Daily Archives: 27/01/2014

A dúvida e o sofrimento de Cecilia Meireles

cecilia-meireles3A professora, jornalista e poeta carioca Cecília Meireles (1901-1964), no poema “Noturno”, mostra sua dúvida e seu sofrimento.


NOTURNO
Cecília Meireles

Suspiro do vento,
lágrima do mar,
este tormento
ainda pode acabar?

De dia e de noite,
meu sonho combate:
vem sombras, vão sombras,
não há quem o mate!

Suspiro do vento,
lágrima do mar,
as armas que invento
são aromas no ar!

Mandai-me soldados
de estirpe mais forte,
com todas as armas
que levam à morte!

Suspiro do vento,
lágrima do mar,
meu pensamento
não sabe matar!

Mandai-me esse arcanjo
de verde cavalo,
que desça a este campo
a desbaratá-lo!

Suspiro do vento,
lágrima do mar,
que leve esse arcanjo meu longo tormento,
e também a mim, para o acompanhar!

 
 site Poemas & Canções

Sexo e Celibato na Igreja Católica

Frei Betto

O Vaticano admitiu, pela primeira vez, no Comitê da ONU para os Direitos da Criança, em Genebra, a 16 de janeiro, crimes de abuso sexual, como pedofilia, praticados por membros da Igreja Católica.

Tais crimes ocorrem em quase todas as instituições que lidam com menores, e sobretudo no interior do núcleo familiar, onde pais estupram filhas. Porém, sua prática deve ser severamente punida, e não acobertada em uma Igreja que se propõe a educar crianças segundo os valores do Evangelho.

O papa Francisco, em missa na manhã de 16 de janeiro, declarou que os escândalos da Igreja “são tantos” que não podem ser citados individualmente e são uma “vergonha”: “Essas pessoas não têm ligação com Deus. Tinham apenas uma posição na Igreja, uma posição de poder”, disse o pontífice.

DIZ O PAPA

Francisco surpreende positivamente por suas afirmações a respeito da sexualidade. Além de não demonizar os gays, ao contrário de tantos prelados que consideravam a homossexualidade uma doença (e nisso coincidiram com governos socialistas), e relativizar o tema do aborto nesse mundo em que poucos protestam contra as guerras e, menos ainda, apoiam a erradicação da fabricação e comércio de armamentos (incluídas as de armas químicas).

Francisco convidou, para ocupar a importante função de Secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, que afirmou não ser o celibato um dogma.

Há tempos a Teologia da Libertação e as teologias feministas defendem o fim do celibato obrigatório para sacerdotes católicos, o que não se justifica à luz da Bíblia. Pedro, escolhido primeiro papa, era casado (Marcos 1, 30), e na Igreja primitiva homens casados eram ordenados sacerdotes.

O preconceito à sexualidade nasce na Igreja por influência neoplatônica, que culmina na (falsa) justificativa de que a lei natural associa sexo e reprodução. Daí o fato de perdurar, ainda hoje, na doutrina oficial da Igreja Católica, a exigência de os casais só terem relações sexuais se houver intenção de procriar. Até 1903 gestos de carinho entre casados eram considerados pecados…

SEXO POR PRAZER

Tive um professor de teologia moral que afirmava ser a associação entre sexualidade e reprodução um princípio zoológico, e não teológico. Hoje, sei que ele se equivocou. Mesmo animais ignoram o vínculo entre sexo e reprodução. Pesquisas demonstram que muitos deles fazem sexo por ser prazeroso, e não por quererem se reproduzir.

O afeto costuma falar mais alto que inclinações naturais. O pesquisador Frans de Waal (2010) conta que, em cativeiro, porquinhos órfãos foram adotados por uma tigresa de Bengala. “Em lugar de cuidar daqueles porquinhos, seria mais adequado, do ponto de vista biológico, que a tigresa os usasse como uma refeição rara em proteínas” (p. 67). Porém, animais também possuem predisposição psicológica para cuidar de filhotes vulneráveis.

Outro argumento que se utiliza para justificar o celibato é o contábil. Casado, o sacerdote poderia dilapidar os bens da Igreja se valendo do direito de herança. Ora, se assim fosse, sacerdotes das Igrejas Ortodoxa e Anglicana, e pastores protestantes, que se casam, já teriam levado suas comunidades à falência.

O celibato é apenas uma opção de vida, sem a qualidade do matrimônio, que a Igreja enaltece como um dos sete sacramentos – fontes de união com Deus. Se não é um dogma, como afirmou o cardeal Parolin, então pode ser removido, facultando aos atuais e futuros sacerdotes optar ou não por ele. O que abriria aos cinco mil padres casados que vivem no Brasil a possibilidade de serem reintegrados ao ministério sacerdotal.

Será meio caminho andado para que, no futuro, a Igreja Católica exclua a mulher do estatuto de ser de segunda categoria, e permita também a ela o acesso ao sacerdócio, assim como Jesus fez da samaritana e de Maria Madalena as primeiras apóstolas. (transcrito do site Pátria Latina)

Minha Casa, Minha Vida atinge mais de 1,5 milhão de famílias, diz Dilma

Minha Casa, Minha Vida atinge mais de 1,5 milhão de famílias, diz Dilma

Foto: Divulgação

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (27) que mais de 1,5 milhão de famílias brasileiras adquiriram imóveis com auxílio do programa Minha Casa, Minha Vida desde o início de seu mandato, em 2011. Além das moradias já entregues, segundo ela, 1,7 milhão de casas e apartamentos estão em construção no país.

Até o final deste ano, a líder do Executivo estima que o número chegue a 2,75 milhões de casas e apartamentos. “O principal disso tudo é que, por trás desses números, estão milhões de pessoas, milhões de famílias que nunca conseguiram comprar a casa própria.

Agora, elas estão tendo a oportunidade de fazer um financiamento, com uma prestação que cabe no bolso. Isso é uma grande conquista”, afirmou, durante o Café com a Presidenta, nesta manhã. O Minha Casa, Minha Vida, criado pelo governo federal, financia parte do valor das moradias para famílias com renda de até R$ 5 mil por mês. O subsídio pode chegar a R$ 25 mil.

MEC divulga segunda chamada do Sisu 2014

ÍndiceO Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira (27) a segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2014 (veja aqui). A matrícula dos aprovados será feita entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro na instituição de ensino para a qual o candidato foi convocado. Também começa nesta segunda, e se estende até o dia 7 de fevereiro, o prazo de inscrições para a lista de espera, no portal do Sisu.

Na lista de espera, o candidato só poderá manifestar interesse para o curso correspondente à primeira opção. Não poderá participar da lista o candidato convocado para o curso de primeira opção em qualquer uma das chamadas regulares. A lista de espera será utilizada para preenchimento das vagas não ocupadas nas duas chamadas regulares do Sisu.

Relíquia com sangue de João Paulo II é roubada em igreja italiana

Relíquia com sangue de João Paulo II é roubada em igreja italiana

Foto: Divulgação

Relíquia da Igreja Católica, um frasco que contém sangue do papa João Paulo II foi roubado de uma igreja no centro da Itália neste sábado (25). A polícia, que só divulgou o crime nesta segunda-feira (27), lançou uma operação para encontrar a ampola, levado juntamente com uma cruz da Igreja de São Pedro de Lenca, em uma zona montanhosa da região de Abruzzo, onde o pontífice, que morreu em 2005, gostava de caminhar e esquiar.

Cães treinados participam das buscas pelo objeto e o procurador da cidade de L’Aquila abriu um inquérito para averiguar o caso. Segundo o presidente da Associação Cultural de São Pedro de Lenca, Pasquale Corriere, só existem no mundo três frascos contendo o sangue de João Paulo II.

Em resposta a João Paulo, Barbosa diz que condenados devem ficar no ostracismo

por Agência Estado

Em resposta a João Paulo, Barbosa diz que condenados devem ficar no ostracismo

Foto: Reprodução

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, criticou nesta segunda-feira (27) o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), condenado pelo mensalão. Para o magistrado, “condenados por corrupção devem ficar no ostracismo” e não ter espaço em “páginas nobres” de jornais. As declarações, feitas em sua chegada a Londres, foram uma resposta ao ex-presidente da Câmara dos Deputados, que em entrevista publicada neste domingo (26) disse que o magistrado fez um “gesto de pirotecnia” ao decretar sua prisão no início de janeiro, mas não assinar o mandado. “Excluindo a falta de civilidade, humanidade e cordialidade do ministro, foi um gesto de pirotecnia”, disse o deputado, referindo-se à decisão tomada por Barbosa no dia 6, véspera de suas férias, quando ele decretou a prisão, mas não assinou o mandado – segundo o magistrado, por falta de tempo hábil. Barbosa frisou que Cunha foi condenado por 11 ministros do STF. “Não faz parte dos meus hábitos, nem dos meus métodos de trabalho ficar de conversinha com réu”, reiterou.

O magistrado criticou ainda a imprensa por entrevistar os condenados. “A imprensa brasileira presta um grande desserviço ao país ao abrir suas páginas nobres a pessoas condenadas por corrupção. Pessoas condenadas por corrupção devem ficar no ostracismo. Faz parte da pena”, entende. Na sexta-feira (24), o advogado de João Paulo, Alberto Toron, já havia atacado o presidente do STF por não assinar o mandato, ao dizer que Barbosa estava “confortavelmente dando seu rolezinho em Paris”.

‘Guru’ que trabalhou para José Serra é preso nos EUA

guru indiano serra 2010

Guru indiano que trabalhou para Serra em 2010 é preso nos EUA

O marqueteiro americano de ascendência indiana Ravi Singh, que se autodenomina “guru” e trabalhou na campanha de José Serra (PSDB) à Presidência da República em 2010, foi preso na sexta-feira (17) em San Diego, no Estado da Califórnia, suspeito de intermediar a injeção de ao menos US$ 500 mil não contabilizados em campanhas políticas daquela cidade.

Singh, 41, fundador da empresa Election Mall, teria ajudado um empresário mexicano a doar centenas de milhares de dólares a candidatos em San Diego por meio de caixa 2. Segundo o FBI (a polícia federal americana), Sigh e um ex-policial, Ernesto Encinas, 57, teriam utilizado empresas de fachada e documentos em nome de laranjas para fazer o dinheiro chegar às campanhas de quatro políticos. O FBI não divulgou o nome dos beneficiados pelo suposto esquema.

San Diego fica a cerca de 20 quilômetros do muro de Tijuana, na fronteira com o México, o que explica o interesse de empresários mexicanos em contribuir para políticos locais, mas a legislação dos Estados Unidos veta doações de estrangeiros às campanhas. A prisão de Singh e Encinas foi revelada pelo jornal “San Diego Union-Tribune”.

Turbante

Quando atuou na campanha de Serra, Singh assumiu a coordenação de internet, cujo site era editado pela ex-vereadora de São Paulo Soninha Francine (PPS).

No currículo do norte-americano, que se reunia com os tucanos usando turbante, estava a campanha vitoriosa do colombiano Juan Manuel Santos, eleito presidente quatro meses antes.

Singh fez mudanças radicais no site de Serra que priorizavam o cadastramento dos internautas e adotou um novo slogan, “É a Hora da Virada”, em vez do oficial “O Brasil Pode Mais”. O norte-americano comprou briga com outros membros da equipe e acabou saindo 20 dias depois, sem ter o contrato renovado.

Nenhum tucano assumiu oficialmente a ideia de ter contratado Singh. Nos bastidores, duas versões circularam: a de que teria sido apresentado pela filha de Serra, Verônica, ou por Arnon de Mello, filho do ex-presidente Fernando Collor e então sócio de uma empresa que fornecia serviços de internet. Arnon nega e atribui a indicação ao comando da campanha de Serra.

Coordenação

Soninha disse ter ficado “sentida” com a notícia da prisão de Sigh e elogiou o trabalho do norte-americano. Segundo ela, a internet não era a “menina dos olhos” do marqueteiro Luiz Gonzalez, que coordenava a campanha de Serra, e ganhou profissionalismo com a chegada de Sigh.

“Antes dele o pessoal da internet não tinha coordenação: quem fazia o Facebook não conversava com quem fazia o Twitter nem com quem estava no site. Ele fez todo mundo trabalhar junto”, afirmou.

Ela defendeu a medida mais polêmica de Sigh em sua breve passagem pelo Brasil: obrigar os leitores do site oficial de Serra a preencher um formulário com nome, e-mail e preferências pessoais. “A adesão das pessoas foi inacreditável. Campanha eleitoral na internet é um espaço para engajamento, não para visita eventual. Milhares de eleitores se cadastraram dispostos a participar”, disse.

Soninha afirmou não se lembrar de quem apresentou Sigh ao tucano, mas diz acreditar que ele deixou a campanha pois “cobrava caro” e os coordenadores julgaram que já haviam aprendido o que ele pretendia fazer.

UOL

Conheça o sutiã que só abre com a presença do amor verdadeiro; assista

Quando uma pessoa se apaixona, ela sente uma excitação momentânea e libera alguns hormônios que influenciam os batimentos cardíacos. Ao atingir determinada frequência, o app envia um comando de abertura para o mecanismo do fecho magnético do sutiã.

Gostou do conceito de sutiã que testa a existência de um amor verdadeiro? Calma, não precisa se animar muito, pois essa roupa íntima não passa de uma campanha de divulgação da marca e não deve ser comercializada — o que fica bem claro em algumas cenas propositalmente “amadoras” do comercial que você confere acima.

Contudo, ao que parece, existem protótipos do sutiã e eles poderão ser testados por cinco mulheres sorteadas que gastarem mais de 5 mil yen, o equivalente a 120 reais, em lingeries da marca.