Daily Archives: 25/11/2013

Batochio: “silêncio da OAB já foi além do razoável”

images_cms-image-000344939Ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, o criminalista José Roberto Batochio cobra uma postura mais firme do atual presidente da entidade, Marcus Vinícius Furtado Coelho, em relação aos abusos cometidos pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, e faz até uma piada: “se o chefe do Poder Judiciário pode escolher um juiz fora dos parâmetros legais porque acha que ele será mais rigoroso do que o juiz natural, deveria ser dado aos réus o direito de também escolher o juiz pelo qual querem ser julgados”; Batochio aponta “heterodoxia” no caso e critica a postura da OAB; polêmica recente diz respeito à escolha feita por Barbosa do juiz Bruno Ribeiro para tocar as prisões da Ação Penal 470

O criminalista José Roberto Batochio, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, cobra da própria OAB uma atitude mais firme diante dos desmandos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. Segundo ele, o sistema judiciário brasileiro tem dado exemplos recorrentes de “heterodoxia” na Ação Penal 470. Batochio afirma ainda que “o silêncio da OAB já foi além do razoável”.

A polêmica mais recente diz respeito à determinação feita por Joaquim Barbosa para que o juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Vasconcelos, que conduzia as prisões da Ação Penal 470, fosse substituído por Bruno Ribeiro, filho de um dirigente do PSDB do Distrito Federal. Em relação ao caso, Batochio faz até uma piada. “Se alguém pode trocar um juiz, porque acha que este será mais rigoroso com os réus, deveria também ser facultado aos réus o direito de escolher o juiz pelo qual querem ser julgados”, afirma.

A decisão, segundo Batochio, desrespeita a magistratura como um todo, uma vez que os juízes têm vários direitos assegurados, e também a defesa – uma vez que todo réu tem direito ao chamado juiz natural.

Não custa lembrar que Barbosa tentou minar a atuação de Ademar Vasconcelos antes mesmo das prisões, uma vez que, dez dias atrás, já havia mandado as ordens de prisão para Bruno Ribeiro, que estava de férias – e não para o juiz natural.

Com Brasil 247

Deputado Ricardo Motta pede instalação de grupo Tático Operacional da Segurança em Santo Antonio

images

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS) protocolou requerimentos solicitando de secretarias do governo do Estado benefícios para o município de Santo Antônio, na região Agreste.

Ao secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Aldair da Rocha e ao comandante Geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé Araújo, ele solicitou a implantação de um Grupamento Tático Operacional.

“A implantação dessa unidade tem por objetivo atender a reivindicação dos moradores de Santo Antônio. O Grupamento vai possibilitar mais tranquilidade , uma vez que atualmente existe um clima de insegurança dos moradores”, afirmou.

Preocupado com o problema da falta de água, o deputado requereu da governadora Rosalba Ciarlini e da secretária do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Shirley Targino, a construção de seis cisternas no município.

Bandidos roubam dinheiro da coleta da Romaria da Penha

O roubo aconteceu dentro da casa de um padre

Confirmado pela Arquidiocese da Paraíba o roubo da quantia arrecada na coleta da Romaria da Penha, realizada na manhã deste domingo, 24, na praia da Penha. Segundo a assessoria da Arquidiocese, a casa do coordenador geral da romaria, Pe. Luiz Antônio, foi invadida por dois homens na manhã desta segunda-feira, 25, em João Pessoa.

O padre estaria com um grupo de senhoras, e estavam se preparando para começar a contagem do que foi arrecadado na coleta da Romaria da Penha. Um dos ladrões ficou na porta e o outro, que segundo testemunhas estava armado, foi até o local onde as pessoas estavam. Todos os presentes foram trancadas no banheiro, e os ladrões fugiram levando as cédulas de real, deixando as moedas, e uma quantia que estava no cofre. Ninguém ficou ferido.

O dinheiro arrecadado entre os romeiros seria utilizado para a compra de uma imagem religiosa, e para quitar as despesas da própria caminhada.

A Arquidiocese da Paraíba se solidarizou com o Pe. Luiz Antônio e com as demais pessoas rendidas pelos bandidos, e espera que a Polícia consiga localizar os ladrões e a quantia levada.

Vaticano mostra ossos de São Pedro pela primeira vez

O Vaticano mostrou publicamente neste domingo pela primeira vez o que se acredita ser os restos mortais de São Pedro, do lado de fora da grande basílica que leva o nome do primeiro papa.

O papa Francisco acenou com incenso sobre a caixa de bronze contendo os pequenos fragmentos de ossos, antes de uma missa na Praça de São Pedro para marcar o fim de um ano de celebração da fé cristã no Vaticano.

As relíquias, que normalmente ficam guardadas na capela do apartamento papal no Vaticano, foram anunciadas como provavelmente pertencentes a Pedro pelo papa Paulo 6º, em 1968, embora muitos estudiosos tenham contestado a alegação.

Após a missa ao ar livre, com a participação de cerca de 1.200 cardeais, patriarcas e arcebispos de todo o mundo, Francisco segurou a caixa por alguns instantes com a cabeça baixa e os olhos fechados, aparentemente em oração.

Acredita-se que Pedro, um dos doze apóstolos de Jesus, tenha sido crucificado em Roma sob o governo do imperador Nero.

Filha de cantor Flávio José é assaltada em estacionamento de restaurante em CG

Lara Amélia usou seu perfil em uma rede social para desabafar sobre a falta de segurança no Estado

A filha do cantor Fávio José, Lara Amélia, foi assaltada na noite deste sábado (23), no estacionamento de um restaurante, no bairro Alto Branco, em Campina Grande.

A jovem usou seu perfil em uma rede social para desabafar sobre a falta de segurança no Estado.

“A cada dia Campina Grande torna-se uma cidade de péssima segurança pública. A onda de assaltos a bares e restaurantes têm sido frequente e as autoridades nada fazem”, postou no Instagram.

De acordo com a postagem, Lara relata que chegou por volta das 21h40 no restaurante DNA Natural.

“Chegando lá estacionei o carro e abri a porta, fui abordada por dois bandidos armados em uma moto Bros de cor laranja. Ainda tentei fechar a porta do carro, mas pelo fato de estar com o braço engessado, não tive como puxar a porta! Roubaram meu dinheiro da carteira e quando procuraram meu cel no bolso e não conseguiram levar, acabaram rasgando minha calça, e só não atiraram porque gritei”

ClickPB

Especial de fim de ano: Desafinada, Anitta é obrigada a repetir número com Roberto Carlos

Em clima de festa do Oscar, Roberto Carlos gravou o 39º especial de fim de ano para a TV Globo. O show foi gravado na Cidade da Artes, no Rio de Janeiro, na noite de sábado (23) e contou com a presença de boa parte do elenco estelar da emissora carioca na apresentação chamada de “40 anos. Juntos”.

O evento celebrou as quatro décadas do programa do “Rei” na Globo. O primeiro especial de fim de ano estrelado pelo cantor no canal foi em 1974. De lá para cá, Roberto só ficou um ano fora da programação natalina da emissora. Em 2002, o músico pediu dispensa por conta da morte de sua mulher, Maria Rita.

O cantor dividiu o palco com nomes como Lulu Santos, Tiago Abravanel, Erasmo Carlos e Anitta.

Aliás, a cantora acabou se destacando no show. Anitta não segurou a emoção e desafinou.

“Desafinei umas cinco vezes, ou mais. No ensaio eu fui melhor. Mas aqui eu fiquei nervosa, com um monte de gente”, disse.

E isso aumentou quando o diretor Jayme Monjardim pediu para ela repetir o número. Anitta voltou ao palco ainda mais tensa e soltou a voz um pouco mais contida numa mistura de “Show das Poderosas” (na voz da funkeira) com “Se Você Pensa” (cantada pelo Rei).

Elegante, Roberto tentou aliviar a tensão da companheira: “Por problemas técnicos, teremos que repetir a música”.