Daily Archives: 13/11/2014

Trio acusado de canibalismo será julgado nesta quinta em Pernambuco

O trio acusado de matar, esquartejar, comer e fazer salgados com restos mortais de três mulheres em Pernambuco vai a júri popular nesta quinta, em Olinda, na região metropolitana do Recife.

Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, 52, Isabel Cristina Torreão Pires, 53, e Bruna Cristina Oliveira da Silva, 28, são acusados pelas mortes de Jéssica Camila da Silva Pereira, 17, Giselle Helena da Silva, 31, e Alexandra da Silva Falcão, 20. Eles estão presos desde 2012, quando os crimes foram descobertos.Nesta quinta-feira, os três serão julgados apenas pela morte de Jéssica, ocorrida em 2008, em Olinda. Pedaços de carne da vítima foram guardados na geladeira para serem consumidos pelo trio e também pela filha de Jéssica, supostamente a primeira mulher assassinada por eles. As outras duas vítimas foram assassinadas em Garanhuns, no agreste do Estado, e o julgamento ainda não está marcado.

Jorge, Isabel e Bruna são acusados de homicídio quadruplamente qualificado – por motivo fútil, com emprego de meio cruel, sem dar chance de defesa à vítima e para assegurar impunidade – ocultação de cadáver, entre outros crimes.

O trio chegou a confessar as mortes, alegando que se tratava de uma “missão” espiritual. No vídeo de seu depoimento, Isabel disse ter comido o fígado das vítimas e afirmou ter vendido salgados feitos com as vísceras inclusive para o policial que conduzia o interrogatório.

Laudo da avaliação psicológica feita pelo Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico, em Itamaracá (região metropolitana do Recife), apontou que nenhum dos três réus sofre de transtornos mentais.

Julgamento

O julgamento está previsto para ter início às 9h (10h no horário de Brasília) e pode durar até dois dias. Segundo a Justiça de Pernambuco, apenas duas testemunhas devem ser ouvidas: o delegado que investigou o crime, Paulo Berenguer, e o psiquiatra forense que avaliou os acusados, Lamartine Hollanda.

Livro. A morte de Jéssica é contada em detalhes no livro “Revelações de um esquizofrênico”, escrito por Jorge em 2009 e registrado em cartório em 28 de março deste ano.

Relembre o caso

Vítimas. Jéssica Pereira, 17, Giselly Helena da Silva, 31, e Alexandra Falcão da Silva, 20.Canibalismo. De acordo com a polícia, a carne dos corpos das vítimas era fatiada, guardada na geladeira e consumida pelo trio. Eles ainda teriam utilizado parte da carne das vítimas para rechear coxinhas e salgadinhos que vendiam em Garanhuns. Filha de Jéssica. A criança, que tinha 1 ano, também teria comido carne da mãe.

IG

Gustavo Fernandes defende diálogo permanente do governador Robinson

Deputado estadual questiona de onde sairá dinheiro para a terceira ponte de Natal

I56I5633

Joaquim Pinheiro
Jornal de Hoje

O deputado Gustavo Fernandes, do PMDB, espera que o governador eleito, Robinson Faria (PSD) cumpra o compromisso assumido durante visita à Assembleia Legislativa e estabeleça um diálogo permanente com o Poder Legislativo para que os deputado, independentemente de partido ou posições ideológicas contribuam para ajudar o Rio Grande do Norte sair crise e das dificuldades em que se encontra há algum tempo. O deputado peemedebista lembra que isso não aconteceu no governo Rosalba Ciarlini, daí a governadora ter tido muitas dificuldades para administrar o Estado e efetivar projetos estruturantes para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. “Rosalba não teve nenhum diálogo com o Poder Legislativo, o que contribuiu para o seu fracasso político/administrativo”, observa.

No entendimento do deputado Gustavo Fernandes, o governador eleito Robinson Faria terá muitos desafios à frente do Executivo Estado. Segundo ele, inicialmente o futuro governador terá que saber qual é a capacidade de investimento do Estado para programar ações governamentais, principalmente no turismo, setor que o Rio Grande do Norte vem sendo superado por outros Estados Nordestinos. “Sobre esse assunto estou apresentando o projeto de lei do turismo mostrando diretrizes com vistas ao fomento desta atividade que é a maior geradora de emprego na atualidade. A lei cria ainda um fundo para o setor, além de defender a realização de parcerias com a iniciativa privada”, ressalta o deputado, acrescentando: “precisamos saber o que o governador eleito tem para dinamizar esse importante setor da economia do nosso Estado”.

Outra decisão que o deputado Gustavo Fernandes espera ser imediata do futuro governador é colocar o salário do funcionalismo em dia, inclusive adotando algumas decisões que poderão ser traumáticas, mas necessárias para conseguir o equilíbrio das finanças públicas. “O governador eleito está dizendo que vai construir uma ponte, por exemplo. Mas é preciso saber de onde ele conseguirá dinheiro para essa e outras obras importantes para os norte-rio-grandenses”, ressalta o deputado do PMDB.

FUTURO DO PMDB

Gustavo Carvalho falou também sobre o futuro do PMDB e do seu líder Henrique Eduardo Alves. Disse que o PMDB tem que continuar o trabalho de fortalecimento com vistas ao pleito municipal de 2018 quando o partido deverá reeleger e eleger prefeitos em diversos municípios do Rio Grande do Norte. Questionado sobre o lançamento do nome do deputado Fernando Mineiro para prefeito de Natal pelo governador eleito, Robinson Faria, o deputado do PMDB considerou prematuro. “Considero cedo demais para lançamento de nomes para um pleito que só acontecerá daqui a 2 anos. Poderá queimar o nome lançado agora”, concluiu o deputado Gustavo Fernandes, do PMDB.

No sertão, a luta diária do trabalhador na enxada

12

Amarildo Silva cultiva as raízes da música mineira

Os cantores e compositores mineiros João Francisco e Amarildo Silva encontraram, no poeta carioca Chico Pereira, o parceiro ideal para versificar a música “Meu Recado”, mensagem que retrata a identidade e a dignidade de um humilde brasileiro, na luta diária com sua enxada, pela sobrevivência no sertão. A música foi gravada por Amarildo Silva no CD Virgem Sertão Roseano, em 2003, produção independente.

MEU RECADO
João Francisco, Amarildo Silva e Chico Pereira

Plantei meu coração nessa terra
Segui o sol, subi a serra
Senti o perfume das flores
E o sabor de todas as frutas
Sou um homem simples
Só vim dar meu recado

Plantei meu coração nesse chão
Minha identidade é o calo que trago na mão
Minha dignidade é o meu sorriso
São a herança que deixo para os meus filhos
Que este sertão já foi estrangeiro
Mas nessa enxada corre o suor de um brasileiro
Já andei nas veredas
Nas entrantes desses rios
E em sonho naveguei
Um razoável sofrer

Já lutei, me queimei em batalhas, desisti
Mas se um dia precisar de morrer, morrerei

Que este sertão já foi estrangeiro
Mas nessa enxada corre o suor de um brasileiro

site Poemas & Canções

Figuras histórias da política nacional se despedem do Senado

Andre Shalders
Correio Braziliense

Eduardo Suplicy (PT-SP), Pedro Simon (PMDB-RS), José Sarney (PMDB-AP) e Casildo Maldaner (PMDB-SC) estão entre os senadores com mais de 10 anos de Casa que não renovaram os mandatos para 2015. Alguns por vontade própria, como Sarney, Maldaner e outros 10 parlamentares que preferiram não disputar as eleições deste ano. Outros cinco — entre eles, Simon e Suplicy — não foram reeleitos.

Assim, passado o primeiro turno das eleições, vários desses personagens têm ocupado a tribuna do Senado nos momentos de pouca atividade e baixo quórum para se despedirem da instituição e da vida pública. Alguns chegaram a se emocionar, como Suplicy, que soma mais de 20 anos na Casa. Afinal, o Senado, como definiu o antropólogo, educador e ex-senador Darcy Ribeiro (1922-1997), “(…) é melhor do que o céu, pois nem é preciso morrer para estar nele”.

Simon escolheu a segunda semana após o primeiro turno das eleições para dizer adeus. Era uma quarta-feira, 15 de outubro, na qual se comemorava o Dia do Professor, e o plenário estava praticamente vazio. No microfone, se revezavam os senadores Casildo Maldaner, Cristovam Buarque (PDT-DF) e Ana Amélia (PP-RS), que perdeu a disputa pelo governo gaúcho. Derrotado por José Serra (PSDB-SP) dias antes, Suplicy presidia a sessão.

DESPEDIDAS

“Como para Vossa Excelência, senador, também para mim não vai ser fácil mudar os 30 anos, os 32 anos de convivência nesta Casa”, disse-lhe Simon ao tomar a palavra. Juntos, os dois somam mais de 60 anos de Senado.

“Já antes da eleição, eu tinha me despedido, comunicando aos meus irmãos que, aos 84 anos — completando 85 exatamente em 31 de janeiro, quando encerro meus 32 anos de Senador —, acho que a missão nesta Casa estava cumprida”, lembrou Simon.

CONSELHO A LULA

Após fazer uma retrospectiva da vida política do país no último quarto de século, Simon mandou uma sugestão ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): “Enxugue o seu partido. Faça do seu partido uma grande legenda”.

“Eu achava que o MDB era o melhor partido do mundo, que as pessoas eram as melhores que conheci. Quando chegamos ao governo, percebi que o MDB estava cheio de gente tão ruim ou pior do que as outras. O PT também. Você, Lula, deve estar vendo isso agora”, disse Simon.

Enfim, surge o homem certo para o lugar certo, no TCU

Vital do Rego, pronto para prestar serviços no TCU

Por: Celso Serra

O jornal Globo publicou com destaque, na coluna “Panorama Político” uma notícia que vale a pena divulgar:
PRÊMIO

É aposta infalível a confirmação no nome do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) para o TCU. Fiel cumpridor da missão de inviabilizar as duas CPIs da Petrobras no Congresso, as quais preside, Vital do Rêgo certamente receberá como prêmio o apoio do Planalto à ida para o TCU (Tribunal de Contas da União). E no tribunal também deverá ser útil.”

*******

(*) NOTAS IMUNDAS

a) é o homem certo para o lugar certo, pois se apresenta como VITAL para proteger o RÊGO dos corruptos, assaltantes do dinheiro público;

b) um país republicano que tem um SENADOR que se presta a executar essa missão imunda de abafo da corrupção é, na realidade, uma republiqueta de merda;

c) o imaculado SENADOR é do PMDB da Paraíba, cuja população é grande beneficiária do Bolsa Família;

d) a Paraíba deu 64,36% dos votos para Dilma Rousseff.

Morre aos 97 anos o poeta Manoel de Barros

Deu no iG

O poeta Manoel de Barros morreu nesta quinta-feira (13), aos 97 anos, informou a assessoria de imprensa do hospital Proncor, em Campo Grande (MS). A causa da morte, que aconteceu às 8h05, ainda não foi divulgada.

Barros nasceu em Cuiabá (MT) em 1916, mas viveu por muitos anos em Corumbá (MS), até se transferir para Campo Grande, onde vivia atualmente. Sua vida acadêmica se deu no Rio de Janeiro, onde se formou em Direito em 1941. Passou, também, temporadas em Nova Iorque, Paris, Itália e Portugal.

Escreveu seu primeiro poema aos 19 anos e publicou o livro de estreia, “Poemas Concebidos Sem Pecado”, em 1937, em pequena tiragem, apenas para alguns amigos.

Entre seus livros mais conhecidos estão “Livro Sobre Nada” (1996), “O Guardador de Águas” (1989) e “O Fazedor do Amanhecer” (2002), estes dois últimos premiados com o Jabuti.

******

Retrato do artista quando coisa

A maior riqueza
do homem
é sua incompletude.
Nesse ponto
sou abastado.
Palavras que me aceitam
como sou
— eu não aceito.
Não aguento ser apenas
um sujeito que abre
portas, que puxa
válvulas, que olha o
relógio, que compra pão
às 6 da tarde, que vai
lá fora, que aponta lápis,
que vê a uva etc. etc.
Perdoai. Mas eu
preciso ser Outros.
Eu penso
renovar o homem
usando borboletas.

Thammy Miranda decide mudar de sexo e vai retirar útero, ovários e seios

Thammy Miranda decide mudar de sexo e vai retirar útero, ovários e seios

Foto: Contigo!
 Thammy Miranda tomou uma decisão que vai influenciar diretamente em sua vida. A filha de Gretchen, que assumiu a homossexualidade em 2006, decidiu mudar de sexo. Ela já está sendo submetida a um tratamento e está tomando injeções de hormônios masculinos. Thammy revelou que já percebeu o surgimento de alguns pelos no rosto. A atriz disse que está contando com o apoio de uma equipe médica formada por endocrinologistas e até um psiquiatra. A retirada dos seios, útero e ovários ocorrerão posteriormente.

Thammy acrescentou que sua mãe já sabe sobre a sua decisão e deu apoio. “Ela só não quer que vire um circo na imprensa”, disse ela. Ela lembrou ainda que, segundo Gretchen, desde criança tentava fazer xixi em pé. “Mas fui criada pra ser uma menininha que ia dar sequência à carrreira dela. Agora, aos 32 anos, tomei a decisão de ser quem realmente quero ser”, comentou.

Cadastro para revisão eleitoral é reaberto

Titulo

Passado o primeiro e segundo turno das Eleições Gerais 2014, foi reaberto desde o último dia 3 de novembro o cadastro eleitoral para o eleitor requer qualquer operação, desde revisão até emissão de quitação eleitoral.

Os serviços estavam suspensos desde o dia 7 de maio de 2014, em virtude do processo eleitoral, conforme determinação do artigo 91 da Lei 9.504/97 e Resolução nº 23.390/2013 (Calendário Eleitoral), do Tribunal superior Eleitoral, que determinam o fechamento do cadastro eleitoral alguns meses antes das eleições, de modo a evitar fraudes.