Daily Archives: 19/07/2016

Prefeito interino nomeia cinco filhos, mulher e irmão como secretários no RN, destaca UOL

mamando-nas-tetas-da-prefeitura

Foto: Divulgação/Internet

Uma administração municipal com um clima bem familiar no interior do Rio Grande do Norte: o prefeito interino da cidade de Itajá, Francisco Siqueira de Brito (PSB), o Chico Siqueira, nomeou cinco filhos, a mulher e o irmão como secretários municipais ou para ocupar cargos no primeiro escalão. As nomeações foram publicadas nas edições do Diário Oficial do Município nos dias 1º e 8 deste mês, que também trouxeram 14 exonerações de servidores.

Cinco dos filhos se tornaram secretários; a mulher, Maria da Conceição Medeiros de Brito, foi nomeada secretária municipal de Turismo. Já o irmão, João Batista Siqueira de Brito, está como titular da Secretaria Municipal da Finanças.

As edições do Diário Oficial trouxeram as ainda as seguintes nomeações: Kayonara Medeiros de Brito Dantas, filha, como secretária municipal da Comunicação, Marketing e Publicidade; Kleber Medeiros de Brito, filho, é o titular da Secretaria de Transportes; Cleyton Zanata Medeiros de Brito, filho, é o secretário municipal de Esportes; Sidcley Medeiros de Brito, filho, ficou como secretário da Administração; e Francisco Siqueira de Brito Junior, filho, foi nomeado secretário-adjunto de Obras e Serviços Urbanos. Outra filha do prefeito interino, Cleana Maria Medeiros de Brito, foi nomeada diretora da escola municipal Libânia Lopes Pessoa.

Chico Siqueira tomou posse como prefeito de Itajá no dia 28 de junho, depois que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cassou os mandatos do prefeito Licélio Jackson Guimarães (PSB) e do vice-prefeito Maxsuel da Cunha (PMDB), além do presidente da Câmara de Vereadores, Max Blênio Medeiros da Silva (PSB), todos acusados de crime eleitoral – teriam comprado votos nas eleições de 2012.

O Ministério Público Estadual (MPE) informou que solicitou à prefeitura documentos com os nomes de todas as pessoas nomeadas pela administração de Chico Siqueira para que seja analisada a legalidade das indicações e nomeações. O promotor de Justiça Ricardo Formiga, responsável pela comarca de Itajá, instaurou nesta segunda-feira (18) procedimento para que uma investigação seja iniciada.

Montanhas RN – Prédio do Conselho Tutelar é alvo de tentativa de arrombamento

240_124-caso-de-policia1_IMGUN1422455125

Informações apontam que o Prédio do Conselho Tutelar do Município de Montanhas foi alvo de arrombamento na madrugada do dia 18, elementos estiveram no local e tentou arrancar o portão, várias caixas de fósforos foram encontradas no recinto e tudo indica que o alvo principal seria o veículo que hoje se encontra em poder do Conselho.

Com informações de um dos conselheiros, vizinho ouvia vozes de pelo menos 2 pessoas, e que de acordo com os detalhes, diziam: “vamos embora já tá amanhecendo o dia, vamos! Vamos!” isso foi na madrugada do dia 18 e na noite de segunda feira, novamente voltaram ao local e fizeram uma outra tentativa no portal da casa, deixando as paredes externas visualmente abaladas. Disse!

A crise na Segurança Pública não é só em Montanhas, mas aqui está cada dia pior, igual a cantiga da pirua (domínio popular) “de pior a pior”.

Aguardemos a posição das Polícias, Civil e Militar, para então, divulgarmos o resultado de toda investigação, se caso estiver havendo diligências para o caso em questão.

Profissionais cubanos do Mais Médicos serão substituídos após eleições

cubano
Próximo do fim do prazo inicial de três anos para participação no Mais Médicos, profissionais cubanos que chegaram ao Brasil em 2013 serão mantidos por mais quatro meses devido às eleições municipais. Em seguida, devem ser substituídos.

A decisão, que contraria tentativas recentes do governo em mantê-los por mais três anos, foi definida após reunião entre o Ministério da Saúde, o governo de Cuba e a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde). A medida vale para os médicos cubanos que vieram ao país nos dois primeiros ciclos de inscrições, e cujos contratos terminam entre julho e outubro deste ano. A estimativa é que cerca de 2.400 médicos ocupem essas vagas.

Ao todo, 18.240 médicos atuam no Mais Médicos –destes, 11.429 são cubanos, 1.537 são formados no exterior e o restante, brasileiros. Em abril, a presidente Dilma Rousseff chegou a editar medida provisória, hoje em discussão no Congresso, que prorrogava a participação dos cubanos por mais três anos.

Agora, a ideia é que essa prorrogação ocorra só até novembro, para que não haja falta de médicos durante as Olimpíadas e em meio às eleições municipais. Em seguida, eles devem ser substituídos, segundo a Opas, que diz que a “troca” segue o acordo de cooperação “que exige o retorno deles após três anos atuando fora do próprio território.”

Na reunião, o governo cubano sinalizou que não pretende mantê-los por mais tempo do que o previsto. Já o Ministério da Saúde evita comentar a eventual substituição e diz que a reposição das vagas será alvo de novas negociações. Neste mês, a pasta voltou a se posicionar a favor da prorrogação por mais três anos. A proposta, porém, ainda deve passar por análise da Câmara e do Senado.

Jorge Hely/Brazil Photo Press/Folhapress
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, no lançamento do Centro de Operações Conjuntas da Saúde para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, no lançamento do
Centro de Operações Conjuntas da Saúde para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos

O ministro Ricardo Barros tem afirmado que quer estimular a participação de médicos brasileiros, sem citar como. Nos bastidores, a avaliação é que isso poderia ser feito com novo edital.

Mauro Junqueira, presidente do Conasems, que reúne secretários municipais de Saúde, diz que a prorrogação responde a pedido das prefeituras, que temiam transtornos e desassistência em meio às eleições. “São médicos que já tem um vínculo [com a população]”, afirma.

‘MAIS’ MAIS MÉDICOS

Em nota, o ministério informa que a manutenção do Mais Médicos “está assegurada” e que não haverá desassistência aos municípios. “É um compromisso do ministro da Saúde, Ricardo Barros, fortalecer a participação dos brasileiros no Mais Médicos e, enquanto houver necessidade e vagas a serem preenchidas, manter o convênio com a Opas para o provimento de médicos no país.”

A Opas diz que os governos brasileiro e cubano “têm manifestado total interesse em continuar com a cooperação internacional triangulada pela Opas/OMS”.