Prefeitura divulga projeto de recuperação da orla de Natal RN

O projeto de recuperação das orlas das praias de Ponta Negra, dos Artistas, do Meio e do Forte tem R$ 13,8 milhões assegurados pelo Ministério do Turismo, com uma contrapartida de R$ 500 mil da Prefeitura do Natal. As obras devem começar em agosto deste ano e têm prazo máximo para conclusão no mês de maio de 2014, segundo a Secretaria de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi).

DivulgaçãoNa orla da Praia dos Artistas serão instaladas paradas padronizadas e abrigo para BombeirosNa orla da Praia dos Artistas serão instaladas paradas padronizadas e abrigo para Bombeiros.

A Prefeitura apresentou na manhã de ontem o projeto, que contempla a reorganização de todo o passeio, construção de ciclovias, além da instalação de banheiros e equipamentos públicos no decorrer do trecho. Segundo o secretário adjunto da Semopi, Tomaz Neto, a exigência do Governo Federal é de que tudo fique pronto até maio do ano que vem, em virtude da Copa do Mundo.

Tomaz Neto garantiu que as obras iniciam em julho, momento em que deve estar em fase de finalização o enrocamento aderente da praia de Ponta Negra, que visa evitar o avanço do mar. Para esta obra, ainda de acordo com o adjunto, os recursos são de R$ 4 milhões e 739 mil, além do R$ 1,5 milhão destinado à recuperação da calçada. A verba é do Ministério da Integração, sem contrapartida do Município.

Quanto à engorda da praia, tida como a solução definitiva para os desgastes provocados pelo avanço do mar, o município ainda vai elaborar um estudo para a viabilização das obras. O secretário adjunto da Semopi adiantou que a ideia inicial é de manter a praia com 15 metros de extensão em dias de maré cheia. “Para manter isso também será necessário intervir na corrente marítima, mas tudo será baseado no estudo”, afirmou Neto, completando que também deve entrar no projeto a construção de um quebra-mar.

No que diz respeito à reorganização da orla de Ponta Negra, uma das ideias é alargar o calçadão. Para isto, o projeto prevê a complementação de madeira à calçada, em direção ao mar. No trecho da rua Erivan França em que somente se pode circular em um sentido, a via sofrerá redução. Tomaz Neto confirmou que a calçada vai se estender por mais uma faixa da rua.

Quanto aos estacionamentos, um dos problemas de grande reclamação na praia, a Prefeitura afirma que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) está realizando um estudo para identificar possíveis locais próximos à orla para este fim, mas ainda não há nada definido. Na orla que vai da praia dos Artistas até a do Forte, as intervenções em sua maioria dizem respeito à recuperação do calçadão. Por lá, de acordo com o projeto, também serão construídos banheiros e recuperados os quiosques, bem como construídos parques infantis, academias da terceira idade e espaços de convivência.

Ao todo, são 7 quilômetros de orla a serem beneficiados com o projeto, que tem como principal diretriz a urbanização, os serviços de eliminação de barreiras arquitetônicas, visando a acessibilidade, o ordenamento do uso do solo, a requalificação da orla urbana e a consolidação do corredor turístico. (TN)

Assista ao vídeo:

Posted on 28/05/2013, in Cidade, Entretenimento, Informativo, Oportunidade, Reflexão. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: