Daily Archives: 30/05/2014

Vozeirão: menina da região de Cajazeiras vira hit na internet após ser filmada cantando música autoral; vídeo é destaque na Paraíba

Gavião da Paraiba

​O vídeo da cantora mirim virou destaque em Uiraúna e é um dos assuntos mais comentados pela população. Confira o vídeo!
Garota de 11 anos cantando música autoral

A menina Dayse Santiago de apenas 11 anos, que mora em Uiraúna, virou hit na internet depois de aparecer em um vídeo cantando uma música de sua autoria chamada ‘Você não me deu bola’.

O vídeo que já foi compartilhado por centenas de internautas já recebeu vários comentários e muitos elogios.

A menina que é filha de um seresteiro, também canta ao lado do pai durante apresentações em Uiraúna e região.

A garota disse ainda que é fã de Paula Fernandes e começou a cantar aos seis anos de idade, escutando as belas músicas da cantora. O vídeo da cantora-mirim virou destaque em Uiraúna e é um dos assuntos mais comentados pela população.

Dayze Santiago atualmente faz parte da banda “Forró das Manas” que foi criada há mais de seis meses. Dayze canta ao lado das duas irmãs Danielle Santiago e Danieze Santiago. Familiares informaram que logo será divulgado o clipe oficial da música ‘Você não me deu bola’.

“Mulher não deveria ter direito a voto”, diz polonês eleito para a UE

Por Leandro Colon

Com sua tradicional gravata borboleta,  o polonês Janusz Korwin-Mikke, 72, novo membro do Parlamento Europeu, defendeu todo seu conservadorismo e um discurso anti-União Europeia. Disse, por exemplo, ser contra o voto feminino e propagou a educação à base de chicotes.

Na quinta (29), fui recebido por ele em Varsóvia na sede do seu partido, o KNP, que obteve 500 mil votos e levou quatro cadeiras – pela primeira vez terá vaga na UE, se somando à onda extremista que abalou a eleição do Parlamento.

Reportagem publicada na edição impressa da Folha desta sexta (30) conta essa história.  Antes da eleição, era apenas um conservador falando o que queria. Agora, ganhou voz na condição de deputado.

Abaixo, segue a íntegra da entrevista:

O sr. é xenófobo?
Absolutamente, não. Sou um conservador libertário. Só que os imigrantes vêm para a Europa porque querem benefícios sociais, qualquer um quer isso. É esse o problema. Não podemos dar benefícios sociais, sou contra isso.

Num país como o Brasil, benefícios sociais são importantes.
Lógico que não. Todo mundo que dá dinheiro para desempregado deveria ter as mãos cortadas. É muito melhor colocar dinheiro para contratar, o capitalismo é quem cria empregos e não o governo. O governo taxa o capitalismo e não cria empregos.

knp-300x225Janusz Korwin-Mikke, 72, recebe a Folha em seu escritório. Credito: Leandro Colon

Li uma declaração do sr. afirmando que hospitais, por exemplo, jamais devem ser públicos.
Sim, claro que não devem ser. É muito mais barato você não pagar impostos, mas pagar por médicos e enfermeiras.

E como a população mais pobre pagaria os médicos?
Eles são pobres porque precisam pagar impostos para isso, não têm dinheiro porque pagam médicos. Aí, pagam pelo médico e pelas burocracias do Estado. Veja na educação. Um garoto de família rica quase sempre tem uma alta educação. Mas os de famílias pobres não vão para as universidades, são inteligentes, têm habilidades e vão pagar impostos para os ricos estudarem.

Por que o senhor acha que mulheres não poderiam votar?
Uma vez a Margareth Thatcher me disse: ‘só fui eleita primeira-ministra do Reino Unido porque tive apoio dos homens’. As mulheres votam em homens. Mulheres não podem votar porque preferem não votar em mulheres. Acho que elas teriam mais chances de governar se não votasssem. Na Polônia, eu fui candidato a presidente. Havia uma mulher entre os candidatos. Ela gastou muito mais do que eu. Eu consegui duas vezes mais votos do que ela. Se mulheres preferissem mulheres, ela teria mais.

No Brasil, a presidente é uma mulher…
Provavelmente, por causa dos votos e apoio dos homens, pode checar. Num time de mulheres de basquetebol, voleibol, quem é o treinador? Um homem. As mulheres não querem ser comandadas por mulheres.

O senhor tem certeza disso?
Sim, isso está provado. Não é por que estão preparadas ou não para votar, mas porque a maioria vota em homens. É mais apropriado então não votar porque teriam mais chance de serem eleitas.

O senhor disse mesmo que Hitler não sabia do Holocausto?
Sim, eu disse. Não há prova de que ele tenha tido conhecimento disso. É estranho dizer isso, mas é verdade. Não nego que o Holocausto existiu, mas não há prova de que ele soubesse.

Outra coisa que li é que o senhor defende castigo à base de chicotes a jovens infratores em vez de detenção.
Claro, claro! Se você coloca um jovem na prisão, ele perde um, dois anos de sua vida.

O sr. educou seus filhos dessa maneira?
Sim.

Com chicote?
Sim, às vezes.

Nós temos uma lei no Brasil chamada “lei da palmada”, contra educação com violência.
Isso é coisa de país fascista, que diz o que tenho que fazer com meus filhos. Nos países livres, os filhos não são do Estado. Tenho seis filhos. O Estado não tem direito de dizer como devo educá-los.

O que o sr. pretende fazer no Parlamento Europeu?
Parlamento significa falar, falar. Minha prioridade será falar e convencer as pessoas do que penso sobre a União Europeia. O Brasil desenvolveu porque não faz parte da UE, não foi ocupado por ela. Se você se inscreve na UE, você não desenvolve mais. Mais de 70% de nosso desenvolvimento é antes de fazer parte da UE. É um estado burocrático, que paralisa todo o desenvolvimento.

Como o senhor vê o desempenho de partidos anti-UE na eleição do Parlamento em outros países?
A população quer ser livre da ocupação da UE, dessa burocracia, dos capitães.

E como avalia o seu partido ter obtido quatro cadeiras?
Não achei bom, esperava sete, mas sofremos muitos ataques.

Prefeitura dará churrasco para rua com melhor decoração da Copa

141491019Rua General Osório, no Centro, decorada com bandeiras para celebrar a Copa do Mundo

Encher as ruas de fitas, bandeiras e desenhos com as cores verde e amarela poderá render carne à vontade para moradores na zona norte de São Paulo.

A prefeitura lançou um concurso para eleger a via com a melhor decoração para a Copa. O prêmio para os mais caprichosos será um kit-churrasco para cem pessoas.

O concurso é válido apenas para os moradores da Brasilândia e da Freguesia do Ó. As inscrições terminam nesta sexta (30), e devem ser feitas na subprefeitura que atende os dois bairros. Fica na r. João Marcelino Branco, 95, e atende até às 17h. Para participar, é preciso levar comprovante de residência e cópia de documento com foto.

Quem quiser se inscrever de última hora terá dois dias para entregar a decoração completa: o prazo para deixar a rua colorida termina no domingo (1º), às 18h.

O resultado será divulgado na sexta que vem (6). Os jurados levarão em conta os quesitos como criatividade, estética, higiene, conjunto e dimensão.

A segunda rua melhor preparada ganha um kit-churrasco para 70 pessoas. O terceiro lugar leva o mesmo prêmio, mas só para 50 moradores. A premiação será entregue no domingo (8). (Folha)

Piadas do Dia – kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Índice

  NO PSICÓLOGO 

Um cara vai ao psicólogo:
– Doutor, acho que eu sou homossexual, mas não tenho certeza disso. Me ajude, não posso mais viver deste jeito!
– Você é um cantor famoso?
– Não.
– Você é um ator famoso?
– Não.
– Você é algum político conhecido ou milionário que frequenta as páginas sociais?
– Também não, doutor.
– Então que homossexual o quê! Você não passa de um “viadinho muito reeira“!

 

 NO PUTEIRO 
O Zézinho foi no puteiro e foi logo perguntando pela Ritinha, mas ela não estava. A dona, conhecendo bem o cliente, sugeriu a Maria, ele concordou e foram pro quarto.
Na cama ele perguntou:
– Você faz como a Ritinha.
Logo ela pensou que as ações valem mais que as palavras e começou fazer tudo que sabia.
– Novamente ele peguntou:
– Você faz como a Ritinha.
Dessa vez ela intensificou a perfomace e mandou brasa. Ele mais uma vez perguntou:
– Você faz como a Ritinha.
Ela continuou agora de forma mais brutal, e recorreu a objetos e tudo que já ouvira falar… Agora ele estará satisfeito, pensou. Ainda bufando de cansada, ele perguntou:
– Você faz como a Ritinha.
– Porra!Já fiz tudo com você… Me diz que diabo a Ritinha faz com você.
– Ela faz fiado!

 DE CONVERSA ENTRE AMIGAS 

Em um futuro bem próximo… 

Duas amigas se encontram, muuuuuuiitas conversas…  quando uma diz (mostrando um objeto que tirou da bolsa):

– Este é o controle remoto do meu marido, se eu aperto o botão 1 ele faz comida, o botão 2 ele vai trabalhar para ganhar dinheiro, o botão 3 faz ele vai dormir…

– Uau!!! E quando você quer sexo, que botão você aperta? – Pergunta a amiga.

– A campainha do apartamento do vizinho.

Com o Blog Bira Viegas

Lula enfrenta o maior dilema de sua vida, ao estilo hamletiano: ser ou não ser, eis a questão

Carlos Newton

Aproxima-se a hora da verdade e o ex-presidente Lula ainda não decidiu o que fazer. Ele é senhor de seu destino e também do destino do PT, partido que comanda com mão-de-ferro, sem permitir que surja qualquer liderança capaz de substituí-lo. O único personagem que lhe fazia sombra – e em certas circunstâncias chegava até a ser mais importante do que ele – era José Dirceu. Quando o então todo-poderoso chefe da Casa Civil foi abatido em pleno vôo no desenrolar do mensalão, Lula respirou aliviado. Já não havia nenhuma liderança ameaçadora, o PT era inteiramente dele.

Passou então a se dedicar à criação de “postes”, que fossem subservientes ao extremo e tivessem condições de substituir lideranças mais conhecidas e com voo próprio. Foi assim com Dilma Rousseff, depois com Fernando Haddad e agora com Alexandre Padilha, marginalizando Mercadante e Marta Suplicy em São Paulo, berço do PT e maior colégio eleitoral.

Essa estratégia de Lula é óbvia e transparente. E vinha dando certo até agora. Mas ele não contava com a insistência de Dilma Rousseff em disputar a reeleição. Se a presidente for reeleita, Lula sabe que não conseguirá indicar nenhum ministro, não nomeará nem mesmo o rapaz que serve cafezinho. Ficou claro que, desta vez, Dilma vai partir para o tudo ou nada e quer governar sozinha.

“VOLTA, LULA”

E de repente surge o “Volta, Lula”, que hoje anima e agita o PT, que nunca foi o partido de Dilma. Todos sabem que ela era originalmente do PDT e abandonou Brizola para aproveitar a maré petista. Há dois anos houve uma movimentação estranha, o ex-marido dela, Carlos Araújo, quis se filiar ao PDT, como se fosse um plano B de Dilma para a reeleição, caso fosse enxotada do PT.

Bem, a decisão será no próximo dia 29 de junho. Falta exatamente um mês. Lula quer ser candidato, mas não pode forçar a substituição. Tem de esperar que isso ocorra naturalmente, mas depende das pesquisas. E se Dilma continuar à frente, com larga margem de diferença para Aécio Neves e Eduardo Campos? Como Lula e o PT se posicionarão?

Este é o grande dilema da sucessão presidencial, nessa fase pré-campanha. Ninguém tem ideia do que vai acontecer. Nem mesmo Lula sabe o que fará. Está ficando emocionante.

Dilma destaca Henrique no Governo

A presidenta Dilma Rousseff externou a vontade de ver o deputado federal Henrique Eduardo Alves governador do Rio Grande do Norte após as eleições de outubro. “Quero ver Henrique governando o RN”, disse. O desejo foi manifestado durante discurso no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer, em Brasília, na noite da última da terça-feira. Os líderes do PMDB ofereceram um jantar para reforçar o apoio de seus principais dirigentes à pré-candidatura da petista ao Palácio do Planalto.

Wilson DiasDilma participa, em Brasília, de reunião com aliados do PMDBDilma participa, em Brasília, de reunião com aliados do PMDB

Durante o jantar, Dilma afirmou que a aliança com o partido garante “a governabilidade” e “os ganhos da população”. Ela fez questão de dirigir a palavra aos pré-candidatos do PMDB que estavam por lá, entre eles o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, que pretende disputar a vaga de governador do Rio Grande do Norte. Ela discursou diante de líderes do PMDB no Congresso, além de governadores do partido, e ouviu de Temer que, na convenção nacional do partido, em 10 de junho, a legenda vai querer “reeditar a aliança” com o PT.

Em sua fala, Dilma fez questão de elogiar cada um dos presentes e citar de onde vinha a relação com eles, contando os episódios políticos que os ligavam. No jantar, que durou pouco mais de duas horas, estavam presentes o governador do Rio e candidato à reeleição Luiz Fernando Pezão, assim como seu antecessor, Sergio Cabral. O senador do Pará Jader Barbalho estava acompanhado do filho, Helder, que será candidato ao governo do Estado.

Pré-candidato ao governo estadual, Henrique Alves tem trabalhado para formar uma ampla aliança de partidos. Para ele, somente a união de forças pode tirar o Rio Grande do Norte da situação de dificuldades que se encontra. A chapa que ele pretende lançar tem o deputado João Maia (PR) pré-candidato a vice e a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) pré-candidata ao Senado.

A relação com o governo federal, somada ao fato de ser presidente da Câmara dos Deputados, tem feito Henrique Alves abrir portas para prefeitos e gestores que o procuram em Brasília. Ele defende a união de forças, independente da relação partidária, como saída para conseguir tirar o Rio Grande do Norte da situação de dificuldade que se encontra. Recentemente, ele recebeu o secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto Fonseca.

Ontem, Henrique recebeu o prefeito em seu gabinete para discutir programas para a cidade de Natal, entre eles, a oferta de mais habitações populares do programa Minha Casa Minha Vida. O prefeito estava acompanhado do atual e do ex-chefe de gabinete, Kleber Fernandes e Sávio Hackradt. O programa, conforme o presidente Henrique Alves havia anunciado durante a inauguração de 900 apartamentos no bairro Planalto, deverá ser ampliado em 5 mil novas casas na capital potiguar. Henrique Alves detalhou ao prefeito a conversa que teve com o ministro das Cidades, Gilberto Occhi. (TN)

Enfermeira do João Machado faz desabafo e expõe maquiagem feita pela Governadora

Enfermeira lista todos os problemas encontrados no hospital João Machado

Rosalba visita um hospital "para inglês ver".Foto: Demis Roussos
Rosalba visita um hospital “para inglês ver”.Foto: Demis Roussos

Inicialmente gostaria de dizer que sou enfermeira nesse Hospital Doutor João Machado, aliás, nesse não; em outro beeeem diferente deste mostrado na foto por ocasião da visita da governadora.

O Hospital João Machado em que eu trabalho não tem lençóis para cobrir todos os leitos e nem os pacientes. Essa foto foi tirada sexta feira (e fui informada que cedinho o secretário adjunto da Saúde foi até o hospital ordenar que todos os leitos da área reformada fossem “arrumados”).

E na quarta-feira quando eu saí do plantão a maioria dos leitos da enfermaria masculina ficaram sem lençóis, inclusive o leito de um paciente diabético, em hidratação venosa, que estava com disenteria e apresentou 9 (nove) episódios diarréicos, ficou no leito sem lençol nem pra se cobrir e sabem por quê? Porque o hospital não dispunha de fralda descartável e todas às vezes que ele evacuava tinha que trocar o lençol (na 3ª vez que evacuou já não tinha mais lençol).

E essa cadeira linda que aparece ao lado do leito, também não tem nos Hospital João Machado que eu trabalho.

Lá os acompanhantes não têm sequer uma cadeira daquelas de plástico e à noite é colocado um colchão no chão para o acompanhante “dormir”. Pena que deletei uma foto das cadeiras que ficam na entrada da enfermaria feminina, porque na masculina nem existe, se não ia mandar pras vocês verem. São cadeiras completamente rasgadas, com as esponjas à mostra.

As paredes do Hospital João Machado que eu trabalho também não são pintadinhas assim como essa que aparece na foto, não. Elas são cobertas de mofo.

E querem saber como são as camas? Essas são totalmente enferrujadas, as manivelas para mudança de decúbito não existem há muuuito tempo.

É uma pena que o Hospital João Machado que eu trabalho seja totalmente diferente deste.

Esse aí é sim PRA INGLÊS VER!!!

Graça Sabino – Enfermeira do Hospital Doutor João Machado (Natal)

Com: Jornal de Hoje

Decreto que estabelece ponto facultativo em dias de jogos na Arena é publicado

Índice

O decreto estadual que termina ponto facultativo nos órgãos e entidades ligadas ao Estado nos dias de jogos da Copa do Mundo na Arena das Dunas foi publicado na edição desta sexta-feira (30) do Diário Oficial do Estado. Além do ponto facultativo, o decreto ainda determina a redução no expediente em dias de partidas da Seleção Brasileira.

De acordo com o calendário elaborado pela Secretaria Estadual de Administração, nos dias 12, 17 e 23 de junho, quando haverão jogos da Seleção, o expediente será encerrado às 12h. Já nos dias 13, 16 e 24 de junho, o ponto será facultativo.

No dia 19 de junho, feriado de Corpus Christi e dia da partida entre Japão e Grécia na Arena das Dunas, o expediente também será facultativo nos órgãos estaduais. De acordo com o Governo do Estado, ficam de fora do decreto os serviços considerados essenciais.

Na segurança pública, a Delegacia Geral da Polícia Civil estabeleceu que a 2ª DP (Brasília Teimosa), 4ª DP (Mãe Luiza) e 15ª DP (Ponta Negra) e o 5º Distrito (Candelária), além das Plantões Zona Sul e Zona Norte vão permanecer abertas durante os jogos da Seleção e sediados em Natal. Todos os batalhões da Polícia Militar também estarão abertos durante os jogos.

Supermercados

A orientação do Comitê de Dirigentes Logistas (CDL) Natal é que para os supermercados suspendam as operações 30 minutos antes e reabram 30 minutos depois dos jogos da Seleção.

Comércio de rua

Nos dias de jogos em  Natal, a CDL informou que o comércio de rua funcionará normalmente. A mudança de horário fica restrita aos dias de jogos do Brasil, quando o comércio fechará duas horas antes e não reabrirá após os jogos.

Bares e restaurantes

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) adverte: o acesso aos estabelecimentos que se encontram no perímetro de segurança do Arena das Dunas (2km) estarão fechados. De acordo com a associação, a orientação é que os estabelecimentos da cidade permaneçam abertos durante todos os jogos.

Órgãos municipais

A Prefeitura do Natal decidiu que nos dias em que houver jogos do Brasil pela Copa do Mundo e nos dias que tiverem jogos na Arena das Dunas, será decretado ponto facultativo para toda a administração. Nos jogos da Seleção, o ponto facultativo só é válido duas horas antes do início dos jogos.

Bancos

De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e  o Banco Central, nas cidades-sede em que não foi decretado feriado, os bancos devem oferecer no mínimo quatro horas de atendimento ao cliente. Portanto, os bancos devem abrir para o público das 8h30 às 12h30. Os bancos devem informar sobre o atendimento diferenciado com 48 horas de antecedência.

Veja o calendário do serviço público:

12/06 (5ª feira) – Expediente de 8h às 12h (Brasil X Croácia, às 17h, em São Paulo)
13/06 (6ª feira) – Ponto Facultativo (Camarões X México, às 13h, na Arena das Dunas)
16/06 (2ª feira) – Ponto Facultativo (Gana X Estados Unidos, às 19h, na Arena das Dunas)
17/06 (3ª feira) – Expediente de 8h às 12h (Brasil X México, às 16h, em Fortaleza)
19/06 (5ª feira) – Feriado de Corpus Cristhi (Japão X Grécia, às 19h, na Arena das Dunas)
23/06 (2ª feira) – Expediente de 8h às 12h (Brasil X Camarões, às 17h, em Brasília)
24/06 (3ª feira) – Ponto Facultativo (Itália X Uruguai, às 13h, na Arena das Dunas)

Ronaldo diz para ‘baixar o cacete’ em protestos

Ronaldo fala sobre protestos: “Acho que tem que baixar o cacete nos vândalos”
(Foto: Alice Vergueiro / Futura Press)

Membro do Comitê Organizador Local (COL), o ex-jogador Ronaldo participou nesta quinta-feira de uma sabatina promovida pelo jornal “Folha de S. Paulo”, na qual conversou sobre diversos assuntos. Dentre eles, falou sobre Copa do Mundo, protestos e afirmou que é preciso “baixar o cacete” nos vândalos. O Fenômeno se refere aos confrontos que têm acontecido em manifestações pelo país, desde junho do ano passado, quando a população de várias cidades foi às ruas. Em muitas ocasiões, policiais e manifestantes entraram em choque, resultando em muitos feridos e depredações.

– Sobre os vândalos, acho que tem que baixar o cacete neles, tirá-los da rua, prendê-los.

Muito criticado por ter dito que Copa do Mundo não se fazia com hospitais, ao defender as obras para a competição no Brasil, Ronaldo defendeu os protestos, mas fez sua ressalva.

– Os protestos são sempre válidos. Os protestantes que vão às ruas exigir as coisas que a população tem direito. Mas no momento que tem vândalos mascarados, a polícia tem que conter. Acho que o povo brasileiro está em um momento de exigir coisas em diversos setores. Só que parece que acordou todo mundo e tem muitas opiniões soltas e um pega do outro e ninguém sabe para onde ir.

Na semana passada, em entrevista à “Agência Reuters”, Ronaldo disse estar envergonhado pela imagem que o Brasil está passando para o exterior com a organização da Copa. Diante da polêmica em torno das declarações, ele se explicou.

– Na entrevista para a Reuters, eu sinalizei as estruturas, e não os estádios, que eram as exigências para a Copa. Na entrevista, a minha vergonha é pela população, que esperava esses grandes investimentos, esse grande legado da Copa, para nós mesmo. Esperavam muito. E o mais prejudicado é a situação – completou Ronaldo.

Veja abaixo outros trechos da sabatina.

Flamengo ou Corinthians?

“Eu sou flamenguista e corintiano. Eu gosto dos dois. Talvez um pouco mais do Corinthians, porque eu joguei lá, e no Flamengo, não. Nunca recebi convite para jogar pelo Flamengo. Mas não tenho mágoa (do Flamengo)”.

Romário

“O Romário? Não tenho nada a dizer. Não tenho nenhum comprometimento com o Romário. Espero que ele faça o papel dele como deputado, fazendo o que deve ser feito. Eu faço a minha parte. Mas eu não votaria nele (Romário)”
JEROME VALCKE E RONALDO VISITA DE VISTORIA ESTÁDIO ARENA CORINTHIANS (Foto: Marcos Ribolli)
Em tom de brincadeira, Ronaldo disse que a Fifa ficará traumatizada com o Brasil (Foto: Marcos Ribolli)

Declarações polêmicas

“A culpa não é minha se aqui no Brasil não temos hospitais decentes. Eu já levei muita porrada”.

Houve corrupção nas obras da Copa?

“Não sei. Se faltou controle, faltou dos órgãos competentes. Tem que ver os responsáveis”.

Fifa

“Acho que a Fifa não vai querer fazer outra Copa aqui. Vai ficar traumatizada”.

Chances do Brasil

“Acho que temos mais possibilidade de ganhar a Copa hoje do que em 2002. Acho que estamos muito bem. Temos uma oportunidade de ouro. Temos uma seleção equilibrada. O Neymar é um garoto fantástico, grande esperança de gols. E estamos jogando em casa. Eu podia ser um pouco mais novo, ter uns quilos a menos (para jogar)…”

Neymar

“Achei a primeira temporada dele no Barcelona muito boa. Não é fácil ser destaque com o Messi do lado. Acho que o Neymar vai ser o melhor jogador do mundo em um ano ou dois. Se o Brasil ganhar a Copa, e o Neymar for o melhor jogador, em janeiro ele será o melhor do ano”.