Daily Archives: 27/10/2013

MEC diz que 24 foram eliminados por postar fotos na web no 1º dia do Enem

Imagem de uma das supostas provas do Enem 2013

Imagem de uma das supostas provas do Enem 2013

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou na tarde deste sábado (26) que no primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 24 pessoas foram identificadas e eliminados por publicarem na web fotos de dentro da sala de provas. Segundo Mecadante, a “ampla maioria” dos candidatos eliminados é formada de estudantes de escolas particulares que pagaram a inscrição do Enem. Um dos candidatos que perderam o exame tem 39 anos, de acordo com o ministro.

“É difícil compreender por que tomar atitude como essa e anular sua prova, porque tiraram fotos. Continuará sendo assim. A qualquer tempo que for identificada essa prática, estudantes terão seu exame anulado”, afirmou ele em entrevista coletiva concedida no final da tarde deste sábado.

Mercadante lembrou ainda que a qualquer momento novos candidatos podem ser eliminados, caso se constate que eles publicaram imagens do caderno de provas e do cartão de respostas tiradas dentro da sala de provas. Segundo ele, a proibição do edital não fala sobre a publicação de fotos desses materias, mas sim sobre o uso do celular (para tirar fotos ou deixá-lo ligado para qualquer outro uso). “A qualquer tempo, poderemos estar anulando a participação. Não pode entrar equipamento eletrônico e fotografar a prova. Se tiver mais alguma [foto publicada], será identificado e eliminado.”

Segundo o ministro, a aplicação do primeiro dia de provas foi “um êxito” e todas as medidas de segurança foram eficientes. “Nossa avaliação do primeiro dia é que o Enem foi um êxito. A gente tem que ter muita humidade e continuar trabalhando com seriedade, pois o Enem ainda não acabou. O trabalho continua à noite, temos sabatistas que farão o exame. Amanhã o processo continua”, disse ele. “Todas as medidas de segurança foram eficientes. A segurança foi bastante eficiente.”

Sabatistas
Sabatistas em 14 estados do Brasil, de acordo com ele, só começarão as provas a partir das 20h (horário oficial de Brasília). “Tivemos decisão judicial e estamos cumprindo”, disse. As provas se iniciarão às 20h no Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Sobre os candidatos que não guardam o sábado por motivos religiosos, mas, ao chegarem ao local de provas, descobriram que estavam inscritos no cadastro do Inep como sabatistas, Mercadante afirmou que acha “pouco provável” que o problema tenha sido do sistema, e não um erro do candidato no ato da inscrição.

Segundo Mercadante, o procedimento no caso de candidatos que alegam não ser sabatistas é retirar essa informação de sabatista. “Não houve prejuízo. A todos que não eram [sabatistas] foram asseguradas condições para fazer a prova.” Porém, o G1 colheu relatos de mais de dez estudantes (sete em São José dos Campos, SP, cinco em Teresina, pelo menos um em Araçatuba, SP, um em Piracicaba, SP) que acabaram desistindo da prova porque a única alternativa que foi oferecida pelos fiscais era aguardar seis horas em uma sala fechada, antes de encarar as quatro horas e meia das provas de ciências humanas e ciências da natureza.

Regras do edital
Mercadante lembrou aos estudantes que perderam a prova, ou foram eliminados, que é responsabilidade de cada candidato ler o edital e compreender todas as regras do exame. Isso vale, por exemplo, para os alunos que foram embora da prova antes do fim do período mínimo obrigatório de duas horas, mesmo que eles não tenham sido alertados pelo fiscal da sala.

“A responsabilide é do participante. Ele tem de conhecer o edital e a responsabilidade é dele. O fiscal não tem de avisar. É bom que o faça, mas, de qualquer forma, ele não tem essa obrigação”, disse ele.

Já no caso de imprevistos, Mercadante também isentou o MEC e o Inep da responsabilidade pela perda da prova. Um dos casos aconteceu no Amapá, onde um incêndio fez com que dois locais de prova fossem alterados em Maceió na quarta-feira (23), a apenas três dias da prova. Uma das candidatas, que alegou não ter sido informada da mudança, só descobriu o novo endereço quando foi ao local antigo, mas acabou chegando atrasada e ficando para fora do exame.

“Nesse caso, todos foram informados com antecedência por SMS”, avisou Mercadante, quando perguntado como o MEC garantiu que todos os candidatos haviam sido devidamente informados sobre a mudança. “Providências foram tomadas, os locais de prova tinham sido alterados, deixamos o apoio de condução, para que aqueles que chegassem fossem transferidos para outro local de prova.”

Mercadante afirmou ainda que milhares candidatos deixaram para checar seu local de provas literalmente na última hora: “22 mil estudantes foram ver o endereço, no site do Inep, de meio dia a meio dia e 59”, disse o ministro. Veja histórias de quem acabou chegando atrasado e perdendo a prova.

Neste sábado (26), os candidatos fizeram a prova de ciências humanas e a de ciências da natureza, ambas com 45 questões. No domingo (27), as provas serão de linguagens, matemática e redação, com 5h30 de duração.

Os resultados
Os gabaritos oficiais das provas objetivas serão divulgados no site http://portal.inep.gov.br/enem no dia 30. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais do Enem 2013 em data ainda a ser divulgada, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br.

Fonte: Com informações do G1 Educação
Publicado Por: Alex Gomes

Após assalto e pneu furado, Monique Evans faz post enigmático: ‘Já fui muito desejada’

Mensagem foi postada pela ex-modelo e apresentadora na madrugada deste domingo, 27, no seu perfil em uma rede social.

Monique Evans fez um desabafo enigmático na madrugada deste domingo, 27, na internet: “Meu céu é de strass e estrelas negras! Posso me dar ao luxo de não querer mais amar! Já fui muito amada , desejada, mimada, respeitada. Já fizeram loucuras por mim!! Mas hoje só ficaria com quem me considerasse PRIORIDADE, INSUBSTITUÍVEL, VALIOSA. Pra ser mais uma..pra ter mais uma história, prefiro continuar vivendo no meu mundinho brilhante!”, escreveu a ex-modelo e apresentadora na legenda de uma foto onde aparece fazendo um gesto obsceno.

Mais cedo, Monique passou pelo desafio de aguardar cerca de duas horas pelo reboque do seu carro, que teve um pneu furado em uma estrada deserta no bairro de Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio: Vocês vão acreditar se eu disser que o pneu furou na volta de Rio das Pedras? Tô na frente de um bar tocando forró, numa estrada deserta! Porque eu?”, comentou.

Após assalto e pneu furado, Monique Evans faz post enigmático:

FONTE: EGO

Como a Bernarda de ‘Amor à vida’, mulheres contam que o sexo na terceira idade melhora

Que Vinicius de Moraes me perdoe por discordar de sua famosa frase, mas Tom Jobim é quem estava certo: fundamental é mesmo o amor. Não que a beleza seja desimportante, mas, quando chegamos a uma certa fase da vida em que o vigor da juventude e a gravidade nos falta, o sexo começa no coração. Esse foi, inclusive, um sábio comentário da Bernarda (Nathalia Timberg) de “Amor à vida”. Na novela das nove, na última terça-feira, ela passou a primeira noite de amor com o namorado, o doutor Lutero (Ary Fontoura), após se convencer de que existe prazer em qualquer idade.

— As coisas só foram melhorando com o tempo. Até hoje estamos nos descobrindo — pondera a dona de casa Gloria Mello, de 79 anos, casada há 61 com Walter Mello, de 82.

— Na vida é muito importante a gente se amar. Se você gosta da pessoa, tudo acontece — afirma o aposentado, morador de Engenheiro Paulo de Frontin.

Como no folhetim, muitos pensam ser impossível namorar na terceira idade. O casal da trama de Walcyr Carrasco sofrerá preconceitos, e Félix (Mateus Solano) pensará até em colocar a avó numa casa de repouso, além de chamá-la de periguete.

Para a psicóloga Luciana Mescolim, do Clube da Longevidade Silvestre Sênior, essa preocupação dos jovens é até mais comum do que se pensa.

— Na terceira idade, existe uma desobrigação do orgasmo. Quando o casal compreende isso, os dois podem ter uma vida feliz e saudável. Até mais do que os jovens, que estão focados no prazer orgásmico. Nesses, sim, vejo muito medo quanto à performance e à frequência.

Segundo o ginecologista Marcos Arcader, do Hospital Adventista Silvestre, é normal que, com o tempo, a mulher tenha dificuldades com o ressecamento, assim como o homem com a ereção, mas ensina:

— Carícias são importantes. O sexo é um momento, algo que vai muito além da penetração.

E, se alguém ainda tem dúvidas quanto aos benefícios do sexo na terceira idade, Luciana garante:

— São os mesmos para todos, fora a melhora na autoestima e no sono.

Alda Maria Gomes garante que o sexo continua
Alda Maria Gomes garante que o sexo continua Foto: Roberto Moreyra

Gloria Mello, dona de casa, 79 anos

Dona Gloria está casada com Walter Sousa Mello, de 82 anos, há 61. Moradores de Engenheiro Paulo de Frontin, eles afirmam que nunca precisaram recorrer a medicamentos para ter uma noite agradável. “Claro que não é a mesma coisa que na juventude, mas a gente tem relações. Tudo vai acontecendo naturalmente. Acho até que hoje está melhor do que antes. Tive sete filhos e ajudei a criar sobrinhos. Para curtir, era complicado. Agora está todo mundo casado, então aproveitamos. Não sou vaidosa, mas coloco uma camisola, perfuminho… Temos muito romantismo. Essas coisas seguram”, ensina ela. Seu Walter admite desgaste, mas garante: “A idade pega, mas os dois querendo, o namoro continua”.

Sexo na terceira idade: Alda Maria Gomes fez caderninho para anotar as vezes que namora com o marido
Sexo na terceira idade: Alda Maria Gomes fez caderninho para anotar as vezes que namora com o marido Foto: / Chico Batata/Divulgação

Alda Maria Gomes, enfermeira, 78 anos

“Minha relação é prazerosa. Acho que o sexo só melhorou com a idade. Fiz um caderninho onde anotamos os dias em que fazemos amor e quantas horas dura. Antigamente, eram quatro, cinco vezes por dia. Hoje são só duas por semana. Nunca tivemos vergonha de mostrar nosso corpo”, explica Alda, que ficou nua na foto ao lado, junto com o marido, o aposentado Milton Gomes, de 70 anos, para a exposição “Iucãcas Toriba”, que em tupi-guarani significa “Laços de felicidade”. Nela, 17 casais mostram que ainda mantêm uma vida sexual ativa na terceira idade. A exposição fica até dezembro no Centro Estadual de Convivência do Idoso, em Manaus. “Queria ter a mesma condição de fazer sexo todo dia. Tenho muito desejo por ela”, diz Milton, casado há 45 anos.

Sexo na terceira idade: Geralda Maria de Jesus descobriu o amor com o segundo marido
Sexo na terceira idade: Geralda Maria de Jesus descobriu o amor com o segundo marido Foto: / Arquivo Pessoal

Geralda Maria de Jesus, dona de casa, 66 anos

“Fui casada por 40 anos e fiquei viúva durante nove. Nesse período arrumei uns dez namorados. Meus filhos viviam colocando defeito neles. Quando conheci Oswaldo, ficamos noivos em 20 dias. Casamos ano passado. E estou muito feliz, como não fui no meu primeiro casamento. Agora, descobri o amor. Nossa primeira vez foi ótima e o sexo só melhora. Fazemos tudo e bastante! Com ou sem remédio”, diz a moradora de Nova Iguaçu. O técnico em manutenção Oswaldo Moskozo, de 66 anos, dá dicas para manter a chama da sedução: “Os jovens pensam que não prestamos para nada. Pois saiba que já fui à farmácia comprar remédio para marmanjo de 28 anos. O segredo é não deixar a brasa da mulher esfriar”

Extra Online