Atlético-MG conquista um título inédito sobre o rival

O Brasil vai amanhecer em preto e branco. O Galo é o novo dono da Copa do Brasil pela primeira vez na história. O maior clássico de todos os tempos entre Atlético-MG e Cruzeiro foi digno da tradição dos dois maiores clubes do futebol brasileiro na atualidade. A decisão jamais será esquecida pelos atleticanos, que dominaram a Raposa dentro do Mineirão e venceram por 1 a 0, conquistando o título inédito.

Igor Coelho/Agência I7/Estadão conteúdoApós bater o campeão brasileiro duas vezes, jogadores do Galo comemoram a conquista inéditaApós bater o campeão brasileiro duas vezes, jogadores do Galo comemoram a conquista inédita

O Galo já entrou em campo com vantagem, por ter vencido o duelo da ida por 2 a 0, no Independência, e mesmo assim tomou a iniciativa do jogo, pressionando o Cruzeiro, até que no fim do primeiro tempo Tardelli transformou o domínio da partida em vantagem no placar, anotando o gol do título. A vitória do Atlético-MG carimba a faixa dos cruzeirenses, que foram campeões brasileiros no último domingo.

Campeão da Copa do Brasil, o Atlético-MG ainda tem mais dois compromissos no Campeonato Brasileiro antes de encerrar a temporada. No domingo, os alvinegros recebem o Coritiba, no Independência. Já o Cruzeiro tem o título do Brasileirão confirmado por antecipação e visita a Chapecoense no final de semana antes de fechar o ano com o jogo das faixas contra o Fluminense, no Mineirão.

A final da Copa do Brasil entre os maiores rivais de Minas Gerais é a confirmação que os dois times de Belo Horizonte deslocaram o eixo do futebol nacional para Belo Horizonte. A organização e a estrutura dos clubes é só um dos fatores que explica o sucesso do Atlético-MG, agora campeão da Copa do Brasil, e do Cruzeiro, tetracampeão Brasileiro, que já estão garantidos na Libertadores de 2015.

Lágrimas
Com quase 30 anos de experiência como treinador, Levir Culpi disse que o título da Copa do Brasil  foi um dos mais gratificantes da sua carreira pela forma como foi conquistado e pela campanha que a equipe fez ao longo do torneio.

“Há coisas que não se explica. Estou tão feliz. Quero abraçar minha família, minha mulher, filhas e todos que participaram disso. Foi um dos títulos mais justos que eu já vi. Jogamos bem, fizemos milagres. Eliminamos Palmeiras, Corinthians, Flamengo e nosso maior rival com duas vitórias. Talvez seja o título mais significativo da minha carreira pela dificuldade”, disse o treinador, que não segurou as lágrimas e chorou ainda no gramado Levir foi campeão da Copa do Brasil em 1996 justamente com o Cruzeiro.

Ficha técnica
Cruzeiro (0): Fábio; Ceará (Júlio Baptista), Léo, Bruno Rodrigo e Egídio; Henrique (W. Farias), Nilton, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Dagoberto) e M. Moreno Téc: Marcelo Oliveira
Atlético/MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael (Pierre), Dátolo e Luan (Maicosuel);  Tardelli (Eduardo) e Carlos Téc: Levir Culpi
Estádio: Mineirão/elo Horizonte (MG)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP)

Posted on 27/11/2014, in Brasil, Entretenimento, Esporte. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: