Daily Archives: 04/07/2011

Divulgado edital do concurso público municipal de Canguaretama

Foi divulgado o edital para a realização do concurso público do município de Canguaretama com 147 vagas para diversos cargos.

As inscrições presenciais serão realizadas no prédio do Centro de Eventos de Canguaretama – Adriana Ribeiro, sito a Praça Augusto Severo, S/N, Centro, CANGUARETAMA/RN, entre os dias 25/07/2011 e 26/08/2011, e as inscrições ON-LINE serão realizadas no site http://www.acaplam.com.br, entre os dias 25/07/2011 e 28/08/2011, e as provas acontecerão em 09/10/2011. O Edital contendo todas as informações encontra-se a disposição dos interessados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de CANGUARETAMA e no site http://www.acaplam.com.br. Canguaretama, 01 de Julho de 2011 – Wellinson Carlos Dantas Ribeiro – Prefeito Municipal.

Os cargos e as vagas disponibilizadas são as seguintes:

Assistente Social – 02 vagas;
Psicólogo – 02 vagas;
Médico Veterinário – 01 vaga;
Prof.de Portugues – 02 vagas;
Prof.de Matemática – 05 vagas;
Prof.de Ciências – 01 vaga;
Prof.de História – 02 vagas;
Prof.de Geografia – 01 vaga;
Prof.de Ingles – 05 vagas;
Prof.de Artes – 01 vaga;
Prof.de Ed.Física – 02 vagas;
Prof.de Ensino Religioso – 03 vagas;
Téc.em Enfermagem – 03 vagas;
Ag.Administrativo – 10 vagas;
Sec.Escolar – 08 vagas;
Digitador – 04 vagas; 
Aux.de Biblioteca – 02 vagas;
Recepcionista – 10 vagas;
Motorista A/B – 02 vagas;
Motorista C – 01 vaga;
Motorista D – 06 vagas;
Agente Comunitário de Saúde (Piquiri – 03 vagas; Barra do Cunhaú – 03 vagas; Canguaretama – 06 vagas);
Eletricista – 03 vagas;
Mecânico – 01 vaga;
Marceneiro – 03 vagas;
Pedreiro – 03 vagas;
Aux.de Serv.Gerais – 20 vagas;
Inspetor Escolar – 05 vagas;
Aux.de Oficina Mecânica – 02 vagas;
Merendeira – 20 vagas;
Jardineiro – 05 vagas.

Polícia prende quadrilha acusada de matar líder do PT no interior do RN

“OPERAÇÃO MATADORES DE ALUGUEL”
Do Diário de Natal com informações do repórter Paulo Nascimento

Durante coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (4), membros da Polícia Federal e Cívil divulgaram a prisão de cinco envolvidos na morte de Ednaldo Filgueira, jornalista e presidente do diretório municipal do PT em Serra do Mel/RN, ocorrido no dia 15 de junho. A Operação denominada “Matadores de Aluguel” encontrou com a quadrilha, quatro espingardas, quatro revolveres calibre 38 e uma lista de execução contando com mais quatro nomes.

Foram presos durante a operação, Rafânio Brito de Azevedo, 30 anos, conhecido como Alemão; Abnadabe Nunes Ismael Pereira da Silva, 31 anos, conhecido por “foguinho”; e Francisco Fábio Ferreira, de 23 anos, conhecido como galego. ambos estavam escondidos no bairro do Planalto, em Natal. Já os outros dois envolvidos, Paulo Ricardo da Costa, de 24 anos, e Marcelino de Souza Moura, de 29 anos, foram presos respectivamente em Mossoró e Serra do Mel.

PODERÁ CHEGAR AO FIM DAS COLIGAÇÕES PROPORCIONAIS!!!

Em reunião nesta quarta-feira, os membros da Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovaram o fim das coligações eleitorais para os cargos de vereador e deputado estadual e federal – as chamadas coligações proporcionais. A CCJ manteve as coligações nas eleições majoritárias – presidente da República, governadores, prefeitos e senadores.

     A PEC (Proposta de Emenda Constitucional) teve 14 votos a favor e 6 contra. A matéria ainda tem que ser votada pelo plenário do Senado e da Câmara. A PEC faz parte do conjunto de propostas votadas pela Comissão de Reforma Política do Senado.

     O relator da proposta, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), votou favorável à PEC, argumentando que as atuais coligações “constituem uniões passageiras, estabelecidas durante o período eleitoral por mera conveniência, sem qualquer afinidade entre os partidos coligados no tocante ao programa de governo ou ideologia”.

     O senador Inácio Arruda (PC do B-CE) apresentou voto em separado contra a mudança no sistema de coligações. Para Arruda, o fim das coligações proporcionais afetaria os pequenos partidos, que teriam suas bancadas diminuídas em função das cláusulas de barreira.

      O voto do comunista foi apoiado pelos senadores Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Magno Malta (PR-ES), Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), Sérgio Petecão (PMN-AC) e Eduardo Amorim (PSC-SE). Os senadores favoráveis ao fim das coligações proporcionais defenderam a redução do número de partidos e o fortalecimento das legendas habilitadas a funcionar no congresso.