Recepcionista vai à Justiça contra Robinson Faria

Os apartamentos do vice-governador Robinson Faria, candidato do PSD ao Governo do Estado, no condomínio Jangadas, em Nova Parnamirim, estão à venda e pelo menos um deles é objeto de contenda judicial com o comprador. A recepcionista Suzanna Vidal Borba acertou, com uma imobiliária de Natal, a compra por  R$ 119.800,00 do apartamento 203 na torre 23 do residencial, um dos 96 listados como sendo de propriedade de Robinson Faria. A recepcionista pagou à Bezerra Imóveis R$ 15 mil de sinal pelo negócio, entre os dias 11 e 13 de setembro do ano passado, mas até agora não recebeu o apartamento.

ReproduçãoRecibos comprovam o pagamento de R$ 15 mil feito pela recepcionista para aquisição do imóvel do vice-governador Robinson FariaRecibos comprovam o pagamento de R$ 15 mil feito pela recepcionista para aquisição do imóvel do vice-governador Robinson Faria

Passado um ano do pagamento, no último dia 30 de setembro o caso foi parar na  Justiça. No Sétimo Juizado Especial Cível Central de Natal tramita o processo 0801505-96.2014.8.20.5004 que tem como réus Robinson Faria e a imobiliária responsável pela intermediação da venda. Os dois já foram citados e uma audiência de conciliação marcada para o dia 18 de novembro, às 08h40.

Suzanna Vidal comentou, no Instagram, uma reclamação sobre o negócio em que se sente frustrada. “Eu fiquei no prejuízo de R$ 15 mil. Este valor para vocês, riquinhos, provavelmente é insignificante. Mas para mim custou anos de trabalho”, lamentou. Segundo a advogada Emanuelly Sousa, não houve qualquer justificativa da parte de Robinson Faria e da imobiliária responsável acerca do atraso. “Mesmo após um ano do pagamento da entrada contratual ter sido efetivada, não houve qualquer manifestação quanto a entrega do bem objeto deste contrato. A negativa de ressarcimento pelos requeridos só demonstra a má-fé com que conduzem suas operações”, disse a advogada.

O pagamento do valor da entrada foi realizado em duas parcelas. A primeira, no dia 11 de setembro de 2013, foi de R$ 5 mil. A segunda, de R$ 10 mil, foi paga dois dias depois, de acordo com os recibos anexados no processo. Além disso, a recepcionista ganhou um subsídio de R$ 15.774 do Governo Federal através do Minha Casa, Minha Vida. Foram financiados R$ 89.026 e não houve dificuldades na aprovação do financiamento pela instituição financeira, ainda segundo com os termos da ação na Justiça.

A entrada em dinheiro foi fruto das economias de Suzanna. “O valor apresentado pela autora foi fruto de grande sacrifício, na qualidade de recepcionista, a renda da Sra. Suzanna é muito baixa, arcando essa com todas as despesas de seu lar, após anos economizando, na tentativa de adquirir um imóvel próprio, a autora encontra-se hoje morando na residência de amigos”, diz a advogada no processo.

Nas palavras da advogada Emanuelly Sousa, a recepcionista depende hoje da caridade de amigos para ter onde morar. “Enquanto os requeridos capitalizam e usufruem dos valores dados em garantia para um contrato que nunca se efetivou, a autora amarga a angústia e o desconforto de estar vivendo em casa de terceiros, dependendo exclusivamente da caridade de amigos, tendo as suas economias retidas por empresários de condições sociais infinitamente superiores”, argumenta a advogada.

Suzanna Vidal pede na ação a entrega imediata do apartamento ou a devolução do valor de R$ 15 mil, pago há mais de um ano, em dobro e com as respectivas correções monetárias. Além disso, pede indenização por danos materiais de R$ 30 mil e a condenação de Robinson Faria e da imobiliária por danos morais.

Outro lado
A reportagem da TRIBUNA DO NORTE procurou a Assessoria de Imprensa do candidato Robinson Faria e foi informada de que o candidato não irá se pronunciar sobre o assunto da venda do apartamento para a recepcionista Suzanna Vidal Borba. A reportagem também telefonou seguidamente para o empresário Valdemir Bezerra, proprietário da Bezerra Imóveis, mas ele não atendeu as chamadas.

Dataprev abre concurso com mais de 4 mil vagas

th

A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) abriu, nesta segunda-feira (20), um novo concurso público que visa preencher 4.016 vagas de cadastro reserva. Do total de chances, 10% são reservadas a candidatos com deficiência e 20% a candidatos negros ou pardos. Os salários vão de R$ 3.129,73 a R$ 6.395,39.

Haverá provas objetivas e discursivas no dia 14 de dezembro. Aprovados serão lotados nas 26 capitais estaduais e no Distrito Federal. Quem concluiu o nível médio pode disputar os postos de auxiliar de enfermagem do trabalho e técnico de segurança do trabalho. Graduados concorrerão aos cargos de engenheiro de segurança do trabalho, médico de segurança do trabalho, analista de processamento e analista de tecnologia da informação.

Este último contém chances para profissionais das áreas de administração, advocacia, análise de informações, arquitetura, comunicação social, contabilidade, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica, finanças, entre outros.

Interessados podem se inscrever até o dia 17 de novembro por meio do site (http://www.quadrix.org.br/concursodataprev2014.aspx) da banca organizadora, o Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social. As taxas de participação são de R$ 50 e R$ 80, para os níveis médio e superior, respectivamente. Além das etapas citadas, candidatos de nível superior passarão por avaliação de títulos. A seleção é válida por dois anos, podendo ser prorrogada por igual período.

Correio Web

Datafolha: Dilma ultrapassa Aécio pela 1ª vez no segundo turno

Dilma Rousseff ultrapassa Aécio Neves pela primeira vez em nova pesquisa Datafolha para a eleição presidencial. A atual presidente tem 52% dos votos válidos, contra 48% do candidato tucano

dilma aécio pesquisa datafolha
Datafolha: Dilma está numericamente a frente de Aécio Neves, mas ainda há empate dentro da margem de erro

O instituto Datafolha divulgou nesta segunda-feira (20) a sua mais nova pesquisa para a disputa do segundo turno da eleição presidencial. De acordo com o levantamento, Dilma Rousseff (PT) aparece com 46% e Aécio Neves (PSDB) tem 43% dos votos totais. Brancos e nulos são %5 e 6% estão indecisos.

Em votos válidos, quando são descartados brancos, nulos e indecisos, Dilma está com 52% e Aécio soma 48%. Em relação ao levantamento anterior, a atual presidente cresceu três pontos percentuais, enquanto o candidato tucano oscilou dois pontos para baixo.

O procedimento dos votos válidos é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

REJEIÇÃO

Aécio Neves aparece pela primeira vez na condição de candidato mais rejeitado. O tucano tem 40% de rejeição, contra 39% da petista.

VOTO CERTO

45% afirmam que votariam com certeza em Dilma Rousseff; os eleitores que garantem voto certo em Aécio Neves são 41%

O Datafolha ouviu 4.389 eleitores no dias 20 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Fonte: Pragmatismo Político

Operação Samaumeira: Polícia Civil desarticula quadrilha comandada de dentro de cadeia

Foram cumpridos 9 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão nas cidades de Pedro Velho, Montanhas, Canguaretama e Natal.

images.jpg111Imagem divulgação internet

 A equipe da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedro Velho, sob o comando do delegado Francisco Quirino, deflagrou na manhã desta sexta-feira (17), com o apoio da equipe do 8º Batalhão de Polícia Militar, a Operação Samaumeira. O objetivo da ação foi desarticular uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas, associação para o tráfico, corrupção de menores e formação de quadrilha.

Na Operação foram cumpridos 9 mandados de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão nas cidades de Pedro Velho, Montanhas, Canguaretama e Natal. Durante as investigações, que duraram cerca de 4 meses, a equipe de policiais civis chegou à conclusão de que a quadrilha era comandada pelo detento Ronaldo Vicente, conhecido como “Nego Nau”, de dentro do CDP do Potengi, com a ajuda de sua companheira Iara Inácio. Ronaldo e Iara receberam voz de prisão preventiva quarta-feira, dia 15, no momento em que ela realizava visita ao detento.

Os demais membros da organização criminosa foram identificados como Carlos André Barbosa, vulgo “Deureia”, Carlos de Oliveira cruz, vulgo “Buga Buga”, Ivanilson dos Santos Freira, vulgo “Cabeção”, Luiz de França, Maria Piedade dos Santos, vulgo “Dadinha”, e Rivonaldo Soares Dias, vulgo “Louro”. Todos foram presos na manhã de hoje.

As prisões ocorreram nas cidades de Pedro Velho, Montanhas e Nova Cruz. Durante a ação também foram apreendidos objetos utilizados para consumo de drogas e cadernetas com informações financeiras da quadrilha e contatos.

*Fonte: Assessoria / Degepol

As trapaças da sorte e as graças da paixão, de Cacaso e Sueli Costa


O professor, poeta e letrista mineiro Antônio Carlos de Brito (1944-1987), conhecido como Cacaso, nos versos de “Face a Face”, em parceria com Sueli Costa, expõe condições para quem quiser combinar com ele. A música foi gravada pela Simone no LP Face a Face, em 1977, pela Emi/Odeon.

FACE A FACE

Sueli Costa e Cacaso

São as trapaças da sorte, são as graças da paixão

Pra se combinar comigo tem que ter opinião

São as desgraças da sorte, são as traças da paixão

Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração
Morena quando repenso o nosso sonho fagueiro

O céu estava tão denso, o inverno tão passageiro

Uma certeza me nasce e abole todo o meu zelo

Quando me vi face a face fitava o meu pesadelo

Estava cego o apelo, estava solto o impasse

Sofrendo nosso desvelo, perdendo no desenlace

No rolo feito um novelo, até o fim do degelo

Até que a morte me abrace
São as desgraças da sorte, são as traças da paixão

Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração

São as trapaças da sorte, são as graças da paixão

Pra se combinar comigo tem que ter opinião
Morena quando relembro aquele céu escarlate

Mal começava dezembro, já ia longe o combate

Uma lambada me bole, uma certeza me abate

A dor querendo que eu morra, o amor querendo que eu mate

Estava solta a cachorra que mete o dente e não late

No meio daquela zorra, perdendo no desempate

Girando feito piorra, até que a mágoa escorra

Até que a raiva desate
São as trapaças da sorte, são as graças da paixão

Pra se combinar comigo tem que ter opinião

São as desgraças da sorte, são as traças da paixão

Quem quiser casar comigo tem que ter bom coração

site Poemas & Canções

Ibope registra pesquisa para ser divulgada no RN na próxima sexta-feira

pesquisa22

O Ibope registrou mais uma pesquisa eleitoral para ser divulgada sobre o pleito do Rio Grande do Norte. Com o número 046/2014, os números do Ibope serão publicados na sexta-feira, a 48 horas do pleito.

A pesquisa foi encomendada pela InterTV Cabugi, afiliada da Rede Globo, e custou 50.327,76 .

Serão feitas 812 entrevistas, que começaram ontem e serão concluídas na mesma sexta-feira. (TN)

Petrobras encerra inscrições de concurso para 8.088 vagas

concurso (1)

Petrobras encerra nesta segunda-feira (20) as inscrições do  processo seletivo para 8.088 vagas, sendo 663 imediatas e 7.425 para formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 3.400,47 a R$ 8.081,98. No site da Fundação Cesgranrio, é possível ver o edital (acesse o edital). O edital ainda prevê reserva de vagas para pessoas com deficiência e negros e pardos.

Os cargos de nível superior são para administrador, analista de comercialização e logística – transporte marítimo, contador, enfermeiro do trabalho, engenheiro civil, engenheiro de equipamentos, engenheiro de petróleo, engenheiro de processamento, engenheiro de produção, engenheiro de segurança, geofísico, médico do trabalho e profissional de comunicação social – relações públicas.

As vagas de nível médio/técnico são para técnico ambiental, técnico de administração e controle, técnico de comercialização e controle, técnico de enfermagem do trabalho, técnico de estabilidade, técnico de exploração de petróleo, técnico de informática, técnico de inspeção de equipamentos e instalações, técnico de logística de transporte, técnico de manutenção, técnico de operação, técnico de perfuração de poços, técnico de projetos, construção e montagem nas especialidades de edificações, elétrica, eletrônica, estruturas navais, instrumentação e mecânica, técnico de segurança, técnico de suprimento de bens e serviços e técnico químico de petróleo.

Bom começo de semana e que DEUS nos abençoe e esteja conosco

gifs-oriza-esp-semana2

O amor no infinito, na visão de Vinicius de Moraes

Vinicius e Helô Pinheiro, a celebre Garota de Ipanema

O diplomata, advogado, jornalista, dramaturgo, compositor e poeta Marcus Vinícius de Moraes (1913-1980) foi um poeta essencialmente lírico, tanto que afirma esquecer tudo ao encontrar um novo amor, para vivê-lo até a morte, conjugando o “Verbo no Infinito”.

VERBO NO INFINITO

Vinícius de Moraes

Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor: nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar.

Para poder nutrir-se; e despertar
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para chorar.

E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito.

E esquecer tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito…

site Poemas & Canções

Delegacias do RN suspendem emissão de antecendentes criminais

DSCN9989

 

Quem precisar no Rio Grande do Norte do documento que atesta antecedentes criminais não poderá mais procurar as Delegacias de Polícia Civil do estado em buscar de tal serviço. É que uma determinação publicada na edição desta sexta-feira (17) do Diário Oficial do Estado (DOE) suspende essa atribuição junto à PC. A Portaria Normativa N° 011/2014 dispõe sobre a impossibilidade de emissão de Antecendentes Criminais e certidão negativa pela Polícia Civil potiguar. A medida, assinada pelo delegado geral Adsob Kleper, traz que as DPs da corporação não possuem atr.ibuição legal para expedir tal documentação.

Confira a íntegra da Portaria

Segundo o documento, o papel da Polícia Civil é repassar informações ao Instituto Técnico e Cientifico de Polícia do RN (ITEP) que, através da Coordenadoria de Identificação, expede Atestado de Antecedentes Criminais. A medida também considera que o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, através do site www.tjrn.jus.br, disponibiliza a emissão de certidão negativa criminal pela internet.

 

De Fato

Papa Paulo VI foi beatificado neste domingo clique aqui e confira

DELAÇÃO ELEITORAL

imagesImagem da Internet

Notícias e análises da política potiguar

O jornalista Jânio de Freitas publica hoje, na Folha de São Paulo, um artigo muito instigante a respeito da delação premiada, um instrumento jurídico criado para auxiliar investigações realizadas pela polícia e pelo Ministério Público.

Para Freitas a delação premiada pode ser vista como uma espécie de “remendo” que supre deficiências na capacidade investigativa dos agentes da Lei, uma vez que propicia o acesso a informações que não puderam ser apuradas por meio de diligências.

Concordo com o jornalista e acrescento que é preciso levar em conta que a pessoa eu faz a delação é alguém implicado em alguma conduta ilegal. Em outras palavras, um réu.

Nessa condição, sua delação só poderá ser levada em consideração após devidamente comprovada. Antes disso é apenas a declaração de um possível criminoso interessado em aliviar a própria pena.

Dar crédito a essas declarações é garantir idoneidade ao declarante e divulgá-las é o mesmo que conceder ao delator o poder de condenar pessoas a quem a Justiça garante inocência, até prova em contrário.

No caso do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, ficou claro que o vazamento da delação tem fins políticos, pois o país está no calor de uma disputa eleitoral.

Fica claro também que o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, está nessa história da mesma forma que Pilatos teve seu nome citado na Bíblia, por acaso.

 Não ocupasse o cargo que ocupa  Henrique jamais seria envolvido no imbróglio. Paga pelo cargo e por fazer parte da base aliada da presidente Dilma Rousseff, essa sim alvo do vazamento.

Seu pronunciamento firme, negando qualquer envolvimento no caso e cobrando a apresentação de provas que liguem seu nome ao delator o deixa livre para continuar sua campanha ao governo do Rio Grande do Norte.

O ROMBO DE ROBINSON

O Jornal Folha de São Paulo relacionou os candidatos a governador que estão com as contas no vermelho, gastando em suas campanhas mais do que conseguem arrecadar.

Robinson é o terceiro da lista. Teve despesas de R$ 7,7 milhões e doações somadas de R$ 1,6 milhão.

Um sujeito que já provoca rombo na campanha, imagina se chegasse a botar a mão no cofre do governo?

PENSE NUM CABRA ARROMBADO

Os arrombados:

1) Alexandre Padilha (PT-SP): R$ 30,8 milhões acima da arrecadação
2) Reinaldo Azambuja (PSDB-MS): R$ 8 milhões
3) Robinson Faria (PSD-RN): R$ 6,1 milhões
4) Eduardo Amorim (PSC-SE): R$ 4,3 milhões
5) Cássio Cunha Lima (PSDB-PB): R$ 4,2 milhões
6) Ricardo Coutinho (PSB-PB): R$ 4,2 milhões
7) Vital do Rêgo (PMDB-PB): R$ 3,6 milhões
8) José Melo (PROS-AM): R$ 3,5 milhões
9) Gleisi Hoffmann (PT-PR): R$ 2,9 milhões
10) Eduardo Braga (PMDB-AM): R$ 2,9 milhões

A QUEDA DE ROBINSON

Na montagem da equipe de governo de Rosalba Ciarlini, o vice-governador Robinson Faria  recebeu a secretaria de recursos hídricos, com direito a indicar as direções da Caern e do Idema.

Depois de 10 meses de uma gestão inoperante (só conseguiu investir 7,7% das verbas orçamentárias da secretaria), Robinson assumiu o governo por pouco mais de uma semana, durante viagem de Rosalba ao exterior.

Com a força de uma secretaria importante e a caneta de governador na mão, o vice tentou cooptar deputados estaduais para o PSD, partido cujo controle acabara de assumir no estado, depois de se desfiliar do PMN.

Rosalba e o marido, Carlos Augusto, perceberam a tentativa de “golpe” do vice-governador e, investigando, descobriram que na secretaria ele só fazia política, deixando de lado a gestão de importantes projetos de enfrentamento da seca.

Resultado: não deixaram ele reassumir a secretaria da qual se desligara para poder ocupar o cargo de governador na ausência de Rosalba.

Depois desse passa fora não restou a Robinson outra alternativa a não ser romper com Rosalba e Carlos Augusto. Afinal, sem cargo no governo passou a ser uma figura meramente decorativa, um vice sem expressão que nunca mais voltou a assumir o cargo de governador.

É bom lembrar que apesar de tudo isso Robinson não teve a hombridade de renunciar à vice-governadoria. Preferiu continuar desfrutando da estrutura que o cargo lhe proporciona até hoje.

PEGA NA MENTIRA

Nada como um dia após o outro, com uma noite no meio, para desmascarar uma mentira.

Na sua propaganda eleitoral, o candidato Robinson Faria fez o maior estardalhaço  apresentando uma pesquisa de Natal como se fosse de todo o estado.

Mesmo estando atrás no levantamento, o vice-governador de Rosalba pretendia criar a ilusão de que estava reagindo. A intenção era contestar a pesquisa Ibope que mostrou Henrique Alves vitorioso já no primeiro turno.

Não deu certo. A condenação imposta pela Justiça eleitoral contra a fraude deixa claro o insucesso na campanha de Robinson, que se vê obrigado a apelar para manobras ilegais.

Como está sob a vigilância da Lei, o vice de Rosalba poderá receber também condenações pela baixaria que começou a veicular em seus programas eleitorais.

Fonte: Blog Duda Almeida-RN

Regras eleitorais inócuas

Eleições Campanha Internet Baixaria Trolls

Carlos Chagas

A Justiça chegou atrasada e incompleta. Só na quinta-feira o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Tofolli, baixou novas regras para a propaganda dos candidatos. Proibiu a apresentação de depoimentos de terceiros, na televisão e no rádio, bem como a reprodução de reportagens de jornal. Sustentou que propaganda, só programática e propositiva.

Com todo o respeito, não vai adiantar nada, apesar das boas intenções. Primeiro porque se um cidadão, artista, jogador de futebol ou criminoso manifestar suas preferências eleitorais e sua participação for ao ar, prevalecerá o direito constitucional de livre expressão. Depois porque a imprensa é livre não apenas para informar. O povo também dispõe do direito de ser informado. Qualquer proibição da Justiça Eleitoral de acordo com as novas normas não se sustentaria caso contestada no Supremo Tribunal Federal, intérprete maior da Constituição.

Por último, prevalece o mote popular de que não adianta botar tranca na porta depois da casa arrombada. Valeu tudo na campanha para o primeiro turno, continua valendo no segundo. Como apenas dois candidatos disputam a eleição, a propaganda deles fica mais exposta. Acresce que o presidente do TSE não cuidou das baixarias, onde uma candidata é acusada de ser leviana e de haver prevaricado, enquanto seu adversário é chamado de mentiroso, junto coma insinuação de ser bêbado e drogado. Caberia aos ofendidos alegar crimes contra a honra, de calúnia, difamação e injúria, mas se eles não se manifestam, o tribunal eleitoral não pode tomar a iniciativa de abrir processo.

A MAIOR PREOCUPAÇÃO

Muita gente desconfia da votação eletrônica adotada entre nós. Afinal, se é a melhor e mais moderna forma de aferir a vontade popular, por que sua vigência restringe-se ao Brasil e a uns poucos satélites na América Latina? Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, por exemplo, vota-se à moda antiga, em cédulas de papel depositadas nas urnas. Depois vem a apuração, lenta mas segura.

Num tempo de hackers e de intromissões variadas na parafernália eletrônica, promovidas até por governos, quem garante que as urnas de votação aqui utilizadas não poderiam sofrer interferências? Quando o poder está em jogo de forma tão escancarada, um pouco de cautela não faria mal nenhum.

Ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais…

O cantor e compositor cearense Antônio Carlos Gomes Belchior Fontenelle Fernandes, na letra de “Como Os Nossos Pais”, fala da eterna discussão presente na relação entre pais e filhos, ou seja, quando somos jovens sempre achamos que nossos pais estão errados na educação que recebemos, porém quando crescemos e temos filhos geralmente repetimos o mesmo que nossos pais faziam conosco.

“Como Os Nossos Pais” é um hino à juventude que amadurece percebendo que o mundo é uma constante, porque é feito de homens que se acomodam e de outros que lutam por mudanças. A música foi gravada por Belchior no Lp Alucinação, em 1976, pela Polygram.

COMO OS NOSSOS PAIS

Belchior

Não quero lhe falar
Meu grande amor
Das coisas que aprendi
Nos discos…

Quero lhe contar
Como eu vivi
E tudo o que
Aconteceu comigo
Viver é melhor que sonhar
E eu sei que o amor
É uma coisa boa
Mas também sei
Que qualquer canto
É menor do que a vida
De qualquer pessoa…

Por isso cuidado meu bem
Há perigo na esquina
Eles venceram e o sinal
Está fechado prá nós
Que somos jovens…

Para abraçar meu irmão
E beijar minha menina
Na rua
É que se fez o meu lábio
O seu braço
E a minha voz…

Você me pergunta
Pela minha paixão
Digo que estou encantado
Como uma nova invenção
Vou ficar nesta cidade
Não vou voltar pr’o sertão
Pois vejo vir vindo no vento
O cheiro da nova estação
E eu sinto tudo
Na ferida viva
Do meu coração…

Já faz tempo
E eu vi você na rua
Cabelo ao vento
Gente jovem reunida
Na parede da memória
Esta lembrança
É o quadro que dói mais…

Minha dor é perceber
Que apesar de termos
Feito tudo, tudo, tudo
Tudo o que fizemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Ainda somos os mesmos
E vivemos
Como Os Nossos Pais…

Nossos ídolos
Ainda são os mesmos
E as aparências
As aparências
Não enganam não
Você diz que depois deles
Não apareceu mais ninguém
Você pode até dizer
Que eu estou por fora
Ou então
Que eu estou enganando…

Mas é você
Que ama o passado
E que não vê
É você
Que ama o passado
E que não vê
Que o novo sempre vem…

E hoje eu sei
Eu sei!
Que quem me deu a idéia
De uma nova consciência
E juventude
Está em casa
Guardado por Deus
Contando seus metais…

Minha dor é perceber
Que apesar de termos
Feito tudo, tudo, tudo
Tudo o que fizemos
Ainda somos
Os mesmos e vivemos
Ainda somos
Os mesmos e vivemos
Ainda somos
Os mesmos e vivemos
Como os nossos pais…

Site Poemas & Canções

Institutos de pesquisa vão se desmoralizar novamente

Carlos Newton

É impressionante, intrigante e desmoralizante a discrepância entre os resultados das pesquisas eleitorais no Brasil. Nunca antes na História deste país se viu nada igual. A apenas uma semana de uma eleição presidencial da maior importância, dois institutos famosos (Ibope e Datafolha) dão o mesmo resultado, em duas pesquisas seguidas: Aécio Neves, do PSDB, com 51% dos votos válidos, e Dilma Rousseff, do PT, com 49%. Estatisticamente, a possibilidade desse idêntico resultado se apresentar em quatro pesquisas seguidas, feitas no intervalo de uma semana, é como acertar na Loteria. E o instituto Vox Populi deu Dilma na frente na mesma ocasião, embora em situação de empate técnico.

O mais surpreendente e curioso, porém, é que na mesma época outro conhecido instituto de pesquisas, o Sensus, divulgou resultados totalmente diversos. Na semana passada, foi um assombro: dava Aécio Neves 17,6 pontos à frente de Dilma Rousseff. Quer dizer, a pesquisa da Sensus trazia uma inaceitável e desmoralizante diferença de 15,6 pontos percentuais em relação ao Ibope e ao Datafolha.

Agora, em pesquisa divulgada esta sexta-feira, o Sensus volta a mostrar o candidato Aécio Neves com grande vantagem sobre a presidente Dilma Rousseff, embora a candidata do PT tenha até avançado expressivamente.

10,8 PONTOS DE DIFERENÇA

Segundo o levantamento do Sensus, divulgado no site da revista IstoÉ, Aécio teria 56,4 por cento dos votos válidos (que excluem brancos, nulos e indecisos), contra 43,6 por cento de Dilma. Ou seja, 12,8 pontos de frente. Na pesquisa anterior do Sensus, a vantagem do tucano era muito maior: 58,8 a 41,2 por cento. Ou seja, 17,6 por cento, indicando que em uma semana Dilma teria avançado 4,8 pontos, nada mal.

Pelo eleitorado total, o placar favorável a Aécio no Sensus seria de 49,7 a 38,4 por cento, e na semana passada estaria em 52,4 a 36,7 por cento. Os eleitores que planejam votar em branco ou anular seus votos ou estão indecisos somam 12 por cento, ante 11 por cento no levantamento anterior. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.

Esses números enlouquecidos e discrepantes deixam perplexos os candidatos, os partidos e os eleitores. Quem estará mais parte da realidade das intenções de voto: a dupla Ibope/Datafolha ou o Sensus? Ninguém sabe.

Nosso amigo e colaborador Sebastião Nery, uma lenda do jornalismo político brasileiro que honra essa Tribuna da Internet, aposta que o Sensus é que está no caminho certo. Nery conhece o diretor desse instituto, Ricardo Guedes, e garante a seriedade do trabalho dele.

A nós, só resta aguardar e cobrar depois. A única certeza é de que novamente os institutos de pesquisas sairão desmoralizados, seja qual for os resultados das urnas. Ah, Brasil!

Acusações de Aécio e Dilma voltam no horário eleitoral

Acusações de Aécio e Dilma voltam no horário eleitoral

Fotos: Divulgação

Os candidatos à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) voltaram a usar no horário eleitoral trechos do debate acalorado promovido na quinta-feira, 16, pelo SBT, UOL e Rádio Jovem Pan. A propaganda do tucano acusou a adversária de fazer a campanha “mais baixa” da história recente do País e, no dia em que a candidata derrotada Marina Silva (PSB) apareceu publicamente ao lado de Aécio, o programa do PT se adiantou tentando neutralizar a aliança mostrando trechos de confrontos na TV entre Marina e seu novo aliado. A campanha do PSDB começou afirmando que o sentimento de mudança registrado nas urnas “assustam” o PT.

Prova disso, segundo a propaganda, seria a manipulação de informações sobre o candidato. O apresentador reforçou a tese de que Aécio seria “agredido” pela petista enquanto “cidadão” e que todos os brasileiros que pedem tal “mudança” também seriam automaticamente atingidos pela mesma agressão. “A esperança sempre vence o medo”, disse o apresentador, que na sequência emendou: “Aécio é o Brasil sem medo do PT”.

A propaganda de Aécio não exibiu as cenas do encontro desta manhã com Marina Silva, mas aproveitou momentos do debate de ontem onde ele aparece chamando a adversária de “mentirosa”, abordando o escândalo de corrupção na Petrobras e o emprego do irmão de Dilma, Igor Rousseff, na Prefeitura de Belo Horizonte. Já o programa petista reexibiu imagens de Dilma confrontado o tucano no debate e defendendo a investigação de denúncias “doa a quem doer”. “Eu investigo. Vocês nunca deixaram investigar”, disse a candidata à reeleição. A apresentadora afirmou que Dilma “tem rumo”, enquanto Aécio mudaria “conforme a conveniência”. Na sequência, cenas dos embates entre o tucano e Marina no primeiro turno foram explorados pela campanha. Dilma voltou a se apresentar como a candidata que tem o apoio de líderes sindicais, de movimentos sociais e que gerou emprego em seu governo. Enquanto Aécio mostrou depoimentos de artistas, a petista trouxe à TV mais uma vez o apoio de Chico Buarque.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apareceu no programa da sucessora enfatizando que “direitos e conquistas dos trabalhadores estão ameaçados” nesta campanha. “Vamos comparar os governos dos tucanos com o governo do PT”, propôs. O petista pediu uma reflexão dos eleitores sobre “o que está em jogo” e disse que Dilma é a garantia do País seguir no rumo certo.

Justiça decide que importar sementes de maconha para consumo próprio não caracteriza tráfico

Justiça decide que importar sementes de maconha para consumo próprio não caracteriza tráfico

A 2ª vara Federal em Guarulhos/SP rejeitou, apoiada em precedentes do TRF da 3ª região, denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal, em que se pretendia a condenação por tráfico internacional de drogas de um homem que tentou importar, pela internet, 27 sementes de maconha para consumo próprio. Ao rejeitar a denúncia, a Justiça considerou que “a quantidade de sementes de Cannabis Sativa Linneu apreendidas (27, equivalentes a 397g) e a absoluta transparência e regularidade da importação (empreendida sem nenhum artifício de ocultação), claramente evidenciam que a intenção do acusado era o plantio para consumo pessoal e não para o tráfico de entorpecentes”. Como, de acordo com o portal Migalhas, os atos meramente preparatórios de crime não são puníveis quando não houver expressa previsão legal (como não há para o caso do crime de cultivo de plantas destinadas à produção de pequena quantidade de droga para consumo próprio, previsto no art. 28, §1º da Lei de Drogas), o juiz entendeu que “a conduta do acusado, descrita na denúncia, não tipifica nenhum dos crimes tratados na Lei de Drogas”.

Contudo, como a maconha e suas sementes são mercadorias proibidas no Brasil, sua importação configura o crime de contrabando. Entretanto, a 2ª vara Federal de Guarulhos entendeu que, tratando-se de crime de contrabando, a ínfima quantidade de sementes importadas e o fato de não ser o acusado contumaz importador ou vendedor das sementes, impunham a aplicação, ao caso, do princípio da insignificância, que afasta o caráter criminoso desta conduta em particular. Por essa razão, afirmando que a conduta do acusado revestia-se de mínima ofensividade, de nenhuma periculosidade social, sendo reduzido o grau de reprovabilidade e inexpressiva a lesão jurídica provocada, a decisão rejeitou a denúncia apresentada pelo MPF e determinou o arquivamento do caso.

Do Blog: Agora vá entender isso!!!!

Rosalba nomeará diretor estratégico que próximo governador não poderá demitir

Diretor da Agência Reguladora de Serviços Público do Rio Grande do Norte (Arsep) ganha direito a aposentadoria. O cargo é exercido em mandato de quatro anos. Caberá a Rosalba escolher o titular da agência que regula o setor elétrico do RN.


Por Dinarte Assunção

Governadora deverá escolher próximo diretor da Arsep
Governadora deverá escolher próximo diretor da Arsep

No apagar das luzes de sua gestão, a governadora Rosalba Ciarlini terá direito ainda a fazer uma importante nomeação. A chefe do Executivo deverá nos próximos dias escolher o novo diretor da Agência Reguladora de Serviços Público do Rio Grande do Norte (Arsep) depois que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram que o atual chefe da autarquia estadual, Luiz Eduardo Bezerra de Farias, tem direito à aposentadoria por invalidez. A decisão foi publicada na edição de quarta-feira (15) do Diário de Justiça.

Apesar de passar despercebida pelo noticiário, a Arsep detém um poder amplo, especialmente sobre o setor elétrico. Essa influência foi ampliada ainda mais depois que o Estado passou a abrigar parques de energia eólica. A importância do cargo também ganha relevância porque o próximo governador não poderá destituir o novo diretor, que tem direito a mandato de quatro anos.

Entre as atribuições do órgão estão o poder de decidir, como instância administrativa definitiva, sobre os pedidos de revisão de tarifas de serviços públicos concedidos, permitidos ou autorizados.

No caso do setor elétrico, a agência tem o poder de influenciar a composição de preços tarifários já que a Agência Nacional de Energia Elétrica celebrou convênio descentralizando para a Arsep seus poderes para fiscalizar o cumprimento de normor que instituir e aplicar sanções por descumprimento, como foi observado em agosto deste ano, quando a empresa BrasVento foi multada em R$ 652.631,40 por irregularidades detectadas pela agência em parques eólicos.

Aposentadoria

O atual diretor, Luiz Eduardo Bezerra, vinha travando na Justiça o direito a se aposentar por invalidez, já que ele sofre de problemas cardíacos. Uma junta médica atestou a necessidade de Bezerra se aposentar, foi quando ele começou a travar na Justiça uma batalha contra o Instituto de Previdência dos Servidores Estaduais (Ipern), o qual queria negar o pagamento.

Segundo os autos do processo, a negativa do Ipern foi baseada no argumento de que Bezerra exerce cargo comissionado, devendo, portanto, ser enquadrado no regime geral da previdência. Mas a contribuição previdenciária do servidor, conforme se lê no documento, foi recolhida ao Ipern, razão pela a Justiça não reconheceu os argumentos do instituto local de previdência. O Ipern foi ao STF, que manteve o decidido pelo judiciário potiguar.

Michel Teló e Thais Fersoza se casam em cerimônia íntima

Michel Teló e Thais Fersoza se casam em cerimônia íntima

Foto: Reprodução / Instagram

Michel Teló e Thais Fersoza se casaram, nesta terça-feira (14), em uma cerimônia reservada na casa dos dois. De acordo com o registo de casamento realizado no Cartório de Santo Amaro, em São Paulo, a atriz adotou o sobrenome do cantor: Thais Cristina dos Santos Teló. “Houve sim o casamento. Mas foi bem íntimo, só a família dos dois compareceu”, confirmou a assessora de Teló ao site EGO.

Os dois sugeriram, em suas redes sociais que algo importante estava acontecendo. “Feliz! Muito feliz!!! Obrigada por tudo, meu Deus! E por cada segundo me fazer sentir seu amor! Hoje já foi especial e amanhã será ainda mais! Que alegria! Amor que não cabe dentro de mim! Coração batendo acelerado e em paz.. E que venha 14/10/14. Boa noite… Sweet dreams”, escreveu ela no Instagram. Na manhã de quarta, o cantor publicou: “Que o Espírito Santo de Deus esteja sempre presente em nossa vida! Muito amor!”.

Pesquisas: confiar desconfiando

Carlos Chagas

Com todo o respeito e as devidas escusas, mas é melhor seguir os conselhos de Floriano Peixoto e “confiar desconfiando”. Fala-se do resultado das duas recentes pesquisas sobre o segundo turno das eleições, apresentado pelo Ibope e a Datafolha. Tem-se a impressão de que os dois institutos não quiseram comprometer-se nem correr riscos, evitando repetir o vexame do primeiro turno.

Nada melhor para escapulir de outra arapuca do que concluir pelo empate técnico e empurrar com a barriga a hipótese de novos erros. Assim, os números coincidiram milimetricamente: 51 a 49. Caso as urnas falem outra linguagem, pelo menos até a eleição os institutos estarão preservados. Claro que a disputa pode estar mesmo empatada, mas se não estiver, só saberemos dia 26. Mesmo nessa hipótese, sempre haverá a desculpa de que o eleitorado só se decidiu na hora extrema ou de que o povo mudou. Não serão deixados, porém, rastros de outros erros.

A verdade é que pesquisa é pesquisa. Não ganha eleição. Ainda mais quando fica impossível esquecer as lambanças do primeiro turno, que não vale à pena lembrar, no mínimo por uma questão de caridade. De qualquer forma, estamos vivendo o fim do ciclo da ditadura dos institutos. Menos porque eles faturaram dezenas de milhões de reais, até agora, mais porque sempre será uma temeridade atribuir a cinco ou dez mil consultados a opção de 143 milhões. Para as próximas eleições, será preciso reformular métodos e meios de aferição da vontade popular. Por enquanto, só temos os atuais institutos para tentar vislumbrar o futuro. Devemos considerar seus números, na falta de outros instrumentos, mas sabendo que a verdadeira pesquisa verifica-se apenas no dia da eleição. Ninguém garante que Dilma ou Aécio não estejam desde já com percentuais muito maiores do que os divulgados. Só saberemos daqui a dez dias.

APENAS UM BLOCO DE MÁRMORE

Vamos imaginar um bloco de mármore, daqueles bem grandes que são tirados das jazidas e levados para uma oficina. Será apenas um bloco de mármore antes que o escultor comece a manobrar martelo, formão e cinzel. De lá poderá sair o David, se Michelangelo estiver por perto, ou a Venus de Milo, no caso de Fídias. Por enquanto sem forma alguma, mas quem negará que aquelas duas maravilhas da escultura universal já não estavam lá dentro do bloco de mármore, à espera de quem as revelasse? Ou, em se tratando de aprendizes incompetentes, que nada sairá senão pedaços informes da pedra?

Assim também a sucessão presidencial. São tantas as promessas de Dilma e de Aécio, mas ambos ainda estão diante de um bloco de mármore, no caso, o Brasil. Caberá ao vencedor dar forma real aos seus discursos, mas estarão eles inspirados por Fídias ou Michelangelo?

Papa Francisco aprofunda a reforma de João XXIII

 Pedro do Coutto

O papa Francisco, em sua passagem pelo Vaticano, marcará sua presença na história da Cátedra de São Pedro, como aquele que, no século 21, 55 anos depois da Encíclica Mater et Magistra, aprofundou firmemente o sentido de reforma, para adaptação aos tempos que passam, lançada pelo seu antecessor há 55 anos. João XXIII representou, com seu texto de 1050, a ruptura com o princípio de que o ser humano somente se realizava quando de sua passagem para a eternidade. No Céu portanto.

O cardeal de Veneza que sucedeu Pio XII, um conservador, alterou a colocação. Na Mãe e Mestra, resultado da tradução latina, afirmou que os seres humanos devem se realizar tanto na Terra como no Céu. Colocou assim em pé de igualdade a vida material com a existência celestial, que flutua na mente de todos nós. Para a realização terrena, colocou como marco decisivo a questão da justiça social.

Passado pouco mais de meio século, cabe ao Santo Padre Francisco aprofundar o processo de reforma, na medida em que no Sínodo extraordinário que se realiza em Roma, a ruptura estética atinge a questão sexual, abafada durante milênios e que agora veio à tona com intensidade incomum. O documento preliminar do encontro – reportagem de Reinaldo José Lopes, Folha de São Paulo de 14 – destacou o tema, deslocando-o para a parte mais problemática, a que se refere diretamente às pessoas homossexuais e bissexuais, de ambos os sexos.

HOMOSSEXUAIS

“As pessoas homossexuais – acentua o documento preliminar – têm dons e qualidades que podem oferecer à comunidade cristã; é preciso acolhê-las aceitando e valorizando sua orientação sexual.” Como era fácil prever (matéria da FSP de quarta 15), cardeais conservadores reagiram negativamente ao texto inicial e vão tentar reformá-lo, o que parece possui diversos aspectos. O mais forte, por contradição menos destacado pelo noticiário internacional, é a consequente ultrapassagem da barreira da Igreja Católica quanto ao sexo.

Este, até esta semana, somente era formalmente admitido, após o matrimônio. A partir de agora, não. Pois no momento em que o sínodo de 2014 recomenda inicialmente acolher os homossexuais, de forma indireta, porém automática, libere a prática de sexo independentemente do vínculo civil e religioso. Um degrau conduz a outro. O documento altera o patamar em que o Vaticano se coloca diante da questão contida num dogma que se alongou milhares de anos através da história. Da história não só da religião católica, mas da própria história universal, sobretudo na medida em que os temas religiosos incorporaram-se em larga escala ao próprio processo humano. Sendo que, sob o ângulo feminino, foi traduzido como fator (falso) simbolizando a pureza e não à natureza do comportamento normal.

Isso de um lado. De outro, o acolhimento religioso aos homossexuais significa um passo adiante em matéria de realismo, uma vez que é enorme a contribuição dos homossexuais ao processo da arte. Não se deve afirmar que, sem preconceito algum, a arte não teria alcançado o ponto que alcançou não fosse a presença, nos seus diversos capítulos e setores, a presença e a contribuição dos homossexuais.

Na música, no ballet, na pintura, na escultura, teatro, cinema, literatura, e outros. Presença tão grande e tão extraordinária que dispensa a citação de nomes, principalmente para não se correr o risco de omissões graves. Com o documento, sob inspiração do reformista Francisco, houve tanto uma ultrapassagem quanto uma ruptura dogmática. Das maiores, por sinal, das que marcaram (e marcam) a história da religião católica no mundo.

Publicidade com seios causa 517 acidentes de carro em Moscou

Uma campanha publicitária ‘inovadora’ em caminhões de Moscou, na Rússia, deu muito prejuízo para mais de 500 pessoas da cidade. Isso porque a propaganda traz enormes peitos femininos, que causaram distração aos motoristas. As informações são do Daily Mail.

Um total de 517 acidentes foram reportados por toda a cidade em apenas um dia de campanha e a agência foi responsabilizada, tendo de pagar pelos danos causados. A polícia de Moscou proibiu o trânsito dos caminhões que carregavam a imagem enquanto não retirassem a foto “distrativa” das caçambas.

“Eu estava a caminho do meu trabalho quando um carro atrás de mim se distraiu olhando a propaganda e bateu na minha traseira. No fim, me atrasei para o serviço e ainda não tive minha recompensa paga”, disse Ildar Yuriev, 35 anos, uma das vítimas dos acidentes.

Os motoristas bombardearam a agência de publicidade de reclamações. Um porta-voz disse que a Sarafan Advertising Agency, que organizou a promoção publicitária, planejou o formato de marketing nos caminhões para encorajar as empresas a investir em propaganda móvel. “Nós queríamos chamar atenção para este formato com essa campanha”, explicou.

O porta-voz também disse que em todos os acidentes, os donos dos veículos tiveram os custos cobertos pela empresa quando não foram recompensados pela seguradora.

Fonte: Com informações do Terra Notícias

Tomba Farias afirma que Robinson nunca conseguiu nem um poste para o Trairi

unnamed
“Henrique trabalha enquanto Robinson o que tem para apresentar? Nada”. Esta constatação foi do deputado estadual reeleito, Tomba Farias (PSB), na noite desta quarta-feira (15), em Santa Cruz, onde ocorreu comício regional promovido pela coligação União pela Mudança do candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves (PMDB). Para o deputado, o eleitor não precisa ter dúvida em quem votar no dia 26 de outubro, defendendo o nome de Henrique como o mais indicado para administrar o estado. Tomba garantiu ao candidato do PMDB sua vitória em todas as cidades da região do Triari neste segundo turno.

“Comprovadamente todo o RN conhece a diferença entre os candidatos. Primeiro que Henrique trabalha. À frente da Câmara dos Deputados aprovou projetos que ajudam a melhorar a vida das pessoas no Brasil. Aqui em Santa Cruz, ele tem R$ 6 milhões em emendas e o outro candidato o que é que tem? O outro candidato passou 28 anos como deputado e não colocou  nenhum poste nesta cidade. Este palanque construiu o Rio Grande do Norte e o outro lado fez o que? Nada. Henrique deu muito pelo Trairi e nós vamos dar a vitória a ele em todas as cidades da região”, afirmou Tomba.

O comício em Santa Cruz contou com a presença do candidato Henrique Alves, o vice João Maia (PR), o ministro Garibaldi Alves Filho (PMDB), dos deputados estaduais Ricardo Motta (PROS), Tomba (PSB) e Álvaro Dias (PMDB) e do deputado federal Rafael Motta (PROS). Além desses, estiveram prefeitos e lideranças políticas dos municípios de São Bento do Trairi, Sítio Novo, Lajes Pintada, Tangará, Campo Redondo, Jaçanã, Coronel Ezequiel, Serra Caiada e Japi.

A concentração para o evento reuniu milhares de pessoas da região do Trairi, as quais seguiram Henrique e seus aliados em caminhada pelas ruas da cidade. Repetindo o gesto de outras cidades por onde a “Caravana 15″ passou, Henrique Alves fez questão de descer do carro de apoio e fazer boa parte do percurso a pé, mantendo contato direto com o eleitor, até o largo da paróquia Santa Rita de Cássia, onde ocorreu o comício.

A prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa (PMDB) também assumiu o compromisso com o candidato ao Governo do Estado de ir em busca de todos os votos, seja daquele eleitor indeciso ou que votou em seu adversário. “A nossa missão é esclarecer o eleitor sobre a importância de termos Henrique como governador deste estado. Ele já mostrou sua competência como presidente da Câmara. Ele abriu portas a todos os prefeitos do RN, porque ele é coerente e preparado politicamente. Quero aqui fazer um pacto, há dez dias das eleições, vamos às ruas procurar o eleitor e fazer ecoar a palavra de Henrique nos quatro cantos do Trairi. No dia 26 quem sairá vitorioso é o povo do Rio Grande do Norte fazendo Henrique governador do estado”, disse.


Em seu discurso para milhares de pessoas, Henrique apresentou propostas ao fazer um relato da atual situação administrativa do estado. “O importante é que o povo sabe a situação quase ingovernável que se encontra o estado. Durante muitos anos, nem Garibaldi, nem Wilma e nem a atual governadora, nenhum deles recebeu o estado com eu vou receber no dia 1º de janeiro. As finanças fragilizadas, o orçamento comprometido e a capacidade de investir reduzida a 2%. Então, como resolver este estado? Quem promete resolver apenas com o orçamento do estado é para não cumprir. E governador que ficar sozinho, isolado, choramingando, dizendo que o estado está quebrado, não vai resolver. Vai agravar. Sempre atendi todos os municípios do meu estado e todos os governos. Agora não vou ser mais essa articulação nem esse meio de campo. Serei atacante para marcar a favor do RN”, afirmou.

Festa do Boi Parnamirim 2014 Programação – Natal RN – Festa do Boi

Foto Divulgação: Jorge e Mateus são a principal atração da Festa do Boi 2014

A Festa do Boi  Parnamirim 2014 que acontece na região metropolitana de Natal – RN, já está com a programação de atrações confirmadas. A Festa do Boi acontecerá no Parque Aristófanes Fernandes em Parnamirim, nos dias 10/10, 11/10, 17/10 e 18/10.

Esta já é a 52° edição da Festa do Boi em Natal e neste ano promete manter a tradição, oferecendo uma super estrutura e grandes shows de atrações nacionais e da região.

Ingresso para a Festa do Boi Parnamirim 2014:

Os ingressos para a Festa do Boi Parnamirim 2014 já podem ser adquiridos no link a seguir. Compre os ingressos com segurança e comodidade http://bit.ly/ingressos-festa-do-boi. Ao comprar a partir deste link, você terá o suporte do Portal Confira Mais junto ao site parceiro de vendas.

Programação da Festa do Boi Parnamirim 2014

Confira abaixo a programação do evento organizada por dias:

Festa do Boi Parnamirim – 10/ 10/ 2014 (Sexta-Feira)

WESLEY SAFADÃO

ZEZÉ DI CARMAGO & LUCIANO

BANDA CHEIRO DE AMOR

BANDA MAGNÍFICOS

 Festa do Boi Parnamirim – 11/ 10/ 2014 (Sábado)

PSIRICO

MUSA

DESEJO DE MENINA

OS NONATOS

 Festa do Boi Parnamirim – 17/ 10/ 2014 (Sexta-Feira)

JORGE & MATEUS

GABRIEL DINIZ

MATEUS & KAUAN

BONDE DO BRASIL

Festa do Boi Parnamirim – 18/ 10/ 2014 (Sábado)

BELL MARQUES

RAÇA NEGRA

FORRÓ DA PEGAÇÃO

SWELLEN PIMENTEL

A corrupção eleitoral e a mentira

O Brasil descobriu o quanto o seu sistema político-administrativo é corrupto no comportamento de seus dirigentes. Não percebeu ainda as outras formas de corrupção que esse sistema carrega.

Mesmo quando um político ou administrador não desvia dinheiro para sua conta pessoal, ele está sendo corrupto quando desperdiça recursos, beneficia apenas privilegiados, depreda o meio ambiente, aumenta a violência, provoca escassez ou inflação. Essa é uma forma discreta, às vezes mais grave, de corrupção, pelo seu tamanho e pela duração nos impactos negativos dos resultados. Por exemplo, num tempo em que a população não tem água potável nem tratamento de esgoto e as escolas estão degradadas, é corrupção construir prédios públicos suntuosos, mesmo sem apropriação privada do dinheiro público.

Outra corrupção política é a velha fraude eleitoral que foi praticada no Brasil ao longo da história. As urnas eletrônicas permitem imaginar que essa corrupção foi eliminada, pelo menos até quando algum hacker for capaz de manipular os dados eleitorais. Se essa corrupção parece superada no momento, a atual eleição tem sido exemplo de outra corrupção eleitoral pelo sistemático uso de marketing, com mentiras para desconstruir as imagens dos oponentes. É a corrupção do tipo Joseph Goebbels.

O debate e o enfrentamento de ideias são características fundamentais da democracia. Seria extremamente positivo um debate sério sobre o impacto da autonomia do Banco Central: se essa é uma forma de proteger a moeda ou, ao contrário, de entregá-la à voracidade do sistema financeiro. Mas uma forma de corrupção eleitoral é repetir, até virar verdade na opinião do eleitor, que a autonomia do Banco Central seria a forma encontrada por uma candidata para tirar comida da mesa dos pobres e enriquecer os ricos banqueiros. Dizer que um candidato vai desfazer programas sociais que estão previstos no próprio projeto do candidato também é uma forma de corrupção.

FRAUDE PELA MENTIRA

A fraude pela mentira é grave porque perverte a própria democracia, graças aos truques de marketing que transformam mentiras em verdades. A fraude corrompe por meio do desconhecimento que o eleitor tem da realidade e pela dificuldade de analisar os discursos no curto período eleitoral. Nas últimas semanas, o candidato Aécio Neves acusou Marina Silva de ser o mesmo que o PT, a candidata Dilma Rousseff acusou Marina Silva de ser igual ao PSDB, e o eleitor acreditou nas duas afirmações, mesmo que uma anule a outra.

Ninguém pode criar regras para impedir a mentira nas campanhas. A única maneira de abortar a corrupção eleitoral da mentira é educar o eleitor. Eis a maior das corrupções da política no Brasil: o desprezo à educação de nossas crianças e, consequentemente, da população. A esperteza praticada pelo político é a mãe da corrupção, o pai é o desconhecimento do eleitor. Talvez, por isso, a esperteza não trabalhe para eliminar o desconhecimento. (TI)

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 49 outros seguidores