Cai preço da gasolina e do etanol e aumenta preço do diesel

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Natal, (Procon Natal), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) da Prefeitura Municipal do Natal, constatou na pesquisa realizada na semana passada, retração nos preços da gasolina (-2,29%) e do etanol (-0,24%) e um aumento de 0,83% no preço do diesel. O gás natural veicular registrou leve redução de 0,62%, enquanto o gás de cozinha subiu R$ 1,00, em média (+0,49%).

A pesquisa foi feita no dia 17 deste mês junto a cento e vinte e oito postos de combustíveis de Natal e de Nova Parnamirim, dos quais onze estavam fechados para reforma no dia da pesquisa.

Gasolina
A gasolina comum, que custava R$ 2,708 na última pesquisa, no início de junho/2012, agora está custando R$ 2,646, correspondendo a uma redução de 2,29% (cerca de seis centavos (R$ 0,06) por litro). A diferença entre o maior (R$ 2,799) e o menor preço (R$ 2,559) da gasolina é de 9,4%, equivalendo a vinte e quatro centavos por litro. O menor preço constatado pela pesquisa foi R$ 2,559 (Posto Campo Belo – Quintas/Km. 6), e o maior, R$ 2,799 (Posto Via Sul – Alto da Candelária). O preço mais comum é R$ 2,690 (24 postos).

Comparando os dados deste levantamento com o último feito pelo Procon Natal, há quarenta (40) dias, nota-se que a maioria dos postos (79%) reduziu os preços, enquanto 16,5% mantiveram os mesmos preços e apenas 4,3% promoveram reajustes.
A gasolina aditivada registrou um recuo de 2,13% (em média).

Etanol
O etanol sofreu redução média de 0,24% em relação à última pesquisa, estando cotado agora em R$ 2,252, contra R$ 2,257 de junho/2012. Hoje o preço do etanol corresponde a 85,1% do valor da gasolina, o que significa que não é vantagem para o consumidor que possui veículo flex, abastecê-lo com etanol; para ser vantajoso para o consumidor, o preço do etanol deve ser no máximo, 70% do valor da gasolina. Vale ressaltar que há quatro anos (desde junho de 2008) o etanol tem o preço equivalente a mais de 70% do valor da gasolina, o que acaba inviabilizando a sua utilização por parte do consumidor.

O maior preço do etanol constatado pela pesquisa do Procon Natal foi R$ 2,390 (Posto 1002 – Potengi), e o menor, R$ 2,029 (Posto São Luiz I – Lagoa Nova). O preço mais comum é R$ 2,250 (37 postos).

Comparando os preços atuais com os da última pesquisa, constata-se que a maioria dos postos (77%) manteve os mesmos preços do mês passado, enquanto 12,4% reduziram os preços e 10,6% promoveram reajustes.

Diesel, gás natural veicular (GNV) e gás de cozinha
O recente reajuste do preço do diesel nas distribuidoras, ainda não está se refletindo integralmente nas bombas. Nesta pesquisa o Procon Natal registrou aumento médio de 0,83%, passando de R$ 2,028 para R$ 2,044/litro. Os preços vão desde R$ 1,960 até R$ 2,290/litro, sendo R$ 2,050 (29 postos) o preço mais comum.

Comparando os preços atuais com os da pesquisa do mês passado, constata-se que 30% dos postos promoveram reajustes, sendo que destes, 55% o fizeram em índices iguais ou superiores a 4,0%. A maioria dos postos (62%) manteve os mesmos preços da pesquisa anterior, enquanto 7,8% reduziram os preços.

O gás natural veicular registrou redução média de 0,62% (no mês passado custava, em média, R$ 1,929/m3, e agora está por R$ 1,917, preços médios). O preço mais comum é R$ 1,900/m3, encontrado em 35% dos postos que vendem esse tipo de combustível. O menor preço é R$ 1,880/m3, encontrado em apenas dois (02) postos (Lagoa Nova), e o maior, R$ 1,990, encontrado em sete (07) estabelecimentos.

O gás de cozinha (botijão de 13 kg) foi encontrado em apenas quinze postos dos 128 pesquisados, e registra aumento médio de 0,49% (hoje, R$ 41,00; em junho/2012, R$ 40,00). O preço mais comum é R$ 40,00, encontrado em 08 postos dos quinze que comercializam o GLP.

Preços por região e distribuidora
Os menores preços para os combustíveis pesquisados foram encontrados nos postos da zona Oeste, e os maiores, na zona Leste/Centro. Enquanto o etanol custa, em média, R$ 2,228 na zona oeste, na zona leste custa R$ 2,264/litro.

A gasolina comum custa, em média, R$ 2,626 nos postos da zona Oeste, enquanto na zona Leste, o preço médio é R$ 2,659. (ver tabela abaixo). Classificando os preços por distribuidora, constatou-se que o etanol mais barato é o dos postos SP (R$ 2,162), e o mais caro foi encontrado nos postos BR (R$ 2,279). Quanto à gasolina comum, a mais barata é a dos postos Texaco (R$ 2,610), e a mais cara, a dos postos Shell (R$ 2,661).

 

 

 

Posted on 25/07/2012, in Brasil, Economia, Informativo, Reflexão. Bookmark the permalink. 1 Comentário.

  1. A gasolina está cada vez mais cara, mesmo em Portugal os preços estão sempre a aumentar.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: