Daily Archives: 04/05/2015

Ai de ti, Copacabana, na visão de Rubem Braga e Alceu Valença

O pernambucano Alceu Paiva Valença é formado em Direito e pós-graduado em Sociologia, mas por causa da música desistiu dessas carreiras, para ser cantor e compositor. A letra de “Ai de Ti, Copacabana” retrata um bairro da zona sul carioca, que atravessou o tempo da imagética do Rio de Janeiro. A canção foi inspirada no seguinte trecho de uma crônica do saudoso Rubem Braga: “Ai de ti, Copacabana, porque a ti chamaram Princesa do Mar, e cingiram tua fronte com uma coroa de mentiras; e deste risadas ébrias e vãs no seio da noite“. A música foi gravada por Alceu Valença no CD Na embolada do tempo, em 2005, pela Indie Records.

AI DE TI, COPACABANA

Alceu Valença

Eu te procuro
No Leblon, Copacabana
Vejo velas de umbanda
Um buquê jogado ao mar
Um marinheiro, estrangeiro, desumano
Deixou seu amor chorando querendo se afogar
No mar
Oh, oh, no mar
Eu te procuro nos lençóis da minha cama
Ai de ti, Copacabana, será duro o teu penar
Pelo pecado de esconderes quem me ama
Ai de ti, Copacabana, será submersa ao mar
No mar
Oh, oh, no mar
O riacho navega pro rio
E o rio desagua no mar
Pororoca faz um desafio
No encontro do rio com o mar
No mar
Oh, oh, no mar
Então mergulho no meu sonho absurdo
Entre carros, conchas, búzios
Entre os peixinhos do mar
Lembro Caymmi, Rubem Braga, João de Barro
E sigo no itinerário da princesinha do mar
No mar
Oh, oh, no mar   

site Poemas & Canções

Os filhos do PSD

Sebastião Nery

Em 1963, o PSD achou que o presidente João Goulart não queria eleições. Resolveu forçar a barra e lançar logo o “JK 65”. Marcaram a convenção nacional. Mas havia uma encruzilhada difícil. O PSD não podia ficar contra as “reformas de base” porque o país estava emocionalmente conquistado para elas. Mas também não queria ficar abertamente a favor, para não perder suas bases latifundiárias, sobretudo os coronéis de Minas, do Nordeste e do Centro-Oeste.

Durante uma semana Juscelino e seu staff discutiram o discurso da convenção. Terminou escrito a seis mãos, dentro da mais fina sabedoria pesedista mineira. Tinha até a fraudulenta frase famosa:

– “Vamos fazer as reformas sem reformar a bandeira nacional”.

Na tarde da convenção, chegaram ao Rio os delegados dos Estados. Um deles fincou o pé:

– Só voto se ler antes o discurso do candidato.

Juscelino achou um desaforo, ficou irritado, vieram as ponderações: o delegado era importante líder estadual, mostraram o discurso. O líder estadual ficou uma fera:

– Então é isto? Então o País quer uma reforma total de suas estruturas e nosso candidato vai fazer esse discurso flor de laranja? Não voto e meu Estado não vota. Temos que apresentar uma mensagem radical. Como as massas estão exigindo.

Foi um corre-corre. Amaral Peixoto e a cúpula do PSD foram para a casa de Juscelino, mexeram no discurso, puseram umas frases radicais de efeito, o líder estadual gostou, aprovou, o discurso foi lido. Eu estava lá.

O líder estadual que radicalizou o discurso de Juscelino (e foi esse o principal pretexto para a cassação do ex-presidente logo depois no golpe militar de 64) chamava-se Paulo Guerra, do PSD de Pernambuco e vice-governador de Miguel Arraes. Quando veio o golpe, Arraes foi preso em Fernando de Noronha e Paulo Guerra posto no governo de Pernambuco.

Maio começa com 22,6 mil vagas abertas em concursos públicos no país

Índice

Para quem está em busca de uma oportunidade no setor público, há mais de 22,6 mil vagas abertas em concursos nacionais neste começo de maio. Com a publicação do Orçamento de 2015, em 17 de março, a expectativa é que vários editais sejam desengavetados, abrindo 28,9 mil posições. O Ministério do Planejamento deverá se pronunciar até o fim do primeiro semestre sobre o assunto. Entre os mais aguardados, estão os certames do Banco do Brasil, dos Correios e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

As inscrições do concurso do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça, vão até 17 de maio por meio do site do Cespe (www.cespe.unb.br). São 258 vagas de níveis médio e superior com remuneração de até R$ 5.403,95. Na Força Aérea Brasileira (FAB), o Departamento de Ensino da Aeronáutica (Depens) divulgou as regras para inscrição e participação no Exame de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica. O processo seletivo é de âmbito nacional e disponibiliza um total de 283 vagas para homens e mulheres.

Com prazo de inscrição ainda indefinido, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) abriu o concurso público para o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). As 242 oportunidades são para as carreiras de Pesquisa em Ciência e Tecnologia e Gestão, Planejamento e Infraestrutura, nos níveis médio e superior. O vencimento mensal pode chegar a R$ 11.993,69.

Em 11 de maio expiram as inscrições para o concurso da Defensoria Pública da União (DPU). São143 vagas imediatas nos cargos de analista, contador, técnico administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais, técnico em comunicação social – jornalismo – e agente administrativo (níveis médio e superior). O aprovado receberá subsídio de até R$ 6.348,27, composto por R$ 2.698,71 de vencimento básico, R$ 2.897,60 de Gratificação de Desempenho do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (GDPGPE) e R$ 751,96 de auxílio alimentação.

Ezequiel deverá ser reeleito amanhã presidente da Assembleia para o biênio 2017/2018 mas o MPRN pede ao TJRN a perda do mandato

Ezequiel FFFFFF

MP pediu ao TJRN a perda do mandato de Ezequiel Ferreira por corrupção passiva

Com menos de três meses no comando do Poder Legislativo para o biênio 2015/2016, o presidente da Assembléia e deputado Ezequiel Ferreira, do PMDB, acusado e denunciado pelo Ministério Público por suposto recebimento de propina de R$ 300 mil no esquema investigado pela operação Sinal Fechado, deverá ser reeleito para o biênio 2017/2018 durante sessão ordinária nesta terça-feira, dia 05.

O Ministério Público Estadual pediu a perda do mandato do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza. Ele foi denunciado por corrupção passiva no caso da operação Sinal Fechado, que investigou fraudes na implantação da inspeção veicular no Rio Grande do Norte.

O Tribunal de Justiça do RN ainda não julgou se acata ou não a denúncia do MP. A expectativa é de que o deputado Ezequiel Ferreira, seja reconduzido a um novo mandato na chefia da Casa legislativa potiguar, mas acredita-se que haverá mudanças de nomes na composição de outros integrantes da futura Mesa Diretora.

Assembléia do RN gasta quase R$ 30 milhões por ano com os 24 deputados estaduais

DEPUTADOS VERBASRRR

Cada um dos 24 deputados estaduais na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte custa uma fortuna aos cofres públicos do Estado, aproximadamente R$ 1.242.561,80. O salario de cada deputado é de R$ 25.322,25. Os 24 parlamentares custam por mês R$ 607.734,00. No ano, a despesas apenas com os salários dos deputados estaduais atinge a soma milionária de R$ 7.292.808,00.

Além disso, os deputados recebem cada a titulo de verba indenizatória, a quantia de R$ 24.057,90 por mês. Mensalmente, a Assembléia gasta R$ 577.389,60. Por ano, a despesas com verba indenizatória paga aos 24 deputados, é R$ 6.928.675,20.
Para pagamentos de diversos cargos comissionados à disposição de cada gabinete, a Assembleia gasta mais de R$ 50 mil por mês. No total, a Assembléia torra R$ 1.200.000,00 por mês para pagamento do pessoal lotado nos 24 gabinetes. Por ano, a soma é de R$ 14.400.000,00.

Contabilizando-se valores das fontes de despesas citadas (salários, verbas e cargos) chega-se as seguintes cifras anuais: R$ 7.292.808,00 do total de salários dos próprios deputados; R$ 6.928.675,20 de verba indenizatória; e R$ 14.400.000,00 dos cargos comissionados. O total por ano é de R$ 29.821.483,20 um pouco mais ou um pouco menos.

A imprecisão deve-se as dificuldades enfrentadas para se obter informação – o Ministério Público também procura saber os números – em levantar os valores com salários pessoais, verbas indenizatórias, ajudas de custos e gratificações de gabinetes que, de forma direta e/ou indireta, podem compor os custos de manutenção de um deputado.

GILMAR MENDES REJEITA RECLAMAÇÃO FEITA PELOS SERVIDORES DO TJRN

gilmar mendesO ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento à reclamação feita pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Norte (Sisjern) que se insurgia contra a declaração de ilegalidade do movimento grevista, iniciado pela categoria em 17 de março.

A decisão do membro da mais alta Corte de Justiça do país ocorreu em 30 de abril, quando da apreciação da Reclamação nº 20465/2015. Na decisão, Mendes destaca que ficou prejudicada a análise do pedido liminar feito pela entidade, com base no artigo 21, §1º, do Regimento Interno do STF.