Daily Archives: 11/08/2014

Advogados recebem homenagem na Assembleia Legislativa do RN

Crédito da foto: João Gilberto

Os advogados do Rio Grande do Norte foram homenageados nesta segunda-feira (11), na Assembleia Legislativa. A homenagem faz parte da comemoração pelo Dia do Advogado, celebrado no dia 11 de agosto. A data é um registro da criação dos dois primeiros cursos de Direito no Brasil. Um foi inaugurado em Olinda, no Mosteiro de São Bento, e outro em São Paulo. De acordo com o presidente da OAB, Sérgio Freire, o Rio Grande do Norte possui aproximadamente 13 mil advogados. Além de Miguel Josino, outros nomes que fizeram e fazem história no estado também foram homenageados na ocasião.

O presidente da Casa, Ricardo Motta (PROS), destacou a coragem requerida aos profissionais da advocacia. “Na minha humilde opinião, ser advogado é ser guardião da liberdade, defensor da Justiça, é ser fiel à preservação humana. Ser advogado é navegar nos mares da legítima intransigência, a intransigência pela verdade intocável. É combater o pecado e compreender o pecador. É ser combatente armado de idealismo”.

Para o propositor da sessão solene, deputado estadual Hermano Morais (PMDB), a profissão é  importante para a construção de uma sociedade justa. “Ser advogado, seja como procurador público ou privado, é ter um compromisso com a sociedade de servir, semear, cultivar e cultuar os grandes valores das relações humanas e patrimoniais. Ser advogado é ousar, ter coragem, perseverança em adentrar as realidades e meandros dos direitos humanos e sociais, levando aos indivíduos o horizonte e a perspectiva de que os legítimos pleitos podem se tornar realidade”.

O presidente da OAB RN, Sérgio Freire, falou sobre os problemas enfrentados pelos advogados do RN e da luta da OAB por melhorias profissionais, como a instituição de um piso salarial, principalmente para o início de carreira. “O advogado exerce serviço público e de importância social. Através da figura do advogado é que conseguimos a preservação de direitos e garantias fundamentais à humanidade. O advogado é sinônimo de justiça”, disse.

O Advogado Adilson Gurgel falou em nome dos homenageados do dia. “Advocacia não é profissão para covardes. Nenhuma profissão luta tanto pela defesa dos direitos fundamentais do ser humano, mas é preciso fazer isso com ética e justiça. Se ética fosse um verbo só poderia ser conjugado no indicativo do presente. A pessoa é ética e este deve ser o baluarte maior dos advogados”, afirmou.

HOMENAGEADOS

As comendas foram entregues aos homenageados e a parentes dos homenageados, no caso daqueles que não puderam comparecer ou in memoriam. “A Casa do Povo irmana-se na lembrança saudosa de grandes profissionais que partiram deixando para as futuras gerações, o legado do saber e da obstinada opção pela Justiça acima da tirania. Pelo Direito igualitário como forma prática de sociedade justa”, disse Ricardo Motta.

O procurador Miguel Josino foi lembrado com carinho pelo presidente da Casa. “Queria muito que aqui estivesse, para receber em mãos, a distinção que lhe é honrada em memória, o meu amigo, meu irmão de afeto e amizade, uma perda que Natal ainda não assimilou: Miguel Josino Neto. Dói, dói muito lá dentro da alma, saber que Miguel Josino se foi e não voltará mais com o seu sorriso sempre aberto, a solidariedade incansável, a inteligência suprema, o carinho dedicado aos seus amigos e a todos os que, um dia, dele necessitaram do conhecimento e do apoio moral”.

Lista
Dr. André Augusto de castro
Dr. Francisco Fausto Paula de Medeiros
Dr. Joanilson de Paula Rêgo
Dr. Paulo Eduardo Pinheiro Teixeira
Dr. Djalma Aranha Marinho (In Memoriam)
Dr. Francisco Ivo Cavalcanti (In Memoriam)
Dr. João Medeiros Filho (In Memoriam)
Dr. José Áureo Lins Bahia (In Memoriam)
Dr. Manoel Varella de Albuquerque
Dr. Miguel Josino Neto (In Memoriam)
Dr. Silvio Bezerra Netto (In Memoriam)
Dr. Carlos Antônio Varella Barca (In Memoriam)
Dr. Claudionor Telógio de Andrade (In Memoriam)
Dr. Francisco das Chagas Rocha (In Memoriam)
Dr. Mário Moacyr Porto (In Memoriam)
Dr. Valdir da Silva Freire (In Memoriam)
Dr. Hélio Xavier de Vasconcelos (In Memoriam)
Dr. Eider Furtado de Mendonça e Menezes
Dra. Maria Lúcia Maciel Gomes Neto
Dra. Rita das Mercês Reinaldo
Dr. Adilson Gurgel de Castro
Dr. Armando Roberto de Miranda Gomes
Dr. Emmanoel Pereira
Dr. Israel Ferreira Nunes Neto
Dr. José de Ribamar de Aguiar
Dr. Marcelo Navarro Ribeiro Dantas
Dr. Odúlio Botelho de Medeiros
Dr. Roberto Brandão Furtado
Dr. Sérgio Eduardo da Costa Freire
Dr. Valério Djalma Cavalcanti Marinho
Dr. Vicente Venâncio de Oliveira
Dr. Washinton Alves de Fontes
Dr. Paulo de Tarso Pereira Fernandes

Assessoria de Imprensa
(assecom.alrn@gmail.com)

Prefeito de Lagoa d´Anta anuncia apoio a Henrique

Apresentação1O prefeito João Paulo (PR), do município de Lagoa d´Anta, localizado na região do Agreste, onde a Caravana da Mudança esteve no último fim de semana com grande participação popular, anunciou nesta segunda-feira (11) o apoio à candidatura de Henrique Alves ao Governo do Estado.

Segundo o prefeito João Paulo, a escolha por Henrique se deu em virtude da convicção de que esse é o melhor caminho para o Rio Grande do Norte. “É o mais bem preparado hoje no Estado para ser o governador. Ele tem influência, tem conhecimento, enfim, é um grande líder político atualmente”, aponta.

Em Lagoa d´Anta, a população espera por melhorias de infraestrutura, como o calçamento das ruas e a construção de uma área de lazer. “A cidade tem crescido, com novas construções, mas não há calçamento”, diz o prefeito, acrescentando que nos últimos anos o Município reivindicou junto ao Governo do Estado a realização dessas melhorias, mas não foi atendido. “Nos últimos anos, o Governo não fez nada aqui na nossa cidade”, lamenta.

Assessoria de imprensa
Viktor Vidal – (84) 9983-8374
Isaac Lira – (84) 8853-7495
Acesse: www.henriquegovernador.com.br
Fan Page: www.facebook.com/henriquegovernador
Twitter: @HenriqueEAlves

REFLEXÃO DO DIA

olavo-bilac-roteiro-de-estudo-1-728– O AMIGO DE BILAC –

Um comerciante amigo do grande poeta Olavo Bilac, queria vender um sítio.
Amigo, você que sempre me visita e conhece bem meu sítio, poderia redigir um anúncio de venda, para que seja publicado no jornal?
Aceitando o pedido, com completa disposição, Bilac pegou o papel e redigiu o anúncio:
“Vende-se um lindo sítio, afastado da cidade, onde você vai gozar descanso e felicidade. Tem pomar que o ano todo é o salão onde as aves executam seus gorjeios em sinfonias suaves e as falenas no canteiro, adejam entre os agaves. Tem, no silêncio da noite, a lua mostrando recato, quando a brisa deleitosa embala as plantas do mato e a relva dorme escutando o acalanto de um regato. Sua casa proporciona um conforto permanente e é, pela manhã, banhada nos raios do sol nascente. A varanda, à tarde, tem uma sombra envolvente… ”
Terminada a redação do texto, o poeta entregou o anúncio ao amigo.
Passado algum tempo se encontraram novamente, quando o poeta perguntou:
“Amigo, vendeu o sítio no valor correspondente?”
O comerciante respondeu:
“Estimado Bilac, nem pensei mais nisso. Quando li aquele anúncio desisti, na mesma hora, de vender o meu paraíso!”
Às vezes alguém chega para nós, e com a palavra certa, com a observação adequada muda nosso ângulo de visão, faz-nos quebrar os paradigmas e, entendemos que certas coisas de que tanto precisamos e achamos não ter, estão bem do nosso lado…

Lição: “Muitas vezes não descobrimos as coisas boas que existem em nós, ou que possuímos, e por isso não cuidamos delas como merecem….e acabamos indo longe atrás da miragem de falsos tesouros”.

Com o Blog Bira Viegas

1 a cada 4 candidatos a governador gastou mais que arrecadou

 

Dos 169 candidatos a governador, 40 gastaram mais que arrecadaram, de acordo com os dados da primeira prestação de contas parcial da campanha eleitoral, divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Isso quer dizer que, de cada 4 candidatos, 1 teve mais despesas que doações no primeiro mês de campanha. O valor gasto a mais pelos 40 candidatos chega a R$ 65,5 milhões. Ainda estão previstas uma segunda prestação de contas e a prestação de contas final, que deve ser entregue à Justiça Eleitoral até 4 de novembro. Por isso, os atuais gastos extras dos candidatos não querem dizer que eles acabarão as campanhas no “vermelho”. No sentido inverso, 55 candidatos afirmaram que arrecadaram mais que gastaram no primeiro mês de campanha. Além disso, 65 declararam não ter arrecadado nada, e 66, não ter gasto nada.

O valor mais alto foi arrecadado por Delcídio Amaral (PT), em MS: R$ 8,7 milhões. O montante mais baixo (fora as prestações zeradas) foi recebido pelo Professor Túlio Lopes (PCB), de MG: R$ 200.

G1

IBOPE: Dilma lidera e dúvida é sobre o segundo turno; e se houver segundo turno, Campos apoiará quem?

Pedro do Coutto

O Ibope divulgou na noite de quinta-feira, pelo Jornal Nacional, nova pesquisa sobre as intenções de voto para as eleições presidenciais de outubro, detalhada através de excelente matéria de Júnia Gama, em O Globo do dia seguinte, sexta-feira. O quadro manteve-se estável, em relação ao levantamento de julho, com Dilma Rousseff liderando com 38%, seguida de Aécio Neves 23, Eduardo Campos 9, Pastor Everaldo 3 pontos e todos os demais candidatos reunidos ficando restritos a outros 3 pontos. Votos brancos e nulos 13, enquanto a parcela de 11% não soube ou não desejou responder. Faixa de omissão: 24%. Caiu. Há um mês era de 31%.

Acontece sempre à medida em que diminui a distância para as urnas. A pesquisa apresenta aspectos importantes. O primeiro que Dilma Rousseff parou de descer. O segundo que Aécio e Campos subiram 1 ponto cada um. O terceiro é que, pelo resultado geral, o pastor Everaldo, com 3 pontos, continua, a meu ver, sendo a sombra da dúvida se haverá ou não segundo turno. Os demais candidatos, cerca de uma inflação em torno de 7, todos reunidos aparecem com 3%. O dilema se haverá ou não um segundo pleito a 26 de outubro (o primeiro é no dia 5) por si constitui um fator favorável à atual presidente. Pois duvidar é reconhecer que ela poderá até vencer no primeiro embate. Mas esta é outra questão.

Vamos admitir a ocorrência do segundo turno. É de tal ordem a diferença de Aécio Neves sobre Eduardo Campos, que na hipótese de um novo confronto, ele somente poderá ser entre Dilma e Aécio. Neste caso, quem Eduardo Campos apoiará? Pensando bem, o ex-governador de Pernambuco, na realidade não é um candidato pra valer este ano, e sim aguardar a sucessão de 2018 mais conhecido pelo eleitorado do que é atualmente. Como escrevi em artigo recente, ele tem a sucessão do vencedor deste ano como, digamos, uma espécie de terceiro turno no tempo. Dessa forma projetando-se seu posicionamento de maneira pragmática, como é próprio da política, não deve ter interesse na vitória de Aécio Neves, que, em tal hipótese, seria candidato à reeleição daqui a quatro anos.

Torna-se assim mais provável que ou se mantenha neutro, ou apoie Dilma Rousseff, uma vez que, reeleita, ela estará fora do quadro da sucessão presidencial de 2018. Nesta perspectiva Dilma Rousseff não teria logicamente mais futuro no universo político, passando  a livrar-se se desejar, de compromissos que, ao mesmo tempo, pesam e repousam sobre a estrada que leva às urnas. Escrevo este artigo para chamar atenção dos leitores a respeito das várias traduções que o código político partidário pode apresentar, acrescentar, incorporar ou conter.

É verdade inquestionável que, sob o ângulo do eleitorado, o embate sucessório coloca em confronto as correntes dilmistas e antidilmistas. Para estas tanto faz Aécio ou Eduardo Campos: votarão contra ela Mas a vantagem de ser Aécio o adversário é enorme e as pesquisas do Ibope e Datafolha têm mostrado isso. Porém na hipótese de segundo turno os aecistas não devem contar como certo o apoio do ex-governador de Pernambuco. Tampouco a transferência de todos os seus votos. Política não é uma ciência exata. Eleição muito menos.

Um homem de moral não fica no chão…

O zoólogo e compositor paulista Paulo Emílio Vanzolini mostra na letra de “Volta Por Cima” que recuperar-se não é uma tarefa das mais fáceis, visto que não é todo mundo que consegue levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima, com tanta destreza como no samba do Vanzolini,, gravado pelo cantor Noite Ilustrada, em 1963, pela Philips, com enorme sucesso.Segundo os psicólogos, muitas vezes, quando caímos por qualquer motivo, entre eles : o fim de um relacionamento, a perda de um emprego, um acidente ou até mesmo a pressão do dia-a-dia, tendemos a ficar estatelados no chão sem saber direito como levantar e seguir adiante.Todavia, existem pessoas que conseguem tirar de letra as dificuldades e passar pelos problemas, mesmo quando tudo parece conspirar negativamente, estampam o sorriso no rosto e seguem em frente. Pessoas assim são naturalmente mais preparadas para lidar com as adversidades.

VOLTA POR CIMA

Paulo Vanzolini

Chorei, não procurei esconder
Todos viram, fingiram
Pena de mim, não precisava
Ali onde eu chorei
Qualquer um chorava
Dar a volta por cima que eu dei
Quero ver quem dava

Um homem de moral não fica no chão
Nem quer que mulher
Lhe venha dar a mão
Reconhece a queda e não desanima
Levanta, sacode a poeira
E dá a volta por cima

site Poemas & Canções

Semana Nacional da Família 2014 começou neste domingo e segue até dia 16

10595883_1527908757420718_1710376974_n

A Semana Nacional da Família começou a ser celebrada neste domingo, 10, e segue até  16 de agosto em todo o Brasil. O tema deste ano é “A espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo”, que propõe a prática espiritual do casal e em família. O evento é motivado pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar, organismo vinculado à Comissão Episcopal para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

(CNBB).Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é um evento anual e integra o calendário das paróquias e comunidades de todo o Brasil. Para animar a atividade, a Comissão Nacional elabora o subsídio “Hora da Família”, que começou a ser editado desde a vinda de São João Paulo II ao Brasil, em 1994, e passou a ser publicada anualmente, estando em sua 18ª edição.

11 de agosto: Dia do Advogado

imagesA comemoração do Dia do Advogado é uma tradição que remonta ao Primeiro Império no Brasil (1822-1831). Dom Pedro I, que havia proclamado a Independência do Brasil anos antes, queria que o novo país tivesse suas próprias leis. Em 1824 é redigida a primeira Constituição brasileira. Mas não bastavam leis sem alguém que as executasse. Pensando nisso, o Imperador criou, no dia 11 de agosto de 1827, os dois primeiros cursos de Direito no país. Um foi inaugurado em Olinda, no Mosteiro de São Bento, e outro em São Paulo.

O respeito pela nova profissão era tão grande que comerciantes e donos de restaurante faziam questão de bancar a conta dos estudantes de Direito nesta data. Assim, nascia outra tradição: o Dia da Pendura. A cada ano, os futuros advogados enchiam bares e restaurantes para comemorar o seu dia. Deixando os comerciantes mais felizes e mais pobres.

Com o tempo, a tradição foi perdendo força, justamente pelo número cada vez maior de estudantes “comendo e bebendo de graça”. Segundo a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), hoje são 1003 cursos de Direito no país. Mas a data permaneceu e ainda hoje há quem tente “sair de fininho” alegando o dia da pendura. Pagando a conta ou não, este dia serve também para reflexão do papel do advogado na sociedade. Segundo o vice-presidente nacional da OAB, Aristóteles Atheniense, “a sociedade cobra do advogado ética, não só em palavras vãs, mas no exercício consciente da profissão que elegemos”.

Por tudo isso, a atividade do advogado é muito importante. Como estabelece a Constituição, em seu artigo 133: “o advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei”.

Agricultor protesta e põe faixa proibindo acesso de políticos a casa onde mora na Paraíba

Seu Arnaldo diz que quer soluções para problemas

O agricultor Arnaldo Genoino, de 62 anos, encontrou uma maneira inusitada de protestar contra os políticos e as eleições. Na entrada do sítio onde mora, ele colocou uma faixa com letras garrafais alertando sobre a proibição do acesso de candidatos ao local. Seu Arnaldo mora no sítio Zé Velho, na cidade de Queimadas, Região Metropolitana de Campina Grande, a cerca de 130 km de João Pessoa. Casado, o agricultor disse que teve a ideia de confeccionar essa faixa junto com a família para protestar contra os políticos, que, segundo ele, só visitam a localidade quando querem votos.

Ele falou que o sítio onde mora tem muitos problemas de infraestrutura, principalmente no período chuvoso, quando há muitas dificuldades de locomoção, por causa da lama. O agricultor acredita que depois dessa manifestação inusitada, alguma autoridade possa ajudar a comunidade que também abriga outras famílias.

De acordo com dados do IBGE, Queimadas tem pouco mais de 41 mil habitantes, sendo que cerca de 18 mil mora na área rural. Só no Sítio Zé Velho, há aproximadamente 1.300 pessoas e muitas delas foram ‘atraídas’ pela mensagem do seu Arnaldo, adiantando que devem aderir ao ‘protesto’, com mais faixas e mensagens do tipo em outras casas da localidade.

Portal Correio

Maior beneficiado com doações de campanha, PMDB já recebeu R$ 13,6 milhões da processadora de carnes Friboi

​Evento de filiação de José Batista Júnior, o Júnior da Friboi, ao PMDB, em maio de 2013

Maior processadora de carnes do mundo, a JBS –mais conhecida pela marca Friboi–, é a empresa que mais distribuiu dinheiro a partidos e candidatos nestas eleições até agora, com R$ 51 milhões em doações, segundo dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Os números referem-se à primeira parcial de doações. Até a realização do pleito, em 5 de outubro, haverá uma segunda parcial. Os números consolidados com o total de doações só serão divulgados em novembro, após a realização do segundo turno.

O montante doado neste ano, entretanto, já supera de longe o que a JBS distribuiu ao todo em 2010: R$ 30 milhões. Naquele pleito, o grupo já figurava entre as dez maiores doadoras de campanha.

Sem discriminação

Os dados do TSE mostram que a JBS não discrimina ao doar: partidos de diferentes ideologias, governistas, da oposição e até os que se postulam à terceira via, como o PSB, receberam aportes do grupo.

O mais beneficiado pelo grupo, que tem o cantor Roberto Carlos e o ator Tony Ramos como garotos-propaganda, foi o PMDB, que recebeu R$ 13,6 milhões, dos quais R$ 6,6 milhões foram direcionados ao diretório da sigla no Rio de Janeiro, que tem Luiz Fernando Pezão como candidato ao governo. Outros R$ 5 milhões foram doados ao diretório pemedebista no Mato Grosso do Sul, Estado em que Nelson Trad Filho disputa o governo pelo partido. José Batista Júnior, o Júnior Friboi, um dos irmãos que são donos do conglomerado, filiou-se ao PMDB no ano passado. Era cotado para disputar o governo de Goiás, mas foi preterido por Íris Rezende.

O PP, sigla de Paulo Maluf, é a segunda na lista de beneficiados pelas doações, com R$ 10 milhões, todos remetidos ao diretório nacional do partido. O PSD de Gilberto Kassab vem em seguida, com R$ 9 milhões, também enviados ao comando da legenda. O PR ganhou R$ 5 milhões e o nanico PRB foi abastecido com R$ 300 mil.

Todas as siglas acima listadas pertencem à base de sustentação ao governo de Dilma Rousseff no plano nacional. O PT recebeu do grupo R$ 5 milhões, todos direcionados para a campanha de Dilma à reeleição.

Já o PSDB ganhou R$ 7 milhões da Friboi, dos quais R$ 5 milhões foram para a campanha de Aécio Neves e R$ 2 milhões para o diretório de Minas Gerais, onde Pimenta da Veiga disputa o governo do Estado e Antonio Anastasia concorre ao Senado.

O PSB recebeu R$ 1 milhão para a campanha do presidenciável Eduardo Campos e mais R$ 370 mil, direcionados para o diretório baiano, onde a candidata ao governo é Lídice da Mata.

Procurada pela reportagem, a JBS afirmou, por meio de sua assessoria, que faz doações por acreditar “que pode contribuir com o debate político do Brasil.”

UOL