Entenda como informações individuais se tornam estatísticas públicas no IBGE

#PraCegoVer pessoa sendo entrevistada por um recenseador

Nesta segunda-feira (28) é celebrado o Dia Internacional de Proteção de Dados Pessoais, instituído pelo Conselho da Europa e pela Comissão Europeia em 2006, para lembrar o direito à segurança e ao sigilo na coleta e uso das informações dos cidadãos, como idade, gênero, renda, cor ou raça. A proteção dos dados e sua confidencialidade no Brasil são um compromisso do IBGE desde a sua fundação, há 82 anos, e estão garantidas por lei e pelos Princípios Fundamentais das Estatísticas Oficiais das Nações Unidas.

São vários procedimentos para manter esses dados em sigilo, e a primeira parte desse processo de produção das estatísticas conta com a cooperação da população e de entidades que prestam informações aos pesquisadores do instituto. De acordo com a diretora adjunta de Pesquisas do IBGE, Andrea Bastos, para que as pessoas colaborem, é importante que sintam confiança e mantenham a fé pública na instituição: “a nossa preocupação de garantir a confidencialidade é muito grande, porque se a gente não fizer isso, não vamos conseguir produzir informação”, diz.

Posted on 29/01/2019, in Brasil, Curiosidade, Informativo. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: