Daily Archives: 27/07/2013

Governadora garante que salários serão pagos em dia

O Governo do Estado assegurou ontem que a folha de pessoal de julho será repassada aos servidores conforme fixado no cronograma de pagamento. De acordo com informações da assessoria de Comunicação, a parcela do funcionalismo público com lotação na região do Seridó recebeu os vencimentos na quarta-feira (24), enquanto os demais serão remunerados nos próximos dias 30 e 31. Ontem, a TRIBUNA DO NORTE publicou reportagem detalhando o remanejamento de R$ 50,5 milhões no âmbito do Orçamento Geral do Estado (OGE), cujos valores foram removidos para a cobertura de um déficit na folha, estimado, este mês, em R$ 89 milhões. O Executivo não confirma oficialmente a cifra. E muito menos desmente. Até porque no diálogo interno a lacuna financeira nesses patamares é externada por secretários e auxiliares.

Demis RoussosRosalba Ciarlini reuniu auxiliares e afirmou que pagamento dos servidores era prioridadeRosalba Ciarlini reuniu auxiliares e afirmou que pagamento dos servidores era prioridade

Na edição de ontem, o secretário de Comunicação, Edilson Braga, afirmou, em resposta às indagações da TN, que “o decreto publicado visava remanejar recursos para cobrir déficit de pessoal”. “Os R$ 50 milhões serão retirados das dotações de custeio e investimento em vários setores”, disse ele. De acordo com o comunicado, “como o Governo vem alertando desde o ano passado, via Secretaria de Planejamento, isto deve-se aos aumentos concedidos a algumas categorias e também às ações judiciais”. Na tarde de ontem, uma nova informação: “não há uma relação direta entre um remanejamento orçamentário e uma eventual dificuldade de caixa”.

Durante reunião ocorrida entre a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e os secretários, na última segunda-feira (22), o déficit na folha de pessoal não deixou de ser mencionado, embora com  cautela. Na ocasião, a governadora não apresentou os valores, mas insistiu que a “situação é crítica”. (TN)

Vivaldo prestigia Feirinha de Sant’Ana ao lado do presidente da Assembleia Ricardo Motta

vivaldo

Famílias, políticos, devotos e visitantes lotaram as ruas próximas a Catedral de Santana para mais uma Feirinha da Padroeira do Seridó. Vivaldo Costa (PR), como faz todos os anos, prestigiou o tradicional evento acompanhado do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PMN).

Ricardo Motta disse que não poderia chegar a Caicó se não fosse acompanhado do amigo e conselheiro Vivaldo Costa. “É um momento de reflexão para que dias melhores possam vir. Sabemos das dificuldades que atravessamos, mas temos confiança e estamos bastante otimistas através dos recursos aprovados pelo poder legislativo liberado pelo banco mundial. Aproveito para mandar meu abraço ao povo do Seridó, aqui estou com o deputado Papa Jerimum, um grande amigo conselheiro”.

Primeiro mês de seleção do Mais Médicos tem adesão de 101 municípios do RN

Índice

O programa Mais Médicos para o Brasil encerrou, à meia-noite desta quinta-feira (25), seu primeiro mês de inscrições com a adesão de 101 municípios do Rio Grande do Norte, que equivalem a 60% do total de prefeituras do estado. Juntas, estas cidades apresentaram demanda e capacidade para terem 286 médicos atuando na atenção básica. O segundo mês de adesão terá início no dia 15 de agosto.

No Brasil todo, 3.511 municípios se inscreveram no Programa, o correspondente a 63% do total de prefeituras no Brasil e a 92% das consideradas prioritárias. Ao todo, as cidades cadastradas solicitaram 15.460 médicos para atuar na sua atenção básica.

Bloqueada, BBom propõe ao Ministério Público Federal reformular negócios

imagesSuspeita de ser uma pirâmide financeira, a BBom sugeriu ao Ministério Público Federal de Goiás (MPF-GO) que poderia reformular seu modelo de negócios. A proposta, porém, não vai ter nenhum impacto imediato sobre a liminar que, no início do mês, congelou contas da empresa.

Representantes da BBom reuniram-se nesta sexta-feira (26) com a procuradora da República em Goiás, Mariane de Mello, responsável pelas investigações.

A empresa solicitou o encontro com o objetivo de, segundo sua assessoria, “apresentar esclarecimentos” e dissociar a imagem da BBom da Telexfree – também suspeita de ser uma pirâmide financeira e que teve suas contas congeladas.

Segundo a assessoria do MPF-GO, os representantes da BBom mostraram preocupação em “reformular” a empresa e sugeriram a possibilidade de contratar uma consultoria externa para esse trabalho. A procuradora se comprometeu a analisar os documentos que vierem a ser apresentados.

Durante o encontro, porém, não foi discutido nenhum acordo ou proposta de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que pudesse levar à revogação da liminar que bloqueia as atividades da empresa. Também não ficou agendada nenhuma nova reunião.

A assessoria da BBom não comentou a possibilidade de contratar uma consultoria externa para reformular os negócios.

Passou o deslumbramento niilista e neofacista no país?

Passou o deslumbramento de milhões de protestantes, alçados, de repente, a destaques da mídia nativa? Ou se tratou apenas de um ensaio niilista da velha Revolução de Inverno, de 1905, na Rússia, que foi espontânea, aparentemente sem liderança, direção, controle ou objetivos muito precisos e que foi considerada como o marco inicial das mudanças sociais que culminaram, em 1917, com a degola do czar Nicolau II e, consequentemente, na Revolução Russa de 1917.

Foi uma “sequênciajá conhecida de manifestação popular reprimida com violência próxima à selvageria propiciou as condições de uma mobilização de simpatias, solidariedades e protestos claramente motivados pelo episódio paulistano de repressão ao Movimento do Passe Livre. Eram os jovens universitários, seus pais e familiares, usuários de transportes públicos, o público de boa vontade, atingido em seu sentido de justiça e de equilíbrio, além das minorias insidiosas de sempre: um nazismo renascente, proto fascistas, partidos autoritários como o PSTU, ou dado a aventuras como o PSOL, mais os predadores da democracia” analisa o professor e cientista político Wanderley Guilherme, sobre a primavera brasileira de junho. Acrescento no caso, a mídia nativa: ela consegue inflar a inflação e inflar as manifestações com vista à sucessão de 2014.

A nova democracia brasileira revelou uma particularidade: a imprensa não elege e nem derruba governo nenhum. Collor foi o último, eleito e derrubado por ela. Mas não reagir às conspirações constantes é pusilanimidade. E, se através das redes sociais os neofacistas utilizam os puros e inocentes úteis, porque quem acredita no país vai ficar de braços cruzados e sem utilizar essa ferramenta, que também é uma janela controlada pelo Departamento de Estado?

A mídia nativa reproduz, agora, a versão americana de que a visita do Papa Francisco ao Rio foi um fracasso. Quem já viu um papa num engarrafamento e, ao mesmo tempo, amado e ovacionado pelos católicos? Quem já viu um papa posando para fotos com a Tropa de Choque de um país? Quem já viu um papa mudar a agenda e visitar outros lugares com sucesso? Isto aqui não é a Europa, nem os EUA. E o mundo não se resume a Europa e aos EUA. Só vira-latas da mídia pensam assim.

A sorte de dona Dilma Vana, e nossa, é que a direita não tem candidato. Eduardo Campos representa apenas uma aposta dela, mas não ultrapassa a divisa de Goiana. Aécio, no máximo vai à Vieira Solto, em Copacabana. A ameaça real é Marina Silva – a coitadinha.

O que causa estranheza, é que o governo do PT não reage e ainda abriga políticos que agem com dubiedade. O da Justiça, Eduardo Cardozo e o das Comunicações, Paulo Bernardo. O governo Dilma não reage sequer ao terrorismo econômico corrente nos jornais e no Bom Dia Brasil. Está perdendo a guerra da comunicação – isso é irremediável.

Cá com meus botões. A existência humana é desprovida de algum sentido? Particularmente sou partidário da descrença, religiosa ou política. Mas tenho dificuldade em dar crédito a direita. Os niilistas que me desculpem.

Assim Caminha a Humanidade!