Falha em linhas de transmissão particular causou apagão no Nordeste

a-charge-do-apagão

O apagão “[que atingiu todos os Estados do Nordeste na tarde desta quarta-feira (28) foi causado pelo desligamento de duas linhas de transmissão no Piauí, que fazem a interligação entre o Norte e o Nordeste do país.

O governo está investigando as causas das falhas nessas duas linhas, operadas por empresas privadas.

Há suspeitas de que o problema tenha começado com uma queimada nas proximidades dessas linhas.

“A falta de energia não ocorreu no sistema da Chesf, mas por uma empresa particular durante o pico de alto intercâmbio de energia para o Nordeste”, afirmou o gerente da Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) no Piauí, Airton Feitosa.

O gerente comparou o problema a uma “freada brusca” em um carro. “É como você estar acelerando a 110 km/h e dar uma freada brusca. Duas linhas de transmissão de 500 kV apresentaram problemas”, afirmou.

Segundo ele, a energia já estava voltando em todos os bairros de Teresina por volta das 17h.

A direção da Eletrobras no Piauí divulgou nota se eximindo de responsabilidade pela interrupção do fornecimento de energia.

“A causa está sendo diagnosticada pela Chesf, que deverá se posicionar sobre essa falta de energia”, diz a nota da Eletrobras, que tem mais de um milhão de clientes no Piauí.

O apagão começou por volta das 15h e afetou os nove Estados do Nordeste.

Aos poucos estava sendo retomada também em Salvador (BA), Fortaleza (CE), Recife (PE), João Pessoa (PB) Maceió (AL). Em Natal (RN), a luz voltou por volta das 16h50, mas dez minutos depois caiu de novo. Na capital da Paraíba, a Polícia Militar pede para as pessoas permanecerem em suas casas.

Segundo as distribuidoras de energia nos Estados, a luz está sendo reestabelecida aos poucos, para que a rede não fique sobrecarregada e ocorra um novo apagão nas cidades.

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informou que foi comunicada da falha, considerada internamente como de “grandes proporções”.

A agência foi informada pelo ONS (Operador Nacional do Sistema) de que a transmissão de energia na região caiu de 10 mil megawatts para mil megawatts, ou seja 10% do nível normal.

O Ministério de Minas e Energia também está apurando as causas dos problemas.

O procedimento de investigação desse caso de falta de energia deve seguir o mesmo modelo dos anteriores, de acordo com a Aneel.

O ONS encaminhará uma carta convocando Ministério de Minas e Energia, Aneel e possíveis agentes envolvidos para discutir o problema. O grupo irá se debruçar sobre o relatório técnico do caso, chamado de “relatório de análise da perturbação”.

TRANSTORNOS

Em Salvador, em apenas uma rua no bairro da Pituba, região nobre da cidade, cinco prédios registravam pessoas presas nos elevadores.

Felipe Plessim, 27, conversou com a Folha enquanto estava preso no elevador de seu prédio. Afirmou que estava indo para a faculdade e que provavelmente perderá as aulas, mas que a situação estava tranquila porque ainda conseguia falar pelo celular.

No Piauí, o apagão afetou todos os 224 municípios no Estado, causando transtornos principalmente nos hospitais e trânsito. É a segunda vez que o Piauí sofre apagão neste ano. Em janeiro, a capital piauiense e outras 32 cidades do Estado registraram queda de energia.

Em Fortaleza, o blecaute afetou o funcionamento da sinalização de trânsito e já causa engarrafamentos pela cidade. Um hospital particular suspendeu o atendimento de emergência em casos mais simples em razão da impossibilidade de realização de exames.

HISTÓRICO

Desde setembro do ano passado, quando Dilma anunciou que haveria um corte médio de 20% nas tarifas de energia aos consumidores a partir deste ano, ocorreram seis blecautes de grandes proporções em diversos Estados brasileiros.

No ano passado, as falhas no fornecimento de energia fizeram o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) vir a público para tranquilizar a população.

Na época, ele disse que não haveria racionamento de energia elétrica no país “nem agora, nem nunca mais”.

No último apagão de 2012, mais de 3,5 milhões de consumidores, em 12 Estados, ficaram sem luz por uma hora. (Uol)

apagao-nordeste

Posted on 28/08/2013, in Acidente, Informativo. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: