Daily Archives: 19/04/2015

Montanhas RN – Escolinha de Futebol tem aproveitamento nota 10

aaaFoto com os garotos da escolinha – sub 11 à 14 anos.

Escolinha “Garoto Bom de Bola, bom na escola” faz treinamentos diversos e dar continuidade ao aprendizado para os alunos matriculados, pois grandes chances de aproveitamentos em clubes de representação no Nordeste certamente haverão de tê-los.

O Vereador (Montanha) éx- jogador profissional está a frente deste trabalho, como já mencionamos em outras publicações aqui no Blog Montanhas em Ação e que está obtendo um resultado de grande importância para essa garotada e para o esporte em suas amplas modalidade, principalmente o futebol de campo.

Desta vez nos foi encaminhado fotos que mostram os garotos exercitando as atividades do futebol, confira as fotos:

11173518_1002663729746200_477229508_nTreinamento para o Goleiro

aTreinamento de cobrança de falta, com os garotos da escolinha
“Garoto bom de bola,  bom na escola.”

aaTreinamento de pênaltis

aaaaFotos do treino coletivo do sub 11 à 14 anos, se preparando para os primeiros amistosos.

parabens!_4034

Momentos de reflexão para este domingo – MÚSICAS E PIADAS kkkkkkkkkkkkkk

1487454_606319756072578_1534596793_n

 UMA HISTÓRIA (QUASE) VERÍDICA

Uma certa manhã, Dilma, presidente do Brasil, ficou surpresa ao ler a seguinte notícia nos jornais:

“Maria Sebastiana, uma jovem mãe brasileira, não assistida por qualquer Bolsa do governo, residente em Brasília, registra em um cartório da Capital Federal, seus dois filhos gêmeos, recém-nascidos: uma menina e um menino, com os nomes de Dilma e Brasil.”

Honrada pelas circunstâncias, Dilma decide visitar a mãe em questão, para mostrar seus agradecimentos pela decisão de dar a seus filhos gêmeos o seu próprio nome e o nome do país que preside.

Ao chegar à modesta residência da jovem mãe, encontra Maria Sebastiana dando de mamar  para a bebê Dilma; a Presidente reitera seus agradecimentos e pergunta para a mãe dos gêmeos:
– Aonde está Brasil, o irmãozinho dessa querida esfomeada que não para de mamar?

Maria Sebastiana responde que Brasil está dormindo profundamente faz bastante tempo…

Estranhando a resposta, Dilma pede para que a mãe desperte o garoto para que assim a Presidente tenha a oportunidade de vê-lo.

A resposta de Maria Sebastiana deixa a presidente sem fala:

– Senhora presidente, acho melhor não acordar o Brasil… porque, se o Brasil desperta,… Dilma deixa de mamar!

PERGUNTA E RESPOSTA

Duas irmãs. Uma bonita e a outra feia demais!
O cara pergunta para a mãe delas:
– Como pode duas irmãs serem tão diferentes se são farinha do mesmo saco?
E a mãe…
– São mesmo. Mas a mandioca foi diferente!

10636343_868018766593790_3609135691298638529_n

Governador Robinson Faria agora quer acordão e Henrique Alves quer o que?

HENRIQUE_GOVERNADOR_AGENDA_thumb1

Depois de derrotado por Robinson Faria na disputa para o Governo do Estado no ano passado e sofrer outra derrota para o PSD nas eleições da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, o PMDB do RN agora ganha força e prestígio político no cenário estadual com a nomeação do ex-deputado Henrique Alves, para o Ministério do Turismo, para exercer o seu papel de oposição.

Antes de Henrique se tornar ministro do Turismo, o governador Robinson Faria não queria parceria de jeito nenhum com o peemedebista, mas agora já acena com a bandeira da paz, em nome do desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Na campanha de 2014, Robinson foi o primeiro a se recusar a aceitar a união da classe política defendida pelo atual ministro Henrique Alves em favor do RN e classificou de acordão.

No ano passado, Robinson Faria combateu o acordão ou a união dos caciques das oligarquias políticas do Estado. O povo derrotou a ideia e o discurso defendido por Henrique Alves em praça pública em torno da união da classe política do Rio Grande do Norte em benefício do desenvolvimento do Estado. Ele afirmava que não se podia mais adiar uma mobilização pelo crescimento do RN, que tem potencial, recursos naturais e uma população com talento.

Em plena campanha eleitoral, Henrique dizia ser necessário que os políticos deixem de lado questões eleitorais e partidárias menores, para que possam, junto ao Governo Federal, lutar pelos investimentos e projetos que vão impulsionar o desenvolvimento.

Já Robinson, lembrava que que a população do Rio Grande do Norte não aceitava o acordão, apelido dado à chapa liderada por Henrique, que contou com o apoio de sete ex-governadores, entre eles, Wilma de Faria (PSB), que disputou o Senado, Garibaldi Filho e José Agripino.

Na campanha, Robinson disse que o grupo político reunido governou o Estado por mais de 50 anos, sem êxitos para os potiguares. Hoje, Robinson pensa igual a Henrique e defende essa união tão combatida por ele na campanha de 2014 para governador do RN. E Henrique, hoje pensa o que?

SEGUNDA PARCELA DO FPM DE ABRIL TEVE UM AUMENTO DE 35,5%

 dinheiro 3Na segunda-feira, dia 20, será creditado o segundo decêndio de abril do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o montante é de R$ 723.700.289,95. O valor total, sem a retenção, é de R$ 904.625.362,44.

Este decêndio teve um aumento de 35,5%, em termos reais, comparado ao mesmo repasse de abril do ano passado. Juntos, os dois decêndios de abril somam R$ 4.197 bilhões. Em abril passado, o acumulado era de R$ 3.971 bilhões. Em termos reais (descontada a inflação), houve crescimento de 5,67%. Com este repasse, o FPM acumula R$ 26.994 bilhões em 2015. No mesmo período de 2014, o acumulado era de R$ 27.547 bilhões. Em termos reais, o FPM está 2,01% menor do que o mesmo período do ano anterior.