Daily Archives: 14/10/2016

Montanhas RN – Sem a coleta do lixo, população entra em pânico

14717330_646042805569924_6283126084333985328_n

A situação em Montanhas está cada vez pior, o lixo está se avolumando, o povo revoltado com a atitude do prefeito que não faz nada pra solucionar o problema, e os comentários que se tem e se ouve é que pra fazer a limpeza da cidade, o povo tem que procurar pela mãe do prefeito, porque só assim será coletado o lixo.

Muitas ligações de populares pedem para publicar suas lamentações e que tornemos público esse fato, porque no momento, é o que mais se comenta e até motivo de discussão nas ruas de Montanhas.

Pois bem, estamos diante de uma situação que requer muito cuidado. O lixo exposto nas vias públicas, sem o seu recolhimento habitual, podem causar sérios danos a população, a parte mais atingida é a saúde das crianças, e consequentemente criadouros novos de mosquitos, sem contar que a cidade fica em condição de abandono, e isso é falta de responsabilidade com a coisa pública.

Tem que haver explicação pra isso, não se pode deixar que a nossa Montanhas seja vítima de revolta pessoal, possivelmente política, que por sinal, não sei se é esse o motivo do abandono, o que eu sei, é que quem ama Montanhas não faz ação dessa natureza, é inadmissível que nos tempos modernos, onde o mundo busca melhorar a condição do meio ambiente, fatos como esse aconteça sem que ninguém tome providência.

Dias atrás na campanha eleitoral ouvimos em diversos carros de som, com mensagens do prefeito, divulgando amor por Montanhas e pelo seu povo, que o melhor para Montanhas era o prefeito de novo, pra que? Pra isso que está acontecendo, era pra isso que queria ganhar? É!!! Realmente o povo respondeu nas eleições de outubro. A história não acaba agora, futuramente o prefeito pode ser candidato novamente e poderá precisar do povo, e ai? Vai fazer o que? Acham que o povo sempre vai ter memória curta? O tempo é outro, a realidade é outra, as consequências de quem não ama seu povo e sua cidade, certamente vai ser a mesma que foi apresentada em 2 de outubro de 2016.

Prefeito de Montanhas Algacir!!! Atente para isso e cumpra a sua responsabilidade quando assumiu o seu mandato, ele não terminou em outubro, ele termina dia 31 de dezembro de 2016, faça a sua parte na íntegra, que nunca o senhor irá se arrepender. Vale a pena!

É o apelo que fazemos.

Veja fotos enviadas, me recuso publicar mais, é triste isso!!!14690995_640964866078105_7465572364475584543_n

foto-lixo

Operação Padrão: Médicos da rede municipal e estadual em Natal entram em greve até que os salários do mês de setembro sejam pagos

medico-em-greve

Reunidos em assembleia no Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed RN), nos dias 10 e 11 de outubro, médicos lotados na Secretaria Estadual de Saúde e na Secretaria Municipal de Saúde de Natal discutiram medidas para enfrentamento aos constantes atrasos nos pagamentos dos servidores.

Os atrasos salariais vêm ocorrendo desde o mês de janeiro deste ano, mas com considerável agravamento nos últimos meses. Para chamar atenção dos governos nas esferas estadual e municipal, os médicos realizam várias ações e, entre elas, uma greve que se inicia amanhã (14) em todas as unidades de saúde.

A greve, no molde Operação Padrão, vai perdurar até que os salários do mês de setembro sejam pagos e pode voltar a acontecer no mês de novembro, caso os salários não sejam pagos até o 5º dia útil.

A Operação Padrão funciona com redução do número de profissionais nas urgências e emergências, redução de 50% nos atendimentos ambulatoriais e as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) atenderão apenas os pacientes classificados como vermelho ou laranja, os outros pacientes serão encaminhados para as unidades básicas de saúde.

Outros sindicatos da saúde, como SOERN e SIPERN, também se juntam ao Sinmed RN no próximo dia 25 de outubro para um ato público em frente ao Hospital Walfredo Gurgel, 9h, para cobrar a regularização nos calendários de pagamento.

O Sindicato dos Médicos também solicitou a Câmara Municipal de Natal e a Assembleia Legislativa do Estado audiências públicas para tratar o tema.

Com nominuto