Chuva e ventania repentinas causaram morte, destruição e deixaram 100 mil sem luz na PB

Parte do teto do Clube do Campinense caiu em CG - Foto: Imagem compartilhada no WhatsApp

Parte do teto do Clube do Campinense caiu em CG
– Foto: Imagem compartilhada no WhatsApp

As chuvas e as ventanias que atingiram a Paraíba nessa sexta-feira (29), de forma repentina, causaram morte e destruição não nó no estado, mas também em Pernambuco, onde foram iniciadas as alterações no tempo. Os meteorologistas explicam que um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCN) que atinge o Nordeste é intensificado pelo El Niño e provoca chuvas e ventos fortes. A Energisa informou neste sábado (30) que mais de 100 mil unidades consumidoras (domicílios) em nove cidades da Paraíba foram afetadas.

Segundo o Portal Correio, na Paraíba, houve queda de árvores e de um muro em três bairros de João Pessoa, destruição também em Campina Grande e chuva de granizo em outras cidades do interior. Uma pessoa morreu, em Solânea, atingida por um fio de alta tensão durante as chuvas com ventanias.

160937,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0A Energisa informou neste sábado (30) que está trabalhando com esquema reforçado para normalizar o fornecimento de energia elétrica nas cidades atingidas pelas chuvas e rajadas de vento.

Conforme a concessionária, em João Pessoa, a ventania provocou mais de 800 ocorrências de interrupção no fornecimento. Na região de Campina Grande, foram registradas quase 200 ocorrências causadas pela ventania que derrubou árvores sobre a rede e chegou a arrancar a cobertura de um estádio de futebol. Clientes das cidades de Mamanguape, Itabaiana, Monteiro, Guarabira, Esperança, Patos e Itaporanga também foram afetados totalizando, em todo o estado, cerca de 100 mil unidades consumidoras.A Energisa alerta que, se possível, nessas situações, as pessoas devem isolar o local, não se aproximar da fiação e acionar a empresa o mais breve possível. Os contatos podem ser feitos via rede social (Facebook) e também pelo aplicativo para celular Energisa On.

Até a manhã deste sábado (30), cerca de 18 mil unidades consumidoras ainda estavam com o fornecimento de energia prejudicado.

Na Região Metropolitana de Recife (RMR), houve alagamentos, queda de árvores, uma morte e feridos por conta da chuva forte e das rajadas de vento que teriam chegado a 80 km por hora.

Na fanpage do Portal Correio no Facebook, internautas relataram alterações repentinas no tempo, não só em João Pessoa, mas também em cidades como Arcoverde e Sertânia (PE), Fagundes e Alagoa Grande (PB).

Anúncios

Posted on 01/02/2016, in Brasil, Curiosidade, Informativo, PB. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: