Daily Archives: 18/06/2013

Pastora americana profetizou o fim da corrupção no Brasil

Em cerca de três meses o país começou a ver uma geração se levantando contra os governos e seus abusos

por Leiliane Roberta Lopes

Pastora americana profetizou o fim da corrupção no Brasil Pastora americana profetizou o fim da corrupção no Brasil

Na manhã desta terça-feira (18) centenas de cristãos começaram o dia compartilhando nas redes sociais o vídeo de uma profecia feita durante o 14º Congresso de Louvor Diante do Trono que aconteceu em março deste ano em Belo Horizonte.

A conferencista americana Cindy Jacobs lançou uma palavra profética dizendo que o Senhor estava levantando uma geração que clamaria a Deus em favor do Brasil e que ele iria abalar o principado da corrupção e da miséria.

“Assim diz o Senhor: estou dando ao Brasil uma segunda chance. Estou abrindo uma nova janela, diz o Senhor. E vocês começarão a orar, e se vocês não entrarem nessa janela eu vou abalar a economia”.

A profecia pedia para que a partir daquele momento os cristãos passassem a orar pelo país de dia e de noite, pois Ele iria começar a agir a partir dos campos das universidades, das escolas e dos prédios do governo.

“Assim diz o Senhor: É o meu desejo abater o principado da corrupção”.

Momento de profecia para a Igreja Brasileira.

Momento de profecia para a Igreja Brasileira.

Na noite desta segunda-feira (17) pelo menos seis capitais brasileiras e diversas cidades presenciaram manifestações contra a corrupção do governo. Entre os temas reivindicados por milhares de manifestantes estava o preço da passagem do transporte público, o valor gasto com os estádios que sediarão a Copa em 2014, os problemas da saúde pública e da educação.

Assista:

A GRANDE FAMÍLIA: Prefeito do Cariri nomeia 15 parentes e faz eles embolsarem mais de R$ 40mil/mês


Apesar de ser enquadrada como crime no Brasil, a prática de nepotismo continua sendo burlada pelos gestores paraibanos. O alvo da suposta prática é o prefeito do município de Caraúbas no Cariri paraibano, Severino Virgílio, do PSC que, em uma única canetada, teria nomeado pelo menos quinze parentes para trabalhar na administração municipal, entre filhos, sobrinhos, netos e até noras.

Nepotismo, do latim nepos, neto ou descendente, é uma forma de corrupção na qual um alto funcionário público utiliza de sua posição para entregar cargos públicos a pessoas ligadas a ele por laços familiares, de forma que outras, as quais possuem uma qualificação melhor, fiquem lesadas.

Juntos, a grande família embolsa mais de R$ 40 mil por mês. A denúncia foi feita pelo líder da bancada de oposição na Câmara Municipal da cidade, José Josimar Ferreira da Silva, do PTB. Ele é popularmente conhecido no município como ‘Bazoca’.

Para ele, é um absurdo o fato de a prefeitura ter se tornado um feudo do prefeito. “Não podemos permitir isso”, disparou.

Ainda conforme o parlamentar, a atitude do prefeito fere os princípios que dão base à administração pública e por isso ele resolveu denunciar o crime.

“O prefeito não se importa com a moralização da coisa pública. Devemos assistir calados a este tipo de absurdo?”, questionou o vereador.

O prefeito da cidade, por sua vez, justifica as contratações de familiares como sendo cargos políticos.

“Isso justifica que não seja nepotismo. São cargos políticos e, por isso, eles podem ser nomeados”, explica.

O vereador discorda e alerta que esse excesso de contratação de parentes, mesmo sendo cargos públicos, não faz sentido, já que outras pessoas da população tem qualificação para assumir os cargos.

“Essa explicação não faz sentido. A escolha dos cargos não pode seguir este tipo de critério. A explicação não é válida”, rebateu…
Image
Pelos cálculos do líder da oposição, em quatro anos serão quase R$ 2 milhões que ‘ a grande família’ irá embolsar do poder público sem ao menos ter qualificação para exercer os cargos para que foram nomeados.

Outro lado – O assessor de Comunicação Social da prefeitura de Caraúbas, Eduardo Belo, contestou a denúncia da oposição. Segundo ele, o caso é “requentado” e já foi objeto de queixa apresentada pelos vereadores ao Tribunal de Contas do Estado, que fez apenas recomendações para ajustes em relação a três ocupantes de cargos comissionados na prefeitura.

Um deles foi a respeito do genro do prefeito, José Renivaldo Neves (secretário de Serviços Urbanos), mas o gestor explicou que ele é funcionário concursado. Já sobre José de Arimatéia Fernandes (diretor da Unidade de Saúde), o prefeito alegou que ele é técnico em saúde e deveria permanecer na função.

A outra recomendação foi em relação ao filho de Severino, Silvio Fernandes da Silva, que é secretário de Finanças e detinha outra nomeação no interior de Pernambuco. Ele pediu licença sem vencimentos do cargo que ocupava no outro Estado e pôde ser mantido na estrutura administrativa de Caraúbas.

Em relação ao presidente da Câmara, Belo explicou que ele era motorista da prefeitura desde 1997 e pediu licença do cargo depois que foi eleito para o mandato parlamentar. Finalmente, ele afirmou que dois nomes não podem ser considerados como parentes do prefeito. São Maiza da Conceição Farias da Costa (secretária de Cultura, Desportos e Lazer) porque ela se separou do filho de Severino e portanto, não teria mais qualquer ligação ainda que por afinidade com o prefeito. Da mesma forma, Valdenora Maria Farias de Costa, irmã dela e chefe de divisão da Secretaria de Educação também não se enquadraria mais como parente do gestor.

PB Agora

Protesto inusitado: na Paraíba, homem toma banho em buraco na porta de casa

homem

Um morador do bairro da Torre, em João Pessoa, realizou um protesto inusitado na manhã desta terça-feira (18): com um grande vazamento de àgua na frente de sua casa há quase uma semana, ele resolveu tomar banho no local.

Com o auxílio de um balde, ele permaneceu no buraco onde a água se acumulou e reclamou da falta de ação do governo. “A água que está sendo desperdiçada aqui é limpa e potável. Já entrei em contato com a Cagepa e eles disseram que precisavam de 72 horas para poder vir verificar o transtorno. Não posso nem usar a garagem da minha casa”, lamenta.

Cidades anunciam redução de tarifas após onda de protestos

Saiba quais cidades brasileiras anunciaram a redução das tarifas após protestos contra os preços abusivos do transporte público

Prefeituras municipais anunciam redução das tarifas de transporte público após onda de protestos e isenção de impostos. Confira abaixo quais cidades já se posicionaram.

Porto Alegre

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), enviará nesta terça-feira (18) à Câmara de Vereadores um projeto de lei que isenta as tarifas de ônibus do ISS (Imposto sobre Serviços), PIS e Cofins. Com isso, segundo Fortunati, a tarifa baixará dos atuais R$ 2,85 para R$ 2,80. A redução, de acordo com o prefeito, será imediata.

João Pessoa

O prefeito de João Pessoa (PB), Luciano Cartaxo (PT), anunciou através do seu microblog no Twitter que reduzirá o valor das tarifas dos transportes públicos municipais.Ele convocou entrevista para o Paço municipal e confirmou a redução da passagem, a partir de 1º de juho, em R$ 0,10. Com isso, o valor da tarifa cai de R$ 2,30 para R$ 2,20. O anúncio de Cartaxo confirma uma queda de 4,35% no valor atual da tarifa cobrada nos transportes públicos de João Pessoa.

Campinas

O prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette (PSB), anunciou na tarde desta quarta-feira a redução na tarifa de ônibus da cidade de R$ 3,30 para R$ 3,20. O novo preço da passagem passa a valer no dia 30 de junho. “Em virtude da desoneração do PIS e do Cofins que foi divulgada pela presidenta Dilma Rousseff, fizemos estudos na cidade de Campinas e vamos rebaixar o preços da passagem de ônibus. O preço estava caro. Para mim, era muito incômodo esse valor que tinha subido na gestão passada. Eu achava salgado R$ 3,30. Agora estamos diminuindo os R$ 0,10, porque para o trabalhador, faz diferença”, afirmou.

Cuiabá

A partir de zero hora de quarta-feira (19), a passagem do transporte coletivo de Cuiabá (MT) ficará R$ 0,10 mais barata. O prefeito Mauro Mendes assina, nesta terça-feira (18), o decreto municipal reduzindo em 3,65% o valor da tarifa, que vai passar de R$ 2,95 para R$ 2,85.

redução tarifas sp protestos

Protestos e isenção de impostos forçam prefeitos a reduzir tarifas do transporte público (Foto: ABr)

Conforme o prefeito, que anunciou a medida na noite desta segunda-feira (17), a decisão não foi tomada devido à onda de protestos no país, mas a partir de estudos iniciados há 10 dias pela equipe técnica e Procuradoria Geral do Município, com base na Medida Provisória nº 617, de 31 de maio, que zerou as alíquotas da contribuição para o PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) para o transporte coletivo municipal rodoviário, metroviário e ferroviário.

Foz do Iguaçu

Em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, a redução foi anunciada e o decreto com o desconto de 0,5 centavos será publicado nesta segunda-feira (17). A passagem passará dos atuais R$ 2,60 para R$ 2,55 para o pagamento com o cartão do sistema de bilhetagem eletrônica. Para o pagamento em dinheiro, a tarifa será reduzida de R$ 2,90 para R$ 2,85. Na prática, os usuários vão começar a pagar menos dentro de dez dias.

Manaus

Em Manaus, o preço da passagem está mais barata. A prefeitura anunciou a redução proporcional à retirada dos tributos, O preço da passagem cai de R$ 3 para R$ 2,90 em Manaus. A cidade é governada por Artur Virgílio.

Paranaguá

O prefeito de Paranaguá, Mário Roque, assinou um decreto que autoriza a redução da tarifa de ônibus em R$ 0,10 a partir do dia 24, próxima segunda-feira. A empresa Viação Rocio fará adequação no sistema de bilhetagem do cartão VIP no sábado. A redução na tarifa foi possível graças à desoneração de impostos por parte dos governos federal e do Estado, que isentaram o Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) e desoneraram o Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a receita do transporte coletivo municipal.

Vinhedo e Valinhos

A passagem de ônibus será reduzida em dez centavos a partir de 30 de junho em duas cidades próximas: Vinhedo e Valinhos. O decreto é reflexo da decisão do governo federal de zerar a cobrança das alíquotas do PIS e do Cofins. As tarifas passarão de R$ 3,30 para R$ 3,20. De acordo com a prefeitura de Vinhedo, diferentemente de outras cidades em que a redução está atrelada ao subsídio do município, na cidade a administração não vai subsidiar.

‘Cura gay’ é aprovada em Comissão presidida por Feliciano

Com todas as atenções voltadas para os protestos em várias cidades brasileiras, Comissão de Direitos Humanos aprova ‘cura gay’. Votação é vitória de Feliciano e da bancada evangélica, que tenta avançar com o projeto há dois anos

Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou, nesta terça-feira (18), a proposta conhecida como “cura gay”. O projeto permite que psicólogos realizem “tratamento” com o objetivo de reverter à homossexualidade.

feliciano aprova cura gay

‘Cura gay’ é aprovada em Comissão presidida por Marco Feliciano

A proposta aprovada nesta terça-feira anula um artigo da resolução que determina que “os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica”.

Na justificativa do documento, o deputado João Campos (PSDB-GO), autor do projeto, afirma que o conselho “extrapolou seu poder regulamentar” ao “restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional”.

A votação é uma vitória da bancada evangélica, que tenta avançar com o projeto há dois anos.

Antes de virar lei, o projeto ainda terá de ser analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça até chegar ao plenário da Câmara. Se aprovada pelos deputados federais, a proposta também terá de ser submetida à análise do Senado. Somente então a matéria seguirá para sanção ou veto da Presidência da República.

Sessão

Em contraste com as primeiras sessões presididas por Marco Feliciano, marcadas por tumultos e protestos de dezenas de integrantes de movimentos LGBT e evangélicos, a sessão desta terça atraiu poucos manifestantes. No fundo do plenário, um rapaz e uma garota ergueram cartazes durante o encontro do colegiado protestando contra o projeto da cura gay.

Uma das cartolinas dizia “não há cura pra quem não está doente”. Já o outro manifesto ressaltava “o que precisa de cura é homofobia”.