Category Archives: Violência

Em discurso, Biden chama Putin de ditador e acusa a Rússia de cometer genocídio na Ucrânia

Foto: poder360.com.br

Em pronunciamento oficial em um comício no estado de Iowa, nesta quarta-feira (13), Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, falou sobre a guerra no Leste Europeu, que já se estende por 50 dias. De acordo com o mandatário norte-americano, o governo de Vladmir Putin está cometendo um “genocídio” na Ucrânia. 

O comentário de Biden foi suscitado após o mandatário analisar o aumento de preço dos combustíveis, que foi fomentado depois da invasão das tropas russas ao território ucraniano. Ainda conforme palavras do presidente, o seu governo não está poupando esforços para lidar com a “manipulação”promovida por Putin. 

“Estou fazendo tudo ao meu alcance com ordens executivas para baixar os preços e lidar com a manipulação de preços causada por Putin. O orçamento de suas famílias, sua capacidade de encher o tanque, nada disso deve depender de um ditador declarar guerra e cometer genocídio do outro lado do mundo”, acrescentou, em referência a Putin e à Ucrânia”, ressaltou Biden. 

Nas últimas semanas, Biden, o qual já classificou Putin como “carniceiro”, vem subindo o tom contra o presidente russo e o Kremlin, acusando-os de cometerem crimes de guerra contra civis do país vizinho. Questionado sobre os mais de 250 corpos encontrados na cidade de Bucha, o mandatário americano classificou o ato justamente como “crimes de guerra”. 

Em relação às ações bélicas das tropas russas, de acordo com relatório produzido pelo Departamento de Estado Americano, uma investigação formal foi finalizada, a qual teve o objetivo de apurar se o exército russo cometeu atos de genocídio contra a população local. Caso sejam confirmados, os responsáveis podem responder a processos criminais nos tribunais dos EUA ou em nível internacional.

Com PN

Ministra ucraniana ironiza “gesto de boa vontade” dos militares russos em relação à guerra

Foto: dw.com

Em pronunciamento oficial, nesta quarta-feira, Iryna Vereshchukice, vice-primeira-ministra da Ucrânia, comentou sobre a atual situação do confronto bélico entre o seu país e a Rússia, que já se estende por mais de 1 mês. De forma irônica, a dirigente analisou a ação de retirada das tropas russas de Kiev e Kharkiv, classificada pelo Kremlin como um “gesto de boa vontade”. 

Como justificativa ao seu parecer, a vice-primeira ministra afirma que a saída dos militares russos das duas cidades ucranianas não se constituiu como um ato de boa vontade de Vladimir Putin, mas uma ação soberana do povo do seu país. “Não foi um gesto de boa vontade antes da próxima rodada de negociações, como as autoridades russas estão tentando apresentar. Foi um gesto da vontade de ferro de nosso exército, governo e todo o povo ucraniano”, ressaltou Vereshchuk. 

Em mensagem aos cidadãos, a ministra ressaltou a necessidade dos moradores, sobretudo de Kharkiv e das áreas separatistas de Lugansk e Donetsk, deixarem suas casas imediatamente, como uma forma de preservar suas vidas, uma vez que as tratativas de paz ainda estão sendo discutidas. “É necessário agora, porque então as pessoas estarão sob fogo cruzado e ameaçadas de morte. Será quase impossível parar o fogo. É necessário evacuar enquanto houver essa possibilidade”, enfatizou. 

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, enfatizou que os militares do seu país não mataram civis nessas regiões do leste da Ucrânia. Ademais, o representante do governo russo reiterou a “ação de boa vontade” que os soldados demonstraram no que tange aos civis da nação vizinha. “Decidimos dar este passo como um gesto de boa vontade para criar condições favoráveis. Podemos tomar decisões sérias durante as negociações e, portanto, o presidente Putin ordenou a retirada das tropas da região”, declarou. 

Policiais do Destacamento de Montanhas realizam trabalhos de destaque

O Blog Montanhas em Ação recebeu informações do Secretario Municipal de Ordem Pública e Segurança, Marcell Pimentel que aponta o respeito e a qualidade dos serviços realizados no Município e, neste domingo (03), motivo para parabenizar todo efetivo sob o Comando do Destacamento Sargento Alexandre.

Em Conversa com Marcell, obtivemos o relato do fato ocorrido na manhã de domingo em Montanhas, por volta das 06h:30min. Resultando efeito em grande estilo. O Secretário nos repassa as informações recebidas do Comandante do Destacamento de Montanhas.

O Destacamento na oportunidade com a composição do Sargento Alexandre e o Sargento Ramalho, receberam as informações da vítima Sr. Paulo Roberto da Silva, que 02 elementos chegaram em uma moto preta, em frente ao seu estabelecimento comercial, onde um deles estava armado, portando um revólver, anunciaram o roubo de uma motocicleta Honda CG 125, vermelho, de ano e modelo 2012/2013.

A Polícia de Montanhas diante das informações, de imediato, acionou a VTR de Pedro Velho e ambos foram em direção à captura dos elementos. Iniciando o percurso pelo “Sítio Reta”, o cerco conjunto resultou em ação positiva na captura do veículo.

As informações do Sargento Alexandre, aponta para o fato de que os meliantes abandonaram a motocicleta depois que bateram no muro em uma estrada que dar acesso à RN 269, fugindo com destino ignorado. A Polícia continua na captura desses elementos e qualquer informação é importante para o sucesso da operação.

A motocicleta foi entregue ao seu legítimo proprietário horas depois, lamentamos o acontecimento, pelo veículo ter sofrido alguns danos. Pontuou Sargento Alexandre ao Secretário na ocasião.

O importante é que Montanhas estar se sentindo com mais segurança, os acontecimentos nesta área, tem diminuído e a vigilância tem aumentada. Parabéns para os policiais e muita segurança nas operações por diante.

Ação rápida da Polícia Militar recupera motocicleta roubada em Montanhas e prende o responsável pelo crime

O Blog Montanhas em Ação teve acesso as informações através do Secretário Municipal de Ordem Pública e Segurança, Marcell Pimentel, sobre o acontecimento do roubo de uma motocicleta em Montanhas, no bairro Boa Esperança, na ultima sexta-feira (25). Em face do acontecimento relata o Secretário:

Foto: 10ª CIPM

Na última sexta-feira, ocorreu um roubo de uma motocicleta no bairro Boa Esperança, em Montanhas. Onde o indivíduo, de posse de uma pistola de brinquedo, rendeu a ocupante do veículo e o subtraiu. Imagens de câmeras residenciais mostraram o momento da ação criminosa.

Imagem de reprodução internet

Acionada, a Polícia Militar empreendeu diligências e, monitorando o elemento, agente desta ação, conseguiu ainda no sábado realizar a prisão do indivíduo, recuperando o veículo que foi encontrado na cidade de Pedro Velho.

Uma resposta rápida que mostra um trabalho eficiente e efetivo entre o policiamento da região, que faz parte da 10° Companhia Independente de Polícia Militar de Canguaretama. Na ocasião, participaram o GTO e o efetivo do município de Vila Flor. Pontuou o Secretário de ordem pública e segurança.

A comunicação entre os efetivos da região tem resultado numa integração, possibilitando maior amplitude nas ações ostensivas, resultando em bom número de êxito nas ocorrências policiais.

O município de Montanhas, parceiro da Polícia, mais uma vez, agradece o empenho de toda a corporação pelo forte trabalho que vem sendo desenvolvido. Destaca Marcecll Pimentel.

Informações obtidas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública e Segurança junto ao comando local da PM. Imagens oriundas da 10° CIPM.

“Pelo amor de Deus, este homem não pode permanecer no poder”, diz Biden sobre Putin

Após visitar refugiados ucranianos na Polônia, presidente americano fez duras críticas a Vladimir Putin, a quem chamou de “carniceiro”.

© Aleksandra Szmigiel/REUTERS Biden fez discurso na capital polonesa, após conversar com refugiados ucranianos.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou neste sábado (26/03) que seu homólogo russo, Vladimir Putin, “não pode permanecer no poder”. Foi a primeira vez que Washington pediu uma mudança de governo na Rússia devido à guerra na Ucrânia.

“Pelo amor de Deus, este homem não pode permanecer no poder”, disse Biden ao terminar um discurso em Varsóvia, na Polônia, após conversar com refugiados ucranianos.

Ele também disse que a guerra na Ucrânia já se tornou um “fracasso estratégico para a Rússia” e que “o rublo foi reduzido a escombros”.

Mais uma vez, o democrata advertiu Putin de que haverá consequências se as tropas russas entrarem dentro do território da Otan. “Nem pense em mover-se um centímetro dentro do território da Otan”, alertou.

O governante dos EUA também aproveitou a ocasião para enviar uma mensagem de solidariedade à Ucrânia e disse ao povo russo que “eles não são inimigos” dos EUA e que Putin devolveu seu país “ao século 19”.

O presidente dos EUA também disse que não tem certeza se a Rússia mudou sua estratégia na guerra na Ucrânia, depois que o Kremlin anunciou que sua prioridade agora é “libertar” totalmente a região separatista do Donbas, no leste da Ucrânia.

Visita a centro de refugiados

Antes do discurso, ao conversar com repórteres, Biden chamou Putin de “carniceiro”, ao ser questionado pela imprensa sobre sua reação ao ver o sofrimento dos refugiados.

Biden visitou o Estádio Nacional de Varsóvia, convertido em um centro de refugiados para acolher algumas das mais de 2,17 milhões de pessoas que fugiram da Ucrânia para a Polônia desde o início da guerra.

Durante a visita, Biden conversou com vários refugiados ucranianos, abraçou uma mulher e pegou uma menina no colo.

Mais tarde, afirmou à imprensa que algumas crianças lhe pediram para orar por seus pais, avós ou irmãos que estão na Ucrânia lutando contra as forças russas.

“Lembro como é ter alguém em uma zona de guerra”, disse o presidente americano, referindo-se a seu filho Beau, que morreu em 2015 de câncer no cérebro e que combateu no Iraque.

“Toda manhã você acorda e se pergunta. Você só quer rezar para não receber essa ligação. Este é um grupo maravilhoso de pessoas”, acrescentou.

© Evan Vucci/AP/picture alliance Biden visitou centro de refugiados em Varsóvia

Encontro com o presidente polonês

Também neste sábado, Biden se reuniu com o presidente polonês, Andrzej Duda, e procurou tranquilizar o governo da Polônia sobre o compromisso de Washington com a defesa da Europa Oriental. Ele reiterou que o pacto de defesa mútua da Otan é um “compromisso sagrado” para os Estados Unidos.

“Sua liberdade é nossa”, disse Biden. “Estou confiante de que Vladimir Putin estava contando com uma divisão da Otan”, acrescentou Biden sobre o presidente russo. “Mas ele não foi capaz de fazer isso. Nós todos ficamos juntos.”

Como o maior membro da Otan no antigo bloco oriental, a Polônia está desempenhando um papel fundamental na resposta ocidental à invasão da Rússia. O presidente dos EUA observou que a Polônia vem “assumindo uma grande responsabilidade, mas isso tudo deveria ser responsabilidade da Otan”.

Mais cedo, Biden participou de conversas entre integrantes dos governos dos EUA, Polônia e Ucrânia sobre a resposta global ao conflito.

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, e o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, participaram da reunião junto com o ministro do Exterior da Ucrânia, Dmytro Kuleba, e o ministro da Defesa do país, Oleksii Reznikov.

As autoridades discutiram “o compromisso inabalável dos EUA com a soberania e a integridade territorial da Ucrânia”, disse a repórteres o porta-voz do Departamento de Estado Ned Price.

Durante sua viagem pela Europa, que começou na quarta-feira, Biden também visitou os militares dos EUA perto da fronteira com a Ucrânia e participou em Bruxelas de três cúpulas – da Otan, do G7 e da União Europeia (UE) – focadas na invasão russa da Ucrânia.

le (EFE)

“Os EUA estão atrapalhando as negociações de paz”, afirma ministro russo

Foto: brasil247.com

Em pronunciamento através de relato oficial, nesta quarta-feira, Anatov Antolov, embaixador da Rússia nos Estados Unidos, criticou o pedido das autoridades ucranianas para o envio de armas às tropas do país, a fim de combater a ofensiva russa. De acordo com o dirigente, “a militarização da Ucrânia representa uma ameaça direta à segurança europeia e global”.

Como forma de justificar sua declaração, Antolov, que tem criticado reiteradamente o posicionamento dos EUA em relação à guerra, ressalta que há um perigo real de que as armas caiam nas mãos do que ele classificou como “terroristas”. O conflito bélico entre as nações do Leste Europeu entra hoje em seu 28º dia. 

No que concerne aos tratados de paz que o Kremlin vem estabelecendo com Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, Sergey Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, concorda com Antolov e acusa o governo de Joe Biden de supostamente atrapalhar as negociações de cessar fogo. “O lado ucraniano muda constantemente de posição. É difícil evitar a impressão de que nossos colegas americanos estão segurando as mãos”, salientou.

Após um toque de recolher de 35 horas, a prefeitura de Kiev, capital da Ucrânia, registrou bombardeios aéreos, que culminaram na destruição de casas e prédios em chamas. Conforme relatado pelo governo ucraniano, hoje haverá ao menos nove corredores de evacuação em quatro regiões do país, nas áreas de Donetsk, Zaporizhzhia, Kiev, e Lugansk.

Com PN Notícias

Mulheres no Vaticano, mais um avanço cristão do Papa Francisco contra o conservadorismo

Mulheres também poderão chefiar departamentos do Vaticano

Por: Pedro do Coutto

Ao alterar a Constituição administrativa do Vaticano, permitindo que mulheres possam dirigir departamentos da Igreja de Roma, o Papa Francisco, cuja presença na Cátedra de São Pedro representa um avanço do reformismo, deu mais um passo para não só modernizar a Igreja, como também envolvê-la ainda mais nos princípios do cristianismo, na medida em que Jesus Cristo e sua mensagem eterna ao defender a valorização dos seres humanos, não distinguiu ou separou homens e mulheres.

Todos nós somos seres humanos e, na realidade, no fundo da questão, o cristianismo de ontem é o humanismo de hoje. Humanismo desprezado, sobretudo por pessoas como Vladimir Putin massacrando a Ucrânia em pleno século XXI.

SEQUÊNCIA – A decisão do Papa Francisco em matéria de reforma cristã (mais cristianismo, menos catolicismo), dá sequência a uma outra grande reforma da Igreja em 1959 quando João XXIII substituiu Pio XII que faleceu e que foi considerado um Papa pelo menos silencioso em relação ao nazismo. Pio XII não formulou um protesto sequer, não só contra a guerra em si que começou em 1939, mas contra o holocausto dos judeus deflagradao por Hitler a partir de 1933.

A Reforma do Papa Giovanni Roncalli (João XXIII) foi extraordinária a partir da Encíclica Pacem in Terris, a primeira do Vaticano a respeito dos humanos se realizarem tanto na terra quanto no céu. Antes,  o paraíso era oferecido a todos no sentido Divino. Mas, e a realização terrena? A mensagem cristã não era tão intensa até então.

Papa cita Caim e pede ‘perdão’ em nome dos homens pela guerra na Ucrânia

Papa Francisco durante audiência semanal no VaticanoImagem: Guglielmo Mangiapane/Reuters

O papa Francisco lançou, nesta quarta-feira (16), uma vibrante oração pela paz, pedindo “perdão” pela morte e pela violência em curso na Ucrânia, citando Caim e Abel.

“Senhor Jesus, nascido sob as bombas em Kiev”, “morto nos braços de sua mãe em um bunker em Kharkiv”, “enviado para o ‘front’ aos 20 anos, tenha piedade de nós”, disse o sumo pontífice, visivelmente emocionado, lendo a oração de um bispo italiano pela Ucrânia, no final de sua audiência geral semanal no Vaticano.

Francisco pediu desculpas em nome dos homens, que “continuam bebendo o sangue dos mortos destroçados pelas armas”, cujas mãos “criadas para proteger se transformaram em instrumentos de morte”.

O papa também “suplicou” a Deus que “detenha a mão de Caim”, pedindo perdão, “se continuarmos matando nosso irmão, se continuarmos como Caim, erguendo pedras da nossa terra para matar Abel” – uma referência ao personagem bíblico, primogênito de Adão e Eva, que matou seu irmão mais novo.

“Perdoe-nos se (…) nossa dor legitima a brutalidade dos nossos atos”, prosseguiu o papa, diante dos fiéis reunidos no salão Paulo VI, muitos dos quais com bandeiras ucranianas.

No domingo, o pontífice pediu “o fim do massacre” na Ucrânia, multiplicando seus apelos em favor da paz desde a invasão russa a este país, em 24 de fevereiro.

Com UOL

Papa Francisco pede fim do ‘massacre’ na Ucrânia

O papa Francisco lançou neste domingo (13) um apelo sincero pelo fim do “massacre” e do “ataque armado inaceitável” na Ucrânia, invadida pela Rússia desde 24 de fevereiro.

Após a oração do Angelus de domingo, o pontífice argentino condenou a “barbárie” de matar civis, incluindo crianças, e implorou: “Em nome de Deus, peço que pare com este massacre”.

O papa disse que a cidade portuária de Mariupol, no sul do país, severamente atingida, “tornou-se uma cidade mártir na guerra comovente que está devastando a Ucrânia”.

“Diante da barbárie do massacre de crianças, inocentes e civis indefesos, não há razões estratégicas, apenas o inaceitável ataque armado deve ser detido antes que reduza as cidades a cemitérios”, afirmou.

O pontífice pediu negociações e corredores humanitários eficazes.

Do Correio Braziliense

Essa guerra estúpida mostra que Putin e Zelenski são iguais em matéria de desumanidade

Putin E Zelenski são dois governantes cruéis e sanguinários

Por: Roberto Nascimento

No início do ano, quando ainda não se cogitava de uma Invasão da Ucrânia por tropas russas, foi publicada a seguinte notícia: “Na Ucrânia o governo de Kiev ataca com armamento pesado a autoproclamada República separatista rebelde de Donetsk, região de maioria russa. As tropas ucranianas se aproximam do centro da região e já há milhares de mortos, desabrigados e feridos, decorrentes dos ataques genocidas que atingem sempre a população desprotegida”, dizia a reportagem, acrescentando:

“O Exército ucraniano pretende tomar a cidade de Donestk e depois se concentrar na retomada da Criméia em poder dos insurgentes russos. Mais um drama humanitário em meio aos que ocorrem no Norte da África e no Oriente Médio”.

Foi quando as tropas de Vladimir Putin entraram na guerra civil e invadiram a Criméia, que fazia parte da Rússia desde 1783, é uma região onde se fala russo e já houve até um plebiscito decidindo pela reanexação à Rússia.

DIREITA IMPLACÁVEL – Há um documentário de Oliver Stone, o qual recomendo: “Ukraine On Fire”. Disponível no YouTube, relata a brutalidade da direita ucraniana contra seus compatriotas. As imagens exibem os guerrilheiros da extrema direita, na Praça Maiden, abrindo fogo contra a população desarmada que fazia um protesto pacífico. Esses assassinos encapuzados neonazistas participaram da conspiração para derrubar o presidente pró-Rússia.

E não há novidade. No século passado, os ucranianos do lado ocidental tiveram uma participação ativa pró Hitler, no episódio macabro de extermínio da maior parte dos 1,5 milhão de judeus ucranianos.

Quando o exército nazista invadiu o país, em 1941, uma parte da população optou por colaborar com os alemães, enquanto boa parte do país foi varrida por sofrimento e destruição. Mais de 5 milhões de ucranianos morreram combatendo os nazistas, enquanto os que se engajaram na cooperação com os alemães atuaram na administração local, se tornaram parte da polícia nazista ou viraram guardas em campos de concentração.

PUTIN E ZELENSKI – Logicamente, tudo isso não justifica a invasão determinada por Putin. Mas o presidente ucraniano Zelenski não fica atrás em matéria de crueldade. Decretou Lei Marcial e proibiu de deixar o país seus compatriotas de 18 aos 60 anos. Estão obrigados a lutar até a morte no mano a mano com o aparato de guerra russo para manter o governo Zelenski, acima de tudo.

Eu queria ver esse falso líder sair do seu bunker e lutar também no front da guerra. Assim é fácil. Dar declarações diárias conclamando as pessoas a lutar, enquanto ele, o comediante sinistro, fica muito bem protegido. É também um assassino, igual a Putin. Ambos estão pouco ligando se houver a Terceira Guerra Mundial.

Esse caso do assassinato  de um negociador nomeado pelo presidente, praticado pelos militares ucranianos simplesmente pela acusação de ser brando demais na mesa de negociações, isso indica que os ucranianos não ficam atrás dos russos, pois são vinhos da mesma pipa.

Considerações sobre o caso DJ Ivis

Marcell Pimentel
Advogado, especialista em Direito e Processo Penal.

Vários foram os questionamentos oriundos do caso de grande repercussão envolvendo o “artista” DJ Ivis, especialmente no que tange a ausência de prisão, uma vez que restaram divulgados vários vídeos demonstrando as agressões por ele cometidas.

Passo a explicar e realizar uma abordagem mais ampla sobre o caso.

Inicialmente, só existem duas hipóteses, elencadas na Constituição Federal, para se prender alguém: em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente. O flagrante, no caso, não existiu, eis que as imagens, quando da divulgação, remetiam a vários dias antes. Ele não estava cometendo a infração no ato da divulgação, não tinha acabado de cometê-la, não foi perseguido nem encontrado logo após o fato.

Por outro lado, sobre a decisão fundamentada, esta precisa decorrer de uma condenação criminal transitada em julgado, por óbvio ainda inexistente, ou, de uma prisão cautelar. Ocorre que, para estes tipos de prisão, hão de ser preenchidos alguns requisitos que as fundamentem.

A princípio, estes inexistem. Para coibir de imediato, foram requisitadas e concedidas medidas protetivas de urgência, que impedem qualquer tipo de aproximação com a vítima, por qualquer meio, enquanto o processo judicial se desenrola. O descumprimento de tais medidas sim, pode gerar a prisão, de imediato.

Vou além. Se do processo advier a condenação, pode ser que ele nem seja preso. Explico: se o crime for só de lesão corporal no âmbito doméstico, por exemplo, onde a pena é de três meses a três anos de detenção, muito provavelmente esta será cumprida em regime aberto ou suportada por outras medidas alternativas à prisão.
Percebam que, em todo o exposto, em razão das previsões legais, o agressor não foi e poderá nem ser preso. Desfecho legal, mas, totalmente imoral, sob nossa humilde perspectiva.

Não podemos ter sempre por normal o machismo estrutural. Fiquem sempre atent@s aos sinais. A violência doméstica começa muito antes da agressão. Quase que na totalidade dos casos, ela inicia com atos de violência psicológica e ego doentio. Da fiscalização de redes sociais à proibição de determinadas roupas. Dos xingamentos à humilhação. A violência doméstica é uma consequência e, em inúmeros casos, a situação só cessa na ocorrência do feminicídio.

Atentem aos sinais. Enxerguem os males. Tenham coragem para cortá-los.Apesar das fragilidades legais, há uma sociedade por vocês, pronta para “meter a colher” na briga que te machuca.

Força a tod@s!

Por: Marcell Pimentel


Polícia Militar prende dupla que circulava aterrorizando populares e comércios em Montanhas

A polícia prendeu os 2 elementos que estavam aterrorizando os comerciantes e populares nesta região,  aqui em Montanhas essa onda chegou no início da semana com alguns roubos, principalmente no comecinho da noite, por volta das 18:30h e isso causou pânico nas pessoas e fez o comércio fechar mais cedo.

A Polícia Militar fez a sua parte, prendeu os indivíduos e agora estão a disposição do judiciário para o devido processo legal. Esses “coitadinhos”, há quem diga que são vítimas da sociedade, agiam nas cidades vizinhas, Nova Cruz, Santo Antonio, Várzea, Espirito Santo e adjacências.

A motocicleta usada para essas ações, foi roubada em Brejinho RN e serviu para efetuar os roubos e furtos de celulares, objetos de uso pessoais, dinheiro nos caixas de supermercados e muito mais, são informações de populares que apontam para o desespero na região.

Vamos as fotos:

 

Policio Militar recupera Carro tomado de assalto em Montanhas e outros lugares

POLÍCIA MILITAR RECUPERA CARROS ROUBADOS E APREENDE MATERIAL QUE POSSIVELMENTE SERIAM UTILIZADOS EM ARROMBAMENTOS DE INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS!!

Fiat Toro roubado em Montanhas de dentro de uma residência por 4 indivíduos que estavam no IX 35 (roubado), momento que saíram em fuga, sendo visualizados pelas guarnições de Pipa, Tibau do Sul e GTO Goianinha no Distrito de Fava Seca, ocasião que os elementos abondonaram os veículos e se embrenharam no mato.

Em seguida, os elementos tomaram de assalto um Onix Prata, fugando para Brejinho perpassando por Laranjeira do Abdias, momento que visualizaram uma casa aberta com um Golf na lateral da casa, ocasião que os indivíduos arrombaram a porta e adentraram na residência, em que o morador é Sargento da Polícia Militar. Houve confronto, tendo o Policial atingido 2 elementos.

Na fuga, os 4 elementos abordaram uma ambulância da Cidade de Brejinho, que com arma de fogo em punho determinaram para que oa pacientes desembarcassem do veículo de emergência, e que de imediato o motorista levasse o elemento baleado no tórax e braço para o Hospital Regional da referida Cidade.

De posse dessa informação, os policiais militares se dirigiram até o hospital, em que o elemento confirmou o roubo dos veículos na cidade de Montanhas e afirmou ainda ter participado de um confronto com disparo de arma de fogo na comunidade de Laranjeira do Abdias.

Por fim, informações via Ciosp que o Onix prata havia sido abandonado em Mangabeira (Macaíba), e que outro elemento teria dado entrada na Upa da Cidade da Esperança.

Objetos recuperados:
2 (dois) veículos;
2 (duas) televisões;
1 (hum) relógio;
1 (hum) gelágua;
1(huma) marreta;
1(hum) alicate, cabos de aço;
1 (hum) pé de cabra!!

Apoio das Guarnições de Pedro Velho, Canguaretama, Goianinha, Tibau do Sul, Pipa e Nova Cruz!! POLÍCIA MILITAR – VIGILANTES SEMPRE

View this post on Instagram

POLÍCIA MILITAR RECUPERA CARROS ROUBADOS E APREENDE MATERIAL QUE POSSIVELMENTE SERIAM UTILIZADOS EM ARROMBAMENTOS DE INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS!! Fiat Toro roubado em Montanhas de dentro de uma residência por 4 indivíduos que estavam no IX 35 (roubado), momento que saíram em fuga, sendo visualizados pelas guarnições de Pipa, Tibau do Sul e GTO Goianinha no Distrito de Fava Seca, ocasião que os elementos abondonaram os veículos e se embrenharam no mato. Em seguida, os elementos tomaram de assalto um Onix Prata, fugando para Brejinho perpassando por Laranjeira do Abdias, momento que visualizaram uma casa com um Golf na lateral da casa, ocasião que os indivíduos arrombaram a porta e adentraram na residência, em que o morador é Sargento da Polícia Militar. Houve confronto, tendo o Policial atingido 2 elementos. Na fuga, os 4 elementos abordaram uma ambulância da Cidade de Brejinho, que com arma de fogo em punho determinaram para que oa pacientes desembarcassem do veículo de emergência, e que de imediato o motorista levasse o elemento baleado no tórax e braço para o Hospital Regional da referida Cidade. De posse dessa informação, os policiais militares se dirigiram até o hospital, em que o elemento confirmou o roubo dos veículos na cidade de Montanhas e afirmou ainda ter participado de um confronto com disparo de arma de fogo na comunidade de Laranjeira do Abdias. Por fim, informações via Ciosp que o Onix prata havia sido abandonado em Mangabeira (Macaíba), e que outro elemento teria dado entrada na Upa da Cidade da Esperança. Objetos recuperados: 2 (dois) veículos; 2 (duas) televisões; 1 (hum) relógio; 1 (hum) gelágua; 1(huma) marreta; 1(hum) alicate, cabos de aço; 1 (hum) pé de cabra!! Apoio das Guarnições de Pedro Velho, Canguaretama, Goianinha, Tibau do Sul, Pipa e Nova Cruz!! POLÍCIA MILITAR – VIGILANTES SEMPRE

A post shared by Pelotão da Praia da Pipa (@policiamilitarpipa) on

A Polícia está fazendo a sua parte, cada um colabora da forma que achar prudente

Informações por intermédio do comando do destacamento de Polícia militar de Montanhas, ao blog Montanhas em Ação, sinaliza possibilidade de muito em breve capturar alguns elementos que estão atuando no município subtraindo pertences das pessoas como celulares e outros furtos aterrorizando a população.

Estudos sobre esta situação em questão, estão sendo avaliados e assim que estiverem prontos, haverão de colocar em prática. Já se tem alguns nomes, mas é preciso um pouquinho de calma para que seja realizada toda operação e possa obter sucesso, afirma o comandante.

IMPORTANTE INFORMAR

O fato ocorrido no início da semana com a subtração da moto do Senhor Marcos, popularmente conhecido em Montanhas por “Marcos de Prazer”, a mesma já foi entregue ao próprio e foi recuperada no sítio Travessia, município de Jacaraú, Estado da Paraíba, com os esforços, também, de parcerias entre as polícias do RN e PB.

Outro dado também de relevância, é que foi recuperado um Renault Logan, produto de roubo, por volta das 11:30 horas, de ontem para hoje, circulando no município no bairro Boa Esperança com 2 elementos suspeitos, a equipe militar que patrulhava na oportunidade, recuperou o veículo e prendeu os marginais que estão à disposição da justiça em Nova Cruz e o veículo para ser devolvido a quem de fato pertence.

Essas informações foram dadas pelo comando do destacamento do município que está diuturnamente trabalhando para atender melhor a população e dar a segurança necessária aos montanhenses e seus visitantes. Vamos aguardar os desfecho das ações da Polícia Militar.

Para polícia, empresária de Santo Antônio/RN morta em Pedro Velho teria sido executada

Lucio Silva Calazans Júnior e Fábio de Souza Santos foram apresentados na tarde desta quinta-feira
Foto: Divulgação/Polícia

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que a empresária Maria da Conceição Barbosa, de 56 anos, foi vítima de execução. A informação foi repassada na tarde desta quinta-feira (17) quando foram apresentados os suspeitos de terem cometido o crime.

Lucio Silva Calazans Júnior, de 22 anos, foi preso em Aracajú (SE) e Fábio de Souza Santos, 33, em Arapiraca (AL). O primeiro teria alugado o Gol que foi usado no crime. O segundo, conhecido como “Xuxa”, seria o autor dos disparos.

De acordo com a polícia, os dois possuem passagem pela polícia. Nenhum deles quis comentar quais teriam sido as motivações do crime. A polícia não deu mais informações alegando haver risco de prejuízo à investigação.

Maria da Conceição Barbosa foi morta dia 8 de novembro de 2018, no município de Pedro Velho, no Rio Grande do Norte. Antes de ser assassinada ela foi sequestrada nas proximidades da cidade de Santo Antônio do Salto da Onça, a 76 quilômetros de Natal.

Do Portal OP9

Agência bancária é alvo de nova tentativa de roubo em Santo Antônio, RN

Foto/Reproducao
Publicidade

Na madrugada deste domingo (04), a agência do banco Bradesco de Santo Antônio, no Agreste potiguar, foi alvo de uma tentativa de roubo. No momento da ação, a polícia foi acionada rapidamente e chegou a tempo de evitar o arrombamento da agência. Os assaltantes fugiram com destino ignorado.

A autoria da tentativa de roubo ainda é desconhecida. Imagens do circuito interno de segurança deverão ser analisadas para tentar identificar os suspeitos.

O Blog tentou contato com o Pelotão da Polícia Militar de Santo Antônio para apurar mais detalhes do ocorrido, mas não obteve êxito.

Esta foi a segunda tentativa de arrombamento a agência em pouco mais de um mês. Em 23 de setembro, assaltantes chegaram a abrir um buraco na parede do banco na parte traseira e ainda violaram o cofre da agência, mas não levaram nada. Naquela ocasião, os meliantes também fugiram antes da chegada da polícia deixando no interior da agência equipamentos usados no arrombamento.

Do blog Amigos da Onça

A segurança pública tornou-se uma questão essencial e fundamental

Por: Dr. Evandro Borges

Em face da violência que se alastra e da ineficiência do Governo do Estado, tendo o atual Governador muito prometido nesta dimensão sem efetivos resultados, conversei recentemente, com Heráclito Noé, Delegado de carreira, estudioso do assunto, com Kátia Nunes, advogada militante das causas de segurança pública, os dois aqui na PNTV e com a Diretora de Comunicação social, do Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Norte, Katrin Paiva na TV Metropolitano.

De unanimidade em propostas foi colocado à importância para integração das ações públicas dos diversos órgãos e forças policiais, inclusive já contando com um importante mecanismo, o fórum de entidades, com amplas discussões, e a novidade foi à aprovação pelo Congresso Nacional do Sistema Único de Segurança Pública – SUSP, com definição de uma política.

Os últimos dados sobre homicídios nos finais de semana são estarrecedores, somando chega a um número de mais de trinta mortes por assassinato, e o número de policiais militares atinge a casa de quinze mortes, no pleno exercício da profissão, merecendo do Estado uma maior atenção e respeito, consubstanciada em uma indenização para as viúvas que serão postuladas através de demanda judicial em preparação por Kátia Nunes e reforçada por Katrin Paiva.

Durante a semana se deu uma mobilização dos integrantes da Polícia Militar, pagos as suas remunerações com atraso, um verdadeiro contrassenso, uma completa falta de prioridade, revelando uma fraqueza do Governo Estadual que não soube sanear as finanças públicas, não elegeu as prioridades corretamente, em que pese o planejamento orçamentário, com a elaboração participativa do Plano Plurianual.

A reforma no ordenamento jurídico penal é uma tônica, tanto no Código Penal, como também, no Processo Penal, que ambos em vigor desde o século passado, retratando uma realidade ultrapassada, devendo as penas ser aumentadas, e o inquérito policial ser revogado, não mais existindo na maioria dos países, com raríssimas exceções, haja vista, o pequeno índice de crimes contra vida, efetivamente apurados e encaminhados para denúncia processual, contribuindo este quadro para a impunidade.

O crime organizado é insuportável pela sua violência em todas as dimensões, influindo nas relações humanas, sociais, e sua generalização tem provocado a mudança de modo de vida, diminuindo a qualidade de vida, atingindo a economia, e em Natal especialmente em razão de ser a porta de entrada do turismo receptivo do Estado, prejudicando toda a cadeia produtiva, da hotelaria, restaurantes, artesanato e serviços em geral.

A segurança pública tornou-se uma questão essencial e fundamental, pelo que tem provocado, de maneira até anunciada, do que se constata que o atual governo perdeu completamente a representatividade e credibilidade para enfrentar esta dimensão, pelo que se propôs e não conseguiu efetivamente realizar.

“Crescente violência no RN”

Evandro Borges
Advogado

Apresento o quadro de direito do programa capital cultural na PNTV, e em face da crescente violência no Estado do Rio Grande do Norte, somente no último final de semana chegou-se a vinte e sete homicídios, foi o bastante para provocar uma conversa com Heráclito Noé, advogado, delegado de carreira, convivemos nos bancos do curso de Direito da UFRN, e na iniciação de jovens militamos na Pastoral da Juventude.
Em seguida nesta semana o IPEA tornou público o Atlas da violência, com dados que demonstra uma crescente violência no Estado do Rio Grande do Norte, principalmente contra os negros, residentes na periferia, atingindo um aumento de homicídios de 23% e aumento de 6,8% entre os brancos, maculando a difícil questão social e mais uma dificuldade que enfrenta a população negra no país.
Ainda um dado que merece uma reflexão diz respeito ao crescimento de homicídios entre as mulheres, com dois picos em 2014 e 2016, atingindo mais de cem mortes, por várias razões, mais revelando no Estado uma cultura do machismo e patriarcalismo forte, merecendo um trabalho de educação diferenciado, na mudança das relações entre homens e mulheres, logo na terra de mulheres pioneiras como: Nísia Floresta,  Auta de Souza, da guerreira Clara Camarão, Celina Guimarães, Maria do Céu entre tantas outras valorosas mulheres.
Ainda foi uma semana que entrou na ordem do dia, a instituição do Sistema Único de Segurança Pública – SUSP, com a criação da Política Nacional de Segurança Pública de Defesa Social, um projeto que tramitava no Congresso, ainda de iniciativa da Presidente Dilma Rousseff, tendo a Senadora Fátima Bezerra uma destacada participação nos debates.
O ilustre Delegado Heráclito Noé que vem pesquisando a segurança pública ha mais de trinta anos, deixou bem claro a necessidade da integração das informações dos órgãos públicos de segurança, o funcionamento da inteligência se antecipando aos fatos, e de equipamentos modernos e treinamentos para os membros da segurança pública, algo explicitado na SUSP.
Heráclito trouxe exemplos de superação da violência em Estados do país, como o Espírito Santo, em Pernambuco, lamentou a situação do Rio de Janeiro, principalmente das Unidades Pacificadoras que apesar de ocupar o espaço da violência não veio complementada de ações sociais, demonstrou a situação em outros países como a Colômbia e até de Nova York nos Estados Unidos.
Diante dos fatos, o país precisa tratar a segurança pública com políticas públicas, com recursos consideráveis, com arranjo institucional, inteligente, eficiente e ágil, com a elaboração de Plano Nacional com a integração de todos os entes federativos, para por fim o atual estágio de violência, que infelicita a população e para repor a qualidade de vida do convívio social na plenitude.

Cúpula do Exército diverge sobre uso de militares na segurança pública

© AFP O interventor militar do Rio, general Walter Souza Braga Netto.

Em uma decisão inédita na nova democracia, o presidente Michel Temer decidiu decretar intervenção federal na segurança do Estado do Rio de Janeiro, assolado por grave crise. Com o decreto, assinado nesta sexta e já em vigor, ainda que tenha que passar pela sanção do Congresso, sai de cena no comando das forças segurança o governador do Estado, Luiz Pezão (PMDB), e entra o general Walter Souza Braga Netto. O texto dá plenos poderes para o general, que terá controle de todo o setor de segurança fluminense, incluindo as polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros Militar, o setor carcerário. Ainda há muitos pontos obscuros, mas aqui vão perguntas e respostas sobre o que se sabe a intervenção federal e seus efeitos práticos e políticos.

Como vai funcionar?

Ainda não está claro como a operação vai funcionar em sua integralidade. Na prática, o que se sabe é que muda o comando das forças de segurança. É o general Braga Netto quem comandará a PM, a Polícia Civil e os Bombeiros e ainda a estrutura penitenciária do Estado — central na dinâmica das facções criminosas—, e não o governador Pezão ou o secretário de Segurança, Roberto Sá, que inclusive colocou o cargo à disposição. Braga Netto pode trocar o comando dessas forças, se quiser, ou mesmo implementar mudanças internas ou remoções. Para os especialistas, um dos problemas é justamente a infiltração de criminosos nas polícias, ainda que o próprio Exército não esteja livre de episódios de envolvimento com o narcotráfico. Na entrevista à imprensa, o general foi vago a respeito dos planos e disse que ainda iria começar o “planejamento”, mas prometeu que o principal efeito deve ser a maior coordenação entre as forças de segurança já em atuação.

Qual é o histórico do interventor e a quem ele responde?

Braga Netto, mineiro de Belo Horizonte, é o principal nome do Comando Militar do Leste. Por causa disso, o general controla atividades administrativas e logísticas do Exército Brasileiro em três Estados: Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo. Na função, ele responde por cerca de 50.000 militares, ou um quarto do contingente terrestre brasileiro. O general foi um dos responsáveis pelo plano de segurança para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016. O interventor do Rio não responderá a Pezão ou mesmo ao Comandante do Exército Brasileiro,Eduardo Dias da Costa Villas Bôas – o general, doente, deve deixar o cargo em março. Pelo decreto assinado, Braga Netto responderá diretamente a Temer.  Presume-se que quem terá influência sobre o presidente na questão é o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI, órgão recriado por Temer), o general Sérgio Etchegoyen.

Há divergências dentro das Forças Armadas sobre atuação na segurança pública?

O comandante-geral do Exército, o general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, criticou em dezembro passado o uso “constante” da tropa em “intervenções” nos Estados. Ele se disse “preocupado” com o emprego do Exército nas ações respaldadas pela lei de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). “A segurança pública precisa ser tratada pelos Estados com prioridade “Zero”. Os números da violência corroboram as minhas palavras”, afirmou o militar em sua conta no Twitter.Já o general Sergio Etchegoyen, chefe do Gabinete de Segurança Institucional de Michel Temer e um dos principais assessores do presidente na área de segurança pública, é um defensor das ações de GLO. “Somos treinados em cima de princípios, de conceitos, com alguns fundamentos, com muita flexibilidade pra dar agilidade mental pra poder resolver o problema. Então, se der pro militar um problema de segurança pública, ele vai se adaptar e vai fazer”, afirmou ele a diplomatas, de acordo com o Intercept.  Em 2014, Etchegoyen foi o único militar da ativa a criticar a Comissão Nacional da Verdade, que investigou os crimes da ditadura militar e apontou um parente dele como ligado à tortura. Para ele, o relatório da comissão foi “leviano”.

Se cometeram homicídio durante o trabalho, os militares respondem em que tipo de Justiça?

Um projeto de lei aprovado no final do ano passado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo Governo Temer prevê que crimes cometidos por militares durante operações especiais em território nacional sejam julgados não mais em um tribunal civil, mas sim em um tribunal militar. Isso significa que eventuais abusos contra os direitos humanos serão apurados e julgados pelos próprios militares, enfraquecendo o controle civil sob as Forças Armadas. Entidades batizaram o projeto de “licença para matar”, enquanto que especialistas falam que a aprovação de projeto demonstra, hoje, que a intervenção federal já vinha sido cogitada há mais tempo.

Fonte (MSN)

Bando invade cidade de Santo Antônio, ataca bancos, metralha base da polícia e toca terror na madrugada

Reprodução: WhatsApp

A cidade de Santo Antônio, no Agreste potiguar, foi palco de cenas de terror na madrugada desta segunda-feira (15). Momentos de tensão, bandidos dispararam vários tiros por toda a parte e a população amedrontada dentro de casa.

Homens armados invadiram a cidade e explodiram as agências do Banco do Brasil e do Nordeste. Os criminosos também teriam metralhado o Pelotão da Polícia Militar.

A ação coordenada aconteceu em dois planos; enquanto parte do grupo cercava e atirava contra o prédio do grupamento da Polícia Militar, impedindo qualquer tentativa de reação dos PMs; outro invadiam as agências bancárias. Em poucos minutos o prédio foi arrombado e em seguida teve os cofres explodidos.

A explosão foi tão forte que pode ser ouvida a quilômetros de distância do local. Com o impacto a agência ficou parcialmente destruída. Ainda de acordo com informações, a agência do Banco do Nordeste também teria sido arrombada.

Na fuga os marginais deixaram grampos espalhados nas entradas da cidade para impedir uma reação da polícia e dificultar a chegada de reforço policial. Eles teriam saído atirando pelas ruas da cidade. Um veículo carbonizado foi encontrado abandonada na RN-120, na entrada do município de Nova Cruz, supostamente usado pela quadrilha nas ações criminosas.

Polícias seguem em diligência. Até o fechamento desta matéria não havia informação de prisões. A quantia levada não foi informada.

Fonte: Amigos da Onça

A violência está um caso sério

Por: Evandro Borges – Advogado

Este tema não gostaria de fechar o ano no canto desta coluna, em face de  que muitos falam, poucos contribuem, ficando apenas na constatação, alguns criam situações de terrorismo e amedrontamento coletivo, aumentam o clima de má expectativas, gostaria nesta sexta-feira que antecede o dia primeiro, falar sobre paz, amor,  solidariedade, fraternidade, comunhão, congraçamento, no entanto, não é possível, e não podemos pecar pela omissão.

Os ilícitos praticados na contemporaneidade são de outra natureza, do chamado crime organizado, armado com armas letais pesadas, profissionais que se dedicam a este fim, com planejamento de ações, violentos, com objetivos definidos, de usurpar, retirando a vida das pessoas sem dó e piedade, utilizando métodos variados, com a surpresa necessária, sem deixar direito a defesa.

Agora em dezembro o homicídio que mais deixou a população chocada, foi o que ocorreu em São José do Campestre, com o jovem Alan, de trinta e seis anos, empresário bem sucedido, filho da Prefeita Alda Romão e seu assessor direto, morreu nos braços da mãe, que não conseguiu, sequer, socorre-lo, causando um profundo trauma coletivo naquela municipalidade do Agreste e da Região, em pleno Natal.

Os sequestros relâmpagos vêm se sucedendo, roubos e furtos, estouros de caixa eletrônico, carros tomados de assalto, lojas sendo arrombadas, arrastões no comércio e a famílias inteiras, a bares e restaurantes,  casas de praias com famílias vítimas de assaltos, retirando o sossego e a paz, uma situação que se vinha anunciando, mais cedo ou mais tarde, agora sendo realizada com mais ênfase, em face da crise de segurança causada pela falta de pagamento salarial dos forças militares e civis.

A associação da crise de segurança e com o crime organizado, com um governo cambaleante e isolado, criou uma situação de muita adversidade, a falta de pagamento da remuneração dos servidores, atrasos injustificados, falta de prioridades, vem causando intranquilidade, e com a realização de manifestações típicas desta época, de ano novo, com festas e queimas de fogo, geram uma situação de incerteza.

O Prefeito de Parnamirim, Rossano Taveira anunciou a suspensão das atividades do ano novo em Pirangi, afirmando se tratar de uma questão pura de segurança, tendo na verdade suas razões verdadeiras, inclusive de expor as pessoas e as famílias a uma situação dramática, não podendo colocar em risco a vida humana, principalmente, da juventude, propensa as festas e não medem as consequências.

O momento é pedir paz, os homens e as mulheres serem os mais sensatos possíveis, sendo melhor, as opções de festas em casa, em ambientes com mais segurança, de mudar os hábitos e os costumes, e esperar o tempo transformar, para a retomada, que seja breve, pois, não podemos desperdiçar o potencial turístico do Estado, e com toda uma trajetória construída. (PN)

Taxista de Montanhas/RN nesta quarta-feira (18) entra na estatística dos crimes no RN

Foto: Facebook/Reprodução

Nesta manha de quarta-feira (18) entra mais um na estatística dos crimes no Rio Grande do Norte, desta vez, um taxista de Montanhas RN.

Informações, através de colegas de profissão, dão conta de que o taxista, popularmente conhecido por “Coroa” foi atingido por vários disparos de arma de fogo dentro do seu veículo, onde o mesmo fazia viagem de rotina, Montanhas X Natal e nas mediações do distrito de Piquiri, o taxista foi atingido cruelmente e não conseguindo resistir aos ferimentos, veio a óbito.

Não se tem ainda notícias do motivo que levou o taxista ter sido executado, porém sabe-se que o carro foi alvejado em vários lugares. Por sorte, os passageiros que se encontravam no interior do veículo não sofreram qualquer agressão.

Agora cabe a polícia seguir o procedimento de praxe, desvendar mas este episódio, encontrar o desfecho deste fato e acrescentar mais este crime na estatística, que vem se avolumando, no dia a dia dentro do RN.

Governador do RN diz que imprensa é responsável por ‘sensação de insegurança’; Sindjorn reprova declaração

Robinson Faria, governador do RN (Foto: Canindé Soares)

Governador falou sobre assunto em entrevista a uma rádio. Para Sindicato dos Jornalistas, declaração é ‘equivocada’ e ‘quer mascarar realidade vista nas ruas’

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte (Sindjorn) emitiu uma nota nesta quarta-feira (9) reprovando a declaração do governador Robinson Faria (PSD) sobre a responsabilidade da imprensa pela sensação de insegurança dos potiguares.

Em entrevista à rádio 96 FM, na noite desta terça-feira (8), o governador afirmou que grande parte da sensação de insegurança da população acontecia por causa do ‘sensacionalismo’ da imprensa local. “A mídia gosta dessas notícias. Por isso há uma sensação de insegurança muito grande”, afirmou o governador.

Na nota, o sindicato afirmou que a declaração desrespeita toda a classe, ‘além de querer mascarar uma realidade vista nas ruas do Estado e confirmada através de dados de pesquisas e instituições’.

“Num estado onde o número de assassinatos já se aproxima dos 1.500 só em 2017 e que facções impõem medo em diversas partes do Estado, não cabe à imprensa resolver este problema”, diz a nota. “À imprensa cabe noticiar os fatos e não omitir informações e dados públicos à sociedade”, acrescenta o texto.

O sindicato ainda lembrou que o tio da primeira-dama Julianne Faria, um médico com 87 anos, foi baleado em um assalto a farmácia poucas horas após a declaração do governador. “Precisa dizer algo mais?”, questiona. O sindicato também se solidarizou com as famílias das vítimas de crimes no estado.

No início da tarde desta quarta (9), o governo emitiu nota afirmando que “a imprensa uma das grandes parceiras para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte” e que “ao comentar a cobertura da imprensa na área de segurança, o governador demonstra preocupação com a disseminação da sensação de medo à população, desproporcional à realidade, que já é duríssima”. A nota ressalta ainda que “o combate à violência é responsabilidade do governo, que tem assumido com coragem, postura de acompanhamento e cobrança permanentes e disposição de vencer essa guerra, reflexo de uma problemática que aflige todo o país”.

Veja a nota completa do Sindjorn:

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte reprova veementemente a declaração dada nesta terça-feira (8) pelo Governador Robinson Faria de que o trabalho da imprensa potiguar é um dos responsáveis pela sensação de insegurança nos cidadãos potiguares. A declaração do governador desrespeita toda a classe jornalística, além de querer mascarar uma realidade vista nas ruas do Estado e confirmada através de dados de pesquisas e instituições como o Atlas da Violência e o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO).

Num estado onde o número de assassinatos já se aproxima dos 1.500 só em 2017 e que facções impõem medo em diversas partes do Estado, não cabe à imprensa resolver este problema. Isto deve ser uma postura de Governo. À imprensa cabe noticiar os fatos e não omitir informações e dados públicos à sociedade, e é o que colegas jornalistas têm feito todos os dias.

Minutos após a equivocada declaração do Governador a uma emissora de rádio de Natal, um tio da primeira dama, Julianne Faria, foi baleado durante o enésimo assalto a uma farmácia da capital potiguar. Precisa dizer algo mais?

Reforçamos nosso apoio aos colegas jornalistas em seu trabalho vital para a sociedade potiguar, e nos solidarizamos com as milhares famílias e vítimas de violência no Rio Grande do Norte.

Confira a nota do Governo:

A respeito da repercussão de declarações sobre a cobertura da imprensa com relação a casos de violência no Rio Grande do Norte, o Governo do Estado vem a público esclarecer que:

1 – O governador Robinson Faria sempre manteve uma relação não só de respeito, mas de amizade com a imprensa potiguar. É a imprensa uma das grandes parceiras para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e não houve da parte do governador a intenção de desmerecer o sério trabalho jornalístico dos veículos de comunicação do nosso Estado;

2 – Ao comentar a cobertura da imprensa na área de segurança, o governador demonstra preocupação com a disseminação da sensação de medo à população, desproporcional à realidade, que já é duríssima;

3 – O combate à violência é responsabilidade do governo, que tem assumido com coragem, postura de acompanhamento e cobrança permanentes e disposição de vencer essa guerra, reflexo de uma problemática que aflige todo o país;

4 – Não há como retomar o sentimento de segurança e paz sem uma aliança inquebrantável entre governo, imprensa e sociedade

(G1 RN)

Preocupado com a segurança, deputado Rafael Motta insere emenda na LDO para Central de Videomonitoramento

Resultado de imagem para Rafael Motta

Enquanto câmaras do CIOSP da Polícia Militar estão sendo desativadas por falta de pagamento pelo Governo do Estado, o deputado federal Rafael Motta (PSB) encartou esta semana à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2018, emenda que visam destinar recursos para segurança no Rio Grande do Norte. Rafael viabilizou a implantação de uma Central de Videomonitoramento que atenda toda a Região Metropolitana de Natal.

“A Central de Videomonitoramento é uma resposta rápida que o poder público pode dar a essa crescente violência no nosso estado, utilizando a tecnologia para elucidar crimes e destinar policiamento, além de outras utilizações nas áreas da mobilidade urbana e defesa civil. A Central não vai substituir o policial, mas vai ajudar a otimizar o atual efetivo”, explicou Rafael Motta.

Homem é morto a tiros no centro da cidade de Nova Cruz, RN

 

Foto: Ademilson Amorim

 

Homicídio é registrado na tarde desta segunda-feira, 30 em Nova Cruz, no Agreste do Rio Grande do Norte, o crime aconteceu na rua Dr. Pedro Velho, mas conhecida como rua da Matriz, em pleno centro comercial da cidade.

De acordo com o Sgt. Messias Lima do 8º BPM, as primeiras informações são que a vítima, é um homem de aproximadamente 50 anos, conhecido como “Paulo Oião”. Ainda de acordo com o Sargento, ele foi atingido por cerca de 05 tiros.

do Nova Cruz Oficial com informações do Sgt Messias Lima