Daily Archives: 17/06/2013

Espetáculo potiguar que homenageou Luiz Gonzaga será exibido pela SESCTV – Participação especial de Zé Hilton do Acordeon

_Clássicos

O espetáculo Clássicos do Baião: Tributo a Gonzagão, uma homenagem do projeto Parcerias Sinfônicas Sesc a Luiz Gonzaga, passou por palcos de cinco cidades potiguares e por São Paulo (SP). A visita à capital paulista foi gravada pela SESCTV, e será exibida pelo canal no dia 26/06, às 22h, com reprises em outros dias. Para saber todas as datas, basta acessar o site do Sesc RN: http://www.sescrn.com.br.

O projeto, realizado pelo Sistema Fecomércio/RN por meio do Sesc, mostrará em rede nacional os grandes talentos potiguares que participaram de sua 2ª edição: Orquestra Sinfônica da UFRN, Caio Padilha, Camila Masiso, Khrystal, Valéria Oliveira, Wigder Valle e o Zé Hilton. Pioneiro, Clássicos do Baião: Tributo a Gonzagão mesclou música, teatro, poesia, tecnologia e arte circense – já que Gonzaga também foi do circo. O show integrou a 2ª edição do projeto Parcerias Sinfônicas Sesc.

Acidente com ônibus da banda Canários do Reino deixa um morto

canarios do reinoUma colisão entre um ônibus da banda de forró Canários do Reino e um veículo Gol na noite deste domingo, 16, por volta das 21h, no km 57 da BR-116, acabou na morte do motorista do veículo, que ficou preso nas ferragens. O acidente aconteceu próximo ao município de Pacajus, a 49 quilômetros de Fortaleza. A mulher e a filha do motorista ficaram gravemente feridas.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a vítima foi identificada como Francisco Erivaldo Justino. A PRF informou ainda que no ônibus havia 30 pessoas, além do motorista. Nenhum passageiro do ônibus ficou ferido.  Segundo a Polícia Militar, o acidente teria sido causado por uma ultrapassagem perigosa.

Sai a lista dos selecionados na primeira chamada do Sisu

Índice

A lista com os selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgada na manhã de hoje (17) pelo Ministério da Educação (MEC). O resultado da edição do segundo semestre de 2013 do Sisu está disponível no site do programa. As matrículas acontecem nos dias 21, 24 e 25.

Para ver o resultado é preciso clicar no item Lista de Selecionados e, em seguida, indicar a instituição, local de oferta, curso, grau e turno. Os aprovados na primeira opção de curso serão automaticamente retirados do sistema. Caso não façam a matrícula na instituição para a qual foram selecionados, perdem a vaga.

Os selecionados com base na segunda opção de curso ou que não atingirem a nota mínima em nenhum dos dois cursos escolhidos podem permanecer no sistema e aguardar a segunda chamada, em 1º de julho. Nesse caso, os convocados farão a matrícula no período de 5 a 9 do mesmo mês. Quem não for convocado em nenhuma das duas chamadas pode aderir à lista de espera, a partir de 1º de julho.

O prazo para inscrição no Sisu terminou na sexta-feira (14) e na tarde de hoje o MEC irá divulgar o número total de inscritos. Até as 18h de sexta havia 738 mil inscritos. O número já é superior ao registrado no segundo semestre do ano passado que fechou com 642.878 candidatos inscritos.

Nesta ediçã do Sisu foram ofertadas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior. O Sisu foi desenvolvido pelo MEC para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seleção é feita pelo sistema com base na nota obtida pelo candidato.

Multidão enterra homem vivo junto com vítima que havia sido estuprada e morta por ele

Um jovem suspeito de estuprar e matar uma mulher foi enterrado vivo num vilarejo ao sul da Bolívia por uma multidão em fúria, na quarta-feira. Um repórter relatou que Santos Ramos Colque, de 18 anos, foi capturado por moradores da região e levado ao funeral de sua suposta vítima, Leandra Arias Janco, de 35. Lá, foi jogado dentro da cova. Em seguida, o caixão da mulher foi colocado por cima dele e coberto com terra.

“O suposto agressor foi enterrado vivo com as mãos amarradas e a barriga para baixo, com o caixão da vítima colocado por cima”, detalhou o promotor Gilberto Cruz à rádio Erbol. “Bateram muito nele antes de enterrarem-no”, acrescentou.

O ataque à mulher ocorreu no domingo, no povoado de Colquechaca, 400 km ao sul de La Paz, habitado por cerca de cinco mil pessoas.

Segundo o procurador local, José Luis Barrios, Colque foi identificado pela polícia como o suspeito de atacar Leandra. No dia do enterro da mulher, ele foi localizado, e o pequeno contingente policial do lugar não conseguiu evitar que fosse pego e morto.

Meia Hora

Coelhinha da ‘Playboy’ ousa durante ensaio com biquíni fio-dental; veja Fotos!

Manifestantes criam site para denunciar abusos

Manifestantes criam site para denunciar abusos em protestos em SP. Qualquer pessoa pode publicar textos, imagens, vídeo, links, citações e áudio dos protestos contra o aumento das tarifas de ônibus

agressão pm manifestantes sp

Estudante postou foto com marcas da agressão sofrida durante o protesto (Foto: Reprodução)

Com a continuação dos confrontos durante os protestos contra o aumento das tarifas de ônibus em São Paulo, um novo tumblr – site que permite aos usuários publicarem textos, imagens, vídeo, links, citações e áudio – foi criado por manifestantes com o objetivo de abrir espaço para relatos de abusos e agressões cometidas durante os atos na capital paulista. Por meio do site chamado de Feridos no protesto em SP, qualquer pessoa pode falar sobre as manifestações que terá o texto original no ar.

Em um dos relatos, uma estudante conta que estava observando a manifestação com um grupo de amigos na porta da universidade onde estuda quando foram atingidos pela polícia. “Eis que a cavalaria passa (lembrando que tudo isso se passou na porta da faculdade) e param cerca de 10 carros da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) há uns 10 metros da esquina da Piauí com a Consolação. Ali começou o caos. Comentei com as pessoas que eles iriam arremessar bombas na nossa direção e todos discordaram, dizendo que não tinha motivo pra isso. E não tinha. Eram menos de 30 estudantes na esquina só tirando foto, mas em questão de segundos, “booooom”!”, disse. Junto com o texto, ela postou uma foto onde mostra os ferimentos sofridos no braço por estilhaços de uma das bombas. “Na hora senti a dor, mas não parei de correr”, afirmou.

Em outro post, o texto intitulado de “Notícias de uma guerra muito suspeita” de Elcio Fonseca conta a dificuldade encontrada pelo autor ao tentar pegar o trem para voltar para casa após o trabalho. “Para minha surpresa, a estação estava fechada. Guardas me avisaram “volte até a estação Trianon/Masp, se quiser embarcar”. Achei um exagero, protestei, quando me volto para o lado esquerdo da Paulista e vejo pessoas vindo de mãos levantadas, fotógrafos com as câmeras suspensas, e, antes mesmo que pudesse me dar conta desse exagero, cerca de seis motocicletas irrompem pela nossa calçada, em velocidade e impetuosidade, atropelando pessoas, seguida de dezenas de cavalos, ao que todos, assustados e, alguns de nós, já em estado de pânico e estupor, encostam-se nas marquises. Quando fui protestar, os soldados da Policia Militar, com cassetetes batendo em seus escudos, foram nos empurrando, e, particularmente em mim, bateu com um cassetete nas costas, sem que eu pudesse pelo menos perguntar onde poderia tomar o Metrô. Uma truculência e humilhação a que não tinha presenciado nem nos momentos mais duros do regime militar”, comparou Fonseca.