Daily Archives: 05/07/2011

Policiais são presos por desvio de combustível e escolta ilegal no RN

Do G1, em São Paulo

Empresários foram flagrados por corrupção e pagamento de propina.
Segundo o MP, policiais vendiam vigilância durante horário de trabalho.

O Ministério Público do Estado (MPE) do Rio Grande do Norte e a Corregedoria da Polícia Militar realizaram uma operação, na manhã desta segunda-feira (4), nas cidades de Assu, Pendências, Paraú, Mossoró e em Natal. Eles cumpriram 15 mandados de prisão expedidos pela Justiça potiguar. Entre os presos estão um tenente-coronel e um major da PM e outros dez policiais militares.

Segundo informações do MPE, a operação, chamada de “Batalhão Mall”, também prendeu três empresários suspeitos de corrupção nas cidades. Mais de 80 homens e 11 promotores de Justiça.

De acordo com o MPE, foram cometidos crimes de corrupção ativa, passiva e peculato contra a administração pública militar, através de negociatas com pontos bases de viaturas e vendas do serviço policial. São investigadas as práticas de venda de escolta de transporte de valores e de vigilância 24 horas, tudo com o uso de viaturas, estrutura da PM e de policiais em serviço

Vereador de Montanhas-RN participa do jornal da 99/1ª Edição

                                                          Naldinho e Rafael SanApós várias denúncias vindas do município de Montanhas-RN, o vereador Naldinho (PT) veio à emissora e falou sobre suas ações e sobre as problemáticas do município.
 
Naldinho está no primeiro mandato e faz parte da bancada de sustentação da prefeita Letinha.
 
O vereador disse que as problemáticas existentes no município é consequencia de herança de políticos passados. Destacou que as dificuldades existentes no município partem de dívidas de INSS, dividas com Companhia de energia e trabalhistas. Disse que município paga dívidas de 20 anos atrás.
 
O vereador ressaltou que espera que com a melhora do dos recursos o discurso mude e que não se olhe mais pelo retrovisor.
 
Sobre os requerimentos apresentados o vereador disse que alguns não foram executados pelo executivo e disse que a justificativa tem sido a falta de recursos.
 
Sobre a problemática de falta de médicos o vereador disse que foi feito um convite a secretária de saúde para que ela estivesse na Câmara para esclarecer a problemática. De acordo com a secretária aos fins de semana a falta de médico tem acontecido em virtude de não haver médicos para serem contratados. O vereador destacou que o legislativo tem feito sua parte; cobrado e fiscalizado.
 
Um ouvinte identificado como Erivan, denunciou a falta de botijão de gás na escola Fátima Aranha e o vereador que, também, responde pelo SINTE na região disse que buscará justificativa junto ao poder executivo.
 
O vereador aproveitou para apresentar vários requerimentos apresentados, assim, como vários projetos levados por ele à casa do legislativo.
 
A prefeita conta com quatro vereadores na bancada de sustentação.
 
Por Júnior Campos

Professores apresentam hoje, defesa à Justiça

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Publica do Rio Grande do  Norte (Sinte-RN) deve entregar até às 16 horas de hoje, no Tribunal de Justiça do Estado, a sua defesa contra a ação civil pública ajuizada pelo governo estadual, que pediu na sexta-feira, a declaração de ilegalidade da greve dos professores.

Um dos três coordenadores do Sinte, o professor José Teixeira disse ontem que a assessoria jurídica do Sindicato estava preparando a defesa, na qual explica que o governo implantou o piso salarial apenas para dois mil professores do  ensino médio, que tinham uma remuneração inferior a R$ 890,00. “O governo deixou de fora os graduados e professores com mestrados e doutorados”. Teixeira também adiantou que o Sinte norteia a sua defesa no fato de que os 34% de reajuste alardeado pelo governo, só irá ser pago a partir de setembro e esse percentual só será alcançado em dezembro de 2011.

Segundo ele o governo fala como e a partir de quando vai pagar os atrasados de abril em  diante, que foi quando o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou e aprovou a concessão do piso salarial nacional dos professores. Hoje, a partir das 8 horas, na Escola Estadual Winston Churchill, será realizada mais uma assembléia geral dos professores, que estão em greve há mais de 60 dias. Amanhã, durante todo o dia, haverá um ato público em frente a Governadoria, no Centro Administrativo, com os servidores da Ematern, Detran e Fundação José Augusto (FJA), que também estão em greve.

A ação ajuizada pelo governo contra o Sinte-RN da sexta-feira, 1º de julho. O desembargador relator Virgílio Fernandes Macêdo Júnior já havia expedido o mandado de intimação, dando um prazo de 48 horas, que termina na noite de hoje, para o Sinte se manifestar sobre o pedido de ilegalidade da greve dos professores.

“Diante do insucesso das negociações com o Sinte, não restou alternativa senão pedir ao Poder Judiciário que determine a imediata volta dos professores à sala de aula”, manifestou o procurador geral do Estado, Miguel Josino Neto. No pedido feito à justiça, a PGE não pleiteou o desconto dos dias parados, mas a exige a reposição de todas as aulas.

A Secretaria Estadual de Educação informou ontem que 60% das escolas públicas estão em funcionamento, mesmo com a greve dos professores. Ou seja, das 710 escolas da rede estadual de ensino, estão tendo aulas 425 estabelecimentos, dos quais 100 só em Natal, onde a greve atinge 34,6 % das 155 escolas. O maior percentual de escolas em funcionamento estão na 4ª Dired – São Paulo do Potengi, com 88,9%. Depois vem a 13ª Dired, em Apodi, com 87,% e 14ª Dired, em Umarizal, com 71,7%. As mais atingidas são a terceira, de Nova Cruz, e a décima, em Caicó.

Fonte: TN