Justiça manda governo da BA romper contrato com empresa que forneceu ‘pão com fezes’ para presos

bosta de rato1

A juíza Carmelita Arruda de Miranda determinou que o governo do Estado suspenda o contrato com a empresa Irineia Santos de Oliveira-ME, responsável por fornecer alimentos para os presos da delegacia de Itaberaba, na Chapada Diamantina baiana.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Estadual, após descoberta de que os produtos servidores em maio deste ano estavam “impróprios para o consumo humano”, de acordo com laudo pericial. A análise identificou em 93 pães a presença de material fecal, provavelmente de roedores, com ovos e cistos de parasitas.

A qualidade da alimentação era constantemente alvo de reclamações por parte dos presos. Segundo os promotores, a empresa não teria realizado melhorias e o Estado teria falhado na fiscalização e no controle da qualidade. “Ora, um fato de tamanha gravidade, consistente em grave violação de norma contratual e que gera riscos à saúde e vida humana, deveria ensejar a adoção de providências cautelares”, afirmam os promotores. Eles alegaram que, apesar de o governo ter instaurado processo administrativo para apurar o caso, não deu a agilidade necessária. O Estado terá que contratar um novo fornecedor.

Com: Bahia Notícias

Posted on 05/12/2013, in Brasil, Curiosidade, Informativo, Reflexão. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: