Jornalista diz que médicas cubanas “parecem empregadas domésticas”

Jornalista brasileira causa revolta ao lamentar chegada de profissionais de Cuba ao Brasil: “médicas cubanas têm cara de empregada doméstica; será que são médicas mesmo? Coitada da nossa população”

médicas cubanas empregadas domésticas

Jornalista Micheline Borges diz que médicas cubanas parecem empregadas domésticas. Ela deletou sua conta no Facebook após as declarações preconceituosas (Reprodução)

A chegada de profissionais de saúde cubanos no Brasil revela a face mais hipócrita, egoísta e retrógrada de parte da sociedade brasileira, provocando reações que causam constrangimento em qualquer brasileiro com o mínimo de bom senso.

No Ceará, médicas brasileiras hostilizaram sem nenhum pudor médicos cubanos que participavam do primeiro dia de curso. Em Minas Gerais, o presidente do Conselho Regional de Medicina, João Batista Gomes Soares, afirmou que orientará seus médicos para não socorrerem pacientes que sejam vítimas de “possíveis erros” de cubanos. A declaração do presidente do CRM/MG deflagra um claro estímulo ao crime de omissão de socorro.

Nas redes sociais os posicionamentos não são menos desastrosos. O mais recente foi o da jornalista potiguar Micheline Borges, que afirmou que as médicas cubanas “têm cara de empregadas domésticas”, questionando se as profissionais da ilha caribenha são realmente formadas em medicina.

Em outro trecho, ela reitera sua reclamação a respeito da imagem dos profissionais cubanos. “Médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência”.

Após a repercussão, Micheline Borges deletou sua conta do Facebook.

(Atualização)

Micheline Borges pediu desculpas no Twitter pelo que falou sobre as médicas cubanas. “Sou inteligente para mudar de opinião”, disse. “Errar é humano, reconheço o erro”, complementou, pedindo paz.

médicas cubanas empregada doméstica

Micheline Borges utilizou o twitter para pedir desculpas sobre declaração dada no Facebook (Reprodução)

Redação, Pragmatismo Político

Posted on 27/08/2013, in Agressão, Brasil, Curiosidade, Racismo, Reflexão. Bookmark the permalink. 5 comentários.

  1. Não entendi, depois de tudo diz: “sou inteligente” …………………….

    Gostar

  2. Não é uma vergonha para um país de cínicos que é o nosso, sem cultura uma pessoa que se diz civilizada não saber o real significado. vc Micheline para mim, não passa de uma vadia, neta de Nazista seu coração não passa de um instrumento diabólico. um dia a vida vai te dar uma lição.

    Gostar

  3. heheheh Inteligente ? Tentando ser esperta talvez, já que brasileiro e meio trouxa mesmo.

    Óbvio que não mudou de ideia. É uma convicção dela. Claro demais isso. E não vai mudar de ideia da noite para o dia. Fico com medo de alguma consequência.
    Apenas isso. Mas mudar de ideia? hehe

    Gostar

  4. Roberto Soares

    Esse fato e outros comentários de parte da mídia tendenciosa e preconceituosa alimentaram um bando de filhos das classes média e alta, com formação política zero, conhecimento histórico inexistente, pouco senso crítico e zero de autocrítica. Que depois de bem “fundamentados”, levaram seus jalecos brancos para a porta de aeroportos a fim de repetirem o que ouviram. Que fique registrado que os médicos cubanos estão entre os melhores do mundo, sendo rotina daquele país prestar serviços voluntários aos países carentes da América Latina.

    Gostar

  5. aurilene fernandes

    micheline vc é uma vaca daquelas bem grande!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: