Daily Archives: 04/12/2013

Papa Francisco revela que na juventude trabalhou como segurança de boate

papa.trabalho.620.srzd

O jornal do Vaticano “L’Osservatore Romano” informou que o Papa Francisco, antes de se tornar padre e dedicar sua vida a Igreja Católica trabalhou como segurança de boate, em laboratório químico e também limpando pisos. O emprego de segurança da casa noturna ocorreu quando Francisco era estudante universitário. As revelações foram feitas pelo Papa, enquanto fazia uma visita a uma paróquia em Roma, no último final de semana.

Na mesma visita, um paroquiano local pediu que o Pontífice rezasse por um parente seu que quer se tornar um frade franciscano. Francisco respondeu que estaria em oração e pediu que a pessoa tivesse “a perseverança para avançar, mas também a coragem para retornar se entender que esse não é o caminho certo”.

Montanhas RN – Loja CreciMais realiza grande feirão de ANIVERSÁRIO nos dias 05, 06 e 07 de dezembro

3anosFGA partir de amanhã (05) quinta feira, a Loja CreciMais promove um grande feirão, até o próximo sábado, de promoções e premiações aos seus clientes.

Com apenas 03 anos de existência, a Loja CreciMais em Montanhas, vem se destacando no  comercio varejista de Eletrodomésticos, Eletrônicos e Móveis de grande aceitação popular, além de estar neste mercado competitivo de cama, mesa e banho já algum tempo.

Neste sentido a Loja CreciMais comemora o seu terceiro aniversário em Montanhas em grande estilo! Com promoções em todo seu estoque, confira e seja mais um participante em toda sua premiação. “Nossos clientes tem atendimento personalizado e para quem está nos conhecendo neste momento, temos a imensa satisfação em tê-los como cliente especial, confira nossas mercadorias! que por sinal são de altíssima qualidade com destaque para toda linha exposta em nossa Loja”. disse o Empresário Bastião.

“Você é nosso convidado, pois a Loja CreciMais por ser da própria cidade, dedica todo seu trabalho ao crescimento e desenvolvimento do município, desde nas oportunidades de emprego até às mais diversas comodidades e satisfações, motivos que muito nos orgulha, até porque, a nossa prioridade sempre foi a de zelar pela qualidade total dos nossos produtos e aos milhares de clientes que nós conquistamos nesses 3 anos de existência”. Reporta ainda.

Como já é de costume, em seu aniversário, a loja CreciMais sempre realiza um grande feirão, veja fotos do último feirão:

Imagem 063Imagem 067Imagem 068Imagem 070

Parabéns ao grande Empresário Bastião Francelino!

 Palmas

Doente, Gil Gomes recebe ajuda financeira de Raul Gil


FAMOSIDADES

Reprodução/SBT

Por FAMOSIDADES

SÃO PAULO – Gil Gomes, uma das vozes mais reconhecidas e imitadas do jornalismo, está passando por uma fase complicada na vida pessoal.

Sofrendo com o Mal de Parkinson, o repórter enfrenta problemas financeiros e conta com a ajuda de amigos para pagar as contas, segundo a coluna do jornalista Flávio Ricco.

Na última semana, o apresentador do SBT Raul Gil pagou os alugueis que o jornalista tinha em atraso e reabasteceu sua despensa com alimentos. O comunicador também deu R$ 10 mil para que o amigo pudesse se manter pelos próximos três meses.

Apesar da ajuda, Gomes precisa ainda de um suporte maior, já que seu estado de saúde inspira cuidados permanentes.

Ex-prefeito de Janduís é condenado por improbidade administrativa

Dr-Salomao-Gurgel1

Sentença proferida pelo juiz Bruno Lacerda Bezerra Fernandes condenou o ex-prefeito de Janduís, Salomão Gurgel Pinheiro, por ato de improbidade administrativa. A medida também alcança o ex-secretário de Educação municipal, Antônio Cácio dos Santos, que teria enriquecido ilicitamente ao acumular cargos e salários de modo ilegal. O Ministério Público é o autor da ação. A conduta dos dois acusados, segundo o MP, teria provocado “dano ao erário e afronta ao princípio da moralidade”.

Conta a promotoria que, no ano de 2009, instaurou inquérito civil para apurar denúncia de que Antônio Cácio dos Santos estaria acumulando, irregularmente, o cargo de professor com o de Secretário Municipal de Educação. A conduta violaria o disposto no art. 37 da Constituição Federal. O Ministério Público, após comprovar a irregularidade, ainda constatou que o então prefeito aplicou indevidamente verbas do FUNDEF para pagamento indevido do salário do mencionado secretário. Para o magistrado, não resta dúvidas quanto à ilegalidade da conduta. “O art. 37 e suas alíneas, bem como o inciso XVII, são de clareza meridiana ao estabelecer a

impossibilidade de acumulação do cargo de professor com qualquer outro que não seja também de professor ou um cargo técnico e científico, não podendo o cargo de Secretário Municipal de Educação ser considerado como tal, afirmou o magistrado.

Atuais prefeitos já receberam mais recursos do FPM

18122012_cnm_fpm_dest_1

Muitos prefeitos do interior potiguar têm reafirmado crises e mais crises… Mas, segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o acumulado do FPM de janeiro a novembro é positivo. Nestes 11 meses o FPM chegou a R$ 63,9 bilhões – 1,9% maior do que o mesmo período do ano passado, em termos reais – descontada a inflação.

A previsão da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), para o mês de dezembro é um aumento de 8,5%, em relação ao mês de novembro. Isso significa que os atuais prefeitos receberam até agora mais recursos que os prefeitos que deixaram os cargos, ano passado.

Processo do mensalão tucano está parado há dez anos

Ação civil do mensalão do PSDB está há dez anos parada. Primeiro processo sobre o caso em Minas Gerais, que serviu como origem para o mensalão do PT, completou uma década de tramitação no STF

mensalão tucano azeredo

O deputado tucano Eduardo Azeredo (Agência Câmara)

A primeira ação judicial que trata dos fatos relacionados ao mensalão tucano completou ontem dez anos de tramitação no Supremo Tribunal Federal.

Distribuída para o então relator, ministro Carlos Ayres Britto, no dia 1° de dezembro de 2003, a ação civil pública por atos de improbidade administrativa está praticamente parada na Corte neste período de uma década.

Segundo denúncia da Procuradoria-Geral da República, o mensalão tucano foi um esquema de arrecadação ilegal de recursos para a campanha à reeleição do então governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998.

A ação por improbidade foi ajuizada quatro anos antes da denúncia criminal e é o primeiro processo envolvendo a campanha tucana daquele ano.

Mensalão tucano pode ser julgado em 2014

O mensalão tucano poderá ser julgado ainda no primeiro semestre de 2014. Essa é a expectativa no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, o relator do processo no STF (Supremo Tribunal Federal). Diretamente consultado, Barroso evitou comprometer-se com prazos. “Vou julgar o mais rápido que o devido processo legal permitir”, disse.

Segundo a acusação, duas estatais (Copasa e Comig) e um banco público (Bemge) repassaram, com aval de Azeredo, R$ 3,5 milhões em patrocínio a três eventos esportivos promovidos pela SMPB, uma das agências de Valério. Para disfarçar o uso desses recursos na campanha do PSDB, Marcos Valério teria simulado empréstimos de R$ 11 milhões junto ao Banco Rural, o mesmo que apareceria depois no mensalão petista. Para alguns, o mensalão tucano teria servido de modelo para o esquema petista.

Azeredo, hoje deputado federal, acabou perdendo a disputa de 1998 pelo governo mineiro para o ex-presidente Itamar Franco (PMDB). No Supremo, o julgamento do suposto desvio de recursos públicos em Minas está dividido em duas ações penais e um inquérito, que corre em segredo de Justiça.

com Congresso em Foco