Daily Archives: 23/06/2015

Desejamos aos nossos leitores boas Festividades Juninas

face-Brazil

As festas juninas têm em suas raízes a mistura de elementos das tradições pagãs romano-germânicas e cristãs.

festa-junina-bumba-meu-boi-sao-luis-maranhao-folclore

No Brasil, desde pelo menos o século XVII, no mês de junho, comemoram-se as chamadas “Festas Juninas”, que possuem esse nome por estarem associadas ao referido mês. Sabemos que, além daquilo que tipifica tais festas, como trajes específicos, comidas e bebidas, fogueiras, fogos de artifício e outros artefatos feitos com pólvora (como bombinhas), há também a associação com santos católicos, notadamente: São João, Santo Antônio e São Pedro. Mas quais são as raízes das festas juninas?

Os pesquisadores especializados em festividades e rituais costumam apontar as origens das festas juninas nos rituais dos antigos povos germânicos e romanos. Os povos que habitavam as regiões campestres, na antiguidade ocidental, prestavam homenagens a diversos deuses aos quais eram atribuídas as funções de garantir boas plantações, boas colheitas, fertilidade etc. Geralmente, tais ritos (que possuíam caráter de festividade) eram executados durante a passagem do inverno para o verão, que, no centro-sul da Europa, acontece no mês de junho.

Esses rituais implicavam o acendimento de fogueiras e de balões (semelhantes aos que hoje são feitos com papel de seda), entre outros modos de comemorações, como danças e cânticos. Na transição da Idade Antiga para a Idade Média, com a cristianização dos romanos e dos povos bárbaros, essas festividades passaram a ser assimiladas pela Igreja Católica, que, como principal instituição do período medieval, soube também diluir o culto aos deuses pagãos do período junino e substituí-los pelos santos.

A religiosidade popular absorveu de forma muito profunda essa mistura das festividades pagãs com a doutrina cristã. Nas regiões do Sul da Europa, sobretudo na Península Ibérica, onde o catolicismo desenvolveu-se com muita força no fim da Idade Média, essas tradições tornaram-se plenamente arraigadas. Com a colonização do Brasil pelos portugueses a partir do século XVI, as festividades juninas aqui foram se estabelecendo, sem maiores dificuldades, e ganhando um feitio próprio.

As comemorações das festas juninas no Brasil, além de manterem as características herdadas da Europa, como a celebração dos dias dos santos, também mesclaram elementos típicos do interior do país e de tradições sertanejas, forjadas pela mescla das culturas africana, indígena e europeia. Sendo assim, as comidas típicas (como a pamonha), as danças, o uso de instrumentos musicais (como a viola caipira) nas festas, etc., tudo isso reflete milênios de tradições diversas que se imbricaram.

Por Me. Cláudio Fernandes

Montanhas RN – Ramalho filia-se ao PT Municipal

cam00588Foto: Reprodução/Pedro Joel

Neste final de semana passado, sábado dia 20 de junho, em reunião no Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Montanhas, o Empresário Ramalho filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT).

Ramalho nas eleições de 2012 concorreu ao pleito como candidato a Vice-prefeito juntamente com o Candidato a Prefeito, à época, o Engenheiro Manuel Gustavo, oportunidade em que estavam filiados ao Partido PSDC 27. Agora depois da filiação de Ramalho junto ao PT 13, será que sairá como candidato às eleições de 2016, compondo uma chapa com o possível candidato a Prefeito em 2016 Engenheiro Manuel Gustavo?

Pergunta interessante, porque se assim ocorrer, o PT passará a apresentar uma candidatura majoritária para 2016 no quadro Municipal em Montanhas, essa reflexão é proposital, pelo fato do PT não postular candidaturas majoritárias já alguns anos. Vamos aguardar o posicionamento da Comissão Municipal, que neste momento, deverá está fazendo sua avaliação.

É Montanhas! As coisas estão mudando, a ordem das coisas deve ser estabelecida e naturalmente aparecerão oportunidades equitativas para todos e sem essa de apenas funcionar uma gangorra entre duas famílias. Felizmente a democracia nos aponta pra uma realidade promissora muito em breve, pois, quando o Povo quer! Não há discussão.

O Blog parabeniza o Empresário Ramalho pela escolha e aplaude a Comissão do PT em ter conquistado uma filiação importante para seu quadro de filiados e seguidores.

APLAUSO

SUPLENTE DE DEPUTADO ESTADUAL VIVALDO COSTA ASSUME CADEIRA DE AGNELO ALVES NESTE DIA 25

vivaldo-e-raimundo

Primeiro suplente da coligação que elegeu o deputado estadual Agnelo Alves (PDT), falecido no domingo (21), Vivaldo Costa deve ser empossado no cargo na quinta-feira (25).Enquanto isso, o Poder Legislativo cumprirá luto oficial de três dias, decretado pelo presidente Ezequiel Ferreira (PMDB). Com a chagada de Vivaldo, a bancada aumentou para cinco deputados estaduais. Além dele, Ricardo Motta, Raimundo Fernandes, Gustavo Carvalho e Albert Dickson.

PREFEITO DE NATAL CARLOS EDUARDO LEMBROU QUE SEU PAI AGNELO TEVE UMA VIDA DEDICADA A FAZER O BEM

Foto: Márlio Forte

Foto: Márlio Forte

Visivelmente emocionado durante o funeral do deputado estadual Agnelo Ales, o prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), disse que o pai teve uma vida dedicada a fazer o bem. “Por isso, sei que ele está num lugar bom. Agora, embora seja um momento muito difícil, é preciso seguir em frente. Vá em paz, nós vamos em frente, como o senhor deseja”, disse Carlos Eduardo.

Com Martins Política

BRASILEIROS QUEREM O FIM DA REELEIÇÃO

Os brasileiros, em maioria esmagadora, são contra à reeleição e à obrigatoriedade do voto.

É o que revela a pesquisa feita pela Datafolha, divulgada nesta terça-feira (23) pelo jornal “Folha de S. Paulo”. Os números mostram como os brasileiros mudaram de opinião em relação aos dois itens.

Na primeira pesquisa sobre à reeleição, realizada em 2005, 65% foram a favor do direito do presidente de disputar um novo mandato. Era véspera do ano eleitoral que teria o então presidente Lula concorrendo mais uma vez.

Em 2007, com Lula reeleito, o apoio à releição diminuiu sete pontos, mas ainda era uma opinião da maioria.

Agora, com a presidente Dilma Rousseff recém-eleita, só 30% são a favor da reeleição.

Os que são contra passaram de 39% para 67% desde a última pesquisa.

As opiniões sobre reeleição para governadores e prefeitos são quase idênticas.
Na Câmara dos Depurados, a extinção da reeleição foi aprovada por 452 votos a favor e 19 contra. Para entrar em vigor, a regra precisa passar por nova votação na Casa e, depois, ser aprovada pelo Senado.