Com aval de Temer, PMDB ameaça candidatos a prefeito que votarem contra impeachment

_DSC7702

Brasília – A quatro dias da votação do impeachment no plenário da Câmara, deputados do PMDB articulam, com aval de Temer (PMDB-SP), não dar legenda a pré-candidatos a prefeito do partido que votarem contra o impedimento da presidente Dilma Rousseff.

Outra medida defendida pelos peemedebistas ligados a Temer é que, se os ministros do PMDB que reassumirem o cargo para votar não seguirem o voto da maioria, já estão sendo avisados que não terão qualquer cargo num futuro governo do vice-presidente.

O deputado Leonardo Quintão (MG), disse que as reprimendas, que serão levadas à Executiva do partido, são uma resposta aos caciques regionais do PMDB, principalmente no Nordeste, que pressionam parlamentares a votar com o governo.

Anúncios

Posted on 14/04/2016, in Agressão, Brasil, Curiosidade, Política, Reflexão. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: