Daily Archives: 20/03/2015

Sete hábitos dos milionários

Eles parecem muito mais com uma pessoa comum do que você imagina

Carteira; dinheiro; riqueza; dólar; finanças (Foto: Thinkstock)(Foto: Thinkstock)

Geralmente, quando pensamos em ficar ricos, logo imaginamos que o dinheiro ajudará a elevar nosso padrão de vida. Comprar uma casa nova, um carro novo, viajar o mundo e passar férias em um hotel cinco estrelas estão entre as imagens que concebemos. Mas fato é que entre as pessoas mais ricas estão donos de negócios que mantêm um padrão de vida mais ou menos normal. Eles vivem de maneira modesta e não fazem demonstrações da sua riqueza.

Essa é a conclusão do livro “O Milionário Mora ao Lado”, escrito por Thomas Stanley na década de 1990. Stanley faleceu recentemente em um acidente de carro e, para homenageá-lo, o empreendedor John Warrillow escreveu um artigo na Inc. reunindo sete coisas que os milionários analisados por Stanley costumavam fazer.

1. Crie uma companhia que envolva trabalhos braçais
Segundo Stanley, algumas das pessoas mais bem sucedidas financeiramente eram donos de negócios em indústrias que envolviam trabalho braçal. Por outro lado, as pessoas que tinham renda alta, mas não necessariamente eram donas de fortunas, geralmente trabalhavam em escritórios, como advogados.

2. Dirija um carro normal
Quase todos os milionários compram carros que são apenas 10% mais caros do que o preço médio dos carros vendidos nos Estados Unidos.

3. Não compre uma mansão
Na pesquisa de Stanley, a maior parte dos milionários vivia em casas pequenas, mesmo que pudessem pagar por mansões. Essa decisão era baseada muitas vezes no desejo de não se afastar de amigos com ganhos mais modestos.

4. Escolha bem seu bairro
Não só os milionários vivem em casas menores do que seu dinheiro pode comprar, como costumam morar em bairros de classe média. No livro, Stanley usa estatísticas para mostrar que se mudar para um bairro rico causa um efeito colateral nos gastos, já que a pessoa se sente pressionada a comprar um carro mais caro, colocar os filhos em escolas mais caras e ter atividades de lazer menos modestas.

5. Diversifique os investimentos
Mais do que apostar apenas na empresa que estava crescendo e no dinheiro que ela poderia render ao ser vendida, a maioria dos empreendedores milionários tira dinheiro de seus negócios para criar um ninho de investimentos indepentente da companhia principal.

6. Dê raízes aos seus filhos, não coisas
Quanto mais dinheiro você dá para um filho adulto, menos chance ele terá de criar sua própria riqueza.

7. Siga a regra do 7%
Segundo Stanley, os milionários tinham em média uma renda anual equivalente a 7% de seu patrimônio. Ou seja, mesmo tendo gerado riqueza, eles viviam com uma quantidade razoavelmente modesta de dinheiro em relação ao seu patrimônio.

Delator diz que presidente do PSDB pediu 10 milhões para frear CPI

DELAÇÃO-PREMIADA
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, um dos principais delatores na Operação Lava-Jato, disse em vídeo gravado pela PGR (Procuradoria Geral da República) que o ex-senador e ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra (PE), morto em 2014, pediu “uma recompensa” para não efetivar uma CPI da Petrobras no Congresso.

Costa contou ainda que recebeu do chefe de gabinete do então presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli (PT), Armando Tripodi, um sinal verde para levar a negociação adiante.

Segundo Costa, Guerra lhe pediu pessoalmente um total de R$ 10 milhões como propina, durante reunião da qual participou o atual deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE). No vídeo, gravado em fevereiro pela PGR no Rio de Janeiro, com autorização do STF, Costa contou que o valor foi pago por meio do empresário lldefonso Colares, da empreiteira Queiroz Galvão –escolhida para a operação porque tem como origem o mesmo Estado do senador, Pernambuco.

“‘Serviço realizado’. Sim. E a CPI não foi feita”, afirmou Costa. Voltando-se para seu advogado, o ex-diretor afirmou: “PSDB, doutor”.

Segundo Costa, o diálogo com o senador, ocorrido em um hotel no Rio de Janeiro, foi o seguinte: “[Sérgio Guerra falou:] ‘Paulo, nós estamos aqui para discutir um assunto que é interesse da Petrobras e tal, não sei o quê’. [Eu disse] ‘Qual é o assunto?’. ‘Não, temos a possibilidade de não efetivar a CPI da Petrobras’. Lá em 2009, 2010. Eu falei ‘mas como é que isso?’ ‘Não, se tiver uma recompensa aí a gente…’”

As declarações de Costa abrem dúvidas sobre o exato ano dessas negociações, pois no ano de 2009 o Senado chegou a abrir e tocar uma CPI sobre a Petrobras, embora Costa tenha dito que a CPI “não foi feita”. A CPI de 2009, que foi curta (de julho a dezembro) e encerrada laconicamente sem grandes revelações, teve como relator outro investigado na Lava-Jato, o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Vereadora quer vetar entrada de travestis em banheiros femininos

Vereadora Eliza Virgínia

A vereadora de João Pessoa Eliza Virgínia (PSDB) apresentará na Câmara Municipal um requerimento para que a resolução publicada na semana passada no Diário Oficial da União (DOU), que garante aos travestis e transgêneros a utilização de banheiros baseados na sua identidade de gênero. Com a aprovação da resolução também é permitido a utilização do nome social e a escolha dos uniformes. Segundo ela, a resolução é inconstitucional e uma “sugestão, muito infeliz inclusive, do Conselho Nacional LGBT”. Ela acredita que o requerimento será aprovado pelos vereadores da Capital para poder enviá-lo a Secretária Nacional.

“Nós não podemos deixar que isso aconteça aqui em João Pessoa. Vamos encaminhar o oficio para Pecretária, para Dilma e eu tenho certeza que ela vai entender e não vai atender essa demanda que foi colocada pelo ativismo homossexual do Brasil que quer, a todo custo, mudar o comportamento de toda uma nação, impondo de guela a baixo costumes como se fosse uma ditadura”, afirmou.

Para ela, a entrada de travestis e transgêneros causaria constrangimento aos heterossexuais. “E o direito dos homens de ter um banheiro aonde só vá homens e de mulheres aonde só vá mulheres? Porque o banheiro é um local íntimo, onde você divide intimidade com as pessoas, geraria uma situação constrangedora”, alegou.

Portal Correio

IPVA 2015: INICIARAM COBRANÇAS PARA VEÍCULOS DE PLACAS COM FINAIS 1 E 2

Índice

E por falar em Detran, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) começou a ser cobrado ontem (18) e hoje (19) para os automóveis e motocicletas com placas de finais 1 e 2. O proprietário tem a opção de pagar o tributo em cota única, obtendo um desconto de 5%, ou dividir o valor total em três parcelas fixas, sendo a primeira quitada neste mês e as demais nos meses de abril e maio.

No mesmo período do vencimento do IPVA é arrecadada a taxa do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), que segue o mesmo calendário de cobrança da cota única do IPVA, de acordo com o final da placa do veículo. Porém, o benefício de parcelamento do valor do seguro só é autorizado aos proprietários de motocicletas, ônibus, micro-ônibus e vans.

Dia de São José teve poucas chuvas no RN

1912280_10203107330394401_1649000313_n

Se para o sertanejo a chuva no Dia de São José é sinal de um bom inverno, o dia 19 de março deste ano foi desanimador com poucas chuvas no Rio Grande do Norte. De acordo com o chefe de meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot, praticamente não houve registro de precipitações nos municípios potiguares.

O boletim meteorológico, com o apurado de chuva desta quinta-feira só será divulgado amanhã pela Emparn. A previsão do tempo é que o clima continue sem chuvas nos próximos dias e que só volte a chover no fim da próxima semana. A última reunião de Análise e Previsão Climática para o Norte do Nordeste do Brasil, realizada no fim de fevereiro, apontou um inverno normal ou abaixo da média histórica nos meses de março, abril e maio. O prognóstico anterior, divulgado em janeiro, era de que o inverno no semiárido fosse com chuvas abaixo do normal, piorando a situação de seca.

Tribuna do Norte