteranos

Em seguida, de 26 de dezembro a 18 de janeiro, será a vez dos alunos que vão fazer a renovação da matrícula dos alunos veteranos. A própria escola fará a solicitação no sistema.

Transferências

Os alunos da rede estadual de ensino que buscarem transferência para outra unidade da própria rede devem comparecer na secretaria da escola, no período de 26 de dezembro de 2018 até o dia 21 de janeiro de 2019. O mesmo prazo vale para as transferências dos alunos oriundos da rede municipal para a estadual de ensino. Os estudantes que por motivo pessoal desejem ser transferidos devem buscar a sua escola no período de 26 de dezembro até o dia final das demais transferências, dia 21/01/19.

O resultado das vagas concedidas e efetivação das solicitações de transferências serão publicadas no SIGEduc no dia 25 de janeiro e o responsável terá quatro dias úteis para levar toda a documentação do aluno e efetivar a vaga na escola.

Calendário de Matrículas da rede Estadual de Ensino do RN

Através do sigeduc.rn.gov.br ou aplicativo Matrícula Escolar do RN (Chamada Escolar)

Chamada Escolar (para novos estudantes e estudantes fora da escola): 6 a 30 de novembro.

Alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE): 6 a 30 de novembro.

Renovação dos alunos veteranos: 26 de dezembro de 2018 a 18 de janeiro de 2019.

Transferência automática (rede estadual e municipal); transferência por interesse próprio (rede estadual): 26 de dezembro de 2018 a 21 de janeiro de 2019.

Publicação do resultado das vagas concedidas para efetivação: 25 de janeiro de 2019.

Outras informações: (84) 3232-1324.

Montanhas RN – Escolas do município bate meta IDEB

004

Escolas do Município de Montanhas atinge meta do Ideb, as médias dos municípios são pelo desempenho apresentados pela Prova Brasil, bem como, (SAEB) Sistema de Avaliação da Educação Básica, podemos pesquisar clicando AQUI

Para pesquisa detalhada acesse AQUI

“O índice varia de 0 a 10 e a combinação entre fluxo e aprendizagem tem o mérito de equilibrar as duas dimensões. Se um sistema de ensino retiver seus alunos para obter resultados de melhor qualidade no Saeb ou na Prova Brasil, o fator fluxo será alterado, indicando a necessidade de melhoria do sistema. Se, ao contrário, o sistema apressar a aprovação do aluno sem qualidade, o resultado das avaliações indicará igualmente a necessidade de melhoria do sistema”.

“As metas projetadas são diferenciadas para cada unidade, rede e escola. Elas são apresentadas bienalmente, desde 2007 até 2021, de modo que os estados, municípios e escolas deverão contribuir em conjunto para que o Brasil atinja a meta 6,0 em 2022 – o mesmo patamar educacional da média dos países participantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)”.

Montanhas precisa melhorar, ainda mais, para que todas as escolas consigam, ao menos, conquistar as metas estabelecidas pelo Governo Federal. Para saber mais, acesse a página do Ideb.

IFRN oferta quase cinco mil vagas em cursos técnicos, graduação e de mestrado

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) está com cinco editais abertos de processos seletivos para cursos Técnicos Integrado ao Ensino Médio, Técnicos Subsequente, Técnico Integrado Proeja, para o Curso Superior de Licenciatura em Formação Pedagógica na modalidade educação a distância e para Mestrado em Educação Profissional. Ao todo, quase 5 mil vagas são ofertadas pela instituição, com acesso aos cursos já em 2019.1.

Vários públicos são atingidos por essas oportunidades: o Técnico Integrado é destinado a alunos que vão começar o ensino médio, o Proeja para quem não concluiu o ensino médio e tem mais de 18 anos, os cursos de Técnico Subsequente para pessoas que concluíram o ensino médio, o Curso de Licenciatura para graduados não licenciados e o Mestrado em Educação Profissional para quem possui diploma de graduação ou equivalente.

Fora a inscrição para a seleção do Curso Superior de Licenciatura em Formação Pedagógica (cujo fim do prazo é no dia 23/08), as inscrições ficam abertas até o dia 03/09, com a possibilidade de fazer o pagamento da taxa de R$ 30,00 até o dia 04/09. O interessado em participar deve fazer login no Portal do Candidato para fazer a inscrição, gerar o boleto de pagamento e acompanhar a sua inscrição. Também é por meio dele que o participante pode requisitar isenção da taxa (até o dia 20 de agosto para Técnico Integrado e até o dia 22 de agosto para Técnico Subsequente e Proeja); a seleção do Curso Superior de Licenciatura não cobra taxa de inscrição e a do mestrado abrirá inscrições no dia 1º de setembro, terminando no dia 28 de setembro.

A seleção para o Curso Superior de Licenciatura e para o Mestrado em Educação Profissional se dará por processo classificatório e eliminatório baseado no tempo de exercício docente do candidato. Já para os cursos técnicos, haverá a realização de provas. O exame de seleção para Técnico Integrado acontecerá no dia 14 de outubro, das 13h às 17h, e na semana seguinte, no dia 21 de outubro, serão realizadas as provas para Técnico Subsequente e Proeja, das 8h às 12h. É necessário levar documento original com foto para participar da aplicação da prova.

Links

Portal IFRN

Portal do Candidato

Exame de Seleção (cursos técnicos integrados ao ensino médio)

Técnico subsequente (cursos técnicos para quem já concluiu o ensino médio)

Técnico ProEJA (cursos técnicos para quem tem 18 anos ou mais e não fez o ensino médio)

Curso Superior de Licenciatura: Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados na modalidade Educação a Distância (UAB)

Mestrado em Educação Profissional

Montanhas RN – Município construindo Escola


Crédito: Blog Montanhas em Ação 

                               O Prefeito do município de Montanhas Manuel Gustavo, inicia obras de construção para uma escola na Zona Rural localizada na comunidade da Curimatã, o objetivo é atender a demanda escolar daquela região e que as crianças não precisem de tanto esforço para se deslocar à sede do município.

                               A obra já está em atividade bem avançada na sua edificação, com acompanhamento da equipe da engenharia do município e o Blog Montanhas em Ação esteve no local, acompanhado do Secretário de Obras que pode fotografar o espaço físico, podemos ver nas fotos a sua estrutura.

Fotos:

IFRN abre mais de 3 mil vagas para cursos técnicos

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte divulgou o Edital Proen/IFRN n° 29/2018 que trata do Exame de Seleção 2019. O Exame dará acesso a 3.148 vagas para 82 cursos técnicos integrados ao ensino médio, distribuídos em 20 campi do RN. Voltado para estudantes que estejam concluindo ou já concluíram o ensino fundamental, 50% das vagas são reservadas a estudantes de escolas públicas. As vagas são para os turnos matutino e vespertino.

Inscrições e pagamentos

As inscrições para o Exame de Seleção começam no dia 10 de agosto e vão até o dia 03 de setembro, devendo feitas no Portal do Candidato. O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30, deve ser efetuado até o dia 4/9. A solicitação de isenção da taxa de inscrição pode ser realizada entre os dias 10 e 20 de agosto, com resultado final previsto para ser divulgado no dia 29. Os alunos participantes do Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania (ProITEC), conforme orientações constantes no Edital 29/2018, estão isentos dessa taxa.

Prova e resultados

As provas do Exame de Seleção serão aplicadas no dia 14 de outubro de 2018. No dia da prova, os participantes devem comparecer ao local definido portando documento oficial com foto, cartão de inscrição impresso e com uma caneta esferográfica transparente preta. O resultado final está previsto para ser publicado no dia 04 de dezembro de 2018. Os candidatos aprovados devem realizar as pré-matrículas entre 07 e 09 de janeiro de 2019, no campus selecionado para ingresso.

Cronograma

A quem interessa: Alunos concluintes do 9º ano e/ou que já concluíram o ensino fundamental;

Data das inscrições: 10/8 a 3/9/2018;

Data da prova: 14/10/2018;

Horário da prova: 13h às 17h (horário oficial local);

Local: Definido no cartão de inscrição do aluno;

Resultado final: 4/12/2018;

Pré-matrícula: 7 a 9/1/2019.

BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL. QUE PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA !!!

Já está disponível na Internet, através do site http://www.wdl.org
É uma notícia QUE NÃO SÓ VALE A PENA REENVIAR MAS SIM É UM DEVER
ÉTICO, FAZÊ-LO!

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta.

Tem, sobretudo, caráter patrimonial” , antecipou em LA NACION Abdelaziz Abid, coordenador do projecto impulsionado pela UNESCO e outras 32 instituições. A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser “com valor de patrimônio, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes:árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas”.

Os tesouros incluem o Hyakumanto darani , um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos azetecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvelando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia.

Embora seja apresentado oficialmente na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do sítio:
http://www.wdl.org

O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar directamente pela Web , sem necessidade de se registrarem..

Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português), embora os originas existam na sua língua original.

Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cômoda e minuciosa.

Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das “Fábulas” de La Fontaine , o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutemberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A .C.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está sobretudo destinada a investigadores, professores e alunos.

MUITO RICO. GUARDE OS SITES. VOCÊ PODE VIR A PRECISAR. NEM QUE SEJA POR CURIOSIDADE.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO REALIZOU CAMPEONATO ENTRE ESCOLAS DO MUNICÍPIO

A Copinha do Mundo de Montanhas aconteceu neste sábado, dia 16 de junho e contou com a participação das escolas da rede municipal, que representaram alguns países participantes da Copa do Mundo na Rússia.

O evento tinha como objetivo incentivar o esporte, como também, trazer um pouco deste evento mundial para nossa cidade.

A Secretaria Municipal de Educação agradece a todos os envolvidos na realização deste evento, e parabeniza as escolas vencedoras:

1º Lugar (ouro) – Inglaterra (E. M. Boa Esperança)

2º Lugar (prata) – Argentina (E. M. Jessé Pinto Freire)

3º Lugar (bronze) – Alemanha (E. M. Grimaldi Ribeiro)

Veja algumas fotos do evento:

Acompanhe todas as fotos através do link da Secretaria de Educação CLICANNDO AQUI

 

MEC divulga aprovados do Sisu no 2º semestre

O resultado da chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgado nesta segunda-feira (18). As inscrições para a segunda edição da seleção foram finalizadas às 23h59 de sexta-feira (15). O sistema foi aberto na última terça-feira (12).

Veja a lista de selecionados no site do Sisu

Até as 19h do último dia de inscrições, foram registrados 469.343 inscritos em vagas de instituições públicas brasileiras de educação superior de todo o país. Como cada candidato pode escolher até duas opções de cursos, o total de inscrições chegou a 900.299, segundo o Ministério da Educação (MEC).

O Sisu é uma plataforma MEC que seleciona estudantes para instituições públicas (federais e estaduais) de ensino superior usando a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ao todo, são oferecidas 57.271 vagas em cursos de 68 instituições de ensino superior. 

Foi possível alterar as opções de curso enquanto o sistema esteve aberto. Será considerada válida apenas a última inscrição realizada. O Sisu selecionará os candidatos melhores classificados em cada curso, por modalidade de concorrência, de acordo com suas notas no Enem.

Nota mínima

Algumas instituições participantes do Sisu adotam pesos diferenciados para as provas do Enem. Esta informação está disponível para o candidato no momento da inscrição. Quando o candidato se inscrever para cursos em que a instituição adotou peso diferenciado para determinada prova do Enem, o sistema fará automaticamente o cálculo, de acordo com as especificações da instituição, gerando uma nova nota. Por isso, um candidato pode ter notas diferentes para cursos diferentes.

Além disso, algumas instituições de ensino adotam uma nota mínima para a inscrição em determinado curso. Ao pleitear uma vaga, o aluno é informado se sua nota obtida é suficiente para concorrer àquele curso. Se não for, ele pode optar por outro curso ou outra instituição.

Datas

Haverá uma única chamada de aprovados, no dia 18 de junho. Os convocados deverão comparecer para matrícula entre os dias 22 e 28 de junho, conforme os horários e locais de atendimentos especificados pelas instituições.

Caso o candidato não seja selecionado, ou tenha sido chamado apenas para a segunda opção de curso, ainda poderá se inscrever na lista de espera, entre 22 e 27 de junho. As convocações dos candidatos em lista de espera pelas instituições começa em 3 de julho e vão até 21 de agosto. (MSN)

INEP divulga ranking das melhores escolas do Rio Grande do Norte; Veja as 30 melhores colocadas

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), órgão do Ministério da Educação, divulgou os microdados do Enem 2017. Segundo o MEC, tais informações permitem análises mais aprofundadas por parte de pesquisadores, jornalistas e gestores públicos.

Dentre outras consequências esses dados são usados para construir o ranking das melhores escolas de cada estado. No Rio Grande do Norte, o Colégio Ciências Aplicadas ficou em primeiro lugar, o Over Colégio e Curso, em segundo, e o CEI Romualdo na terceira colocação. Mesmas colocações do ano anterior.

Confira a relação com as escolas melhores classificadas no RN

1- COLÉGIO CIÊNCIAS APLICADAS = 682,93
2- OVER COLÉGIO E CURSO – NATAL = 647,87
3- CEI ROMUALDO = 645,56
4- MARISTA = 642,83
5- CEI MIRASSOL = 639,73
6- OVER COLÉGIO E CURSO – N. PARNAMIRIM = 616,44
7- FACEX – UNIDADE ZONA SUL = 616,14
8- SALESIANO DOM BOSCO = 615,14
9- IFRN – CAMPUS NATAL – CENTRAL = 614,14
10- IFRN – CAMPUS MOSSORO = 607,69
11- SALESIANO SAO JOSE = 602,92
12- HENRIQUE CASTRICIANO = 602,62
13- COLÉGIO MATER CHRISTI = 600,44
14- COLÉGIO DIOCESANO SANTA LUZIA = 597,90
15- COLÉGIO MARIE JOST = 595,46
16- CEAM = 593,87
17- IFRN – CAMPUS PARNAMIRIM = 593,63
18- IFRN – CAMPUS S. G. DO AMARANTE = 591,43
19- NEVES = 586,89
20- IFRN – CAMPUS CURRAIS NOVOS = 586,70
21- IFRN – CAMPUS NATAL – CIDADE ALTA = 586,25
22- INSTITUTO REIS MAGOS = 586,00
23- IFRN – CAMPUS NATAL – ZONA NORTE = 584,57
24- COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE = 583,49
25- CEI – ZONA SUL = 583,10
26- CONTEMPORÂNEO LAGOA NOVA = 581,91
27- MARISTELLA = 581,75
28- IFRN – S.P. DO POTENGI = 577,08
29- CONTEMPORÂNEO CIDADE VERDE = 576,55
30- MASTER = 574,87

De acordo com o professor Carlos André, diretor do Over Colégio e Curso, alcançar esse referencial no meio de escolas que existem há décadas, algumas inclusive que são centenárias, é um motivo de muito orgulho. “Apesar de estarmos comemorando em 2018 os 20 anos do cursinho, a nossa escola ainda não completou 10. Esse é um resultado que nos deixa muito felizes porque gera um reconhecimento muito importante”.

Estar entre as melhores escolas, segundo Carlos André, mostra que a escola está no caminho certo. “Como é algo que já é uma repetição indica que já solidificamos a posição, o que nos leva a acreditar que a partir de então é só subir. A gente aproveita para agradecer toda a equipe porque esse é um resultado coletivo em que, sem dúvida, todo integrante da escola plantou uma sementinha para que isso acontecesse e florescesse”.

Do Agora RN

Montanhas RN – Secretaria de Educação divulga resultado do Mais Alfabetização

Depois de divulgar, receber os currículos, classificar e chegar a fase conclusiva de avaliação, a Secretaria de Educação do Município de Montanhas, divulga o resultado final dos que foram aprovados e os que ficaram classificados em cadastro reserva.

O certame foi publicado no Diário Oficial do Município, clique AQUI, ou ainda podendo acessar através do: www.montanhas.rn.gov.br e ir para o Diário Oficial http://montanhas.rn.gov.br/diario-oficial-municipal/ , verifique sua classificação e se o seu nome foi aprovado.

Acompanhe abaixo a relação:

RESULTADO FINAL DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2018 – SME
CANDIDATO PROVA ESCRITA CURRÍCULO DIPLOMA OU

DECLARAÇÃO

CURSO DE 100 H TOTAL RESULTADO

 

01 SEVERINA DO RAMO DE OLIVEIRA 29,33 5 30 10 74,33 APROVADA
02 KATIANA ROGERIA BEZERRIL 34,67 5 30 0 69,67 APROVADA
03 ROSILMA LINO DA SILVA NERIS 34,67 5 30 0 69,67 APROVADA
04 DÉBORA LAÍS DE SOUZA MEDEIROS COSTA 26,67 5 30 5 66,67 APROVADA
05 MARLUCE SERAFIM DE OLIVEIRA 24,00 5 30 5 64,00 APROVADA
06 ALVANEIDE MEDEIROS DE SOUZA 26,67 5 30 0 61,67 APROVADA
07 MARIA DA PIEDADE DAMIÃO SOUZA BALDUINO 21,33 5 30 5 61,33 CADASTRO RESERVA
08 FERNANDA LUIZ DO ROSÁRIO 21,33 5 30 5 61,33 CADASTRO RESERVA
09 GEYSIKA KARINNE DA SILVA MARQUES 21,33 5 30 5 61,33 CADASTRO RESERVA
10 LUZIA OLIVEIRA 21,33 5 30 5 61,33 CADASTRO RESERVA
11 RAYANE GOMES DA SILVA 26,67 5 30 0 61,67 CADASTRO RESERVA
12 ADRIELE VARELA DA COSTA 21,33 5 30 0 56,33 CADASTRO RESERVA
13 LORRANE COSTA DE OLIVEIRA 21,33 5 30 0 56,33 CADASTRO RESERVA
14 LUCITÂNIA MEDEIROS DE SOUZA 16,00 5 30 5 56,00 CADASTRO RESERVA
15 ANIELI FELIX DE LIMA OLIVEIRA 29,33 5 20 0 54,33 CADASTRO RESERVA
16 SÔNIA MARIA DA SILVA 18,67 5 30 0 53,67 CADASTRO RESERVA
17 FABIANA PAULO DE CARVALHO AMARO 13,33 5 30 5 53,33 CADASTRO RESERVA
18 MARIA DA CONCEIÇÃO CORDEIRO DA SILVA 13,33 5 30 5 53,33 CADASTRO RESERVA
19 GUIOMAR MALAQUIAS DE FARIAS BARBOSA 10,67 5 30 0 45,67 CADASTRO RESERVA

Obs: A ordem de classificação se deu conforme item 7.8 do presente edital.
Montanhas, 04 de maio de 2018.
Comissão da Seleção Pública dos Assistentes de Alfabetização Voluntários do Programa Mais Alfabetização
Portaria Nº 014/2018, 18 de abril de 2018

 

 

 

 

 

 

Inscrições no Enem começam segunda-feira

BRASÍLIA – As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam às 10h de segunda-feira, 7, e vão até o dia 18 de maio. Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa de inscrição no Enem devem se inscrever, na Página do Participante.

O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, pode ser feito até o dia 23 de maio, nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

Para fazer a inscrição, o participante deverá apresentar o número do CPF e do documento de identidade e criar uma senha. O número de inscrição gerado e a senha cadastrada deverão ser anotados em local seguro, pois serão solicitados para o acompanhamento da situação da inscrição na Página do Participante. Esses dados também serão usados para consulta do Cartão de Confirmação da inscrição e para a obtenção dos dados individuais dos candidatos.

Na hora da inscrição, o candidato deverá informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que serão usados para enviar informações sobre o exame. Também deve ser indicado o município onde o candidato quer realizar o exame e a língua na qual quer fazer a prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

Atendimento. O candidato que necessitar de atendimento especializado ou específico deve fazer essa solicitação no ato da inscrição. O atendimento especializado pode ser pedido para pessoas com problemas como baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, deficiência intelectual, dislexia ou autismo.

O atendimento específico pode ser solicitado para gestante, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar ou com outras condições específicas.

Os candidatos travesti ou transexuais que desejarem também poderão pedir atendimento pelo nome social.

Provas. As provas do Enem deste ano serão realizadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. o primeiro dia da prova, que reúne redação e questões de linguagens e ciências humanas, terá cinco horas e meia de duração e o segundo dia, com questões de ciências da natureza e matemática, terá cinco horas.

Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no ensino superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

IFRN começa a entrega do material didático para inscritos no ProITEC

O Programa de Iniciação Tecnológica e Cidadania do IFRN (ProITEC) distribui, entre 16 e 20 de abril, o material didático (livro texto, livro de atividades e DVD com teleaulas) para subsidiar os estudos ao Exame de Seleção do Instituto. A entrega do material é, também, a confirmação de inscrição no programa.

Documentos

É necessário que o candidato, ou o responsável pelo mesmo, leve toda a documentação pedida no Edital, e confira o horário de atendimento de cada campus. A homologação das inscrições estará disponível no Portal do Candidato a partir de 8 de maio. Já o cartão de inscrição estará disponível para impressão a partir do dia 29 de junho; a aplicação das provas está agendada para 8 de julho de 2018, das 13h às 17h.

Para receber o kit, os inscritos devem ir ao campus para o qual fizeram inscrição levando a seguinte documentação:

a)     Uma foto 3×4 recente;

b)     Documento de identificação, em conformidade com o item 6 do edital, registrado no ato da inscrição (fotocópia e original);

c)     Comprovante de pagamento da taxa de inscrição (fotocópia e original);

d)     A certidão/declaração escolar que comprove a escolaridade (fotocópia e original) – modelo no Anexo III do Edital, para matriculados no 9º ano do Ensino Fundamental da rede pública;

e)     Histórico Escolar do Ensino Fundamental (fotocópia e original), para os que tenham concluído todo o Ensino Fundamental na rede pública.

O Programa

O ProITEC é um programa que objetiva o aprofundamento de aprendizagem de alunos das escolas da rede pública de ensino, contemplando as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Ética e Cidadania. Para participar do Programa, é necessário que o aluno tenha feito do 1º ao 9º do ensino fundamental em escolas da rede pública, ou que esteja concluindo ou que já tenham concluído.

Acesse

Página do ProITEC 2018
Edital ProITEC
Portal do Candidato

Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação Social e Eventos
Reitoria | IFRN
(84) 4005-0757

Trabalhadores em educação da Rede Estadual entram em greve por tempo indeterminado

 

Créditos: Lenilton Lima

Por:  SINTE/RN

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual decidiram entrar em greve, por tempo indeterminado, na tarde desta quinta-feira (22). A deflagração aconteceu em assembleia da categoria, que estava repleta de professores, funcionários e profissionais aposentados.

A principal reivindicação dos profissionais da educação estadual é o pagamento da correção de 6,81% do Piso Salarial 2018, que até o momento não aconteceu. Os trabalhadores não aceitaram nenhuma das propostas apresentadas pelo governo para implementar o Piso.

GOVERNO NÃO APRESENTOU PROPOSTA QUE RESPEITE A LEI DO PISO

O governo não apresentou nenhuma proposta que chegasse ao patamar mínimo do que diz a Lei do Piso Nacional Salarial. Primeiro propôs parcelar o Piso em 5 parcelas, de julho a novembro, sem citar o pagamento do retroativo. A categoria avaliou, em assembleia dia 16 de março, e não aceitou. Depois o Executivo disse que iria pagar a correção salarial em abril, apenas para ativos, e iria dividir em 6 parcelas o pagamento para os aposentados, isso mais uma vez sem falar em retroativo.

A coordenadora geral do SINTE/RN, professora Fátima Cardoso, justifica a greve dos profissionais da educação estadual: “Os trabalhadores não aguentam mais serem massacrados pelo governo Robinson. Nossa pauta já acumula 51 itens. Nem mesmo o Piso o governo quer pagar como manda a lei. Por isso, os profissionais decidiram dar um basta e decretar greve. Não há outra saída. A greve é o último recurso que um trabalhador possui”.

CORREÇÃO DO PISO NÃO É O ÚNICO MOTIVO DA GREVE

Além da correção do Piso, os profissionais da educação do Estado também reivindicam melhorias nas condições de trabalho e o pagamento de direitos que vêm sendo negados: “As escolas estão em estado de calamidade. Faltam materiais, professores… isso sem falar nos direitos que o governo não vem concedendo aos trabalhadores. Portanto, é greve. Não resta outra alternativa”, afirmou o coordenador geral do SINTE/RN, professor José Teixeira.

ENCAMINHAMENTOS

A assembleia também aprovou os seguintes encaminhamentos:

Os professores devem retornar nesta sexta-feira (23) as escolas para conversar com alunos e pais sobre a deflagração da greve;

Visitas as escolas para avaliar o quadro de adesão à greve nos dias 26 e 27 de março;

Mobilização na Avenida Itapetinga, Zona Norte de Natal. Dia 28/03, às 15h, concentração nas proximidades da Biblioteca. As escolas da Zona Norte devem participar;

Assembleia da Rede Estadual. Dia 02/04, às 8h30, na Escola Estadual Winston Churchill. Em pauta a avaliação da greve.