Bolsa Família repassa R$ 2,6 bilhões de reais aos beneficiários em fevereiro

O pagamento do Bolsa Família de fevereiro teve início nesta sexta-feira (15) e segue até o dia 28. Ao todo, 13, 9 milhões de famílias podem sacar o beneficio em todo o Brasil, e o Ministério da Cidadania vai transferir R$ 2,6 bilhões aos beneficiários. Pelo 19º mês consecutivo, todas as famílias inscritas no Cadastro Único e com perfil para participar programa não aguardam em uma fila de espera. Este mês, 184 mil novos benefícios foram concedidos.

Para a moradora de Aracaju Ana Caroline Santos, o Bolsa Família faz muita diferença no orçamento. Desempregada e mãe de dois filhos, os R$ 191 que recebe do programa é a única renda da família. Ela conta que a prioridade é garantir comida na mesa. “O dinheiro é bem-vindo, ajuda – e muito – nas despesas de casa. Faço feira e compro roupas para os meus filhos. O dinheiro é para eles, não para mim, e dou o que eles mais precisam”, afirmou.

Brumadinho – Todas as 1.521 famílias de Brumadinho (MG) que recebem o Bolsa Família podem sacar o dinheiro já a partir desta sexta-feira, sem precisar seguir o calendário do programa, o que totaliza um repasse de R$ 273 mil. O município está em situação de calamidade pública por conta do rompimento de uma barragem com rejeitos de minério. Os beneficiários que perderam o cartão podem fazer o saque por meio de uma guia de pagamento que deve ser obtida junto à gestão municipal do Bolsa Família.

De acordo com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, a ação serve para auxiliar as famílias mais carentes e movimentar o comércio local. “O governo federal está tendo um tratamento especial com a população de Brumadinho devido a esta tragédia humana. Por isso, a antecipação do pagamento é importante, pois esta população é a mais atingida pela queda da atividade econômica”, destacou.

Atualização cadastral – O governo federal faz o acompanhamento de saúde e educação dos beneficiários do Bolsa Família. Manter as crianças e adolescentes entre seis e 17 anos na escola é um dos compromissos assumidos pelas famílias ao ingressarem no programa. A cada mudança de escola, o responsável familiar deve atualizar as informações no Cadastro Único, em especial no início do ano letivo. Além disso, crianças menores de sete anos devem estar com o calendário de vacinação em dia e as gestantes precisam fazer o pré-natal.

O pagamento do Bolsa Família é feito de acordo com o Número de Inscrição Social (NIS) – que está impresso no cartão do programa. Os que terminam com o final 1 podem sacar no primeiro dia de pagamento. Os com final 2, no segundo dia, e assim por diante. Os recursos ficam disponíveis para saque por um período de três meses.

Confira aqui os dados por município

Saiba mais:
O Bolsa Família é um programa de transferência de renda voltado para as famílias inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e que têm renda mensal por pessoa de até R$ 89, além daquelas com renda familiar mensal de até R$ 178 por pessoa e que tenham integrantes gestantes, crianças ou adolescentes. O valor do benefício varia de acordo com a composição e renda da família.

*Por Carolina Graziadei

Informações sobre os programas do Ministério da Cidadania:
0800 707 2003

Posted on 17/02/2019, in Brasil, Cidadania, Informativo. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: