Daily Archives: 13/02/2014

Roberto Carlos pode substituir Tony Ramos em campanha de frigorifico Friboi

Diferente do que muita gente publicou e comentou nos últimos meses, Roberto Carlos voltou a comer carne vermelha. Ele admitiu durante a coletiva de imprensa do projeto “Emoções em Alto Mar 2014”, quando recebeu a imprensa no teatro do navio MSC Preziosa, ancorado em Búzios, que abriu mão de alguns hábitos que foram banidos da sua vida há alguns anos. “Eu disse que voltaria a comer carne vermelha. Adiei um pouco. Mas agora voltei a comer sim!”, disse o cantor.

Com a confirmação do próprio, ficam mais fortes os rumores de que ele será o novo garoto propaganda do frigorífero Friboi, que se consagrou em 2013 com uma das campanhas mais bem sucedidas no ramo alimentício. Dessa forma, o contrato de Tony Ramos, o ator que popularizou os produtos da marca com o bordão, “é Friboi?”, não será renovado.

Roberto Carlos vem demonstrando ano após ano que está muito melhor do TOC – transtorno obsessivo compulsivo. Na coletiva, ele fez questão de, com muito bom humor, salientar que estava se sentando numa cadeira roxa. “Eu to muito melhor do TOC, viu gente?! Porque eu estou me sentando numa cadeira roxa”, comentou logo que entrou no anfiteatro do navio. Ele ainda aproveitou para fazer piada: “Acho que da próxima vez eles vão colocar uma cadeira marrom pra eu sentar!”, e riu.

Mas alguns hábitos ainda foram mantidos. No final da coletiva, que foi aberta para perguntas de fãs enviadas pelo Instagram, Roberto foi questionado por um garoto de 18 anos quando ele voltaria a cantar a música “Quero Que Vá Tudo para o Inferno”. “Sabe, bicho, eu acho que já está quase na hora de voltar a cantar essa canção… Quem sabe incluo nos próximos shows e cante Quero Que Vá Tudo…”, e não terminou de dizer o nome da música, que escreveu em parceria com Erasmo Carlos.

Entre outras perguntas da plateia, Roberto disse que não teria problema nenhum se uma fã se sentasse no colo dele no camarim. “O problema vai ser tirar ela de lá. Eu acho que eu não iria deixar sair tão cedo!”, fez a piada e riu muito.

O projeto “Emoções em Alto Mar” comemorou 10 edições este ano e já abriu a venda para o ano de 2015. Normalmente, os mais de três mil lugares são esgotados com meses de antecedência.

DM.com.br

Será? Movimento feminista incentiva mulheres a não usarem absorvente

Um novo movimento feminino conhecido tanto por OperationFreebleeding quanto por Free Bleeding, defende a ideia de que as mulheres deveriam, ao invés de usar absorvente, deixar o fluxo menstrual correr livremente pelo seu corpo, manchando suas roupas e coxas.

Essa nova “tendência” consiste em duas ideias: primeiro, o ciclo menstrual de uma mulher não deve ser considerado algo impuro ou “não natural”, e certamente não deva ser algo a ser escondido. Em segundo lugar, elas acreditam que produtos de higiene feminina são invenções feitas pelos homens para promover a ideia de que as mulheres estão vivendo em um mundo governado por eles.


Estas duas razões levaram algumas mulheres a tomar uma posição contra o uso de produtos que absorvem o fluxo menstrual e segundo elas, é uma forma de opressão. Ao deixá-lo correr livremente, elas acreditam que essa é a melhor maneira para lidar com os seus períodos menstruais.

O que antes era apenas uma proposta de um grupo de adolescentes que compartilhavam suas opniões têm influenciado cada vez mais feministas.

O objetivo maior do ativismo menstrual é acabar com a ideia de que a menstruação é apenas um suplício mensal e transformá-la em um privilégio feminino.

Movimento Fake 

Porém, ao que tudo indica, o movimento não passa de uma trollagem. Os internautas apontam que é uma brincadeira feita pelo site 4Chan. Segundo eles, foi uma invenção para tirar sarro com as feministas.

Virgula

Horário de verão termina à 0h deste domingo

Termina à 0h deste domingo (16) o horário de verão.

Com isso, estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal, terão que atrasar em uma hora seus relógios.

O objetivo do horário de verão é aproveitar os dias mais longos do verão, com mais tempo de luz solar, para economizar energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), ameta era economizar R$ 400 milhões durante os quatro meses de vigência. De acordo com o Observatório Nacional, o horário de verão, que teve início à 0h do dia 20 de outubro do ano passado, durou 119 dias. Segundo o Decreto 8.112, os estados que aderiram foram: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás e Distrito Federal. O estado do Tocantins, que aderiu à mudança no ano anterior, optou por não mexer nos relógios.

História
O horário de verão foi criado em 1º de outubro de 1931 com o decreto 20.466. Desde 2008, o horário de verão se inicia no terceiro domingo de outubro e vai até o terceiro domingo de fevereiro. Segundo o decreto, quando houver coincidência entre o domingo de carnaval e o término da medida, o encerramento se dará no domingo seguinte.