PR vai punir deputados federais que divergem das orientações do partido

pr logoIntegrantes da cúpula do PR afirmaram nesta terça-feira (11) que vão abrir processo de expulsão contra a deputada Clarissa Garotinho (RJ) por ela ter votado contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que congela os gastos federais.

O partido havia “fechado questão” a favor da medida, que é a prioridade legislativa número um do governo de Michel Temer. Além de Clarissa, votou contra a orientação partidária a deputada Zenaide Maia (RN). O deputado Silas Freire (PI) se absteve.

De acordo com a Folha de São Paulo, os integrantes do PR disseram que contra esses dois também serão abertos processos disciplinares, mas que o caso de Clarissa seria mais “grave” porque ela foi à tribuna da Câmara defender o voto contra a medida. A deputada disse que só vai se manifestar quando for notificada pelo partido.

Resolução aprovada pelo PR na última quarta (5) afirmava que o partido consideraria “infidelidade partidária” a desobediência à decisão da legenda, “acarretando ao parlamentar a instauração de procedimento ético-disciplinar perante ao Conselho de Ética”. Além do PR, PMDB, PSDB e PSD adotaram posicionamentos semelhantes sobre o tema.

Anúncios

Posted on 12/10/2016, in Brasil, Cidadania, Informativo, Política, Reflexão, RN. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: