Daily Archives: 17/04/2016

Montanhas RN – O Engenheiro Manuel Gustavo é o nome forte da OPOSIÇÃO para Prefeito

!

ricardo-montanhasCrédito da Foto: Montanhas em Ação

Hoje no Município de Montanhas apresenta-se um nome novo na oposição ao Prefeito Algacir, com possibilidade de vitória real, para as eleições de 2016.

Dados apontam que de acordo com a opinião popular, se as eleições fossem hoje, o pré-candidato Manuel Gustavo seria o Prefeito. Isso alavanca a condição de que depois 30 anos, poderá assumir a administração do Município, um Cidadão, sem que seja das Famílias: Pilão e Balduino.

Até que enfim, aos poucos, o POVO vai se libertando desse atrelamento eleitoral. A liberdade de escolha está a cada dia mais evidente nas pessoas e com isso vai se confirmando, que podemos sim! Ter posição independente, sem ter medo de retaliações ou qualquer outra atitude dessa natureza. Essa liberdade! É um processo democrático e republicano, assim sendo, o cidadão escolhe o gestor e cabe a ele, sem dúvida alguma, construir um modelo de administração, que se enquadre dentro de uma realidade justa, e tão somente justa, para que alcancemos o desenvolvimento do Município.

Vamos observar e acompanhar de perto toda movimentação eleitoral, porque podem acontecer muitas coisas importantes nas propostas dos candidatos, vale salientar que a avaliação deve ser feita livremente, com viés de esclarecimentos, argumentados nas condições possíveis de realização administrativa. Essa onda de promessas; de obras suntuosas; de construções inacabadas, com pensamentos de futuras instalações, podem não resultar na verdade e omitir a verdadeira intenção que se pretende, por isso, tem que estar atento para essa reflexão, não podemos nos deixar levar por sentimentos mesquinhos e faraônicos, porque isso vai acarretar ilusões, e não obstante esses fatos, ocorrerão decepções e ai pode ser tarde demais.

É isso! Estamos abertos para quaisquer outros esclarecimentos e ou publicações, caso os munícipes queiram ecoar sua voz através do Blog Montanhas em Ação. O espaço está aberto…

dsc03269Crédito da Foto: Montanhas em Ação

Matheus fala sobre Cacau nunca ter feito sexo anal: “Tranquilo”

Com Informações do EGO

21jan2016---maria-claudia-tambem-se-descuidou-em-frente-as-cameras-da-casa-e-mostrou-tudo-ao-trocar-de-calcinha-calculando-mal-seus-movimentos-debaixo-do-roupao-1453374213614_956x530Reprodução/Internet

O único casal do Big Brother Brasil 2016 já posou para as lentes do Paparazzo em um ensaio que sairá na segunda-feira. Durante as fotos, os assuntos picantes tomaram conta do ensaio.

Matheus falou sobre o fato da namorada nunca ter feito sexo anal na vida, já que durante o seu ensaio sozinha a youtuber afirmou que não tinha passado pela experiência e nem queria ter. Já Matheus afirmou que é um grande apreciador do sexo anal.

“Se ela não gosta, tudo bem, tranquilo. Não tem necessidade”, garantiu ele. Matheus acredita que o fato de Cacau ter tido apenas uma experiência sexual antes dele não é algo que prejudique o relacionamento deles. Pelo contrário: o ex-BBB fez questão de enfatizar que o importante é diálogo.

“Temos que sentar para conversar, para cada um dizer o que gosta ou não”, comentou o ex-BBB. “Não tivemos tempo para isso ainda. Mas acho que quando formos morar juntos, tudo será discutido”, completou Cacau, que também revelou detalhes sobre a primeira transa dos dois fora do “BBB 16”. “Romântica e quente”, disse ela.

Matheus e Cacau (Crédito: Reprodução)
Matheus e Cacau (Crédito: Reprodução)
Matheus e Cacau (Crédito: Reprodução)
Matheus e Cacau (Crédito: Reprodução)

Delator revela encontro e proprina de R$ 52 milhões a Eduardo Cunha

Segundo o empreiteiro, empresas relacionadas às obras do Porto Maravilha, no Rio, deveriam pagar R$ 52 milhões ou 1,5% do valor total dos Certificados de Potencial de Área Construtiva (Cepac) a Eduardo Cunha. A parte que caberia à Carioca era de R$ 13 milhões.

A defesa de Eduardo Cunha ainda não se manifestou sobre o assunto.

Em 14 páginas, o empresário Raul Pernambuco Júnior narra também, com detalhes, encontro com o presidente da Câmara para combinar como seriam realizados pagamentos no exterior.

Eduardo Cunha com Jovair Arantes (esq.) na Câmara, nessa sexta (15)
Eduardo Cunha com Jovair Arantes (esq.) na Câmara, nessa sexta (15)

Ainda segundo o delator, o maior repasse ocorreu em 26 de agosto de 2013 no valor de US$ 391 mil depositados em conta do peemedebista no banco suíço Julius Baer. Em 2011 foram quatro depósitos, somando US$ 1,12 milhão. Em 2012, Eduardo Cunha recebeu só dessa fonte outros US$ 1,34 milhão divididos em seis depósitos. A tabela revela que em 2013 o deputado – que ainda não exercia a presidência da Casa -, foi contemplado com mais seis depósitos, totalizando US$ 1,409 milhão. Já em 2014, Eduardo Cunha recebeu outros seis depósitos que somaram US$ 804 mil.

A tabela com o caminho das propinas é dividida em duas partes.

“Em relação a primeira tabela, que totaliza US$ 3.984.297,05 tem certeza de que foram destinadas a contas apontadas pela deputado Eduardo Cunha; que em relação a segunda tabela, no valor total de US$ 696 mil, é altíssima a probabilidade de que também eram valores destinados a contas indicadas por Eduardo Cunha, por todo o trabalho investigativo que fizeram, em especial porque não fizeram pagamentos deste tipo a outras pessoas e, também, pelo valor das transferências”, afirmou o empresário.

“Em nenhum momento Eduardo Cunha lhe disse que as contas eram de titularidade dele, mas tem certeza de que todas estas contas foram indicadas pela deputado Eduardo Cunha; que tampouco o depoente chegou a perguntar a Eduardo Cunha sobre o titular das referidas contas.”

Raul Pernambuco Júnior descreveu uma reunião no Hotel Sofitel, em Copacabana, no Rio, que, segundo ele, teria ocorrido entre junho e julho de 2011, época da aquisição das Cepac’s pelo Fundo de Investimento do FGTS.

“O depoente não estava presente, mas seu pai e um executivo da Carioca de nome Marcelo Macedo estiveram presentes a esta reunião; que após esta reunião, o depoente foi chamado pelo seu pai; que seu pai lhe comunicou que Léo Pinheiro, da OAS, e Benedicto Junior, da Odebrecht, na reunião do Hotel Sofitel, comunicaram que havia uma solicitação e um ‘compromisso’ com o deputado Eduardo Cunha, em razão da aquisição, pela FI-FGTS, da totalidade das CEPAC’s”, declarou.

O empreiteiro detalhou. “Que o valor destinado a Eduardo Cunha seria de 1,5% do valor total das Cepac’s, o que daria em tomo de R$ 52 milhões devidos pelo consórcio, sendo R$ 13 milhões a cota parte da Carioca; que este valor deveria ser pago a Eduardo Cunha em 36 parcelas mensais; que seu pai disse ao depoente que cada uma das empresas “assumiria” a sua parte diretamente com Eduardo Cunha.”

À Procuradoria, o delator contou que o primeiro pagamento no Israel Discount Bank. (UOL)

Após ser filmada em dança sensual de biquini, professora é demitida

14b080de-4d1f-4296-9a3b-89d01296ed9a

Uma professora de escola primária de Ciudade Obregón, México, identificada apenas como Clarissa, teve que pedir demissão após ter sido filmada curtindo um feriado faznedo uma dança sensualdurante um competição numa praia de Cabo San Lucas.

Após retornar para o trabalho ela foi forçada a deixar a escola, pois as imagens causaram polêmicas e alguns pais de alunos disseram ficar revoltados com as imagens.

Clarrisa já trabalhava na escola há três anos concedeu entrevista falando sobre a demissão. “”Eles não me deram outra opção na escola a não ser pedir demissão”.

Nas imagens, a professora aparece usando um biquini durante uma competição de dança na praia. Ela levou o prêmio equivalente a R$ 920, mas não esperava ter que sair do emprego.

O vídeo da professora viralizou na cidade e acabou virando um escândalo e a dança feita por ela foi considerada por muitos “um absurdo”.

A professora se defende dizendo que só participou do concurso por insistência de amigos e alega que não estava fazendo nada de errado. “Eu não estou fazendo sexo, usando drogas ou desrespeitando ninguém”, disse ela afirmando ter visto está sendo filmada. “Uma dancinha não define minha personalidade”, alega a professora.

Após a demissão de Clarissa, inicou-se um debate nas redes sociais e a professora recebeu um apoio esmagador na internet com comentários do tipo: “A coitada estava de férias. Deixem ela em paz”, e “Bando de hipócritas. Quem é que não curte um feriadão?”

A repercusão foi tão grande que os que não concordaram com a demisssão fizeram um abaixo assinado onde teve 150 assinaturas pedindo que a docente voltasse a ter seu emprego.

Alguns pais dos alunos enviaram comunicando informando que a professora era querida pelos filhos e dizendo que não pediram sua demissão, entretanto a escola não fez nenhum pronunciamento sobre o assunto.

Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia
Professora é demitida após fazer dança sensual em praia

Professora é demitida após fazer dança sensual em praiaProfessora é demitida após fazer dança sensual em praia

Homem encontra R$ 7 mil e espera dono voltar a banco para devolver

Os dois se tornaram amigos  (Crédito: Reprodução )

Os dois se tornaram amigos (Crédito: Reprodução )

Um farmacêutico deu um exemplo de honestidade e bom caráter em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), na segunda-feira (11). Milton Ramos Peres encontrou R$ 7 mil em cima do balcão de uma agência bancária e resolveu esperar o dono voltar buscar em frente ao banco.

O cantor Eliel Lima havia esquecido o dinheiro, que nem era dele, e só percebeu quando precisou entregar o valor para um amigo. “Quando eu vi que não estava lá só ficou a fé porque aquele dinheiro não era meu e era muito dinheiro. Eu não sei como eu ia juntar esse dinheiro tão facilmente.

”Demorou 40 minutos até que o dinheiro fosse encontrado. Quem achou foi Milton, que ficou esperando na frente da agência bancária até que alguém viesse procurar.

“Eu achei que devia devolver o dinheiro. Algumas pessoas falaram que eu não devia devolver porque dinheiro não tem dono, mas o dinheiro não era meu e eu queria dormir”, diz Milton.

Eliel conta que só tem a agradecer. “Eu cheguei ao banco, olhei na bancada e o envelope não estava mais, perguntei para os seguranças e nada, quando apareceu o Sr. Milton perguntando se eu tinha perdido algum dinheiro e eu tive uma ‘baita’ felicidade.

”Além de recuperar o dinheiro, o Eliel ganhou um amigo para vida toda e uma festa. “A sensação de gratidão é tão grande, você explode de alegria, fiz mais um amigo. A gente até já combinou um churrasco para celebrar porque foi um ato de grandiosidade dele.”