Neymar dá lucro de R$ 620 mil ao Santos

Folha.com

Os resultados de Neymar dentro de campo são indiscutíveis. Quatro títulos conquistados, entre eles uma Libertadores, em um ano e meio como astro do Santos.
Mas, além dos gramados, é nos cofres da Vila Belmiro que o camisa 11 tem justificado as regalias que recebe.

O plano de carreira pensado para manter Neymar no Brasil, por meio de patrocínios pessoais, aproximou o salário do jogador a quase R$ 1 milhão e gera dividendos também para o Santos.

O contrato entre o clube e o atleta prevê que toda a verba oriunda da imagem de Neymar seja dividida –70% vai para o atacante de 19 anos e 30%, para a agremiação.

 

Segundo pessoas ligadas à diretoria santista, já foram fechados e estão próximos de ser concretizados cerca de R$ 9 milhões por ano de patrocínios a Neymar. Em torno de R$ 2,7 milhões desse montante entram na conta do time da Vila Belmiro.

Pelo acordo firmado após a investida do Chelsea, no ano passado, o Santos se compromete a pagar pelo menos R$ 500 mil mensais para o atacante. Desse valor, R$ 160 mil são fixos, correspondentes ao teto salarial do clube, e o restante está relacionado a direito de imagem.

Se as verbas publicitárias não forem suficientes, o Santos tem que tirar dinheiro dos próprios cofres para completar o mínimo de R$ 500 mil.

Foi assim no começo. Mas, com as apresentações cada vez melhores de Neymar, os patrocínios explodiram.

Hoje, cinco empresas exploram a imagem do atleta: Red Bull, Nextel, Tenys Pé, Panasonic e Nike –apenas a última não entra no acordo firmado com o Santos.

Além desses patrocínios, outros três serão anunciados em breve: AmBev, Oi (em substituição à Nextel, a partir de setembro) e Lupo.

O Ministério do Turismo também quer Neymar como seu principal garoto-propaganda por R$ 900 mil anuais, segundo apuração da Folha.

Hoje, com os 30% dos R$ 9 milhões arrecadados, o Santos ganha mais do que o necessário para bancar a parte que lhe cabe nos vencimentos de Neymar.

Contando o 13º salário, o clube paga R$ 2,08 milhões a sua estrela.

Sobram, em seus cofres, R$ 620 mil, suficientes para pagar quase cinco meses do salário do meia Paulo Henrique Ganso, que negou plano de carreira semelhante ao do colega e recebe R$ 130 mil.

“É um trabalho feito com competência. Estão todos felizes: o jogador, que ganha muito, e o clube, que mantém o atleta. Todos ganham”, afirmou o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

É o sucesso do projeto, somado à vontade de Neymar de disputar o Mundial de Clubes, no fim do ano, que dá esperança aos cartolas santistas de manter o atacante por mais tempo no Brasil.

A novela de sua transferência para a Europa só terá um desfecho em 15 dias, segundo o empresário de Neymar, Wagner Ribeiro.

Até lá, o agente tentará convencer o Real Madrid a esperar até janeiro para ter o jogador. Ou Neymar a aceitar agora a proposta espanhola.

Foto: Divulgação Santos FC

Posted on 01/08/2011, in Brasil, Entretenimento, Esporte. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: