De lesões à medalha: Rebeca Andrade é a primeira ginasta medalhista brasileira

29/07/2021Por: Jessyanne Bezerra

Foto: Martin Bureau / AFP

Rebeca Andrade conquista a prata nos jogos olímpicos de Tóquio 2020. Levando “Baile de Favela” como trilha sonora, Rebeca encantou e fez um estádio sem plateia bater palma pra música dela, fez outros atletas e outras comissões se animaram com o ritmo dela. É prata no pódio e ouro no carisma.

Um dia histórico para a ginástica brasileira: a primeira mulher a ser campeã do mundo é uma negra, e agora, a primeira mulher a conquistar uma medalha olímpica é uma negra.

A paulista Rebeca Andrade chegou como grande favorita nas finais olímpicas. Nas classificatórias, ficou atrás apenas de Simone Biles por 0,332.

Na final, após um salto com nota 15.300, uma apresentação elogiada nas barras assimétricas com 14.666 e a revisão de nota na trave para 13.666, Rebeca Andrade fechou com “Baile de Favela” no solo e conquistou a segunda colocação no geral, atrás apenas de Sunisa Lee, dos EUA. A russa Angelina Melnikova ficou com o bronze.

Rebeca Andrade se tornou exemplo de superação, se equiparando às melhores do mundo, novamente, ao chegar às finais logo após duas cirurgias nos joelhos e conquistando a medalha de prata. A atleta superou não só as adversárias, mas também a si mesma.

Natural de Guarulhos, São Paulo, Rebeca começou a praticar ginástica com 5 anos de idade. Sua referência na modalidade é Daiane dos Santos, que possui nove medalhas de ouro em campeonatos mundiais.

Agora a ginasta conquistou vaga em três finais e se tornou a primeira brasileira medalhista olímpica na ginástica, em Tóquio 2020.

Vale ressaltar que Rebeca Andrade só chegou onde chegou porque teve mulheres como Daiane dos Santos, Jade Barbosa e Daniele Hypólito que insistiram nesse sonho, nessa possibilidade. Essa é a importância de um legado e de uma medalha vai muito além das gerações.

E esse é o Brasil sendo representado pela sua essência, tendo suas medalhas conquistadas majoritariamente por mulheres, nordestinos e negros.

Posted on 29/07/2021, in Brasil, Esporte, Informativo, Internacional. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: