A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro vai ao Projac nos próximos dias para ouvir um dos participantes do Big Brother Brasil 15. O carioca Luan Patrício, de 23 anos, afirmou, na última quarta-feira (21), ter matado um menor de dezesseis anos no Complexo do Alemão, enquanto servia o Exército, em 2010.  Na ocasião, Luan integrava o 8º Grupo de Artilharia que ocupou as favelas da região. O Exército nega que tenha havido qualquer morte em confronto com esta unidade. Mas o delegado Rivaldo Barbosa quer ouvir os detalhes da história que Luan contou apenas superficialmente diante das câmeras para o país inteiro ouvir.