Daily Archives: 02/06/2016

Dois pra lá, dois pra cá, num bolero imortal de João Bosco e Aldir Blanc

João Bosco e Aldir Blanc, dois monstros da MPB

O bolero “Dois Pra Lá, Dois Pra Cá” é considerado uma de nossas músicas mais sensuais, cuja letra do psiquiatra, escritor e compositor carioca Aldir Blanc Mendes figurativiza a arte de amar tropical: quente, dolente, de pele suada etc.  O bolero “Dois Pra Lá, Dois Pra Cá” foi gravado por Elis Regina no LP Elis, em 1974, pela Philips.

DOIS PRA LÁ, DOIS PRA CÁ
João Bosco e Aldir Blanc

Sentindo frio em minh’alma
te convidei pra dançar
A tua voz me acalmava
são dois pra lá, dois pra cá

Meu coração traiçoeiro
batia mais que um bongô
tremia mais que as maracas
descompassado de amor

Minha cabeça rodando
rodava mais que os casais
O teu perfume gardênia
e não me pergunte mais

A tua mão no pescoço
as tuas costas macias
por quanto tempo rondaram
as minhas noites vazias

No dedo um falso brilhante
brincos iguais ao colar
e a ponta de um torturante
band-aid no calcanhar

Eu hoje me embriagando
de uísque com guaraná
ouvi tua voz murmurando
são dois pra lá, dois pra cá

site Poemas & Canções

ERA O QUE FALTAVA: Bandidos usam maquineta de passar cartão para tirar dinheiro de vítima de assalto em Natal

Um roubo diferente aconteceu na noite desta quarta-feira (1) na rua Olinto Meira, no Barro Vermelho, zona Leste de Natal. Segundo a polícia, três bandidos simularam um acidente para atrair as vítimas. Um casal ficou deitado na via próximo a uma motocicleta, enquanto outro suspeito aguardava escondido.

Ao visualizar os corpos estendidos, um homem parou para ajudar as supostas vítimas e quando se aproximou foi surpreendido com o anúncio do assalto e teve todos os pertences subtraídos.

Mas a audácia dos criminosos foi além. Logo após tomar os objetos da vítima, um dos bandidos sacou uma máquina de cartão de crédito e ordenou que o homem “pagasse” o roubo com um cartão de débito. A quantia cobrada pelo suspeito não foi informada pela polícia.

Após o crime, a Polícia Militar iniciou diligências na tentativa de capturar os suspeitos. Contudo, ninguém foi localizado até o momento. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil, que deverá utilizar o rastreamento da conta para identificação dos criminosos.

Em dúvida sobre voto, Romário renuncia à comissão do impeachment

Após manifestar ao GLOBO dúvida sobre seu voto na fase final do impeachment, o senador Romário (PSB-RJ) renunciou, nesta quarta-feira, à posição de titular na comissão especial que debate o tema. Ele será substituído por Lúcia Vânia (PSB-GO). O partido dos dois senadores tem posição favorável ao impeachment.

Em texto publicado em sua página no Facebook na noite desta quarta-feira, o senador afirma que votou pela admissibilidade do impeachment para que se tivesse uma oportunidade de “aprofundar as investigações”. Diz caber ao presidente interino Michel Temer dar uma “nova cara” ao país. Afirma que seu voto ao final do processo de impeachment de Dilma levará em conta o “conjunto da obra” e faz críticas a Temer.

“Os primeiros dias do governo interino não foram como deveriam ser. No lugar de ministros “notáveis”, conforme Temer prometeu, tivemos ministros investigados. Vimos ministérios estratégicos para o país serem fundidos e perderem relevância, como o fundamental Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação. Assim como a extinção do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Temas relevantes e tão caros ao país, como o das pessoas com deficiência perderam relevância e foram abrigadas no Ministério da Justiça e Cidadania.

Além da já anunciada extinção do Ministério da Previdência Social, órgão responsável pela elaboração de políticas, gestão e fiscalização de importantes benefícios sociais. Houve ainda a extinção Controladoria-Geral da União que, de certa medida, prejudica o combate à corrupção. Defendo o enxugamento da máquina pública e redução de custos do governo, mas não acredito que estas tenham sido as melhores alternativas”, diz trecho do texto publicado na página do senador.

Via Blog do BG