RN vai reduzir gastos com estruturas

O problema da alta quantia que terá de ser empregada na montagem das estruturas externas dos estádio que vão abrigar jogos da Copa do Mundo, eclodiu em Porto Alegre, mas a conta das instalações exigidas pela Fifa assustam os responsáveis pelos gastos em todas as cidades-sede do Mundial. Em Natal, o secretário da Secopa-RN, Demétrio Torres, antes de lançar o edital para contratação dos serviços disse que vem estudando uma forma de reduzir o dinheiro empregado e salientou que pretende fazer proveito de algumas estruturas restantes do canteiro de obras da Arena das Dunas, bem como prédios públicos que fiquem dentro do raio de 2 Km do estádio. A meta é economizar até R$ 20 milhões.

Júnior SantosSecretário Demétrio Torres planeja usar até as estruturas do canteiro de obras da Arena das DunasSecretário Demétrio Torres planeja usar até as estruturas do canteiro de obras da Arena das Dunas

A conta, que gira em torno dos R$ 30 milhões, está passando por um processo de readequação, segundo Demétrio Torres. “Nós estamos estudando algumas formas de reduzir o tamanho desses gastos, uma vez que eles não ficarão de legado para cidade. Por enquanto, não temos muita ideia da quantia que precisará ser investida, mas já estamos realizando reuniões com especialistas dessa área, principalmente a de Segurança, para saber o que poderemos cortar sem provocar o comprometimento do serviço oferecido”, afirmou o secretário.

Natal ainda será uma das cinco cidades-sede que terão de montar estrutura para funcionar como centro de convivência de torcedores, uma vez que vão passar por aqui as seleções dos Estados Unidos, Japão, México, Itália e Uruguai, países que, tradicionalmente, são acompanhados por milhares de torcedores neste tipo de evento.

Mesmo analisando as solicitações para corte das exigências, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, foi taxativo: “O que posso dizer é que um estádio da Copa não pode ficar sem estrutura”.

Além da parte restante do canteiro de obras da Arena das Dunas, outro prédio que será utilizado pela Secopa durante a realização do Mundial será o da Escola Estadual Régulo Tinoco, cujos alunos estarão de férias durante o período dos jogos.

O gerente (CEO) do Comitê Organizador Local, Ricardo Trade, afirmou que a Fifa vem colaborando e reestudando essa plataforma de gastos, a  redução chegou em R$ 47 milhões, juntando tudo que será aplicado nas 12 sedes. “Nenhum estádio do mundo está pronto para receber um jogo de Copa do Mundo sem essas estruturas”, destacou.

Em entrevista concedida ontem, no Palácio da Alvorada, em Brasília, a presidenta Dilma frisou que o governo planeja medidas que vão reforçar a segurança nas 12 cidades que serão sede de jogos da Copa do Mundo e que será investido R$ 1,9 bilhão para a segurança durante o evento.

Posted on 20/02/2014, in Esporte, Informativo, Política, RN. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: