Daily Archives: 06/06/2016

Deputados já falam em reajustar o próprio salário, que passaria para R$ 39,3 mil

apode0506painel 1 1POR PAINEL

Também quero Após a aprovação, na Câmara, do reajuste salarial de diversas carreiras, deputados deflagraram movimento para elevar os próprios rendimentos.

Ficaram animados com o aumento de 16% concedido aos ministros do STF, cujos salários passaram a R$ 39,3 mil. O vencimento de um magistrado da corte é o limite do que podem ganhar os parlamentares. A articulação, ainda reservada, esbarra num efeito colateral: um aumento em seus salários fatalmente despertará a ira do eleitorado. Holerite Congressistas ganham R$ 33,8 mil — o salário atual dos ministros do STF, que deve sofrer reajuste. Cruz e caldeirinha O Planalto morre de medo que o aumento para congressistas ganhe força. De um lado, avalia que o desgaste social também atingiria Temer. De outro, antevê dificuldade de brecar a medida diante da necessidade de aprovar reformas.

No limite Aliados muito próximos de Eduardo Cunha passaram a defender de forma veemente que ele renuncie à presidência da Câmara para salvar seu mandato.

É o jeito No roteiro pensado por três membros de sua “tropa”, ele abriria mão do cargo após o Conselho de Ética derrotar o relatório que pediu sua cassação. Seria a única forma de conseguir os 257 votos em plenário e aprovar uma pena mais branda.

Nem pensar Eduardo Cunha manda às favas qualquer um que lhe sugira a renúncia.

Até que enfim De um aliado de Dilma: “Sabe quem vai conseguir fazer a reforma política nesse país…? Sérgio Machado!”, referindo-se ao delator que complicará muito a vida de graúdos do PMDB.

Mais que isso A Lava Jato não encara as declarações do senador Renan Calheiros nos áudios de Sérgio Machado como mera “opinião”.

Entrelinhas Para integrantes da investigação, as gravações que registraram comentários do senador são tão ou mais graves que o grampo de Delcídio do Amaral.

Sem víveres O Palácio da Alvorada contesta a informação da Secretaria de Governo. Diz que a verba para compra de comida, suspensa desde quarta, ainda não havia sido liberada na manhã de sábado.

Alguém não leu Auxiliares de Dilma notam que o parecer jurídico da Casa Civil foi emitido no dia 1º e mesmo assim o corte na alimentação foi feito. A espera do parecer foi usada como desculpa para a suspensão.

Vaso quebrado Amigos dizem que Jaques Wagner, ex-ministro da Casa Civil de Dilma, anda distante da ex-chefe. Vai a Brasília, mas faz questão de não dar o ar da graça no Palácio da Alvorada.

Corram Na expectativa de novas delações, um operador político resumiu o clima da semana em Brasília: “A boataria era tão grande que se temia até que o porteiro do anexo I da Câmara fosse preso!”.

Esfinge Já um chefão da Lava Jato prevê o clima dos próximos dias: “A princípio, a semana será calma, mas sujeita a chuvas e trovoadas”.

Concurso vem aí? Integrantes do governo alertam que ao menos os cargos para técnicos administrativos em educação podem ter de ser abertos logo mais. Faltam funcionários em universidades. A Câmara criou quase 5.000 postos deste tipo.

Dúvida O ministro José Serra terá de decidir se apoiará Susana Malcorra, chanceler argentina, ou António Guterres, ex-premiê português, para o cargo de secretário-geral da ONU. Diplomatas brincam que estão entre “los hermanos” e “los padres”.

Não está fácil Enquanto o governo se esforça para acalmar estrangeiros e convencê-los a injetar recursos no país, investidores reclamam que os preços ainda estão altos por aqui. Empresários relutam em dar descontos.

Ex-ministro do TSE pede que eleitores tenham mais atenção aos candidatos

I Conclave Jurídico Eleitoral (1)

O ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Joelson Dias, esteve em Natal neste final de semana para uma palestra sobre as mudanças na legislação eleitoral. Ele participou do I Conclave Jurídico Eleitoral, que aconteceu na Assembleia Legislativa.

Entre os temas polêmicos, ele questionou os supostos avanços da reforma eleitoral com o encurtamento do tempo de campanha e as restrições na propaganda e na participação dos debates.

“Se a gente cria uma série de restrições, se o tempo de campanha encurta e se nem todos podem participar dos debates, como é que a gente vai conhecer melhor os candidatos? Reduzir pra 45 dias diante desse cenário, será que não beneficia quem já está ali? Fica apenas a reflexão. Aos eleitores, tenham mais atenção aos candidatos”, pediu.

O ministro também falou sobre doações de campanha. Na visão dele, ainda há brechas para a corrupção com a proibição de doação de empresas, haja visto que elas possuem diretores, acionistas e executivos que podem doar de forma privada. “O que é necessário é combater a corrupção”, afirmou.

O I Conclave Jurídico Eleitoral foi organizado pela Fundação Ecológica Nacional e contou com a presença de juristas e políticos de mais de 30 municípios do Rio Grande do Norte. O evento foi mediado pelo advogado Luiz Gomes e teve a participação dos advogados Thiago Cortez e Felipe Cortez. Também participaram do evento os juízes eleitorais Wlademir Capistrano e Nilo Ferreira.

I Conclave Jurídico Eleitoral (4)

I Conclave Jurídico Eleitoral (5)

Resultado do Sisu 2016 será divulgado nesta segunda-feira

323b4bedbcd8f41b9749c79d20a9922c l
Os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) serão divulgados em única chamada nesta segunda-feira (6), sem horário definido. Até as 18h de quinta-feira (2), último dia de prazo para inscrições, 1.502.680 inscrições de 778.739 candidatos foram feitas.

Cada candidato podia se inscrever em até duas opções de curso… O resultado poderá ser conferido pelo site http://sisu.mec.gov.br . Na terça-feira começam na terça-feira (7). Elas ficarão disponíveis até as 23h59 do dia 10 de junho, pelo site do programa . O edital foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (27).

O Sisu é o sistema informatizado do MEC por meio do qual instituições públicas de educação superior oferecem vagas a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Esta edição oferece 56.422 vagas em 65 instituições. A inscrição podia ser feita somente pelos estudantes que participaram do Enem de 2015 e obtiveram nota na redação que não fosse zero.

Entre os dias 10 e 14 de junho, os selecionados terão de fazer a matrícula na instituição de ensino. Do dia 6 até o dia 17 de junho, os estudantes não selecionados podem aderir à lista de espera do sistema. Os integrantes dessa lista que vierem a ser selecionados devem fazer a matrícula no dia 23 de junho.