Daily Archives: 18/07/2014

Projeto piloto do MEC banca graduação completa no exterior para melhores do Enem

ddpmusmajyqd0vm0826nzmrle-300x250e
CASA DE PRAIA

Há exatos quatro anos, o estudante paulista Rubens Lima foi surpreendido com a ligação de um desconhecido. “Do nada, e de repente, me ligou uma pessoa que se identificou como sendo um assessor de projetos internacionais do governo. Durante o contato, ele disse que eu tinha ganhado uma bolsa de estudos na Espanha por ter tido uma das maiores notas no Enem [Exame Nacional do Ensino Médio]”, lembra ele.

O contato foi feito na mesma semana que o estudante – que na época tinha 18 anos – começara as aulas no curso de Engenharia Química em uma faculdade particular de São Paulo. Ele havia sido selecionado como bolsista do Programa Universidade para Todos (ProUni). Mas depois da tal ligação misteriosa, seus planos mudaram por completo.

Lima fez parte do primeiro grupo de alunos que foram convocados, de forma sigilosa, para participarem de um projeto piloto do Ministério da Educação (MEC), o ProUni Internacional. A iniciativa, pioneira no País, banca todo o ciclo de quatro anos de estudos de graduação no exterior.

Lá fora, os alunos selecionados ganham bolsas integrais para estudarem na Universidade de Salamanca, uma das mais antigas e prestigiadas da Espanha. O programa Ciência sem Fronteiras (CsF) – outra iniciativa do MEC, que vem apresentando uma série de problemas em sua condução -, banca geralmente apenas um ano de bolsa em universidades do exterior.

Fonte: com informações do IG

Mulheres são mais agressivas que homens em relacionamentos

mulheres agressivas

A conclusão é de um estudo envolvendo pesquisadores das universidades de Cumbrias e Central Lancashire (Reino Unido), sob o comando da Dra. Elizabeth Bates.

Embora os resultados ainda causem estranheza, vários estudos, inclusive no Brasil, já haviam demonstrado que as mulheres praticam mais violência doméstica do que os homens.

A obtenção de resultados semelhantes em locais cultural e economicamente muito diversos ao redor do mundo está levando os pesquisadores a rever suas teorias e interpretações da violência doméstica.

Comportamento controlador feminino

Esta nova análise mostrou que as mulheres são mais propensas a serem fisicamente agressivas contra seus parceiros do que os homens.

Os mesmo dados mostram que, nos contatos sociais em geral, fora dos relacionamentos, os homens são mais propensos a ser fisicamente agressivos contra outros homens do que as mulheres o são contra outras mulheres.

Um dos resultados marcantes do novo estudo é que as mulheres exercem níveis significativamente mais elevados de comportamento controlador em relação aos parceiros do que os homens em relação às parceiras.

Quando essa tentativa de controle falha, as mulheres tendem à agressão física em um nível muito maior do que os homens igualmente controladores.

“Este foi um resultado interessante. Estudos anteriores tentaram explicar a violência masculina contra as mulheres como resultado de valores patriarcais, que motivam os homens a procurar controlar o comportamento das mulheres, usando de violência se necessário,” comenta a Dra. Elizabeth.

“Este estudo revelou que as mulheres demonstram um maior desejo de controlar os seus parceiros e são mais propensas a usar a agressão física do que os homens. Isto sugere que a violência doméstica não pode ser motivada por valores patriarcais e precisa ser estudada no contexto de outras formas de agressão, que têm implicações potenciais para intervenções,” avalia ela.

Violência íntima

O estudo foi apresentado durante o simpósio “A Evolução da Violência por Parceiros Íntimos – Pesquisa e Prática”, realizado pela Sociedade Psicológica Britânica.

Entre os vários estudos apresentados estavam, ainda, experiências de vitimização masculina por suas parceiras íntimas (Louise Dixon – Universidade de Birmingham) e razões para o envolvimento das mulheres em conflitos dentro e fora dos relacionamentos (Abi Thornton – Universidade de Bolton).

Redação do Diário da Saúde

Banco do Nordeste publica retificação na classificação geral

O banco possui atuação em toda a Região Nordeste, além de parte da Sudeste

 A contratação dos novos funcionários será via regime da CLT

ÍndiceFoto: Reprodução internet

De acordo com o Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 18, o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) retificou a classificação geral e por estado do concurso para o cargo de analista bancário, realizado recentemente. As novas informações podem ser lidas no site da organizadora, Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Embora o edital contemple apenas 12 vagas, o BNB garante que o número de convocados superará em muito o estipulado. O banco possui atuação em toda a Região Nordeste, além de parte da Sudeste. O concurso, que teve quase 89 mil inscritos, tem validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. A contratação dos novos funcionários será via regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou seja, sem garantia de estabilidade.

M de Mãe: rede social materna é lançada no Brasil

Nasce M de Mãe, a mais completa rede social materna, apoiada por uma equipe multidisciplinar formada por profissionais das áreas de medicina (ginecologia e obstetrícia, pediatria, endocrinologia, ortopedia, dermatologia), odontologia, estética, psicologia, direito, turismo, gastronomia e música.

Segundo Felipe Reis Sanchez, sócio-fundador do M de Mãe todos os ajustes já foram feitos para oferecer gratuitamente uma interface dinâmica de comunicação entre mães, grávidas, ‘tentantes’ e diversos profissionais que terão uma gama de informações sobre todos os temas voltados ao mundo da maternidade.

O M de Mãe foi criado para que os interessados compartilhem informação e emoção no mesmo lugar e sem barreiras, diz Sanchez.

Ao se cadastrar na plataforma, o usuário recebe sugestões de textos e assuntos dentro de seu perfil e fase de vida, tendo a opção de customizar a timeline de acordo com seus interesses específicos.

Logo após o lançamento, o M de Mãe expandirá seu território de atuação para a plataforma mobile, permitindo o acesso ao conteúdo em tablets e smartphones.

Jovem que teve filhos com o pai diz que ele era ciumento: “Agora sou livre”

Família deve deixar no sábado (19) a cidade por medo de novas ameaças do suspeito

NOT-jovem-que-teve-filhos-com-o-pai-diz-que-ele-era-ciumento-agora-sou-livre1405703634_460_322 
Jovem segura nos braços um dos filhos que teve com o pai
Foto: Reprodução

A jovem de 22 anos, filha do agricultor de 45 anos preso após estuprar ela e a irmã durante anos, na cidade de Rio Negrinho, no interior de Santa Catarina, disse que sente alívio com a prisão do pai e que ele era muito ciumento. Ela está grávida do quarto filho do suspeito.

— Ele não deixava sair nem para ir até a escola. Ele tinha um ciúme acima do normal. Se tudo continuasse assim, ir vir outro [filho], e outro. Agora eu tenho a liberdade de pelo menos trabalhar.

A família vive em uma casa simples na zona rural da cidade. No imóvel, moravam o suspeito, a mulher, nove filhos — incluindo as duas vítimas — e os três filhos de cada uma delas. A jovem mais nova está no terceiro mês de gestação.

De acordo com o delegado Tiago de Freitas Nogueira, o pai exercia domínio sobre a família mediante ameaças, como de atear fogo na casa com todos dentro ou de levar as crianças que teve com as filhas embora. Com isso, as vítimas acabavam obedecendo às suas ordens. As jovens não podiam frequentar nem a escola e só saíam de casa para trabalhar na roça com o pai.

A mãe das jovens descobriu os abusos quando a filha mais velha engravidou do primeiro filho, mas não denunciou o marido por medo. Segundo o delegado, ela não será indiciada porque também foi uma vítima do suspeito.

O agricultor foi preso após o fim dos depoimentos das filhas, na madrugada de sexta-feira (11), e cumpre prisão preventiva no Presídio Regional de Mafra. Ele foi indiciado por estupro de vulnerável e estupro.

Ainda de acordo com o delegado, as seis crianças frutos do incesto foram registradas apenas com o nome das mães. As crianças, com idades entre um e seis anos, continuarão morando com a família. O Conselho Tutelar e a Assistência Social estão acompanhando o caso. No sabádo (19), elas devem deixar a cidade para morar em Florianólis na casa de um tio. A família alegou que teme que o homem escape da prisão e cometa alguma violência.

Artista que criou caiaque no formato da própria vagina é solta no Japão

 

artista-que-criou-caiaque-no-formato-da-propria-vagina-e-solta-no-japao081a416d3af6b8bbc4b053382acd9610

Megumi Igarashi foi solta após inúmeros protestos no país. Mulher causou polêmia ao espalhar modelos 3D do próprio órgão genital.

A artista Megumi Igarashi, de 42 anos, que se tornou mundialmente conhecida após criar e espalhas modelos 3D de sua vagina e até criar um caiaque no formato de seu órgão genital, foi libertada da prisão após ser detida sob acusação do crime de obscenidade, em um caso que levantou discussões sobre liberdade de expressão.

Igarashi, que também é conhecida como “Rokude Nashiko” (filha bastarda, em tradução livre), foi solta da cadeia, mas seu advogado informou que ainda não se sabe se a mulher será indiciada criminalmente.

A japonesa tentou levantar fundos online para financiar a construção de caiaques com o formato de sua área íntima, usando impressoras 3D. Fãs e pessoas que apoiam a mulher contaram que ficaram chocados com as acusações e a prisão da artista, que teria sido enquadrada nas leis do Japão que proíbem a obscenidade. (G1)

FOTOS: Estudante sul-africano de 9 anos se casa com mulher de 62

641Saneie Masilela, de 9 anos, beijou sua esposa Helen, de 63, e disse que a ama, apesar da enorme diferença de idade, deixando moradores atordoados, que descreveram o casamento como ‘repugnante’.

Saneie tornou-se o noivo mais jovem do mundo pela segunda vez, depois de se casar novamente com Helen para satisfazer seu desejo e o de antepassados mortos.

Helen Shabangu têm filhos entre 28 e 38 anos de idade e teve 100 convidados presentes no casamento.

6619 66615Ambas as famílias afirmam que o casamento é apenas um ‘ritual’, depois de Saneie ter sido orientado por seus antepassados mortos a se casar no ano passado.

Saneie Masilela, de 9 anos, se casou com Helen, de 62 anos de idade pela segunda vez, tudo para cumprir ritual pedido por antepassados.

O estudante é o mais novo de cinco filhos e queria seguir a tradição, insistindo para ter o pedido realizado em uma segunda cerimônia esta semana.

O jovem noivo disse que ainda espera ter um casamento apropriado para uma mulher da sua idade quando ele for mais velho.

“Quando eu for mais velho eu vou casar com uma mulher da minha idade. Escolhi Helen, porque eu a amo e, embora nós não vivamos juntos o tempo todo, nos encontramos no local onde minha mãe trabalha regularmente.”

“Depois do casamento no ano passado as pessoas continuavam pedindo-lhes explicação de como eles iriam viver juntos, ter filhos, mas eu continuo dizendo a eles que depois do casamento de hoje tudo voltou ao normal. Nada muda,” disse a mãe.

Fonte: Mirror

Sucessão presidencial está cada vez mais emocionante

Wagner Pires

A candidata Dilma aparece com 36% das intenções de votos. Como esta média não supera a soma das intenções de votos dos demais candidatos, que é de, exatamente, 36% – Aécio (20%) + Campos (8%) + Pastor Everaldo (3%) + Outros (5%) –, a disputa eleitoral vai para o segundo turno.

A nova pesquisa Datafolha colimou ainda mais o resultado em relação a última pesquisa que realizou. Ouvindo 5.377 eleitores o erro estatístico admitido para a pesquisa ficou bem próximo dos 2% divulgados.

Vejam, para os 5.377 eleitores entrevistados temos um erro calculado de: 5.377 = (3² x 0,5 x 0,5)/e². Calculando, temos:

5.377 = (3² x 0,5 x 0,5)/e²
e² = 2,25/5.377
e = 0,00042^1/2
e = 0,0204 ou 2,04%

Ou seja, confirma-se que o Datafolha divulgou acertadamente o erro admitido para a pesquisa, diferentemente de outros institutos em pesquisas anteriores.

EMPATE TÉCNICO

Sendo assim, e considerando a existência do segundo turno, a pesquisa levantou a informação de que é de 44% as intenções de votos para a candidata Dilma, e de 40% para o segundo colocado, o candidato Aécio Neves.

Diante destas informações e considerando o erro de estimativa admitido na pesquisa, estatisticamente há um empate técnico no segundo turno entre estes dois candidatos, pois a possibilidade é de que Dilma tenha 44% – 2% (para baixo) = 42%, e, Aécio Neves 40% + 2% (para cima) = 42%. Ou seja, os dois candidatos apresentam a mesma média de intenções de votos quando considerado o erro de estimativa admitido na pesquisa.

O mesmo raciocínio não ocorre em relação ao terceiro colocado, o candidato Eduardo Campos, que, segundo a pesquisa, aparece com a média de 38% das intenções de voto no segundo turno. E, se somada ao erro de estimativa admitido 38% + 2% = 40%, continua abaixo da média apresentada pela candidata Dilma, significando a vitória desta no segundo turno, por dois pontos de diferença.

Diante da presente pesquisa, portanto, já não dá para a presidente Dilma comemorar antecipadamente uma possível vitória. Pelo contrário, os números mostram que há dúvida e a possibilidade de uma virada de intenções de voto na corrida eleitoral.

Está cada vez mais emocionante. Ou, interessante, se preferirem.

Tribunal mantém bloqueio de bens de ex-presidente do Banco Panamericano, mas Silvio Santos continua rindo


Fausto Macedo e Mateus Coutinho
Estadão

O Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3) manteve o bloqueio de bens do ex-presidente do Banco Panamericano, Rafael Palladino e de ex-diretores da instituição. O Tribunal acolheu manifestação do Ministério Público Federal e rejeitou as apelações da defesa de Palladino e de ex-diretores contra a decisão de primeiro grau da Justiça Federal que impôs o embargo patrimonial.

Segundo a Procuradoria Regional da República, o bloqueio busca garantir a eficácia, em caso de futura condenação, da reparação dos danos causados em esquema de desvio e lavagem de dinheiro na gestão do Panamericano que, segundo as investigações, causaram prejuízos de ao menos R$ 3,8 bilhões.

Rafael Palladino, então presidente do Panamericano e sócio de seis empresas suspeitas de serem usadas para receber dinheiro desviado, pedia em três apelações distintas a liberação de seus bens e os de suas empresas, que foram alvo de sequestro e arresto como medida cautelar no âmbito da ação principal que apura supostos desvios e crimes cometidos pelos executivos do banco.

Palladino alegou em três recursos não haver indícios de que ele ou suas empresas teriam alguma relação com os crimes apurados. Para ele, o fato de as empresas não funcionarem nas respectivas sedes não permitiria concluir que elas fossem de fachada. Afirmou, ainda, que o bloqueio de seus bens seria desproporcional ao estabelecido em lei.

Para a Procuradoria, a investigação realizada pela Polícia Federal mostrou que as empresas de Palladino seriam mesmo de fachada, uma vez que todas tinham o mesmo endereço e, no local, funcionava um consultório de psicologia e de fonoaudiologia – atividades alheias às que deveriam exercer as empresas do ex-presidente do Panamericano.

ARDIL

A PF constatou que Palladino “transferia elevadas quantias a essas empresas por pessoas sem nenhum vínculo com o banco para dificultar a verdadeira origem do dinheiro”.

Segundo o Banco Central, Palladino participou de um processo de ocultação que, para o Ministério Público Federal, justifica o sequestro dos bens que teriam sido obtidos de forma ilícita. A liberação do bloqueio, segundo parecer do procurador regional da República Osvaldo Capelari Júnior, permitiria que os bens fossem diluídos e, desta forma, “frustraria a execução de uma eventual pena e a consequente reparação aos acionistas e clientes prejudicados pela fraude”.

A ordem de bloqueio foi mantida também com relação a ex-diretores do Panamericano.

O procurador ressaltou que “a medida assecuratória se mostra de acordo com os requisitos legais e se faz necessária para a reparação dos exorbitantes danos causados, que afetam não apenas o banco, mas todo o Sistema Financeiro Nacional e investidores”.

Segundo as investigações, em decorrência das fraudes atribuídas aos diretores e empresas do mesmo grupo econômico, o Banco Panamericano suportou prejuízos da ordem de R$ 3,8 bilhões durante o período de 2007 a 2010, valores que podem aumentar até o final das investigações.

Vereador de Canguaretama e Filho de Vereador de Pedro Velho estão envolvidos em furto

15Foto: Divulgação Internet

Uma médica do município de Pedro Velho foi vitima de furto de celular S4 Samsung, e nesta sexta feira (18) agora pela manhã a Polícia rastreando o fato ocorrido localizou em poder do Vereador Dadá, Jailson Brasilino da Silva, do município de Canguaretama o objeto furtado.

Ao ser autuado por receptação Dadá confirmou que comprou o celular a Binho, Marival Augusto Dantas de Lima, que é filho do Vereador de Pedro Velho, o mesmo foi ouvido pela Polícia Civil do Município de Pedro Velho e em seguida liberado por não haver flagrante e nem Mandado de Prisão, mas o inquérito está sendo encaminhado para o procedimento na Justiça, por ser acusado nos crimes de: Furto, Denunciação caluniosa e Falso testemunho.

policia-civil-cumpre-mandado-de-busca-e-apreensao-e-filho-de-vereador-de-pedro-velho-rn-sera-indiciado-por-furto1405695319Foto: Divulgação Polícia Civil

Protocolado no TRE do RN processo para formação de nova legenda: Partido Militar Brasileiro

43

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte recebeu o processo para criação de um novo partido político. Seguindo a determinação da legislação eleitoral, que exige lista de apoiamentos em nove Estados brasileiros, a Corte potiguar recebeu uma lista de pessoas que declaram apoio a criação do Partido Militar Brasileiro (PMB).

O edital com a lista de apoiamento do PMB foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico de hoje.

SAIBA O QUE É NECESSÁRIO PARA CRIAR UM NOVO PARTIDO NO BRASIL:

1 – O requerimento do registro do partido político deve ser dirigido ao Cartório do Registro Civil das Pessoas Jurídicas, em Brasília. O documento deverá ser assinado pelos seus fundadores, que devem ser, no mínimo, 101 pessoas. Os fundadores devem ter domicílio eleitoral em, no mínimo, nove estados do país. O requerimento indicará o nome e função dos dirigentes provisórios e o endereço da sede do partido em Brasília.

2 – Após a emissão da certidão de inteiro teor pelo Cartório, o partido inicia a coleta de assinaturas de apoiamento de eleitores. A quantidade mínima de assinaturas necessárias corresponde a 0,5% dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos) dados na última eleição para a Câmara dos Deputados. As assinaturas devem ser recolhidas em, no mínimo, nove estados; e devem corresponder a, no mínimo, 10% do eleitorado em cada um deles. Cada assinatura deve conter o número do título de eleitor da pessoa que declarou apoio ao partido. A veracidade das assinaturas e dos títulos são atestados pelo escrivão eleitoral.

3 – Colhidas as assinaturas, o partido realiza os atos necessários para a constituição definitiva de seus órgãos e designação de seus dirigentes.

4 – Feita a constituição e designação, os dirigentes nacionais protocolam pedido de registro do estatuto do partido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso não haja falhas no processo, o TSE registra o estatuto e concede um número ao partido. Somente o registro do TSE assegura ao partido o direito de disputar eleições, receber recursos do Fundo Partidário e ter acesso gratuito ao rádio e à televisão.

Com Panorama Político

Empregos formais: após 10 anos, RN tem mês de junho com mais demissões que contratações

O mês de junho foi péssimo para o setor trabalhista brasileiro. O balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (17), foi 83,9% menor do que no mesmo período do ano passado. No Rio Grande do Norte, em 10 anos, foi a primeira vez que a diminuição no número de postos de trabalho superou a geração de empregos durante o mês de junho.

No Brasil, o saldo positivo foi de 25.363 novos postos de trabalho em junho, com o acumulado de 588.671 postos de trabalhos criados a mais do que os existintos. No Rio Grande do Norte, o saldo semestral também é positivo.No estado, foram contratados 102.957 trabalhadores durante o semestre, contra 101.600 demissões, o que dá um saldo positivo de 1.357 empregados formais a mais.

147416

No acumulado do mês no Rio Grande do Norte, houve uma redução de 567 celetistas, que são os empregados que trabalham de maneira formal. As maiores reduções foram nas áreas da construção civil (-924 postos de trabalho) e comércio (-352 postos de trabalho). Por outro lado, a agropecuária (+455) e setor de serviços (+220) foram os que mais criaram novos postos de trabalho. Já com relação à quantidade de postos de trabalho criados no semestre, a construção civil, que foi a que mais demitiu em junho, tem saldo positivo no acumulado até junho. Ao todo, foram 777 novos postos de trabalho preenchidos. O comércio, por outro lado, acumula diminuição de 772 empregados formais no semestre. (TN)