Daily Archives: 19/10/2013

Amor à vida: Edith revela a César que Félix jogou Paulinha no lixo

Félix (Mateus Solano) mal assumirá a presidência do San Magno e já verá seus dias de rei sob perigo, em “Amor à vida”. Seu maior segredo, o de ter jogado Paulinha (Klara Castanho) recém nascida no lixo, será descoberto e o cerco começará a se fechar sobre ele.

Tudo começa quando o vilão desmascara Edith (Bárbara Paz) ao revelar, num jantar de família, que Jonathan (Thalles Cabral) é filho de César (Antonio Fagundes). Sem nada a perder, a estilista ainda põe mais fogo na reunião, ao contar que foi garota de programa, que o médico era seu cliente e que ele a contratou para “dar um jeito” em Félix.

Indignada, Pilar (Susana Vieira) acusa o médico e Edith de terem mentido a vida toda. E se surpreende com a atitude da nora. “Você não teve competência nem pra segurar o César. Eu devia ter insistido em ficar com César, sou muito mais mulher que você e essa Aline (Vanessa Giácomo)”.

Irada, a socialite dá uma surra na estilista, que é expulsa de casa pelo marido. Mas ele nem desconfia de que está assinando sua sentença.

– Uma mulher humilhada é capaz de tudo. Ela estava vivendo um conto de fadas com Félix quando ele resolveu retomar o casamento. Mas a vida lhe deu uma rasteira e ela age com as armas que tem – diz Bárbara Paz.

Vingativa, Edith conta a César que Félix jogou a filha de Paloma (Paolla Oliveira) na lixeira. A princípio, o médico não acredita, mas fica com uma pulga atrás da orelha. Tanto que vai atrás de Bruno (Malvino Salvador) para saber como ele achou Paulinha. “Eu a encontrei recém-nascida ainda, tão pequenininha, jogada numa caçamba de lixo”. Sem saber que ambos suspeitam de Félix, genro e sogro trocam informações sobre o caso.

Enquanto isso, Márcia (Elizabeth Savala) reconhece o dono do bar onde a pediatra teve a criança e descobre que, mesmo ele tendo virado pastor, nunca esqueceu daquela noite, muito menos do homem de terno que entrou no local atrás da moça grávida. A ex-chacrete conta a história a Bruno, que vai conversar com César. Os dois, então, revelam que acreditam ter sido mesmo Félix o culpado e decidem desmascará-lo. “Eu preciso que o senhor me consiga boas fotos do Félix para o pastor reconhecer”, pede o corretor. E os dois prometem só contar a verdade a Paloma quando tiverem provas para denunciar o vilão.

Padre de Parnamirim pede afastamento

imagesO padre Antônio Otávio Miguel estará afastado da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Parnamirim, por um período de um ano. De acordo com o próprio padre, existe na Igreja Católica o “ano sabático”, em que os sacerdotes tem o direito de afastar-se de sua missão paroquial a cada dez anos. Antônio Miguel irá se dedicar nesse período à Secretaria de Habitação, onde exerce a função de secretário da pasta.

O que será que realmente terá acontecido?

Com informações de Maciel Gonzaga – Jornal Metropolitano

José Agripino sinaliza para concretizar racha com Rosalba e Carlos Augusto

imagesQual será o efeito prático do racha político entre a governadora Rosalba Ciarlini e o seu marido Carlos Augusto Rosado, chefe do Gabinete Civil do governo do Estado, com o senador e presidente nacional do DEM, José Agripino Maia? Essa é a questão elaborada e discutida nos últimos tempos por dez em cada dez políticos e analistas políticos do Rio Grande do Norte.

Fruto de um governo em franco desgaste e que tenta, a todo custo, mostrar que está vivo, a corrosão no relacionamento político entre Rosalba, Carlos e Agripino deixou a esfera privada da para alcançar as páginas dos jornais. O último lance dessa novela foi apresentado na edição desta sexta-feira de O Jornal de Hoje: a concretização da ação do DEM, que é o partido dos três, comandado por Agripino, contra o deputado federal Betinho Rosado, cunhado de Rosalba e irmão de Carlos Augusto.

Ninguém em sã consciência acredita que Rosalba e Carlos concordaram com a medida de Agripino. Afinal, Betinho pertence ao grupo político do casal e comandará um partido – o PP – que estará no palanque de Rosalba.

SINAIS

Os sinais de distanciamento entre o casal e o senador são cada vez mais evidentes e já transparecem nas declarações de parte a parte. Em entrevista na semana passada ao jornal Valor Econômico, Rosalba disse que construiu sua candidatura ao governo em 2010 sem o senador, pontuando, desta forma, em que pé se encontra a relação entre ambos: “Na hora que Agripino não me quiser, vou tomar meu rumo”, afirmou Rosalba.

“Minha relação com Agripino sempre foi franca e aberta. Quando eu construí minha candidatura ao governo, ele não veio comigo fazer a construção. Vou sair daqui (do DEM, se isso tiver que acontecer), como tudo que fiz na vida, de cabeça erguida e mãos limpas”, disse a governadora.

Rosalba, entretanto, não se filiou a outra legenda até 5 de outubro a tempo de concorrer nas eleições do ano que vem. Para muitos, este seria um sinal de que ela permanecerá no DEM, apostando todas as fichas numa recuperação administrativa com vistas a tentar a reeleição em 2014.

PRIORIDADE

Em entrevista à revista Isto É, uma semana após a entrevista de Rosalba ao Valor, Agripino confirmou, neste sábado, que a prioridade do DEM no Rio Grande do Norte não será a reeleição da governadora, mas sim, salvar o mandato do deputado federal Felipe Maia, seu filho. Ele declarou ainda que vem mantendo diálogo com o PMDB – partido recém-rompido com a governadora, com vistas às eleições de 2014.

Citando o índice de rejeição popular da governadora Rosalba Ciarlini, de 83%, a revista Isto é quis saber se a governadora está prejudicando os planos do DEM. Agripino respondeu que a questão majoritária – que interessa a Rosalba – só será considerada depois que o DEM acertar a eleição pelo sistema proporcional – de deputados federais e estaduais. “Quanto às eleições majoritárias, veremos ainda”, frisou.

Ainda segundo Agripino, é o PT da deputada federal Fátima Bezerra – e não o DEM de Rosalba –  o maior empecilho a uma aliança com o PMDB. “O diálogo com o PMDB está aberto, mas o PT veta essa aliança. Sem o PMDB, podemos ficar sem o coeficiente eleitoral”, revelou Agripino ao falar à revista semanal.

Instado ainda as falar sobre a meta do DEM em 2014, Agripino afirmou que a projeção do partido é eleger ao menos 40 deputados federais, além de senadores da República. “Nossa projeção é eleger 40 deputados. Em Goiás, vou trabalhar para fazer o deputado Ronaldo Caiado senador. Ele resistiu às turbulências incólume”, afirmou.

Deputados do DEM apoiam estratégia de José Agripino

No último dia 4 de outubro, o senador José Agripino reuniu a bancada de deputados do DEM – já sem Betinho -, num ato político interno do partido que serviu para mostrar sua liderança junto à bancada federal e estadual da legenda. O ato também retratou o distanciamento entre o líder democrata e o casal que administra o Estado – já que nem Rosalba nem Carlos Augusto foram convidados e/ou compareceram ao encontro.

Da reunião entre Agripino e a bancada democrata, saiu uma nota de solidariedade a Agripino. Os deputados presentes, os estaduais Getúlio Rego, José Adécio e Leonardo Rego, mais o federal Felipe Maia, “entregaram” a estratégia eleitoral do DEM ao pai de Felipe, constituindo-se, mais este fato político, num gesto de apoio ao presidente do DEM e de consequente enfraquecimento do sistema político governista encabeçado pelo casal.

CENÁRIOS

Se ficar livre da candidatura de Rosalba Ciarlini à reeleição, algumas hipóteses se desenham no cenário democrata. A primeira delas é apoiar um candidato a governador que aceite seu apoio. Neste sentido, o PMDB poderá ser beneficiado com o apoio do DEM, caso lance candidato próprio – o nome da vez é o do ex-senador e ex-ministro Fernando Bezerra, empresário do ramo da construção civil.
Mas, outras possibilidades também não estão descartadas, como, por exemplo, apoio a uma candidatura do PSB a governador – hoje o nome do PSB para a disputa é o da ex-governadora e atual vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria. Wilma e Agripino já estiveram juntos na política e se separaram apenas nas últimas eleições (2006 e 2010).

Nesta semana, a deputada estadual Márcia Maia, presidente do diretório do PSB em Natal, afirmou que se Wilma for candidata e o DEM quiser apoiá-la, o PSB não rejeitará de forma nenhuma. Antes de ter em seus quadros a ex-senadora e ex-ministra Marina Silva em seus quadros, o PSB vinha mantendo conversas nacionalmente com o DEM e a possibilidade de aliança era palpável.

“Farei qualquer tipo de aliança. O fato é que não ficarei isolado sob nenhuma hipótese”, teria dito o senador José Agripino em reuniões fechadas com aliados após o afastamento do PMDB do governo Rosalba Ciarlini. “Vou me aliar até com quem está do outro lado, mas não ficarei isolado”, completou em seguida, num claro sinal de que, se o PMDB o abandonasse, ele “viraria a mesa”.

O virar de mesa de José Agripino estaria acontecendo. Para que isso se realize, porém, o DEM precisa estar livre, e não, preso ao projeto de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini.

Governadora intensifica obras para recuperar credibilidade

Enquanto o governo se desgasta com o próprio partido, tenta, na via administrativa, resgatar a credibilidade perdida ao longo de dois anos e dez meses de mandato. Nas últimas semanas, intensificaram-se as visitas da governadora Rosalba a obras, pequenas inaugurações e participações em eventos e solenidades de outros órgãos. A estratégia, segundo os analistas, é mostrar que o período mais duro da gestão passou e que, agora, chegou a hora de colher.

Nos últimos dias a assessoria do governo divulgou as seguintes notícias, todas no sentido de mostrar que a gestão está viva: “Governadora recebe representantes do CNJ e lista melhorias no sistema carcerário potiguar; Governadora entrega 100 títulos de terra em Bodó; DER apresenta projetos para o RN Sustentável; Cinco obras de esgotamento e abastecimento, no Rio Grande do Norte, recebem autorização para ser iniciadas; Agropecuária potiguar é beneficiada com série de ações de desenvolvimento do Governo do Estado; Governadora Rosalba Ciarlini assina ordem de serviço para reforma do CAIC de Assú; Governadora e equipe técnica da Caern visitam obra de esgotamento da Rua Ceará-Mirim; Governadora assina ordem de serviço para construção de 40 casas do Minha Casa, Minha Vida 2 e anuncia Centro de Educação para Alto do Rodrigues; Governadora determina força-tarefa para reduzir índices de violência em Macaíba; Governadora assina repactuação com Programa Brasil Mais Seguro; Governadora anuncia investimentos de R$ 500 milhões para o saneamento de Natal; Governadora e presidenta inauguram três novos campi do IFRN; Rosalba Ciarlini participa de assinatura da ordem de serviço para saneamento de três bairros de Mossoró; Governadora autoriza novas instalações para ouvidoria geral da Secretaria Segurança Pública do RN; Rosalba Ciarlini apresenta a nova sede do Centro Integrado de Segurança Pública; Governadora convoca 45 concursados da saúde para a Região Metropolitana; Complexo eólico Asa Branca é inaugurado pela governadora”, dentre outras, apenas para citar algumas ações dos últimos 30 dias.

Apesar disso, o governo enfrenta dificuldades para garantir o funcionamento mínimo dos serviços essenciais, como saúde e segurança pública, por exemplo, e ainda limitações financeiras para pagar em dia os salários dos servidores. Ontem, reportagem de O Jornal de Hoje mostrou que, segundo o deputado estadual José Dias (PSD), relator do orçamento de 2014, as previsões estaduais quanto ao orçamento não são uma garantia.

“Esse governo está perdido. Em julho, quando o secretário de Planejamento e Finança, Obery Rodrigues afirmou que o Estado estava tecnicamente quebrado, a previsão era que 2013 fosse um ano diferente para o RN, com o estado bem financeiramente. Então, o governo fez esse corte arbitrário e ilegal baseado numa frustração de receita que não se confirmou. Até setembro, a frustração foi de 3,7% e não de 10,74%, como se anunciava e como o governo argumentou para cortar o orçamento do Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa, além do Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado”, afirmou o deputado José Dias.

Ex-prefeito de Jundiá é condenado a ressarcir R$ 102 mil ao município

ÍndiceO ex-prefeito de Jundiá, Manoel Luiz do Nascimento, foi condenado pelo tribunal de Contas do estado a ressarcir aos cofres públicos a quantia de R$ 102.932,95, em decorrência da realização de despesas não comprovadas em 2003. O voto foi relatado pela conselheira Adélia Sales na sessão da primeira Câmara de quinta-feira, 17/10.

Na mesma sessão, o conselheiro Thompson Fernandes relatou processo da câmara municipal de Taipu. O voto foi pela irregularidade, com a condenação da ex-presidente ao ressarcimento de R$ 12.417,38, decorrente de pagamentos efetuados a mais aos vereadores.

Ministros do TCU mantêm supersalários que decidiram proibir ao Congresso

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou recentemente o fim no Congresso dos “supersalários”, os rendimentos que extrapolam o teto de R$ 28.059,29 previsto na Constituição. No entanto, amparados por uma resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), quatro dos ministros do TCU agregam ao seu salário as aposentadorias por seu trabalho como congressistas. O resultado são “supersalários” de até R$ 47 mil. As informações são do Estado de S. Paulo.

Atualmente, cada ministro do TCU recebe o salário de R$ 26.656,32 brutos, mas Augusto Nardes – atual presidente da corte -, José Múcio Monteiro, José Jorge e Valmir Campelo têm rendimentos brutos totais que variam entre R$ 36,2 mil e R$ 47,3 mil. Todos eles são ex-congressistas e recebem aposentadorias oriundas do hoje extinto Instituto de Previdência dos Congressistas. Os quatro ministros se beneficiam da Resolução 13 do CNJ, segundo a qual benefícios obtidos de entidades fechadas não contam para a extrapolação do limite constitucional.

Marcelinho Carioca diz que jogou pouco pela Seleção porque tomou a mulher de Wanderley Luxemburgo

Ídolo do Corinthians, o ex-jogador Marcelinho Carioca explicou o que muito torcedor da equipe do Parque São Jorge sempre se perguntou: o motivo por ter sido tão pouco utilizado na Seleção Brasileira – foram apenas três jogos com a camisa verde-amarela.

Em entrevista ao programa Agora é Tarde, da Rede Bandeirantes, o ex-meio-campista afirmou que a razão era pessoal pelo menos enquanto Vanderlei Luxemburgo foi técnico do time.

Ao ser perguntado pelo apresentador Danilo Gentili se a história de ter ficado com uma mulher que interessava a Vanderlei Luxemburgo era verdadeira, o jogador finalmente confirmou publicamente.

“É verdade. Não sou hipócrita de falar. Às vezes as pessoas chegam na TV e querem fazer cena. Sabia que poderia estar no grupo, mas passei uma imagem muito dúbia para as pessoas, metia faixa de Jesus e tinha peguete escondida, brigava em campo”, lembrou o jogador, antes de completar sobre o famoso caso, até então não confirmado, e ainda tirar sarro de Luxemburgo.

“Isso gerou um desconforto com o Vanderlei. Tive esse episódio com ele. A mulher era maravilhosa. Ele me tirou da Seleção, mas não tinha como deixar, ela era linda demais. Ela falou assim: ‘não quero velho, não, quero o pretinho'”, brincou o jogador.

A declaração de Marcelinho Carioca não é estranha se lembrada a relação deteriorada entre o ex-jogador e o atual treinador do Fluminense, que vê o ex-corintiano como um desafeto confesso. No Corinthians, o ídolo da torcida brigou com Ricardinho e com o técnico em 2001, que afastou o atleta do time.

Em entrevistas posteriores, o ex-meio-campista disse que chegou a “dar porrada em Vanderlei”. Recentemente, o atual político chegou a contar que pediu perdão a Luxemburgo.

Na atração da Bandeirantes, o ex-jogador tentou justificar a declaração apontando que o que mais lhe prejudica em sua vida talvez seja o fato de ser bastante sincero. “A verdade, ela perdoa. A mentira é pega a qualquer momento. Eu sou o que sou e talvez me prejudique às vezes por falar demais”. Terra

O comportamento geral, segundo Gonzaguinha

O economista, cantor e compositor carioca Luiz Gonzaga do Nascimento Junior (1945-1991) , mais conhecido como Gonzaguinha é, sem dúvida, um dos maiores talentos da Música Brasileira em seus diversos estilos populares. Sua obra teve, inicialmente, como característica sua postura de crítica à ditadura militar, conforme mostra a letra da música “Comportamento Geral”, gravada no LP Luiz Gonzaga Junior (Gonzaguinha), em 1973, pela Odeon.

COMPORTAMENTO GERAL
Gonzaguinha

Você deve notar que não tem mais tutu
e dizer que não está preocupado
Você deve lutar pela xepa da feira
e dizer que está recompensado
Você deve estampar sempre um ar de alegria
e dizer: tudo tem melhorado
Você deve rezar pelo bem do patrão
e esquecer que está desempregado

Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?

Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?

Você deve aprender a baixar a cabeça
E dizer sempre: “Muito obrigado”
São palavras que ainda te deixam dizer
Por ser homem bem disciplinado
Deve pois só fazer pelo bem da Nação
Tudo aquilo que for ordenado
Pra ganhar um Fuscão no juízo final
E diploma de bem comportado

Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?

Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal
Cerveja, samba, e amanhã, seu Zé
Se acabarem com o teu Carnaval?

Você merece, você merece
Tudo vai bem, tudo legal

E um Fuscão no juízo final
Você merece, você merece

E diploma de bem comportado
Você merece, você merece

Esqueça que está desempregado
Você merece, você merece

Tudo vai bem, tudo legal

                         (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções)

Vinicíus de Morais… … se todos fossem iguais a você

Sincero e plural, popular e erudito. Um artista sensível e de múltipla faces, todas verdadeiras e geniais! Falar sobre a vida e a obra de Vinícius de Moares significa transitar pela poesia, música, cinema e teatro, sem esquecer, claro, de seu lado boêmio e a incurável paixão pelas mulheres. Eclético e intenso, Vinicius (1913-1980) mergulhou no universo das artes com a mesma seriedade de sua atuação como Diplomata do Itamaraty. Hoje, data em que se comemora o centenário de nascimento do “único poeta brasileiro que viveu como um poeta”, como bem disse Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), o Brasil reverencia seu artista mais regravado, conhecido e reconhecido ao redor do mundo. A benção, poeta!

DivulgaçãoUm artista sensível e de múltipla faces, todas verdadeiras e geniais. Esse era Vinicius de MoraisUm artista sensível e de múltipla faces, todas verdadeiras e geniais. Esse era Vinicius de Morais

89 pessoas são presas por fraude em Detran; funcionários, despachantes e até PMs

Funcionários do Detran, despachantes e três policiais militares foram presos na operação. Segundo as investigações, que duraram sete meses, mais de três mil motoristas pagaram propinas para a quadrilha, que movimentava cerca de R$ 2 milhões por mês. Computadores, placas e documentos originais, que estavam prontos para a fraude, foram apreendidos. Uma imagem mostra um carro, sem lanterna, que passou na vistoria graças à atuação do bando.

Marco Aurélio Nóbrega foi preso em casa, suspeito de ligação com milícias, e de ser um dos articuladores do grupo. Uma gravação, feita pela polícia com autorização da Justiça, mostra o momento em que Marco faz o acerto. “Você me passa as placas que eu vou ver quais são as que estão em exigência, eu vou mandar emitir. E eu vou emitir pra você e vai pagar ele lá e faz o acerto por fora comigo. Já tá fechado”, diz o acusado na gravação.

Para o Ministério Público, o esquema é tão complexo que ainda não foi possível identificar quem criou e quem comandava a quadrilha dentro do Detran. 181 pessoas foram indiciadas em 17 cidades do estado e 89 foram presas. “Nós pedimos a prisão de pessoas que efetivamente estavam agindo de forma sistemática nessa rede de corrupção”, explica o promotor de Justiça Luiz Antonio Correia Ayres.

Jornal da Globo