Daily Archives: 22/08/2014

Dia do Folclore homenageia a cultura popular brasileira

J.Wasth Rodrigues/Arquivo Folha

Entre os seres sobrenaturais do folclore, o mais popular é o Saci

Em 1965, o Congresso brasileiro oficializou o dia 22 de agosto como o Dia do Folclore, numa justa homenagem à cultura popular brasileira. A palavra folclore tem origem no inglês antigo, sendo que “folk” significa povo e “lore” quer dizer conhecimento, cultura.

Confira álbum com personagens do folclore brasileiro

O folclore brasileiro, portanto, é a cultura de nosso povo e não há nada mais nacional do que ele. Afinal, ele é precisamente o conjunto das tradições culturais dos conhecimentos, crenças, costumes, danças, canções e lendas dos brasileiros de norte a sul. Formada pela mistura de elementos indígenas, portugueses e africanos, a cultura popular brasileira é riquíssima.

Na área musical, por exemplo, são inúmeros e muito variados os ritmos e melodias desenvolvidos em nosso país. É o caso do frevo, do baião, do samba, do pagode, da música sertaneja… Há ainda as danças típicas das festas populares, como o bumba-meu-boi, o forró, a congada, a quadrilha e – é claro – o próprio carnaval, um verdadeiro símbolo de nosso país.

Um dos aspectos mais interessantes do folclore brasileiro, porém, são os seres sobrenaturais que povoam as lendas e as superstições da gente mais simples. O mais popular é o Saci, um negrinho de uma perna só, que usa um barreta vermelho, fuma cachimbo e adora travessuras, como apagar lampiões e fogueiras ou dar nó nas crinas dos cavalos.

Mas há vários outros seres fantásticos em nosso folclore: o Curupira, um anão de cabelos vermelhos, que tem os pés ao contrário; a Mula-sem-cabeça, que solta fogo pelas narinas; a Boiúna, cobra gigantesca cujos olhos brilham como tochas; e o Lobisomem, o sétimo filho homem de um casal, que vira lobo nas sextas-feiras de luas cheias, entre outros.

22-agosto-dia-do-folclore-6a6e52

Encontro de Henrique Alves com Aécio Neves, em Natal, é destaque no jornal Estado de São Paulo

 
por annaruth

Veja matéria publicada na edição de hoje do jornal O Estado de São Paulo:

estadaoestadao1estadao2

Pra Casar lança clipe da música ‘Não Quero Compromisso’ Assista ao vídeo

 

Pra Casar lança clipe da música ‘Não Quero Compromisso’

Foto: David Campbell / Divulgação

A mistura de arrocha e sertanejo da banda Pra Casar caiu nas graças do público baiano. O grupo, comandado por Victor Ávila e Lucas Bressy, lançou – na noite desta terça-feira (19) – o clipe da sua nova música de trabalho: “Não Quero Compromisso”. O vídeo retrata o clima de azaração entre os jovens na balada: dois amigos (Victor e Lucas) dispensam as respectivas namoradas e saem curtir a noite. As garotas fazem a mesma coisa e os dois casais se encontram na balada. A gravação traz muitos elementos do mundo das redes sociais, como emoticons, hashtags e troca de mensagens. A banda faz show neste sábado (23) no Baile Santa Clara, no Armazém Vilas.

Confira abaixo o clipe da música “Não Quero Compromisso”:

Carro elétrico fará entregas da Natura em Salvador e Região Metropolitana

Carro elétrico fará entregas da Natura em Salvador e Região Metropolitana

Foto: Divulgação

Salvador será base de operações do primeiro veículo de carga 100% elétrico a entrar em operação de logística no Nordeste. O Grupo TPC, desenvolvedor do automóvel, defende política de ações de sustentabilidade junto ao meio ambiente e nas regiões onde atua. “Buscamos alternativas no que diz respeito à redução de emissão de CO2 em nossas operações de logística urbana. Concluímos que a melhor alternativa é o veiculo elétrico e, dessa forma, decidimos testar este modal de transporte e estender a toda região Norte e Nordeste”, afirmou o presidente Leonardo Barros.

O Kangoo ZE fará entrega dos produtos da Natura na região de Salvador e faz parte da estratégia menos agressiva da empresa em relação ao meio ambiente, que incluem a otimização de processos, a diminuição da emissão de gases estufa e a redução do consumo e do desperdício de insumos. O veículo elétrico fará cerca de 70 entregas diárias na região metropolitana de Salvador para a empresa, com um custo médio de R$ 5 por carga elétrica.

Autor de ‘Esperando na Janela’, Gondim compõe música para o Papa Francisco em novo disco

por Luis Fernando Lisboa

Autor de 'Esperando na Janela', Gondim compõe música para o Papa Francisco em novo disco

Foto: Divulgação
Foi inspirado pela sua relação próxima com o catolicismo que o cantor e compositor Targino Gondim decidiu gravar um CD dedicado à fé do povo brasileiro. “Canções Divinas” é o nome do novo álbum do artista, que está sendo finalizado e tem previsão de lançamento para novembro deste ano. O Papa Francisco foi um dos responsáveis por dar mais fôlego ao desejo do pernambucano de entoar canções que solidificam a fé. Por conta disso, Targino incluiu no repertório do novo trabalho uma música composta especialmente para ele. “Eu tive o estalo de fazer essa composição exatamente no momento em que ele foi escolhido. Os desejos do povo católico estão sendo atingidos”. De acordo com o cantor, a música – que se chama “Papa Francisco” – destaca as ações do pontífice. “Desde o início do seu papado, ele quis se mostrar mais próximo dos pobres e valorizar o diálogo com os jovens. Além disso, ele não foge das conversas sobre as polêmicas que a Igreja Católica está envolvida, perdindo perdão pelas coisas horríveis já feitas. É disso que essa canção trata”

Foto: Ivan Cruz / Divulgação

Segundo Targino, há 12 anos esse disco paira nos seus projetos. Ele decidiu trazer no set list músicas que lhe são caras há muito tempo como “Súplica Cearense”, de Gordurinha, “Ave Maria Sertaneja”, de Luiz Gonzaga, “Romaria”, de Renato Teixeira, e “Hino ao Senhor do Bonfim”, de Arthur de Salles e João Antonio Wanderley. “Através da minha sanfona, quero mostrar o sentimento do povo nordestino.Toda religião é bem-vinda quando a sua doutrina prega o bem”.

Ouça a versão de Targino Gondim para “Ave Maria Sertaneja”, de Luiz Gonzaga:

Uso de jato por Eduardo Campos fere resolução do TSE

Uso de jato por Eduardo Campos fere resolução do TSE

Foto: Cessna/Divulgação

O jato Cessna PR-AFA que caiu no último dia 3 e resultou na morte de Eduardo Campos (PSB) e de outras seis pessoas não poderia ter sido usado na campanha. Segundo duas autoridades da Justiça Eleitoral consultadas pelo jornal O Globo, como o avião ainda está registrado em nome da AF Andrade, grupo usineiro de Ribeirão Preto, que não tem registro para funcionar como táxi aéreo, a utilização fere a Resolução 23.406 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que estabelece que uma empresa só pode doar bens e serviços relacionados a sua área de atuação.

Ainda de acordo com O Globo, os gastos com a aeronave não aparecem na prestação de contas do PSB ao TSE. “A resolução é simples. Um posto de gasolina só pode doar gasolina, mas não pode doar papel. Empresas e pessoas só podem doar serviços e produtos de suas próprias atividades”, explicou um dos especialistas entrevistados. Segundo o advogado da AF Andrade, Ricardo Tepedino, o avião usado pelo ex-governador pernambucano desde a pré-campanha era oficialmente da Cessna e estava arrendado para o grupo em uma operação de leasing (arrendamento mercantil). De acordo com Tepedino, a aeronave custa US$ 8,5 milhões, dos quais a AF Andrade pagou US$ 450 mil.

O advogado ainda informou que o avião foi negociado com os empresários pernambucanos Apolo Santana Vieira e João Carlos Lyra, que chegaram a pagar oito parcelas do leasing para a empresa norte-americana, mas que até a data do acidente, a Cessna não havia aprovado a transferência para os novos donos. Tepedin argumenta que na condição de proprietária que arrendou o avião, a Cessna precisa dar o sinal verde para o negócio.

Brasil conquista quatro medalhas em olimpíada internacional

Índice

Estudantes brasileiros conquistaram duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze na 25ª Olimpíada de Matemática do Cone Sul, que terminou hoje (21) na cidade de Atlántida, a 47 quilômetros de Montevidéu, Uruguai. A delegação também obteve as primeiras posições na classificação individual. “O resultado mostra o sólido treinamento que estamos tendo nos último anos. Mesmo nas competições que temos alunos mais novos, estamos tendo um desempenho diferenciado”, diz o líder da equipe, professor Régis Prado Barbosa. “O Brasil cada vez mais vai tendo o trabalho reconhecido”.

Essa foi a estreia de Barbosa como professor líder. Ele tem 24 anos e desde pequeno participa das competições. Em 2006, conquistou a medalha de prata. Foram as competições que fizeram com que tomasse gosto pelo ensino e passasse a preparar os próximos competidores.

A Olimpíada do Cone Sul é uma competição que ocorre anualmente desde 1988. A edição deste ano teve a participação de 32 estudantes de oito países. Para participar da competição internacional, o estudante precisa se classificar na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), competição que ocorre anualmente em escolas públicas e privadas de todo o país.