Daily Archives: 21/06/2016

Líder de facção é encontrado morto na Cadeia Pública de Nova Cruz, RN

José Ferreira da Silva Júnior, o ‘Júnior Paraíba’, morreu no domingo (19).
Segundo a Coape, ele era um dos cabeças de uma facção da Paraíba.

Cadeia Pública de Nova Cruz (Foto: Ademílson Amorim)Cadeia Pública de Nova Cruz (Foto: Ademílson Amorim)

Um preso foi encontrado morto na manhã deste domingo (19) dentro da Cadeia Pública de Nova Cruz, distante cerca de 100 quilômetros de Natal. José Ferreira da Silva Júnior, mais conhecido como ‘Júnior Paraíba’, tinha 24 anos. Segundo a Coordenadoria de Administração Penitenciária, ele foi encontrado dependurado pelo pescoço em uma grade de ferro. Já no site do Instituto Técnico de Perícia (Itep), consta que o detento foi espancado.

“Ele era líder de uma facção criminosa originária da Paraíba”, disse Zemilton Silva, diretor da Coape. Este é 13º caso de preso morto dentro do sistema penitenciário potiguar somente este ano.

Ainda de acordo com a Coape, José Ferreira da Silva Júnior era preso provisório, ou seja, ele ainda aguardava julgamento. “Sei que ele respondia por assalto, mas também era suspeito de ter cometido outros crimes”, pontuou Zemilton.

A Polícia Civil de Nova Cruz esteve na cadeia e vai investigar o caso.

2015
Ano passado, 28 homens morreram dentro de unidades carcerárias do RN. Deste total, 25 foram assassinados a facadas ou encontrados enforcados (mortos em condições suspeitas). Outros dois morreram soterrados após o desabamento de um túnel na Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Ainda houve o caso de um adolescente que foi morto ao ser baleado em uma unidade para cumprimento de medida socioeducativa durante uma tentativa de resgate no Ceduc de Caicó. Os números são da Coordenadoria de Análises Criminais da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. Tudo em vão. As melhorias feitas foram novamente destruídas. Atualmente, em várias unidades, as celas não possuem grades e os presos circulam livremente dentro dos pavilhões.

Além das unidades depredadas, da superlotação e da violência, as fugas também se tornaram problemas constantes para o Estado. Somente este ano, 249 presos já escaparam do sistema. Alguns foram recapturados, mas nem a Secretaria de Justiça (Sejuc) nem a Secretaria de Segurança Pública (Sesed) sabem precisar a quantidade de fugitivos que retornaram aos presídios.

G1 RN

A Senadora Fatima Bezerra esteve em Canguaretama reunindo-se com possíveis candidatos para o pleito de 2016

13479920_972569079522581_1911473651_n

Senadora Fátima Bezerra e Ramalho
(Restaurante Barramar / Canguaretama)

A Presença de Ramalho, do Município de Montanhas, na reunião com a Senadora Fátima Bezerra foi muito importante para a sua pré-candidatura a vice-prefeito.

Muitos assuntos foram debatidos durante toda a tarde na reunião de Sábado (18), mas o que queremos destacar é que entre as conversas da Senadora com Ramalho, ficou confirmado que o apoio de Fátima é de suma importância para a sua candidatura e ao declarar que vai estar em todas as movimentações políticas, diante das possibilidades da Senadora, disse o pré-candiato, faz com que essa pré-candidatura de Ramalho seja mais uma grande evolução para o quadro político de mudança na administração do Município de Montanhas.

Possivelmente surgirão as Candidaturas do então Engenheiro Manuel Gustavo pelo PR e do Empresário Ramalho pelo PT, essa aliança vem sendo alicerçada desde finalzinho de 2014, portanto, já tem algum tempo de afinidades, isso sem falar que nas eleições de 2012 ambos disputaram como Prefeito e Vice respectivamente pelo PSDC.

Aguardemos o desenrolar das convenções onde provavelmente homologarão as candidaturas.

Multado em R$ 54 mil, vigilante pede doações para pagar dívida

denis mayer 310x245O vigilante Dennys Mayer, residente na cidade de Sumé está apelando de todas as formas possíveis para tentar quitar uma dívida com a Justiça Eleitoral.

Trata-se de uma multa aplicada contra ele nas eleições de 2012, quando veiculou uma publicidade eleitoral em um jornal impresso de circulação em toda Paraíba, e foi condenado por propaganda eleitoral antecipada. A dívida atualizada, segundo Dennys Mayer, está em R$ 54 mil, mas caso pague a vista, o valor cai para R$ 6 mil, o que deixa ele mais tranquilo perante a situação, porém, ainda não sabe de onde tirar a quantia para quitar seu débito. Foi aí que Dennys resolveu lançar uma campanha nas redes sociais para arrecadar doações.

De acordo com Dennys, até a noite desta segunda-feira, poucas horas depois de iniciar os pedidos de doação, já conseguiu arrecadar R$ 800. Ele espera arrecadar o restante do valor em doações de qualquer valor no decorrer da semana, contando com a ajuda de amigos e pessoas que fiquem comovidas com sua situação.

O telefone para contato é (83) 99966-3112.

MaisPB com Cariri Ligado

Temer pretende reduzir atuação da EBC e fechar a TV Brasil

Temer pretende reduzir atuação da EBC e fechar a TV Brasil

Temer pretende reduzir atuação da EBC e fechar a TV Brasil

Controlada pela União, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) está prestes a perder seu principal braço público de rádio e TV. Nos próximos dias, o presidente interino Michel Temer enviará ao Congresso um projeto de lei reduzindo a atuação e os custos da empresa. A empresa depende de recursos do Tesouro que, neste ano, podem chegar a R$ 535 milhões. Mantida a estrutura atual, pelo menos metade desse orçamento será consumido pela folha salarial.

A ideia da equipe de Temer é fechar a TV Brasil –hoje responsável por metade dos custos da companhia– e manter as demais linhas de negócio: agência de notícias, produção independente de conteúdo, monitoramento de mídia, o portal, entre outras. A Folha apurou que a mudança na lei da EBC permitirá o fim do conselho curador, grupo formado por 22 integrantes com mandatos de dois anos que tomam as decisões mais importantes da companhia.

Também está previsto o fim do mandato para o presidente, que poderá ser destituído a qualquer momento. Hoje, uma decisão desse tipo precisa de aval do conselho curador. Essas são travas que supostamente barravam ingerências políticas.

Caso essas medidas sejam aprovadas, o atual presidente da EBC, Ricardo Melo, indicado pela presidente afastada Dilma Rousseff, deixará o cargo definitivamente. Melo foi destituído por Temer e recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou seu retorno provisoriamente até que o plenário tome uma decisão definitiva. Por isso, Temer tem pressa em rever a lei da EBC.

A empresa surgiu em 2007 para ser a “BBC brasileira” com a missão de fazer comunicação apartidária em diversas plataformas (rádio, TV, internet e celulares), a exemplo do modelo implantado na Europa e nos EUA. Os documentários da britânica BBC, que se mantém de contribuições da população, são divulgados por grandes emissoras comerciais no mundo. No Brasil, já foram exibidos pela Rede Globo.

Desde sua criação, a EBC já consumiu R$ 2,6 bilhões do Tesouro Nacional. O número de funcionários passou de 1.462 para 2.564 e seus custos de produção saltaram de R$ 61 milhões para R$ 236,5 milhões –pelo menos 15% referentes aos serviços prestados à Presidência da República na cobertura de eventos. E continua gerando “traço” de audiência, contrariando uma de suas metas.

A presidente do conselho da EBC, Rita Freire, afirma que as mudanças pretendidas por Temer não se justificam. Diz que o caráter público da emissora se revela em programas como o “Estação Plural”, ligados à diversidade sexual, e o “Caminhos da Reportagem”, sobre jornalismo, conteúdos que não se veem em redes privadas. “O que a EBC precisa é desvinculação da Presidência da República”, disse Freire.

A Folha ouviu executivos da EBC sob condição de anonimato. Para eles, as interferências do governo na emissora começaram quando antigos funcionários foram substituídos, a partir de 2011, por outros com salários muito maiores do que a média dos funcionários “da casa”.

Essa prática teria se acentuado sob a gestão de Edinho Silva, então ministro da Secretaria de Comunicação (Secom), a quem a EBC está subordinada. Os críticos questionam os salários altos de alguns profissionais, como o dos jornalistas Sidney Rezende, Paulo Moreira Leite e Luís Nassif. Segundo eles, os programas das “estrelas” da EBC eram “pró PT” e chegaram a ter reclamações de telespectadores à Ouvidoria pelo “alinhamento político”.

Com a demissão de Ricardo Melo, esses contratos foram cancelados por Laerte Rimoli, escolhido para substituí-lo. Mas Melo reassumiu e logo levou ao ar uma entrevista com a presidente afastada Dilma Rousseff feita por Nassif –o que caiu como afronta na equipe de Temer. “Não adianta inverter o governo”, disse Jonas Valente, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal. “O que está em jogo não é eleger Flamengo ou Fluminense. Defendemos a rede pública, mas o governo precisa entender que ela não é uma plataforma política”.

Procurado, o presidente da EBC, Ricardo Melo não quis se pronunciar. Edinho Silva disse ter contratado somente três diretores e negou direcionamentos políticos.

Com informações da Folha de S.Paulo

Juiza suspende postagem de pré-candidata de Nísia Floresta no facebook

propaganda

Juiza suspende postagem de pré-candidata de Nísia Floresta no facebook

A magistrada Renata Aguiar, juíza eleitoral da 67ª Zona Eleitoral do TRE-RN, acatou a representação do PSDB em Nísia Floresta, que apontou duas publicações da pré-candidata a prefeita do município pelo Partido Popular Socialista (PPS) Rosângela Galiza de Vasconcelos, feitas no dia 5 de junho, como veiculação de propaganda eleitoral paga no Facebook.

Em liminar, a juíza pediu a suspensão das postagens no prazo de 24 horas, ainda que o conteúdo não fizesse pedido expresso de voto, além de oficiar a pré-candidata e o Facebook a fim de constatar se há procedência no patrocínio da publicação. Rosângela Vasconcelos excluiu as postagens. Em resposta, apresentada na última quinta-feira (16), a pré-candidata declarou que pagou o valor de R$4 para impulsionar as publicações. A juíza ainda aguarda resposta do Facebook.

O uso de publicações em redes sociais de forma patrocinada por qualquer pré-candidato configura violação ao artigo 57-C da Lei 9.504/97, ainda que não haja pedido expresso de voto.

CBF confirma Brasil e Bolívia na Arena das Dunas em Natal pelas Eliminatórias

 

Brasil e Bolívia pelas Eliminatórias da Copa da Rússia, será na Arena das Dunas em Natal foto Site Arena das DunasBrasil e Bolívia pelas Eliminatórias da Copa da Rússia, será na Arena das Dunas em Natal (Foto: Site da Arena das Dunas)

A Confederação Brasileira de Futebol – CBF confirmou que a partida válida pela nona rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo Rússia 2018, entre Seleção Brasileira e Bolívia será na Arena das Dunas, em Natal, no Rio Grande do Norte. A data do jogo ainda não foi oficializada.

Após o confronto contra os bolivianos, a Seleção viajará até a Venezuela para a disputa da décima rodada.